Artigos para a Revista Ordem Pública e Defesa Social podem ser enviados até 30 de outubro

 

A Revista Ordem Pública e Defesa Social  é uma revista semestral e interdisciplinar da Associação de Oficiais da Polícia Militar e do Corpo de Bombeiros Militar de Santa Catarina, Capitão Osmar Romão da Silva – ACORS, e tem por objetivo a geração de conhecimento, reflexão e difusão no campo da segurança pública no Brasil e exterior. Os autores(as) dos artigos podem ser pesquisadores, policiais e/ou demais profissionais da área que tenham desenvolvido pesquisas científicas dentro de suas respectivas instituições e desejem disseminar resultados.
 
Pretende-se promover o intercâmbio de informações qualificadas no que tange às relações entre segurança pública, violência e democracia, focando em políticas implementadas na área, policiamento, ensino policial, monitoramento e avaliação de dados, justiça criminal e direitos humanos. Especialistas nacionais e estrangeiros podem ser convidados a conceder entrevistas ou depoimentos para a publicação. Os artigos podem ser encaminhados até o dia 30 de outubro de 2012.

 

por último o periódico científico encontra-se atualmente indexado no seguinte site: http://www.sumarios.org/ constitui-se uma base indexadora de periódicos científicos brasileiros. Resultado da retomada da série “Sumários Correntes Brasileiros”, pela Fundação de Pesquisas Científicas de Ribeirão Preto (FUNPEC-RP), antes desenvolvido pelo Instituto Brasileiro de Informação em Ciências e Tecnologia (IBICT).
 
Você pode enviar seu artigo para o e-mail a2067@ibest.com.br ou presidente@acors.org.br
 
  
 
Aldo Antonio dos Santos Júnior, Editor da Revista

Notícias Recentes:

ACORS realiza alinhamento com entidades parceiras para o Projeto de Integração Regional em Blumenau
Entidades realizam reunião para definir ajuste final da proposta de valorização institucional
Presidente da ACORS apresenta entidade aos novos integrantes do CFO da PMSC
Entidades representativas da Segurança Pública se reúnem para apoiar projeto de valorização institucional