Entidades de Militares Estaduais são recebidas pelos Comandantes-gerais

Realizada nesta quinta-feira, 23 de janeiro, a reunião entre os Presidentes de entidades de Militares Estaduais e os Comandantes-gerais da Polícia Militar, Cel Araújo Gomes Jr, e do Corpo de Bombeiros Militar, Cel Charles Alexandre Vieira, nutriu a expectativa de que a mobilização iniciada há um ano pela reposição inflacionária possa ter uma resposta por parte do Governo Estadual ainda neste mês.

Além da reposição da inflação acumulada desde 2013, quando se deu a última negociação salarial, os representantes de Militares Estaduais também aguardam a próxima audiência na Secretaria de Estado da Administração para tratar da adequação da legislação estadual, necessária após as mudanças decorrentes da Reforma da Previdência e do Sistema de Proteção Social dos Militares, e de uma posição que contemple a IRESA.

No encontro desta quinta-feira, no Quartel do Comando-geral BM, as associações expuseram o clima de insatisfação dos Policiais e Bombeiros Militares por conta das perdas expressivas no poder de consumo e da demora na apresentação de uma solução, já que após a próxima rodada de negociação com o Governo as propostas ainda serão analisadas pelas entidades e debatidas com os Militares Estaduais associados, a fim de que possam ser encaminhadas e aprovadas pela Assembleia Legislativa.

Valorizando a participação de seus associados no processo, Praças e Oficiais, da ativa e da reserva, a APRASC já agendou uma Assembleia Geral para o dia 30 de janeiro e a ACORS uma Reunião Geral para o dia 3 de fevereiro, com pauta a ser especificada a partir da próxima reunião com a Secretaria de Estado da Administração.

 

 

  • Publicado em 23.01.2020.

Notícias Recentes:

Entidades representativas da Segurança Pública se reúnem para discutir projeto 
ACORS avança em proposta de valorização institucional dos integrantes da Segurança Pública
Presidente da ACORS, reeleito por aclamação, é empossado em cerimônia na Capital
Diretoria Executiva realiza reunião de alinhamento na sede da ACORS