Matérias na imprensa sobre condições salariais

REAJUSTE SERÁ UNIFICADO EM SC
Ganha força no grupo gestor do governo do Estado a tese de unificar o reajuste salarial para todos os servidores públicos de Santa Catarina. O índice que será proposto, entre 7% e 9%, prevê a reposição da inflação mais algum ganho real, a partir de 2012.
 
Os secretários da Fazenda, Administração, governador e vice passarão o feriado avaliando os ensaios técnicos sobre o impacto nas contas do Tesouro. Por ano, a folha de pagamento, com cerca de 130 mil funcionários, tem um crescimento vegetativo de aproximadamente 4%. O anúncio está previsto para o próximo dia 17, às 14h30min, no Centro Administrativo.
 
Com esta nova estratégia, o governo do Estado propõe uma reviravolta na relação entre servidores e Executivo, já que nos últimos oito anos as negociações se davam por categorias. O próprio senador Luiz Henrique da Silveira teria admitido a amigos próximos que este foi um ponto falho na sua gestão, porque acaba gerando pressão política constante sobre o governo. A expectativa é baixar a tensão no funcionalismo.
 
Fonte: www.diario.com.br – Coluna VIsor – Rafael Martini – 12 nov 11 – sábado
 
 
Para acertar o passo
Ogoverno do Estado prepara para a próxima quinta-feira a entrega de uma proposta oficial aos policiais civis, que reclamam uma defasagem de 125% nos salários, o que inclui a base (agentes, escrivães e peritos) e os delegados. A informação foi dada ontem pelo vice-governador Eduardo Pinho Moreira, que atua como interlocutor do Centro Administrativo com a categoria.
 
O anúncio veio depois que as três entidades ligadas à categoria (Adepol, Sintrasp e Sinpol) emitiram nota para informar que paralisarão as atividades, sem prejuízo à população, nos dias 16, 17 e 18 próximos, por não terem recebido uma resposta oficial do governo do Estado até ontem,. Programaram uma assembleia para a próxima sexta-feira. Pinho Moreira nega que tenha se comprometido com este prazo divulgado pela categoria, admite que os policiais poderão cobrar dele o atraso de um dia, pois, nas conversas o que ficou definido era apresentar um estudo na próxima quarta-feira.
 
O vice-governador disse, ainda, que estará junto com o governador Raimundo Colombo, os secretários Nelson Serpa (Fazenda) e Milton Martini (Administração), além de técnicos das duas pastas, a partir de hoje, para consolidar os ajustes. Moreira reafirma que se trata de matéria difícil por contemplar repercussões financeiras. O trabalho entrará feriado adentro. Aguardem uma surpresa oficial.
 
Na defensiva, o governo rebate a informação dos policiais de que não há reajuste nos últimos 13 anos. Nos números governamentais, não existe delegado que perceba menos de R$ 8,2 mil por mês. E entre os servidores da base da polícia, a média varia entre R$ 2 mil e R$ 4 mil. Moreira ainda destaca que somente seis profissionais ganham menos de R$ 2 mil, alguns por estarem no cumprimento de pena.
 
 
 
O caminho
A ideia do governo do Estado está em unificar a negociação com todas as categorias de servidores: data-base e critérios únicos para o funcionalismo. Pode não sair tudo agora, admite Pinho Moreira.
 
O Centro Administrativo quer acabar com o apagar um incêndio após o outro. Aprendeu bastante com os tropeços junto ao magistério.
 
 
 
Tem mais
Associação dos Oficiais da Polícia Militar e do Bombeiro Militar (Acors) e a Associação dos Praças (Aprasc) estão unidas nas reivindicações salariais para 11 mil integrantes do contingente e farão uma reunião na segunda-feira. O coronel Fred Harry Schauffert, recém-eleito presidente da Acors, trocou telefonema na tarde de ontem com o deputado Sargento Amauri Soares, da Aprasc, e acertou os detalhes.
 
Schauffert anunciou que, a partir da semana que vem, serão colocados quatro outdoors em Florianópolis para lembrar ao governo que não pode haver tratamento diferenciado para as polícias.
 
 
Fonte: www.diario.com.br – Coluna Informe Político – Roberto Azevedo – 12 nov 11 – sábado
 
 
 

Notícias Recentes:

Entidades realizam reunião para definir ajuste final da proposta de valorização institucional
Presidente da ACORS apresenta entidade aos novos integrantes do CFO da PMSC
Entidades representativas da Segurança Pública se reúnem para apoiar projeto de valorização institucional
ACORS lança segunda edição do Programa de T&D em Liderança