Área do associado

Área do associado

Clipping do dia 16 de fevereiro

16.2.2012

CLIPPING

16 de fevereiro de 2012

 

MÍDIAS DE SANTA CATARINA

 

Veículo: Diário Catarinense

Editoria: Visor

Assunto: Reunião com secretário de Segurança

 

 

COINCIDÊNCIA

Segunda à noite, o secretário de Segurança, César Grubba, chamou para uma reunião reservada o delegado-geral da Polícia Civil, Aldo Pinheiro d’Ávila, e o diretor da Deic, Cláudio Monteiro, onde teria feito uma cobrança, digamos, mais “intensa” por resultados. Menos de 24 hora depois, na madrugada de ontem, vieram as primeiras prisões. Seria apenas coincidência?

 

____________________________________________________________________________Veículo: Diário Catarinense

Editoria: Geral

Assunto: Feriado de carnaval

 

Atenção ao pegar a estrada

Com o aumento do fluxo de veículos nas rodovias federais e estaduais, policiais vão intensificar a fiscalizaçãoA partir de amanhã as rodovias federais e estaduais em Santa Catarina devem receber um fluxo de veículos 50% maior do que em dias normais. Os visitantes que vêm passar o feriadão de Carnaval no Estado deverão reservar fôlego para enfrentar congestionamentos e redobrar a atenção nos pontos críticos de acidentes.

No ano passado, neste mesmo período, 44 pessoas perderam a vida nas estradas e mais 363 ficaram feridas. Para evitar que este cenário se repita neste Carnaval, a Polícia Militar Rodoviária ( PMRv) e a Polícia Rodoviária Federal (PRF) iniciam operações de monitoramento das estradas. As fiscalizações serão intensificadas a partir de amanhã e se estendem até a próxima quarta-feira, 22. Na BR-101, em Porto Belo, a estimativa é de que passem pelo local 280 mil veículos por dia neste período. Em Florianópolis, na Via Expressa, o movimento pode ultrapassar 140 mil/dia.

De acordo com o major da PMRv Fábio Martins, o número de viajantes ao Litoral do Estado deve ser maior do que o ano passado em razão da previsão de tempo bom.

Segundo levantamento da polícia estadual, a rede hoteleira está com 100% de ocupação e, até ontem, nenhum pacote turístico havia sido cancelado. Os turistas também vão chegar de ônibus – o Terminal Rodoviário Rita Maria deve divulgar os números hoje – e de avião.

– Temos que ficar atentos a estas movimentações na área turística para saber qual o reflexo nas estradas. Tudo indica que o movimento será intenso – diz.

Na operação da PMRv, que inicia amanhã a partir das 18h, estarão envolvidos mais de 230 policiais nos 24 postos rodoviários do Estado em escala de revezamento. A área de atuação é de uma malha viária de 3 mil quilômetros em 96 rodovias. Para evitar acidentes o major Fábio Martins diz que haverá fiscalização com 24 radares e 32 bafômetros. O trabalho deverá ser intensificado na região de Laguna, São Francisco do Sul, Joaçaba e em Florianópolis.

– Também iremos realizar barreiras policiais para identificar a embriaguez ao volante – alerta o major, que pede atenção dos motoristas durante a noite onde há trechos com grande movimento de pessoas, bicicletas e motos sobre os acostamentos.

Em rodovias como a BR-101, a Polícia Rodoviária Federal (PRF) dá a largada para operação de Carnaval à zero hora de sexta-feira. De acordo com o assessor de comunicação da PRF, Leandro Andrade, todas as folgas das equipes foram suspensas.Até a meia-noite de quarta-feira, 22, serão utilizadas nas fiscalizações um helicóptero, 80 viaturas, 16 radares e 76 bafômetros em 2,3 mil quilômetros de rodovias federais que cruzam o Estado.

 

Um marcador de tragédias

Neste feriado quem passar pela rodovia mais movimentada de Santa Catarina, a SC-401, em Florianópolis, principal acesso às praias do Norte da Ilha, poderá saber quantas vítimas o trânsito já causou desde 2009.

O aparelho que faz a contagem foi instalado às margens da rodovia, em frente à Associação Catarinense de Medicina, e integra o Movimento Chega de Acidentes. Ele indica que nos últimos dois anos, o trânsito já causou a morte de mais de 90 mil pessoas no país.

A campanha foi criada em 18 de setembro de 2009 pela Associação Brasileira de Medicina de Tráfego, Associação Nacional de Transportes Públicos e Centro de Experimentação e Segurança Viária para chamar a atenção dos motoristas quanto ao número de fatalidades no trânsito e para a implantação de um Plano Nacional de Segurança Viária.

Além de Florianópolis, os totens estão em Goiânia, Manaus, Curitiba, Recife e Porto Alegre. Em Santa Catarina, quem trouxe a iniciativa foi a Sociedade Brasileira de Ortopedia e Traumatologia (SBOT-SC). A entidade será responsável pela manutenção do equipamento, que ficará por tempo indeterminado na cidade.

– Nós, ortopedistas, vivenciamos de perto os traumas sofridos pelos motoristas no trânsito, as vidas perdidas e as sequelas que ficam para sempre, sem falar nas dificuldades que as vítimas precisam enfrentar em emergências médicas lotadas e sucateadas – diz o presidente da SBOT-SC, André Luís Fernandes Andújar.

As mortes e as mais de 300 mil vítimas hospitalizadas resultam em R$ 80 bilhões de gastos com saúde pública, valores que poderiam ser revertidos na compra de 690 ambulâncias ou na construção de 1,6 mil hospitais públicos. Os dados quanto ao número de vítimas são do Ministério da Saúde e o impacto econômico é fornecido pelo Departamento Nacional de Trânsito (Denatran) e são atualizados de hora em hora. Um abaixo-assinado pela redução da violência no trânsito está disponível no site www.chegadeacidentes.com.br.

 

 

Campanhas educativas em SC

Neste feriadão, a Polícia Rodoviária Federal (PRF) dá a largada para duas campanhas educativas. Uma na tentativa de diminuir os acidentes e outra para o combate à exploração sexual de crianças e adolescentes que ocorre às margens das rodovias.

Na primeira, a ação inicia hoje em todo o país e nos 24 postos da PRF em Santa Catarina. Com a campanha, todos os motoristas que forem parados pelos policiais receberão um cartão-postal com a mensagem. O motorista que recebe o cartão pode preenchê-lo na hora e o setor de documentação da polícia o remete pelos correios sem custo para o destinatário indicado.

– Se um pai, por exemplo, quer enviar a mensagem ao filho, pode indicar o endereço da correspondência que o postal chegará até ele. Se ele não preencher na hora, pode deixar o cartão em qualquer posto da PRF que ele será enviado ao destinatário – diz Leandro Andrade.

A segunda ação, que se refere ao combate da exploração sexual, será realizada em parceria com o Centro de Apoio Operacional da Infância e Juventude do Ministério Público de SC e os conselhos tutelares dos municípios da Grande Florianópolis. Hoje, pela manhã, no km 190 da BR-101, na unidade operacional de Biguaçu, serão distribuídos materiais informativos sobre o abuso sexual de crianças e adolescentes.

Ontem, o Detran/SC também lançou uma campanha de conscientização “Samba no pé. Juízo na cabeça”.

Só quem não está incluído nas campanhas são os turistas que optaram viajar de avião. Os aeroportos de Florianópolis e Navegantes devem receber uma movimentação de 120 mil turistas no feriado de Carnaval.

“Desde que a lei seca entrou em vigor, em 2008, mais de 82 mil motoristas embriagados foram flagrados e multados pela PRF. Destes, 34 mil foram presos. Mudar esta história está em suas mãos. Envie este postal para quem você gosta e ajude a nossa campanha a salvar vidas”

 

 

____________________________________________________________________________ Veículo: Diário Catarinense

Editoria: Geral

Assunto: Estiagem no oeste

 

 

Situação volta a se agravar no Oeste

Mais sete cidades decretaram situação de emergência. No total, já chegam a 93 os municípios atingidos pela seca no EstadoA estiagem, que havia dado uma amenizada em meados de janeiro, quando ocorreu uma chuva de 70 milímetros em Chapecó, voltou a se intensificar neste mês, principalmente a partir da semana passada. Sete cidades decretaram emergência nesta semana: Alto Bela Vita, Presidente Castelo Branco, Ipumirim, Iomerê, Jaborá, Piratuba e Concórdia. No total, são 93 municípios nesta situação.

Além disso, Seara, que já estava em emergência, decretou estado de calamidade pública, em virtude de que a cidade estava no início da semana com apenas 25% da água necessária para atender ao município, que consome 2 milhões de litros por dia.

– Está um caos – chegou a declarar o responsável pelo escritório local da Companhia Catarinense de Águas e Saneamento (Casan), Marcelo Cozer.

Os moradores nem tinham mais previsão de receber água. A situação foi amenizada com a chegada de dois caminhões dos bombeiros, a partir de terça-feira, um de São José e um de Chapecó. Um deles tem capacidade para 26 mil litros/dia, e o outro para 20 mil litros/dia.

– Eles estão disponíveis o tempo que for necessário – disse o comandante do 6º Batalhão de Bombeiros de Chapecó, Luiz Carlos Balsan.

Os caminhões estão buscando água no Rio Uvá, a 16 quilômetros de distância, e a despejam na barragem de captação do Rio Caçador, que foi desassoreada. Cada caminhão faz cerca de 10 viagens por dia.

A Casan está com quatro caminhos puxando água da Estação de Tratamento de Itá, a 18 quilômetros, que é distribuída em casas nas partes mais altas e nos reservatórios.

– Hoje, 70% do nosso abastecimento é feito com caminhão-pipa – disse Cozer. São cerca de 800 mil litros transportados por dia. Com essas medidas, o fornecimento de água subiu para 1 milhão de litros/dia, que é metade do consumo normal.

O presidente da Defesa Civil do município, Fábio Stocco, disse que algumas famílias que estavam há dois ou três dias sem água, começaram a ser atendidas.

– Atualmente, 100% da área urbana está com dificuldade no abastecimento – afirmou Stocco.

No interior, a prefeitura também está fornecendo água para 35 famílias. A Defesa Civil vai solicitar ao Estado mais caminhões ou, então, recursos para a contratação de mais veículos. A unidade da Seara Alimentos também iniciou o transporte de água para não paralisar os abates. São seis carretas, que transportam mais de 2 milhões de litros de água por dia, captadas no Rio Uvá.

 

Paisagem no Lago de Itá mudou

Em virtude da redução no volume de água na Bacia do Rio Uruguai, as hidrelétricas de Machadinho e Itá estão operando, em média, com 33% da capacidade nos últimos 45 dias, segundo dados do gerente em exercício das duas usinas, Diego Collet.

Mesmo gerando menos energia, o Lago de Itá está 2,36 metros abaixo do nível máximo e Machadinho, com 4,23 metros.

No Lago de Itá, a paisagem é completamente outra. É visível a borda de terra que apareceu, provocada pela redução do reservatório.

Próximo das torres da igreja da antiga cidade, que foi inundada para a construção da hidrelétrica, dá para ver parte das pedras que ficavam submersas.

Collet disse que é normal uma redução da geração nesse período. Ele explicou que não há risco de desabastecimento, pois a menor geração no Sul é compensada pela geração maior em outras regiões, já que o sistema nacional de distribuição de eletricidade é interligado.

 

Moradores buscam alternativas

Com a falta de água na cidade, os moradores de Seara precisam buscar alternativas por conta própria. Moradores do Bairro Esperança recorrem a um poço no meio do mato. Outros vão buscar água nas torneiras de um poço na praça do Bairro Industrial.

É o caso de Etelvino Junges, morador do Bairro Garguetti. Ele estava sem receber água pela rede da Casan desde domingo. Com isso, ele pegou litros de refrigerante, tambores e outros vasilhames para buscar água na praça.

–Venho aqui quase todos os dias – explicou.

Na sua casa moram seis pessoas e o consumo é grande. Por isso, a família tem que administrar o volume que junta na caixa de água com o que é buscado em outros locais.

– Temos que economizar bastante – disse o auxiliar de produção, que trabalha numa agroindústria da cidade.

Sidiane Fátima, que trabalha na mesma agroindústria, é moradora nova na cidade e descobriu o poço da praça há dois dias. Desde então, frequentemente, vai buscar água com os litros de refrigerante para ter o que beber. Antes, seus pais traziam água do interior do município. Para tomar banho, ela está utilizando a água de um poço que é imprópria para o consumo.

– Não sei se daria para usar, mas não temos outra – explicou.

____________________________________________________________________________ Veículo: Diário Catarinense

Editoria: Cacau Menezes

Assunto: Prisão da   quadrilha que explodia caixas eletrônicos

 

Na madruga

Delegado Cláudio Monteiro, que vem dando um banho como policial e chefe, e sua equipe da Deic prenderam, na madrugada de ontem, uma quadrilha que explodia caixas eletrônicos, no município de Penha. A ação, cinematográfica, que parou a cidade, aconteceu por volta das 4h.

Naim Campos, repórter policial do Jornal do Almoço, acompanhou tudo, in loco, com exclusividade para a RBS TV.

____________________________________________________________________________ Veículo: Diário Catarinense

Editoria: Moacir Pereira

Assunto: Colombo com Dilma

 

Colombo com Dilma

Continuam cada vez mais azeitados os canais de comunicação entre o governador Raimundo Colombo (PSD) e a presidente Dilma Rousseff(PT). Um novo ato do Planalto de apoio ao governo catarinense vai ser assinado hoje em Brasília, a partir das 11h30min. Incluirá apenas três estados: Santa Catarina, Goiás e Rio Grande do Norte. Subscreverão o ato de ajuste fiscal, elevando a capacidade de endividamento estadual. O governador está disposto a recorrer a todos os parceiros que possuam crédito para investimentos milionários nas três áreas que priorizou em sua campanha: saúde, educação e segurança pública. O saneamento básico, que já conta com contratos assinados, também está no mesmo patamar.

Colombo viaja depois para Pernambuco, onde volta a se reunir com o governador Eduardo Campos, presidente nacional do PSB. Vai levantar dados e projetos da experiência de gestão que resultou em benefícios para a população e garantiu prestígio ao socialista.

A questão política estará na pauta. Colombo e Gilberto Kassab, pelo PSD, e Eduardo Campos, pelo PSB, estão alinhados no mesmo projeto político, de olho em 2014. Apoiando a reeleição de Dilma Rousseff, se houver ruídos com o PMDB, ou partindo para um projeto alternativo, a depender da nova conjuntura.

 

Não por acaso, Kassab submete-se a vaias da militância petista na festa dos 32 anos, mas constrói pontes com a cúpula, abençoado pelo ex-presidente Lula, na eleição do novo prefeito de São Paulo.

Os movimentos de Raimundo Colombo, atraindo o PP para a base governista, não objetivaram apenas maioria folgada na Assembleia. Reduziram o poder de barganha do PMDB e do PSDB e pavimentaram o caminho para as próximas alianças eleitorais.

 

 

REFORMA

O perfil da reforma do secretariado revela, de forma clara, que o governador procurou fortalecer seu esquema político-partidário, sempre na perspectiva eleitoral. A nomeação da professora Elza Moretto para o cargo de secretária adjunta da Educação representa uma forte oxigenada na candidatura do deputado Antônio Ceron à prefeitura de Lages. Moretto tem larga experiência no setor, já foi adjunta da Educação no governo Kleinübing, fez um trabalho positivo como secretária da Educação na gestão de Colombo e elegeu-se vereadora em cima desta plataforma.

O novo secretário de Comunicação, Ênio Branco, é lageano e amigo de Colombo há 40 anos. Ninguém tem dúvidas de que fará o que for possível para eleger Ceron. E a indicação do secretário de Assuntos Estratégicos, Paulo Cesar da Costa, para presidir, cumulativamente, a SC Parcerias, coloca gás dos tucanos na máquina de Ceron.

O ex-deputado José Natal (PSDB) vai assumir a Secretaria de Turismo, Cultura e Esporte e só a velhinha de Taubaté acredita que deixará de respaldar a candidatura de Adeliana Dal Pont (PSD). Poderá até fulminar com a candidatura de Gervásio Silva (PSDB), pelo fato isolado que criou.

Situação semelhante ocorre em Criciúma. A escolha de Acélio Casagrande, do PMDB, como secretário adjunto da Saúde, pretende impulsionar a campanha da deputada Romanna Remor (PMDB). Impossível deixar de considerar, também, que o médico João José Cândido da Silva, presente no primeiro escalão, venha deixar de colocar combustível no projeto de Cesar Souza Junior (PSD). Finalmente, uma dúvida. Deixando a Educação, Marco Tebaldi será pressionado a concorrer à prefeitura de Joinville. Com vários candidatos fortes, o favorecido será Carlito Merss (PT).

Não desejará o governador fazer um agrado ao PT da presidente Dilma?

____________________________________________________________________________Veículo: Diário Catarinense

Editoria: Reportagem Especial

Assunto: Caixas eletrônicos

 

O primeiro flagrante

Penha, no Litoral Norte, foi cenário ontem da primeira prisão em flagrante de um grupo que tentava explodir um caixa eletrônico no Estado. A operação da Deic surpreendeu os bandidos dentro da agência do Banco do Brasil , quando o grupo se preparava para colocar a dinamite no equipamento. O saldo do tiroteio seguido de perseguição foi de três ladrões detidos, um morto, explosivos e armas apreendidosA cidade de Penha, no Litoral Norte, amanheceu com medo. Moradores do Centro, acordados na madrugada pelo barulho de tiros, acompanharam de perto a busca da polícia por uma quadrilha que havia tentado explodir um caixa eletrônico na agência do Banco do Brasil.

A operação, comandada pela Diretoria Estadual de Investigações Criminais (Deic) e acompanhada pela Polícia Civil de Penha e Itajaí, com a colaboração da Polícia Militar, durou 12 horas e deixou como saldo um suspeito morto, três presos e dois foragidos. Entre o material apreendido, armas e explosivos. Esta foi a primeira prisão em flagrante antes que bandidos explodissem o caixa.

– Parecia uma bateria de fogos, mas eram tiros. Ouvi mais de 30 disparos – disse Maria da Graça Adriano, moradora do Centro e diretora do Colégio Estadual Manoel Henrique de Assis, que amanheceu de portas fechadas por ordem da polícia.

A escola fica ao lado da agência bancária invadida, e havia o receio de que algum dos foragidos pudesse tentar esconder-se ali. Pela manhã, policiais e professores dividiram-se nas ruas próximas para avisar aos alunos que as aulas estavam temporariamente suspensas. Mais de 500 crianças e adolescentes foram mandados para casa.

Na vizinhança, a maioria não dormia desde as 3h, quando começaram os disparos. Um bandido estava dentro da agência e já havia perfurado um caixa para colocar a dinamite quando a quadrilha recebeu voz de prisão dos policiais e reagiu a tiros.

As marcas do confronto se espalharam pela Avenida Nereu Ramos. Balas perfuraram as paredes da prefeitura, placas de trânsito e uma janela da agência bancária. Veridiano Amaro dos Santos, 27 anos, foi atingido por um tiro e morreu ao lado do banco. Outros três escaparam a pé, e tentaram se esconder pelas redondezas.

Edite Rosalina da Silva, 78 anos, teve o terreno de casa invadido por policiais. A Rua Eugênio Krause, perto de onde mora, chegou a ser cercada.

– Vi pularem o muro e não sabia se era polícia ou bandidos. Meu corpo todo tremia. Eu nunca tinha visto nada assim – disse a moradora.

O primeiro suspeito a ser preso, Daziel Scheneider de Oliveira, 28 anos, estava dentro da fossa sanitária do banco. Ailton Santos Fonseca, 25, foi encontrado na caixa d’água de uma empresa de pescados. Fabrício Chaves Barreto, 24, escondeu-se no jardim de uma casa perto do banco, e acabou detido no momento em que deixava o local.

Dois outros suspeitos fugiram num GM Cruze, que havia sido usado pelos bandidos na ação. O carro foi seguido pela polícia e abandonado numa vala da rodovia de acesso ao Parque Beto Carrero World. O veículo tinha sinais de tiros na lataria, numa das rodas e no vidro dianteiro. Também havia marcas de sangue, o que leva a polícia a acreditar que um dos passageiros esteja ferido. Eles conseguiram escapar a pé e não haviam sido localizados até o fechamento desta edição.

Na casa onde a quadrilha vivia, em Camboriú, a polícia apreendeu um Honda Civic e prendeu três mulheres. Segundo a polícia, elas eram obrigadas a colaborar com o grupo. Uma seria ex-namorada de um dos ladrões. Elas apontaram outro veículo, uma Montana, estacionado na rodoviária de Balneário Camboriú, que tinha outras nove bananas de dinamite e uma carabina

 

Resultado em apenas uma semana

A prisão em Penha ocorreu pouco mais de uma semana depois de a Diretoria Estadual de Investigações Criminais (Deic) assumir a investigação dos 51 ataques a caixas eletrônicos com o uso de explosivos registrados em SC desde janeiro do ano passado.

 

Assustados, sujos e com sangue e terra nas roupas, Ailton dos Santos Fonseca, Daziel Scheneider de Oliveira e Fabrício Chaves Barreto foram apresentados na manhã de ontem, na Deic. Na frente deles, uma mesa com 15 bananas de dinamite – que serão desativadas – , quatro pistolas .380, sendo duas enferrujadas, uma espingarda Winchester .22, uma balaclava, celulares, um colete à prova de balas e isqueiros.

Ailton disse morar na região metropolitana de Curitiba e que tem passagem por porte ilegal de arma. Fabrício afirmou ser pintor de paredes e que está há pouco mais de um mês em liberdade, após cumprir pena por assalto em Itajaí. Daziel contou que trabalha com decoração em Maringá (PR) e que seria réu primário, mas a polícia informou que ele também tem passagem. Daziel revelou que o convite para participar do assalto foi de Veridiano, morto na ação.

O secretário de Segurança Pública, César Grubba, reconheceu que o bando detido ontem é apenas um dos que vêm agindo no Estado.

– São quadrilhas, ações e armamentos diferentes. É o primeiro passo de uma caminhada.

O diretor da Deic, delegado Claudio Monteiro – que comandou a operação junto com o titular da Divisão de Furtos e Roubos da diretoria, delegado Diego Azevedo – confirmou que a quadrilha participou do ataque ao caixa no supermercado Comper, na Capital, no fim de semana passado, o primeiro registrado na cidade.

O grupo será indiciado por furto qualificado, tentativa de homicídio contra os policiais, formação de quadrilha e posse de explosivos.

– Eles são de alta periculosidade. Os ataques não vão parar, tem gente que ainda está solta, se especializando. As investigações continuam – garantiu o delegado Monteiro.

____________________________________________________________________________ Veículo: Diário Catarinense

Editoria: Polícia

Assunto: Bebê raptado

 

Pais reencontram bebê raptado

Criança de um mês de vida, raptada em Florianópolis, foi localizada em São Paulo, para onde havia sido levada por uma jovem de 19 anos. Chegada, ontem à noite, no aeroporto de Florianópolis, foi marcada por muita emoçãoA emoção da chegada de Vitória, o bebê de um mês que ficou longe dos pais num sequestro de cinco dias e foi localizado em São Paulo, contagiou a área de desembarque do aeroporto Hercílio Luz, em Florianópolis, na noite de ontem. Aplausos, choro, agradecimentos e o desabafo de uma mãe marcaram o final feliz da história que mexia com duas famílias, uma do Rio Grande do Sul e outra de Santa Catarina.

Eram 19h50min quando a mãe Adriana da Silva apontou no saguão com Vitória no colo. O marido Cristiano Gonçalves foi o primeiro a abraçá-las. Depois, a ambulante de Florianópolis, Lucilene Varela, que havia abrigado o casal gaúcho em sua casa. E o alívio de todos pelo reencontro.

– Ela está meio desnutrida, com anemia, mas consegui amamentá-la de novo e graças a Deus está comigo agora. Peço às mães que não joguem o filho para os braços de outra pessoa desconhecida como eu fiz, afinal ganhei uma filha novamente – desabafou a mãe Adriana aos jornalistas.

Pela manhã, ela havia viajado a São Paulo com mais dois policiais civis catarinenses da Diretoria Estadual de Investigações Criminais (Deic) para reencontrar a filha. Na chegada a SC, só demonstrou dúvida quando perguntada do motivo que teria levado a jovem Francieli Louise Machado Mendes, 19 anos, a ter sequestrado a sua filha, em Florianópolis.

– Alguma coisa falta na cabeça dela (de Francieli), mas eu a perdoo.

Franciele ficou presa em SP. De acordo com os policiais Tiago Costa e Terezinha Rossi, que foram a SP buscar o bebê, Francieli afirmou em depoimento que havia se desentendido com o namorado em Florianópolis e que fugiu com o bebê de Adriana para chamar a atenção do rapaz.

A polícia localizou Francieli e o bebê na casa do pai legítimo da jovem, na terça-feira à noite, após achar o caminhoneiro que deu carona a ela até aquele estado. Com a informação, restou à polícia telefonar para o pai de Franciele, que então chamou os policiais de SP e entregou a filha, acabando com o mistério que mobilizava a polícia de SC desde o último final de semana. Francieli teria dito ao pai que a criança seria uma sobrinha.

Responsável pela investigação, o delegado Renato Hendges disse suspeitar que Francieli tenha levado o bebê com a intenção de constituir família em SP. Foi o segundo rapto de criança que ela praticou.

Nos cinco dias longe da mãe, Vitória ficou desidratada e foi exposta ao sol, por isso apresentava marcas no rosto. O jovem Fernando Varela, namorado de Francieli, também esteve no aeroporto. A sua mãe, Lucilene, era a mais emocionada e chegou a se ajoelhar com o bebê no colo. Os pais da criança retornaram para a casa de Lucilene, desta vez sem largar Vitória. Francieli poderá responder pelo sequestro em SC, mas não há data para a sua transferência. Ela pode pegar de dois a cinco anos de reclusão.

____________________________________________________________________________ Veículo: Diário Catarinense

Editoria: Polícia

Assunto: Crime em Camboriú

 

Menina é estuprada e morta

Kelly Kauane, 10 anos, foi encontrada ontem de manhã em terreno perto da casa onde moravaUma criança linda e extrovertida. É assim que Altair Brito define a filha de 10 anos, encontrada morta na manhã de ontem, em um terreno baldio, a uma quadra da casa onde a menina morava com a família, na Rua Monte Maipu, Bairro Conde Vila Verde, em Camboriú.

Por volta das 22h30min de terça-feira, Kelly Kauane de Quadros Brito saiu atrás da irmã, que estava na casa de um vizinho. Foi a última vez que o pai a viu com vida.

– Achei que ela estava com a mãe, que mora aqui perto. De manhã, fiquei sabendo que tinham achado uma menina morta. Dói bastante, ainda mais do jeito que foi.

Kelly foi encontrada sem roupa e com marcas de estrangulamento. Antes de morrer, a menina foi estuprada, confirmou a perícia. Ontem à tarde, a Polícia Civil apresentou o suspeito. Douglas Verri Modesto, 24 anos, era vizinho da vítima e foi preso em casa. Os policiais chegaram até ele após encontrar uma peça de roupa e receber indicações de testemunhas.

– Ele alegou que pouco antes do crime usou crack e álcool. Disse que lembra que viu a vítima passar e do momento em que a puxou para o terreno baldio. Mas afirmou que não lembra do estupro e do homicídio – conta o delegado responsável pela investigação, Alan Pinheiro de Paula.

A reportagem tentou falar com o suspeito na delegacia, mas não teve o acesso a ele permitido. Até o fim da tarde de ontem, ele não possuía advogado constituído.

____________________________________________________________________________ Veículo: Diário Catarinense

Editoria: Polícia

Assunto: Cães farejadores

Cão farejador na rodoviária de JoinvillePoliciais civis de Joinville deram início a operações para impedir a movimentação de drogas em locais de entrada e saída da cidade. A primeira ação ocorreu na rodoviária, na manhã de ontem. Com o auxílio de um cão farejador, os investigadores revistaram três ônibus. Nenhum entorpecente foi encontrado. O delegado Marcel Araújo de Oliveira diz que as ações vão se repetir.

– Vamos intensificar esse procedimento no período do Carnaval.

____________________________________________________________________________ Veículo: Notícias do Dia

Editoria: Hélio Costa

Assunto: Delegacia entrega todos os coletes vencidos

 

Delegacia entrega na Chefia de Polícia todos os coletes com o prazo vencido

A situação está complicada e os policiais ficam sem a proteção no confronto com o crime organizado. A SSP deveria dar uma atenção especial

 

Coletes vencidos

Os coletes balísticos da Polícia Civil com prazo vencido precisam ser substituídos. A situação preocupa os agentes, pois o equipamento é a única proteção no confronto contra o crime organizado. Recentemente uma delegacia entregou à Chefia da Polícia Civil todos os coletes. Será que a Secretaria de Segurança Pública não tem um controle destes equipamentos para substituí-los quando o  prazo está vencido? Da mesma forma a SSP também deveria dar uma atenção especial na arma que o policial está usando e fazer curso de reciclagem de tiro policial para melhorar a pontaria do efetivo. No mês passado, uma delegada descarregou a pistola em direção aos pneus de um veículo, na avenida Rio Branco, Centro, na tentativa de prender um suspeito. Ela errou o alvo a menos de 20 metros. As balas ricocheteavam no asfalto, em plena tarde de verão, colocando em risco a vida de quem atravessava a rua.

 

 

 

 

MÍDIAS DO BRASIL

 

 

Veículo: Folha Online

Editoria: Geral

Assunto: Ford mostra novo sedã da polícia americana

 

Ford mostra novo sedã da polícia americana

Com a aposentadoria do Ford Crown Victoria, surgiu a pergunta: qual será o novo carro da polícia dos Estados Unidos? A própria Ford cuidou de desenvolver o substituto.

O novo Ford Interceptor (nome que já era adotado pelos Crown Victoria policiais) está sendo apresentado no Salão de Chicago. Trata-se de uma adaptação da geração atual do Taurus.

Há duas opções de motorização. O Interceptor “manso” recebe um 3.5 V6 de 266 cv. A versão mais apimentada traz o mesmo bloco e o auxílio de dois turbos. A potência chega a 370 cv. A tração é integral e o carro é abastecido com E85 (combustível composto por 85% de etanol e 15% de gasolina).

 Divulgação 

 O carro foi desenvolvido em parceria com as forças policiais norte-americanas e é quase um tanque de guerra, capaz de suportar impactos violentos na traseira e continuar rodando. Por dentro, há modificações para comportar equipamentos como armas e computadores.

 

ACONTECEU NA ALESC

 

 

Marcos Vieira assume Comissão de Finanças

O deputado Marcos Vieira (PSDB) assumiu a presidência da Comissão de Finanças e Tributação em eleição na manhã desta quarta-feira, na Assembleia, na Capital (15/02).

Por unanimidade dos deputados integrantes da Comissão, Vieira assumiu a liderança, tendo como vice o deputado Darci de Matos (PSD).

“É uma honra assumir uma das mais importantes comissões da Casa. Vamos continuar o importante trabalho que o deputado Gilmar Knaesel iniciou no ano passado quando esteve à frente da mesma Comissão”, disse Vieira, que já foi o presidente da Finanças em 2009, no primeiro mandato como deputado.

A prioridade, segundo Vieira, é retomar a autonomia da Comissão, principalmente, nas questões dos vetos, além de seguir realizando as sessões do Orçamento Regionalizado. “E fazendo com que o Governo acate as nossas emendas como fez pela primeira vez na história no ano passado”, confirmou Vieira.

Uma das primeiras ações do deputado como presidente foi requerer à Comissão do Orçamento Regionalizado o cronograma de ações para as próximas sessões pelo Estado e também fazer o acompanhamento das ações do Governo do Estado sobre a realização das emendas que foram incluídas pelos deputados.

No primeiro encontro da Comissão de Finanças e Tributação, os deputados desejaram sucesso ao novo presidente e se colocaram à disposição para o trabalho. “Sabemos da sua capacidade e da sua força de vontade em realizar o melhor. Então, temos a certeza de que a Comissão está em boas mãos”, disse o deputado Gilmar Knaesel.

 

Os membros da Comissão:

Marcos Vieira – Presidente

Darci de Matos – Vice

Gilmar Knaesel

Aldo Schneider

Manoel Mota

Neodi Saretta

Luciane Carminatti

Silvio Dreveck

Sargento Amauri Soares 

 

 

Comissão de Finanças é instalada e confirma deputado Marcos Vieira na presidência

A Comissão de Finanças e Tributação foi oficialmente instalada na manhã desta quarta-feira (15), homologando o deputado Marcos Vieira (PSDB) como presidente, em substituição ao deputado Gilmar Knaesel, do mesmo partido. O deputado Darci de Matos (PSD) permanece na vice-presidência, assim como os demais membros do colegiado.

No pronunciamento de transmissão do cargo, Knaesel destacou como maior conquista da sua gestão o acatamento pelo Executivo da totalidade das emendas originadas nas audiências regionais. “Após 13 anos de Orçamento Regionalizado conseguimos sensibilizar o governo para esta necessidade. Foi uma conquista histórica de todos os membros desta comissão”, disse.

Marcos Vieira, enaltecendo o trabalho realizado por Knaesel, ressaltou que também dará continuidade às medidas de resgate das atribuições da comissão e ao cumprimento dos prazos de tramitação de projetos. “Aprofundaremos o grande projeto de resgate das atribuições da comissão e a análise dos vetos ligados a matérias de caráter exclusivamente financeiro, como PPA, LOA e LDO”.

Vieira adiantou ainda que intensificará a fiscalização ao cumprimento das demandas regionais incluídas no orçamento estadual. “A Coordenadoria do Orçamento Regionalizado apresentará um relatório sobre o andamento destas ações, atualizado mensalmente”, disse.

 

 

Código Estadual do Meio Ambiente

A primeira reunião da Comissão de Finanças em 2012 teve como destaque ainda a aprovação, por unanimidade, do PL 322/2011, de autoria do deputado Jorge Teixeira (PSD). A matéria, que teve como relator o deputado Silvio Dreveck (PP), acrescenta ao Código Estadual do Meio Ambiente um capítulo referente à proteção contra poluição visual.

“Pela proposta, a utilização de veículos de comunicação que possam interferir na paisagem deverá observar aspectos estéticos, paisagísticos, culturais, históricos e geográficos e respeitar os padrões estabelecidos pelo poder público”, explicou Dreveck.

Antes de ir a Plenário, o PL ainda será analisado pela Comissão de Turismo e Meio Ambiente.

 

 

Sargento Amauri Soares tratou da segurança pública

Sargento Amauri Soares (PDT) comentou o trabalho da Polícia Civil na resolução dos problemas e explosões de caixas eletrônicos em Santa Catarina, provocados por uma quadrilha.

Em relação à segurança pública, falou sobre a grande incidência de assaltos a veículos nas estradas federais que cortam o estado e da participação efetiva das policias Militar, Civil e Rodoviária no patrulhamento dessas rodovias e na melhoria da segurança.

 

 

Nilson defende ação do governo na segurança

O deputado Nilson Gonçalves (PSDB) refutou as críticas da deputada Ana Paula Lima (PT) sobre os problemas da segurança em Santa Catarina. Nilson afirmou que o governo realiza um grande esforço na área, inclusive com a nomeação de 512 novos policiais civis, sendo 350 agentes, 92 escrivães, 19 psicólogos e 41 delegados. Outros 93 aprovados em concurso ainda serão chamados. “O governo está resolvendo o problema do número de policiais, contratando mais material humano”, declarou.

 

 

Cesar Júnior e Venzon devem reassumir mandatos de deputado

As mudanças no colegiado, anunciadas pelo Executivo, trarão de volta à atividade parlamentar os deputados Cesar Souza Júnior (PSD) e Serafim Venzon (PSDB), que respondem, respectivamente, pelas secretarias de Cultura, Esporte e Turismo e Assistência Social, Trabalho e Habitação.

Com o retorno dos titulares, os suplentes Ciro Roza (PSD) e Edison Andrino (PMDB) deixam a Casa. As mudanças também alteram a composição das maiores bancadas, deixando PMDB e PSD empatados, com nove integrantes cada. Já o PSDB retoma sua marca de seis deputados.

Na secretaria de Cultura, Esporte e Turismo assumirá José Natal e João José Cândido da Silva, ex-secretário de Saúde da capital, responderá pela Assistência Social, Trabalho e Habitação. Outras cinco secretarias sofrerão alterações. Derly Anunciação, hoje titular da Comunicação, irá para a Casa Civil, pasta que é ocupada por Antonio Ceron (PSD), que vai se dedicar às atividades partidárias.

Acélio Casagrande, atual secretário de Articulação Nacional, será o novo secretário-adjunto da Saúde, substituindo Rosita Moritz. João Matos (PMDB) responderá pela Articulação Nacional, enquanto o adjunto da Educação, Eduardo Deschamps (PSD), será o novo titular da pasta, no lugar do deputado federal Marco Tebaldi (PSDB).

As mudanças ainda incluem a SC Parcerias, cujo titular, Ênio Branco, assumirá a Secretaria de Comunicação. Para o seu lugar será nomeado Paulo Cesar da Costa (PSDB). A posse dos novos secretários está prevista para o dia 27 e a volta de Cesar Júnior e Venzon ao Legislativo deve acontecer na sessão ordinária do dia 28. Para reassumirem o mandato basta-lhes oficiar o presidente da Assembleia, especificando a data do retorno.

 

 

Knaesel presidirá Comissão de Segurança Pública

O deputado Gilmar Knaesel (PSDB) foi eleito e empossado presidente da Comissão de Segurança Pública. A vice-presidência continuará com o deputado Sargento Amauri Soares (PDT). A definição ocorreu na manhã desta quarta-feira, durante reunião da CSP no Palácio Barriga Verde.

O deputado Marcos Vieira (PSDB), que deixou a presidência da CSP, afirmou que a segurança pública é um tema nacional e que os problemas decorrentes “já bateram à porta dos cidadãos”. Knaesel agradeceu a colaboração dos parlamentares e dos servidores e explicou que troca de comando deriva de um entendimento da bancada do PSDB.

O presidente empossado afirmou que pretende dar prosseguimento aos debates iniciados em 2011, como a discussão da redução da idade penal. Knaesel avaliou que a área de atuação da CSP é muito sensível, haja vista o aumento da violência, “apesar do esforço para aparelhar as forças de segurança e da adoção de novas políticas e leis”. O novo presidente afirmou que os membros da comissão estão prontos para o debate e ressaltou a presença na Comissão do deputado Amauri Soares, “a pessoa mais especializada na área, que pode nos auxiliar muito”.

Também integram a CSP os deputados Darci de Matos (PSD), Jean Kuhlmann (PSD), Volnei Morastoni (PT) e Dirce Heiderscheidt (PMDB). O deputado Ismael dos Santos (PSD) prestigiou a reunião e pediu o apoio dos membros da Comissão para o enfrentamento do “binômio droga/violência”.