Área do associado

Área do associado

Planejamento do Corpo de Bombeiros do país será integrado

27.10.2004

Planejamento do Corpo de Bombeiros do país será integrado


Brasília (20/10/2004) – A Secretaria Nacional de Segurança Pública está promovendo um encontro para elaboração do Planejamento Estratégico Integrado dos Corpos de Bombeiros Militares do Brasil. Participam representantes das corporações de todos os estados. Além de auxiliar na distribuição dos recursos, com a elaboração dos planejamentos estratégicos e construção de cenários prospectivos, a Senasp poderá diagnosticar a situação dessas corporações em cada estado e elaborar políticas específicas. A ação está inserida em um dos princípios básicos do Sistema Único de Segurança Pública, que é a integração dos órgãos de segurança pública, em caráter nacional.


A primeira etapa será uniformizar os conhecimentos e a linguagem para a elaboração dos planejamentos. Dois oficiais de cada estado estão reunidos em Brasília, na Academia do Corpo de Bombeiros do Distrito Federal, até o final desta semana, para trocar informações e buscar essa uniformização.


Em novembro, os oficiais iniciam pesquisas de campo em suas regiões com o objetivo de diagnosticar a situação de cada Corpo. Após a produção desse estudo, as Corporações farão a elaboração dos cenários prospectivos.


Para o coordenador do processo, coronel Rocha, o encontro de Bombeiros vai além de facilitar a alocação de recursos. Este tipo de planejamento e prospecção possibilitará também uma integração entre os estados e uma maior conscientização de nossas ações no âmbito da segurança pública.


Os Corpos de Bombeiros passaram a fazer parte do Fundo Nacional de Segurança Pública ao final de 2003.


O Sistema Único de Segurança Pública (SUSP) tem como principal objetivo o redesenho do aparelho policial brasileiro. Para isso, a Senasp transformou o Fundo em instrumento indutor da política nacional de segurança. Em lugar de projetos isolados, decidiu privilegiar aqueles que contenham planejamento, metas, avaliação e monitoramento.