Área do associado

Área do associado

Clipping do dia 28 de fevereiro

28.2.2011
CLIPPING
28 Fev 2011
 
MÍDIAS DE SANTA CATARINA
 
Veículo: Diário Catarinense
Editoria: Visor
Assunto: Bingos
                 Melhorias no sistema carcerário
 
 
BINGO
Em menos de uma semana, agentes da 7ª Delegacia de Polícia da Capital derrubaram dois bingos em Canasvieiras, Norte da Ilha. A dona de um deles já é conhecida por envolvimento em jogos de azar. Foi a segunda vez que ela “caiu” nos últimos seis meses pelo mesmo motivo.
 
SE LIGA
O Ministério Público Federal encaminhou uma recomendação ao Departamento de Administração Prisional (Deap) para a realização de uma série de melhorias nas condições do sistema carcerário de Santa Catarina, especialmente em relação ao Complexo Penitenciário de São Pedro de Alcântara. O MPF identificou falta de pessoal, como médicos, enfermeiros e nutricionistas, além da ausência de dados atualizados sobre os detentos. Por enquanto é só uma sugestão…
____________________________________________________________________________
Veículo: Diário Catarinense
Editoria: Editoriais
Assunto:  Menores infratores
 
Menores infratores
Santa Catarina alinha-se entre os estados mais atrasados do país no tratamento de menores infratores. A opinião do juiz da Coordenadoria Penal de Infância e Juventude do Tribunal de Justiça é compartilhada por quantos lidam, de uma ou outra forma, com esta chaga social.
No Estado, o chamado Centro Educacional São Lucas, localizado em São José, que, até recentemente, era utilizado para alojar esses menores, pode ser considerado um sinistro monumento à insensibilidade e – por que não dizê-lo? – à irresponsabilidade de sucessivas administrações estaduais em relação ao problema. Chamar o São Lucas de “centro educacional”, até a sua definitiva interdição, soava como deboche. Em verdade, era um imundo depósito onde crianças e adolescentes eram amontoados, tinham agredida sua dignidade e atropelados direitos elementares que não podem ser negados sequer ao mais cruel dos criminosos.
Na última semana, o governo do Estado apresentou o projeto do futuro Centro de Atendimento Socioeducativo da Grande Florianópolis (Case). Ele foi elaborado para oferecer acomodações dignas e todos os meios para a recuperação e reinserção de seus internos na sociedade.
O projeto, um investimento de R$ 12 milhões, poderá ser concretizado no local do decrépito e de triste memória do São Lucas ou em um terreno estadual em Biguaçu. De lamentar que tanto as prefeituras quanto grupos de moradores de ambos os municípios rejeitem a ideia do novo projeto. Preconceito e desinformação incabíveis que, definida a localização, hão de ser, com certeza, superados.
____________________________________________________________________________
Veículo: Diário Catarinense
Editoria: Cacau Menezes
Assunto: Auxílio-reclusão
 
Auxílio-reclusão
O auxílio-reclusão é uma ajuda de custo paga pelo INSS a quase 30 mil dependentes de presos, na média de R$ 630/mês, portanto, superior ao salário mínimo.
Poucos sabem que o benefício está previsto no artigo 201, IV, da Constituição Federal, disciplinado pela Lei nº 8.213/91.
O polêmico assunto retorna à pauta no Congresso Nacional (da internet, nunca saiu)! Há os que são ferrenhamente contra, os que argumentam favoravelmente e os que pretendem inserir modificações, excluindo os presos por crimes hediondos, limitando o valor ao salário mínimo e estendendo a ajuda às famílias das vítimas.
 
____________________________________________________________________________
Veículo: Diário Catarinense
Editoria: Polícia
Assunto: Crimes e ocorrências
 
 
15 facadas de quem dizia amar
Inconformado com o fim do namoro, Janei Watte disse que pretendia se matar, mas preferiu acabar com a vida de Hediane
A mulher que foi morta na noite de sexta-feira, pelo ex-namorado, dentro de um ônibus de transporte interestadual, levou 15 facadas. O laudo do Instituto Médico Legal (IML) de Chapecó ficou pronto ontem.
Alguns golpes foram superficiais, mas outros atingiram órgãos vitais e causaram a morte de Hediane Jucineia de Oliveira, 27 anos. O corpo dela foi levado para Seberi, no Rio Grande do Sul, onde foi enterrado.
Segundo o delegado de Chapecó e de São Carlos, Nilson de Luís de Oliveira Cezar, o ex-namorado da vítima, Janei Watte, 26 anos, não aceitava o fim do relacionamento.
O casal saiu junto de Seberi. Ele tinha como destino o Balneário de Pratas, em São Carlos, onde morava. A passagem dela era até Planalto Alegre, onde visitaria um amigo – que a Polícia Civil desconfia ser um novo relacionamento da vítima.
O antigo namorado tentou convencer Hediane a voltar com ele. Por volta das 18h de sexta-feira, quando trafegavam pela SC-283, a 500 metros do Balneário de Pratas, ele sacou a faca e golpeou Hediane.
Os outros passageiros começaram a gritar. O motorista Josenir Francisco Boniati, ao perceber o que estava acontecendo, parou o ônibus no acostamento e abriu a porta para que a vítima fugisse. Ela saiu do ônibus, deu alguns passos e caiu morta.
O agressor aproveitou a confusão dentro do ônibus e fugiu para um matagal às margens da rodovia. Depois, Janei foi se lavar no Rio Uruguai e, mais tarde, retornou para perto do local do crime, onde foi preso, por volta das 21h30min, sem resistir.
Em depoimento à Polícia Civil, Janei disse que a intenção inicial era suicidar-se em frente à ex-namorada, caso ela não quisesse mais voltar para ele. Mas, quando sacou a arma, Hedineia teria reagido. Janei disse ter ficado fora de si e golpeado seguidamente a moça.
Logo após prestar depoimento na delegacia de São Carlos, Janei foi encaminhado ao Presídio Regional de Chapecó. A Polícia Civil abriu inquérito e deve começar a ouvir hoje mais testemunhas do crime.
 
Ladrões escapam depois de capotar
Três homens que assaltaram o Posto Sinuelo, às margens da BR-101, em Araquari, na madrugada de ontem, capotaram o veículo roubado que usavam na fuga.O acidente aconteceu por volta das 4h, no Km 58 da rodovia, perto do trevo de acesso a Jaraguá do Sul.
Conforme a Polícia Rodoviária Federal (PRF), o condutor do veículo dirigia em alta velocidade quando se perdeu e capotou. Todos os três ocupantes fugiram antes mesmo da chegada dos agentes da PRF e da Polícia Militar ao local do acidente.
– Um dos suspeitos de envolvimento no assalto foi reconhecido por testemunhas. Como não foi pego em flagrante, o suspeito não foi detido – informou o investigador Luis Cerval, da Polícia Civil de Araquari.
A Polícia Civil desconfia que um paciente que deu entrada, ainda de madrugada, no hospital de São Francisco do Sul, possa estar envolvido no assalto. Ele chegou em estado grave e foi transferido de helicóptero para o Hospital Regional Hans Dieter Schmidt, em Joinville.
Conforme informações do hospital, o paciente, cuja identidade ainda não foi confirmada, permanece internado, mas já está fora de perigo.
A polícia continua a fazer buscas na região, atrás de mais um dos assaltantes, que ainda está foragido.
Não há informações sobre os valores levados do posto pelos assaltantes durante a ação. Sabe-se apenas que o veículo usado pelos bandidos no assalto, um Vectra prata, com placas de Gaspar, no Vale do Itajaí, havia sido roubado recentemente.
 
 
Rambo foi assassinado pelas costas
A Central de Operações Policiais (COP) de Itajaí ainda não sabe quem matou Josué Odílio Reis, 25 anos, o Rambo, suspeito de integrar um grupo que comanda crimes nas prisões.
Ele foi morto com 20 facadas, no fim da tarde de sexta-feira, dentro do Presídio Regional de Itajaí. Rambo cumpria prisão preventiva, por tráfico de drogas, desde o final de 2010.
O crime aconteceu por volta das 18h. Detentos chamaram os agentes prisionais, que encontraram Josué caído e sangrando. Ele foi atendido pelos Bombeiros, mas não resisitiu.
A direção não foi encontrada para comentar o crime. Funcionários da unidade não quiseram falar sobre o caso. Por enquanto, não há suspeitos.
 
 
Adolescente morre com tiro na virilha
Na madrugada de domingo, o adolescente Romário Afonso Rodrigues dos Santos, 17 anos, levou um tiro na virilha, no Bairro Frei Damião, em Palhoça. Levado ao Hospital Regional, ele não resistiu e morreu cerca de 10 horas depois. Nenhum suspeito foi preso ainda. Este foi o nono homicídio registrado em Palhoça em 2011.
 
Motorista embriagado invade a contramão e bate em viatura parada da polícia, em Chapecó
Na carro, a polícia encontrou um revólver com numeração raspada
Um motorista embriagado invadiu a contramão e bateu numa viatura da Polícia Militar (PM) parada na rua Carlos Gomes, em Chapecó, no fim da noite de domingo. Três homens estavam no Chevette no momento do acidente, quando o veículo atingiu o carro da PM.
 
Ao averiguar o interior do carro, os policiais encontram um revólver calibre 38 e três munições com a numeração raspada. O teste do bafômetro apontou 0,71 mg/L de álcool expelidos pelo pulmão (a partir de 0,3 causa detenção por embriaguez).
 
 
 
MÍDIAS DO BRASIL
 
 
 
 
Veículo: Folha Online
Editoria: Cotidiano
Assunto: Acidente em trio elétrico MG
 
Sobe para 17 o número de mortos em acidente com trio elétrico
O número de mortos no acidente com um trio elétrico em Bandeira do Sul (MG), a 427 km de Belo Horizonte, subiu para 17, de acordo com informações da Polícia Militar. Ao menos 50 pessoas ficaram feridas.
Acidente com trio elétrico mata 15 no sul de Minas Gerais
O trio participava de uma festa de pré-Carnaval chamada Carnaband, que atraiu mais de 10 mil foliões para as ruas da cidade, que tem cerca de 6.000 habitantes.
Testemunhas e a PM afirmam que o choque do trio contra fios elétricos de postes de rua causou o acidente, matando as pessoas que estavam em cima do veículo.
“Alguém soltou um foguete que partiu o fio do poste. Aí caiu o fio em cima do trio, que estava totalmente lotado”, afirma Daniel de Oliveira Castro, 25, que trabalha em um frigorífico da cidade. Ele faz parte da diretoria de um dos blocos que participavam da festa.
“Então foi o caos. As pessoas foram eletrocutadas, muita gente caiu do trio. A luz acabou na hora. Foi um horror”, disse ele, por telefone.
O Corpo de Bombeiros e o Samu (Serviço de Atendimento Móvel de Urgência) de Poços de Caldas, que fica a 24 km de Bandeira do Sul, estão fazendo o resgate das vítimas, que estão sendo levadas para a Santa Casa de Poços de Caldas, cidade vizinha.
Após o acidente, o fornecimento de energia elétrica e o serviço de telefonia fixa de Bandeira do Sul foram interrompidos.