PISO DOS POLICIAIS SÓ DEVE SER APROVADO NO ANO QUE VEM

Piso dos policiais só deve ser aprovado no ano que vem

 

Agência Brasil  

 

O líder do governo na Câmara, deputado Cândido Vaccarezza (PT-SP), disse hoje (27) que a votação sobre o reajuste dos salários dos policiais deve ficar para o próximo ano. ?Pessoalmente quero que não tenha nenhum prazo para que se tenha um processo de negociação para se chegar a um bom termo?.

A proposta de emenda à Constituição (PEC) 330, que trata do piso dos policiais, estabelece um valor de R$ 3,5 mil para o praças e de R$ 7 mil para oficiais para figurar na Constituição. No entanto, Vaccarezza convenceu as lideranças dos policiais que não será possível incluir na Constituição um valor para o piso e que esse valor tem que ser definido em projeto de lei complementar.

 

Vaccarezza informou que não sabe qual deve ser o valor do piso dos policiais. ?Ele tem que ser costurado como foi o piso dos professores. O mais provável é que o projeto seja encaminhado ao Congresso no final desse governo e que a votação fique para o primeiro semestre de 2011?.

 

Ontem ele convenceu os policiais civis e militares a deixar fora da Constituição o valor do piso salarial da categoria e aprovar a PEC estabelecendo que haverá um piso salarial para os agentes da segurança pública.

 

O líder prometeu aos policiais discutir a proposta de piso com o governo e na terça-feira (1) voltar a se reunir com os representantes das associações de policiais. Vaccarezza elogiou o comportamento dos policiais na reunião. Segundo ele, os policiais chegaram a colocar um prazo de 90 ou 180 dias para o governo enviar e o Congresso aprovar o valor do piso salarial da categoria.

 

Notícias Recentes:

Entidades representativas da Segurança Pública se reúnem para discutir projeto 
ACORS avança em proposta de valorização institucional dos integrantes da Segurança Pública
Presidente da ACORS, reeleito por aclamação, é empossado em cerimônia na Capital
Diretoria Executiva realiza reunião de alinhamento na sede da ACORS