ACORS e APRASC somam esforços para reverter o tratamento dispensado aos policiais militares em serviço na Central de Polícia de Lages

 

O presidente da ACORS, Cel PM Fred Harry Schauffert, participou na terça-feira, 21 de maio, de uma importante audiência em Lages, na qual também estavam presentes o Sd PM Elizandro Lotin de Souza, presidente da APRASC, o advogado Noel de Jesus Tavares, que representa a ACORS, o advogado Gustavo Filipi Milis Cani, que representa a APRASC, o Cel PM Zinder José Guedes Cardoso, Comandante da 2ª Região de Polícia Militar, e Ten Cel PM Adilson Moreira, Comandante do 6° Batalhão de Polícia Militar.

O tema do encontro foi a forma constrangedora como vem sendo tratadas as Guarnições da PM que precisam conduzir pessoas presas para a Central de Polícia de Lages. Os policiais militares de serviço relatam que estão realizando o preenchimento da documentação oficial nas dependências de uma garagem ou sentados no meio-fio. Apesar da interferência dos Comandantes Regional e de Batalhão, o problema se estende há quase um ano. Administrativa, diplomática e politicamente o problema não foi resolvido, restando às Associações de Classe a via judicial para reverter a forma como os policiais militares vem sendo tratados na Central de Polícia.

 

Notícias Recentes:

Novo encontro reúne ACORS, ADEPOL e SINPOSC para discutir reposição salarial
ACORS realiza encontro com a FIESC para parceria no Projeto de Integração Regional
Presidente da ACORS se reúne com Comandante-Geral do CBMSC
ACORS e FECOMÉRCIO SC reafirmam parceria para o Projeto de Integração Regional