Área do associado

Área do associado

Clipagem do dia 7 de agosto

7.8.2014

PRINCIPAIS NOTÍCIAS DO DIA 7 DE AGOSTO

 

COLUNISTA MOACIR PEREIRA – Diário Catarinense

POLICIAIS

O Sindicato dos Policiais Civis de Santa Catarina entrou com representação por improbidade administrativa no Ministério Público Estadual contra o governador Raimundo Colombo (PSD) e secretários Derly Anunciação, Antônio Gavazzoni e Cesar Grubba. Alega ilegalidades na transposição de cargos de inspetor de polícia para perito criminalístico e deste para perito oficial.

 

COLUNISTA CACAU MENEZES – Diário Catarinense

TAM EM JAGUARUNA

Está praticamente certa a operação de voos comerciais da TAM no aeroporto de Jaguaruna, no Sul do Estado. A informação é do diretor de assuntos regulatórios da companhia, Basílio Dias, que esteve ontem em Florianópolis para tratar do assunto. Inicialmente devem ser oferecidos voos diários de ida e volta para São Paulo.

 

ASSUNTO: Incêndio no Sul

VEÍCULO: Notícias do Dia

Fogo consome fábrica em Braço do Norte

Parte da cidade de Braço do Norte teve de ser isolada ontem. Um incêndio de grandes proporções destruiu a fábrica de molduras de poliuretano Santa Luzia, que fica às margens da SC-108, no Sul do Estado. Uma área de cem metros em torno da localidade teve de ser evacuada devido à fumaça tóxica ocasionada pelo fogo. De acordo com o Corpo de Bombeiros, ninguém ficou ferido na ocorrência, e uma perícia será feita para avaliar as causas do incêndio. Segundo os bombeiros, até o início da noite de ontem, o fogo não havia sido contido, porém foi controlado. A guarnição da corporação de Braço do Norte foi acionada por volta das 10h, e equipes de bombeiros de outros cinco municípios colaboraram para conter o fogo.

 

ASSUNTO: 18º BPM

VEÍCULO: Portal da PMSC

Passagem de Comando no Batalhão PM de Brusque

No último dia 31, aconteceu no município de Brusque, a passagem de comando do18º Batalhão de Polícia Militar (BPM), do tenente-coronel PM Heriberto Rocha Peres ao seu subcomandante, major PM Moacir Gomes Ribeiro, que no próximo dia 11 será promovido a tenente-coronel.

A solenidade contou com a presença do comandante-geral da PM, coronel Valdemir Cabral, do subcomandante-geral, coronel Paulo Henrique Hemm, e do comandante da 7ª Região de Polícia Militar (RPM), coronel Ilon Joni de Souza, além de outras autoridades da região, como os prefeitos de Brusque, Paulo Roberto Eccel, de Guabiruba, Matias Koeller, de Gaspar, Pedro Celso Zuchi, e de Botuverá, José Luiz Colombo, o presidente da Câmara de Vereadores de Brusque, Francisco Ari Plantes dos Anjos, o vereador Guilherme Marchewsky, juiz de Direito e diretor do Fórum de Brusque, Edemar Schlösser, o delegado da 17ª Delegacia Regional de Brusque, Edemar Leopoldo Schlosser, a perita Criminal do IGP de Brusque, Danielle Lavigne, o diretor da CDL de Brusque, Antônio Roberto Pacheco Francisco, e o comandante do Corpo de Bombeiros Militar de Brusque, 1º tenente BM Hugo Manfrin Dalossi.

O tenente-coronel Heriberto Rocha Peres assumiu o comando do 18º BPM no dia 03 de outubro de 2012, e quase dois anos depois entregou o comando ao seu subcomandante. Leal ao Plano de Comando, deu prioridade as questões mais desafiadoras de sua região, e com o uso da Inteligência Policial unida aos demais órgãos de segurança, identificou os pontos mais críticos na região do Batalhão: Brusque, Gaspar, Guabiruba, Ilhota e Botuverá, e atuou decisivamente para as mudanças nos índices de criminalidade.

Valorizando imensamente seus policiais, e sendo imensamente valorizado por eles, conseguiu diminuir praticamente todos os níveis de criminalidade e manteve alguns em índices aceitáveis. Diminuíram de 17.921 para 14.662 registros de ocorrências em geral, tendo maior destaque o acidente de trânsito que diminuiu de 3.068 para 2.621, além disso, as mortes nas vias caíram de 28 para 15, entre 2012 e 2013 em Brusque.

No seu comando, o 18º BPM sede foi considerado o melhor em produtividade policial, através do sistema Valorem, e um dos Batalhões mais elogiados por sua estrutura logística e patrimonial.Segundo ele, Brusque e região foram os melhores lugares que trabalhou em sua vida!

Cabe destacar que, em conjunto com suas atividades no comando de Brusque, Gaspar, Guabiruba, Ilhota e Botuverá, assumiu por diversas vezes o comando regional em Blumenau, totalizando 47 municípios sobre suas responsabilidade.

Sua história é uma história de resultados a favor da segurança e bem estar das pessoas, ao que ele nada mais foi segundo suas palavras “o maestro de uma grande orquestra: seus valorosos comandados!”.

Agora com o comando nas mãos do major Moacir Gomes Ribeiro, o trabalho com certeza continuará a favor do povo de Brusque e das cidades que fazem parte do 18º BPM.

Os pontos em que o novo comandante busca dar atenção, passam por melhorar ainda mais a estrutura do Batalhão, proporcionando melhores condições de trabalho e valorizando o desempenho profissional no dia a dia. Buscar, junto com a sociedade organizada e a comunidade no geral, parcerias indispensáveis para que possam melhorar ainda mais o trabalho da PM no combate à criminalidade na região. Reforçar a inteligência policial, buscando com isso atuar de maneira mais eficiente e objetiva nos locais onde há maiores índices de ocorrências policiais registrados pelo Centro de Operações da PM.

Outra ação importante é intensificar ainda mais o policiamento ostensivo a pé, com barreiras móveis nos municípios que compõe a região do 18º BPM, aplicando na prática a política do Comando Geral de dar maior visibilidade e segurança para a população.

Agora, como exemplo do Comando Geral, um subcomandante terá a oportunidade de comandar o 18º BPM, efetivando e melhorando as condições de trabalho do policial militar para o combate diuturno da criminalidade na região.

 

ASSUNTO: ASSALTO A BANCO

VEÍCULO: Diário Catarinense

Polícia aguarda retrato falado

INVESTIGADORES SUSPEITAM QUE ladrões que roubaram banco na última semana são do Paraná

Os integrantes da quadrilha que assaltou uma agência bancária em Santa Cecília, na Serra, na semana passada, podem ser do Paraná. Um retrato falado de um dos criminosos que foi visto sem a touca será produzido.
A localização de um Gol com placas do PR, veículo que a quadrilha teria usado para se deslocar à cidade catarinense, é um dos motivos que leva os policiais civis que investigam o caso a desconfiar que o bando seja do Estado vizinho.
De acordo com o delegado de Santa Cecília, Evandro Abreu, a polícia ainda não sabe o valor exato levado pelos assaltantes, mas suspeita-se que seja algo em torno de R$ 1 milhão.
Segundo o delegado da Deic, Anselmo Cruz, não é comum em SC assaltos a bancos com grande número de reféns, como ocorreu durante a execução do crime, e essa é outra razão para a suspeita que a quadrilha seja especializada e de outro Estado.