Complexidade da reposição inflacionária na pauta da ACORS

Cerca de 15 diretores e assessores da ACORS estiveram reunidos nesta quarta-feira, 22 de janeiro, para debater ao longo de quase três horas temas complexos envolvendo o Sistema de Proteção Social dos Militares, as implicações da Noventena e a reposição inflacionária para os Militares Estaduais em Santa Catarina, na expectativa de que o pleito amadurecido há quase um ano seja solucionado ainda neste mês.

A reunião também envolveu temas como as eleições na própria ACORS, em maio de 2020, e as Eleições Municipais, que devem contar com recorde de Policiais Militares e Bombeiros Militares candidatos nos municípios catarinenses. Enquanto não agenda reuniões regionais, a fim de apresentar pessoalmente a complexidade de cada demanda negociada junto ao Governo Federal ou Governo Estadual, o presidente da ACORS, Cel Sérgio Luís Sell, colocou a entidade à disposição dos associados, que devem entrar em contato para redimir eventuais dúvidas sobre as prioridades do momento: a adequação do Estado às mudanças decorrentes do Sistema de Proteção Social dos Militares e a reposição inflacionária.

 

  • Publicado em 22.01.2020.

 

 

 

 

Notícias Recentes:

Entidades representativas da Segurança Pública se reúnem para discutir projeto 
ACORS avança em proposta de valorização institucional dos integrantes da Segurança Pública
Presidente da ACORS, reeleito por aclamação, é empossado em cerimônia na Capital
Diretoria Executiva realiza reunião de alinhamento na sede da ACORS