Polícia Militar de Jaraguá do Sul divulga nota de esclarecimento

Polícia Militar de Jaraguá do Sul divulga nota de esclarecimento

Publicado em 9 de maio de 2013 por plantaopolicialocp

A Polícia Militar vem pela presente esclarecer a sociedade de Jaraguá do Sul, Guaramirim, Schroeder, Corupá e Massaranduba, municípios que compõe a circunscrição do 14º Batalhão de Polícia Militar, acerca do lamentável episódio ocorrido na última sexta-feira, quando a Delegada Lívia Marques da Motta, de forma desproporcional e distante do profissionalismo exigido por quem trabalha em uma área tão relevante como a Segurança Pública deve apresentar.

Entendemos que nosso objetivo como profissionais da Segurança Pública é atender a população em detrimento de nossas opiniões e valores pessoais. As discussões acaloradas, de ordem acadêmica, institucional e de opinião devem aguardar seu momento próprio, sob pena de causar leniência as ações do Estado frente ao crime.

Verificar, em um caso concreto, o favorecimento de condutas delituosas basiladas pelo desejo único de acompanhar um posicionamento pessoal demonstra uma irresponsabilidade que deve ser rechaçada por todos que compreendem a importância da profissão policial na manutenção do bem comum. Imagine o caos a se instalar se buscássemos, neste momento, diante do volume de demanda relevante na área da Segurança Pública, questionar o uso de viaturas ostensivas, fardamento, helicópteros devidamente caracterizados pela Polícia Civil, que constitucionalmente é designada para tratar de investigações, e para tanto o uso ostensivo de uma aeronave não tem o condão de atender a constituição. Imaginem, neste momento, questionar a prática pela Policia Civil da Policia Administrativa, diante do constante apelo de Policiais Civis investigando e do discurso contumaz de que não há efetivo.

Nossos Policiais Militares também questionam, e colocam diariamente em cheque estas incoerências, graves que poderiam tomar a atenção da nobre colega, mas de forma responsável e em um ambiente que não cause qualquer prejuízo a População, entendemos que nossos deveres são muito maiores que nossos posicionamentos pessoais, sobre a condução dos atos das demais instituições, e neste diapasão buscamos através do dialogo e dos meios legais sanar estas questões sem comprometer as atividades do Estado, mantendo respeito ao cidadão que paga seus impostos e quer trabalho sério e não ações que busquem atender vaidades pessoais.

Neste momento, nos colocamos a disposição do Poder Judiciário, do Ministério Público e dos nossos colegas Policiais Civis, que não coadunam com este comportamento, para cumprir qualquer ação que busque coibir o crime e apoiar a sociedade, protegendo, promovendo e restaurando a segurança dos cidadãos.

Assina:

Tenente-coronel José Luiz Gonçalves da Silveira
Comandante do 14º Batalhão de Polícia Militar

Jaraguá do Sul, 08 de maio de 2013.

Notícias Recentes:

ACORS realiza alinhamento com entidades parceiras para o Projeto de Integração Regional em Blumenau
Entidades realizam reunião para definir ajuste final da proposta de valorização institucional
Presidente da ACORS apresenta entidade aos novos integrantes do CFO da PMSC
Entidades representativas da Segurança Pública se reúnem para apoiar projeto de valorização institucional