Área do associado

Área do associado

Clipagem do dia 4 de dezembro

4.12.2014

PRINCIPAIS NOTÍCIAS DO DIA 04 DE DEZEMBRO

 

COLUNISTA RAFAEL MARTINI – Diário Catarinense

RESGATE DA VIDA

O NÚCLEO DE TRATAMENTO E RECUPERAÇÃO DE ANIMAIS SILVESTRES (NUTRAS) DO RIO VERMELHO, FLORIANÓPOLIS, GERENCIADO PELA FATMA COM APOIO DA POLÍCIA MILITAR AMBIENTAL, CONTABILIZA O TRATAMENTO DE 3 MIL ANIMAIS SILVESTRES EM 2014. ENTRE ELES, CORUJAS, TAMANDUÁS, GATOS-DO-MATO (FOTO) E OUTRAS ESPÉCIES QUE CHEGAM DEBILITADAS OU FERIDAS AO LOCAL. PELO MENOS METADE FOI DEVOLVIDA À NATUREZA.

 

COLUNISTA MOACIR PEREIRA – Diário Catarinense

COLOMBO DEFLAGRA REFORMA

A reforma administrativa, idealizada a partir do Plano Estratégico de Gestão, da consultoria Roland Berger, e analisada pelo núcleo do governo, está definida por Raimundo Colombo. Vários pontos já estão estabelecidos. Outros dependem de estudos finais. O projeto será enviado em fevereiro a Assembleia Legislativa.
O governador tem uma meta prioritária: reduzir as despesas de custeio e aumentar os investimentos públicos em saúde e educação. No primeiro mandato, constatou que há órgãos estaduais com autonomia para aumentar despesas milionárias, sem seu conhecimento. Por isso, a partir de janeiro, os diretores financeiros das secretarias e empresas estarão afinados com um sistema de controle e redução de gastos públicos. Prestarão contas ao governador e não aos secretários e presidentes, como acontece hoje.
A reforma compreenderá a extinção de 500 cargos comissionados, transformação das secretarias regionais em agências de desenvolvimento, fusão da Agesan com a Agesc, incorporação da Codesc pela SC-Par, criação de uma Diretoria de Portos na SCPar, unificação das Academias de Formação e Unidades de Treinamento na Escola nacional de Administração (ENA), que funcionará no Centro de Eventos de Canasvieiras. Proporá um novo regime previdenciário para os servidores a serem admitidos a partir de 2015. A Secretaria de Assuntos Internacionais deve ser extinta e as secretarias executivas serão fundidas em uma única unidade.
Colombo quer “governar o governo” e exigir mais eficiência nos serviços.

 

ASSUNTO: REFORMA ADMINISTRATIVA

VEÍCULO: Diário Catarinense

Colombo anuncia primeiras mudanças

Governador promete corte de cargos comissionados, fusão de órgãos e reorganização da estrutura das regionais

O governador Raimundo Colombo (PSD) antecipou ontem pontos da reforma administrativa que pretende encaminhar à Assembleia Legislativa em fevereiro. Em conversa com jornalistas, incluindo o colunista do Diário Catarinense, Moacir Pereira, o governador prometeu cortar 500 cargos comissionados da estrutura do Executivo e mexer na estrutura das secretarias de desenvolvimento regional, (SDRs).
Colombo deu linhas gerais sobre as modificações, sem fazer detalhamento. No caso das SDRs, ele prometeu acabar com o cargo de diretor-geral, o segundo na hierarquia das pastas. Também falou que talvez elas serão transformadas em agências – sem explicar se pretende mudar as estruturas ou apenas dar-lhes novas funções. O governador antecipou que haverá fusões de órgãos como a Codesc e a SC Par e das agências reguladoras.
Na conversa, Colombo também anunciou a continuidade dos secretários Eduardo Deschamps na Educação e Cesar Grubba na Segurança Pública, assim como o retorno da deputada estadual reeleita Ada de Luca (PMDB) para a pasta de Justiça e Cidadania – que ela ocupou entre 2001 e abril deste ano.
NOVOS ANÚNCIOS NOS PRÓXIMOS DIAS
Colombo deve chamar dois deputados federais e três estaduais para a equipe. Novos anúncios de secretariado serão feitos nos próximos dias. É praticamente certa a manutenção de outros nomes do atual colegiado, como Derly de Anunciação (Administração) e os pessedistas Antonio Gavazzoni (Fazenda) e Nelson Serpa (Casa Civil). Também está se encaminhado a escolha de um nome do PSD para a Saúde e do PMDB para a Agricultura.

SECRETARIADO: Confirmados na equipe de 2015

Três integrantes do colegiado do primeiro mandato de Colombo continuarão no governo

Áreas que enfrentaram crises fortes nos últimos anos com o crime organizado, a Segurança Pública e a Justiça e Cidadania são as primeiras a terem definidos os secretários à frente do segundo mandato do governador Raimundo Colombo (PSD), a partir de janeiro.
A permanência do promotor César Grubba na Segurança não causou surpresa no anúncio de Colombo, na manhã de ontem, quando ele também revelou o retorno de Ada de Luca (PMDB) à Justiça e Cidadania e que Eduardo Deschamps (PMDB) seguirá na Educação.
Colombo disse que o trabalho de Grubba é muito bom e que a imagem dele no governo federal e nos órgãos de segurança é a melhor possível. Internamente, a escolha também se deve ao fato de Grubba ser um técnico e não um político.
O retorno de Ada, deputada estadual reeleita, à Justiça e Cidadania surpreendeu porque a área tem enfrentado dificuldades que geram desgaste ao governo como o fato de não conseguir agilizar a construção de novos presídios ou simplesmente não garantir o funcionamento de bloqueadores de celulares nas cadeias.

MUDANÇAS NAS POLÍCIAS JÁ SÃO COGITADAS
Os pontos que pesaram para a volta de Ada – no primeiro mandato de Colombo ela ficou três anos e meio no cargo – estão ligados principalmente à ressocialização dos presos. Embora o Estado tenha tido manchetes nacionais negativas por causa de quatro ondas de atentados nas ruas sendo comandadas por criminosos de dentro das prisões, Ada conseguiu resultados positivos.
Segundo o governador, ela ampliou para 7 mil o número de presos que trabalham nas cadeias e também fez mudanças importantes das gerências das 48 unidades prisionais do Estado.
Com a definição da dupla César Grubba e Ada de Luca cresceram as expectativas nos bastidores sobre quem serão os chefes das polícias Civil e Militar.
Os atuais ocupantes dos cargos sinalizam intenção de continuar. O governador afirma que os secretários têm autonomia para fazer as mudanças internas nas corporações, o que deverá acontecer.
Na Segurança, Grubba ainda não anunciou se mexerá ou não nos comandos das polícias. O comandante-geral da PM, coronel Valdemir Cabral, afirmou que tem a pretensão de continuar no posto. Nos bastidores são grandes as movimentações para que assuma o subcomandante, coronel Paulo Henrique Hemm.
A incógnita maior é na Polícia Civil. O delegado-geral Aldo Pinheiro D´Ávila afirmou que está à disposição para seguir no cargo. Alguns nomes cotados são o atual diretor do Litoral, Artur Nitz, e o diretor da Deic, Akira Sato.

 

ASSUNTO: Moradores de rua

VEÍCULO: Notícias do Dia

Polícia cumpre mandados no Centro

Munidos de mandados de busca e apreensão, agentes da Delegacia de Repressão a Roubos realizaram uma blitz na manhã de ontem em locais onde moradores de rua e viciados em crack, suspeitos de assaltar pedestres no Centro de Florianópolis, se abrigam à noite. Apenas um andarilho, com mandado de prisão ativo, foi capturado próximo ao túnel Antonieta de Barros. Com ele estava um cachorro, que não saiu do lado do andarilho durante a abordagem da polícia. O animal chegou a entrar na viatura. Após prestar depoimento, o morador de rua foi liberado.

Por meio do sistema de dados da Polícia Civil, a delegada Michele Correa tem acesso a todos os boletins de ocorrências de roubos, sem autoria definida, registrados nas nove delegacias de Florianópolis. Assim, ela estuda horários e locais onde ocorrem os assaltos. Os pontos mais vulneráveis são na passarela sobre a avenida Gustavo Richard, no centro comercial de Florianópolis e no acesso ao Ticen.

De acordo com a delegada, o número de assaltos durante o dia tem aumentado. Como os suspeitos não têm endereço fixo, os policiais passaram por abrigos, viadutos e outros locais onde os moradores de rua e craqueiros costumam passar a noite. Além de tentar localizar os ladrões, policiais também fizeram um cadastro. Quem não portava documentos foi identificado por peritos do Instituto Médico legal, que tiraram fotografias e recolheram impressões digitais. “Esta identificação vai nos ajudar em futuras investigações” explicou Michele.

 

ASSUNTO: Mulher no Comando

VEÍCULO: Portal da PMSC

26º BPM: pela primeira vez na história, oficial feminina assume o comando de um batalhão

A tarde desta terça-feira (02) foi marcada por um acontecimento histórico na Polícia Militar de Santa Catarina, durante a solenidade de passagem de Comando do 26º Batalhão de Polícia Militar (BPM), em Herval D'Oeste. O tenente-coronel Luiz Roberto Müller passou o comando do 26º BPM para a tenente-coronel Lucimar Savaris, que se tornou a 1ª mulher na história da Corporação a assumir o comando de um batalhão.

A indicação partiu do comandante-geral da PM, coronel Valdemir Cabral, que esteve presente para oficializar o ato que simboliza mais que uma simples norma, pois perpetua no tempo os conceitos e tradições da Polícia Militar, ao mesmo tempo que expressa o reconhecimento ao oficial que deixa o comando e deseja boas vindas à oficial que assume o comando.

Estiveram na solenidade a secretária de desenvolvimento regional da 7ª SDR, Nelci Trento Bortolini, o comandante da 10ª Região de Polícia Militar (RPM) de Joaçaba, coronel Turíbio Skonieczny, a procuradora de justiça do estado e presidente de honra da Associação Filantrópica de Amparo aos Policiais Militares (Afapom), Heloísa Abdalla, o prefeito de Herval D’Oeste, Nelson Guindani, o chefe do estado maior da 10ª RPM, tenente-coronel Nilson Carlos de Oliveira, o chefe da Central Regional de Emergência (CRE) DA 10ª RPM, tenente-coronel Tércio Valdir dos Santos, o comandante da 4ª Companhia do Batalhão de Polícia Militar Rodoviária, major Raul Assunção, o coordenador da Odontologia da Diretoria de Saúde e Promoção Social (DSPS), capitão Anderson Kinderman de Sá e demais autoridades militares e civis.

A tenente-coronel Lucimar, que estava no subcomando do batalhão desde 2007, ingressou na PM em 1988, comandou um Pelotão de Polícia Militar Ambiental em 2002, sendo pioneira no Estado a assumir funções de comando. “É um misto de expectativa, alegria e ansiedade. Fiquei surpresa ao receber o convite do Comando Geral, e assumirei com responsabilidade e orgulho o novo desafio”, comentou emocionada a nova comandante. Ainda em seu relato afirma imensa gratidão ao comando geral, ao comando regional, ao tenente-coronel Müller e a todos os policiais que de uma forma ou outra contribuíram e depositaram confiança em seu trabalho. “Sentimento de cumplicidade a minha família que sempre me apoiou e entendeu os períodos de ausência para dedicação ao serviço”, reforçou.

O tenente-coronel Müller, esteve a frente no comando do 26º BPM durante 5 anos e agradeceu a tropa, pois foram anos de muitas lutas, trabalho, conquista e união e foi uma honra comandá-los. Ainda teceu elogios sobre a nova comandante, pela competência, desprendimento, postura e honestidade e desejou sucesso na nova etapa ciente dos resultados positivos.

“A nova comandante dará continuidade ao bom trabalho do tenente coronel Luiz Roberto Müller, e com um toque feminino, proporcionará paz e tranquilidade com a polícia mais próxima da comunidade”, destacou o comandante-geral da PM, coronel Cabral, em seu discurso.

Como forma de valorizar os comandantes que passam a fazer parte da história das unidades, foi realizado o descerramento do retrato do comandante substituído, para fazer parte da galeria de ex-comandantes.

Após a passagem de Comando, aconteceu a inauguração da Formação Sanitária do 26º BPM, composto pelo consultório médico e odontológico, buscando proporcionar melhores condições de trabalho aos policiais. O investimento foi R$14 mil, na reforma do local, com equipamentos repassados pela DSPS.

 

ASSUNTO: 14º BPM

VEÍCULO: Portal da PMSC

Comandante-geral da PMSC recebe título Amigo do 14º BPM

Na tarde da última quinta-feira (27), aconteceu na sede do 14° Batalhão de Polícia Militar (BPM) a solenidade de Promoção e Homenagem a Policiais Militares, outorga do Título "Amigo do 14º Batalhão de Polícia Militar" e implantação do 1º Comitê Regional da Afapom - Associação Filantrópica de Amparo aos Policiais Militares, em Jaraguá do Sul.
A solenidade foi presidida pelo Comandante do 14º BPM, tenente-coronel José Luiz Gonçalves da Silveira, e contou com a presença do excelentíssimo senhor Comandante-Geral da Polícia Militar de Santa Catarina (PMSC), coronel Valdemir Cabral, que na oportunidade também recebeu o título “Amigo do 14º BPM”. A banda municipal de Jaraguá do Sul, formada por alunos da Escola Municipal de Ensino Fundamental Luiz Gonzaga Ayroso e regida pelo maestro Fernando César Meschke, abrilhantou o evento com sua participação, tocando o hino nacional e canções clássicas.
Título “Amigo do 14º BPM”
A outorga do título “Amigo do 14º BPM”, foi criada pelo comandante Gonçalves aos parceiros que agregam esforços para buscar uma Segurança Pública de excelência. Nestes três anos e dois meses de caminhada na gestão do batalhão, o Comandante encontra convergência de forças em muitas instituições, sendo essa união de esforços, muitas vezes fruto da abnegação pessoal e do comprometimento, que tem fortalecido as atividades de Segurança Pública na nossa região. “É justo que seja feito o reconhecimento a essas pessoas, entidades e empresas, que de forma ímpar se destacam no comprometimento com as causas do 14º BPM”, afirma Gonçalves. Foram contemplados com o título as seguintes autoridades:
Reserva Remunerada
Passaram para a reserva remunerada (aposentadoria militar), os seguintes policiais:
3º Sargento Odenir José Borges, 3º Sargento Valdivino Honório de Farias, 3º Sargento Wilson Kelcheski, 3º Sargento Ivan da Costa,
3º Sargento Carlos Alberto da Silva e 3º Sargento Alvari Bein
Promoção de Oficiais e Praças
Foram promovidos os seguintes policiais:
1º Tenente Cremilson Nicélio Veloso ao posto de Capitão, 2º Sargento Luiz Antônio Wiltner à graduação de 1º Sargento,
2º Sargento Rodrigo Carlito Campos à graduação de 1º Sargento e 2º Sargento Airton Pereira dos Santos à graduação de 1º Sargento
Implantação do 1º Comitê Regional da Afapom
A Associação Filantrópica de Amparo aos Policiais Militares de Santa Catarina – Afapom, criada em outubro de 2006, é uma entidade sem fins lucrativos formada por policiais femininas, esposas e filhas de militares. Em novembro de 2011 foi declarada de utilidade pública estadual por meio da lei nº 15.613. O objetivo da Afapom é somar esforços, buscar recursos e promover ações com resultado voltado primordialmente ao Hospital Militar Comandante Lara Ribas, bem como, socorrer aos policiais militares mais necessitados, e seus dependentes, no tocante à saúde física e mental ou, ainda, que se encontrem em situação de vulnerabilidade e calamidade social.
A iniciativa de formar o Comitê Regional do 14º BPM partiu da senhora Mariana Fernandes Lixa, esposa do tenente Rodrigo Gustavo Duarte Dewitz, que, conhecendo o trabalho da Afapom através da Presidente de Honra, doutora Heloísa Crescenti Abdalla Freire, e, sensibilizando-se com a causa, trouxe a ideia para o 14º BPM. O objetivo do Comitê Regional é trazer para Jaraguá do Sul e região as atividades da Afapom e promover ações em prol dos policiais militares. “Jaraguá do Sul servirá de exemplo para outras regiões, sendo que a ajuda e o empenho do Comandante Gonçalves foi inenarrável. A expectativa é de que, em breve, outros comitês regionais da Afapom sejam instalados no Estado”, afirma Heloísa.
Na oportunidade, a senhora Mariana foi empossada como coordenadora do comitê e agradeceu a doutora Heloisa e ao Comandante-geral por oportunizarem a criação deste 1º Comitê Regional em Jaraguá do Sul, lembrando que o Comandante Gonçalves teve um grande empenho e um papel fundamental para a consolidação e implantação deste projeto.
Prestigiaram o evento o Secretário Adjunto da Secretaria de Segurança Pública de Santa Catarina, coronel Fernando Rodrigues de Menezes, o capelão da PMSC, tenente-coronel RR Valdemar Groh, o secretário de desenvolvimento regional de Jaraguá do Sul, Alcides Pavanello, o prefeito de Jaraguá do Sul, Dieter Janssen, o prefeito de Guaramirim, Lauro Frölich, o prefeito de Schroeder, Osvaldo Jurck, o gerente de Segurança, Serviços e Alimentação da Weg, Ricardo Alcebíades Broering, a presidente executiva da Afapom, Leticia de Menezes, o diretor da Fiesc, Charles Alfredo Bretzke, a consulesa honorária em Florianópolis da American Diplomatic Mission for World Peace, organização vinculada a ONU, doutora Joslai Rutkoski, demais autoridades, imprensa, comunidade e policiais militares.
O comandante Gonçalves agradeceu o Comandante-Geral e a doutora Heloísa por propor ao 14º BPM essa nobre missão, de receber o 1º Comitê Regional da Afapom. “Somos parceiros e incentivamos todos os projetos e ações que envolvam a preparação técnica-profissional e a saúde dos policiais de Jaraguá do Sul e região. Parabenizo os policiais promovidos, bem como, os policiais que ingressaram para a reserva remunerada, que usufruam sua merecida aposentadoria pelo tempo de serviço prestado à sociedade catarinense e PMSC. Congratulo o coronel Cabral e o juiz federal Sérgio pela conquista merecida do título Amigo do 14º BPM, pois fazem a diferença na busca de nosso objetivo: uma Segurança Pública de excelência para nossa sociedade”, destaca Gonçalves.

ASSUNTO: Bombeiros jubilados

VEÍCULO: Portal do CBMSC

HOMENAGEM DO GOVERNO DO ESTADO AOS BOMBEIROS COM 30 ANOS DE SERVIÇO

     
 

Na tarde desta quarta-feira (03/12) foram homenageados em uma cerimônia realizada em gabinete no Comando-Geral em Florianópolis os Bombeiros Militares que completaram 30 anos de serviço. Na ocasião o Comandante-Geral, Coronel Marcos de Oliveira, entregou em mãos a alguns representantes dos agraciados a menção honrosa. Compareceram o Subtenente BM Esmael Ros da Luz (SSP), o 1° Sargento BM Valério Fernandes (DLF), o 2° Sargento BM Fernando Gomes (CEBM) e o 3° Sargento BM RR Vilson Roberto Barbosa.

Conforme as palavras do Subtenente BM Esmael, “não foi fácil chegar até aqui, foram muitas ocorrências... a gente ia pra cima do caminhão e não sabia se voltava por causa das dificuldades. Agradecemos aos colegas por estarem com a gente durante todo este tempo, é uma grande satisfação estar aqui representando todos os colegas”.

O Comandante-Geral finalizou a cerimônia relembrando que o Corpo de Bombeiros Militar de 30 anos atrás certamente era outro, e que hoje muitas coisas mudaram para melhor, graças ao trabalho daqueles que se empenharam durante todo este período para construir uma corporação mais forte e as comunidades ainda mais seguras.