Termo Circunstanciado de Ocorrências em debate em Brasília

 

Organizado pela Procuradoria Geral de Justiça Militar, o Seminário sobre Ciclo Completo de Polícia pelas Forças Armadas em Faixa de Fronteira encerra nesta quinta-feira, em Brasília. Acompanhado por uma comitiva da ACORS e realizado com o apoio da ACORS, da Defenda PM e da ANMPM, a Associação Nacional do Ministério Público Militar, o Seminário contou com palestras do Comandante-geral da Polícia Militar, Cel Araújo Gomes Jr, e do Coordenador Institucional da PMSC, Cel Marcello Martinez Hipólito. Nesta quinta-feira, um relevante debate reuniu os deputados federais Cap Derriti e Cap Augusto, dois magistrados, Dr. Cícero Coimbra e Dr. Bernardo, e o Maj PM SP Sanssana.

Na percepção dos palestrantes, como registrado pelo Dr.  Cícero Coimbra, Promotor da Justiça Militar Federal, e o Dr. Jaime Miranda, Procurador-geral da Justiça Militar Federal, os exemplos apresentados reforçam a visão de que as Forças Armadas podem atuar nas faixas de fronteira, do atendimento ao registro de ocorrências por meio do Termo Circunstanciado, aprimorando os serviços prestados à sociedade nos crimes com menor potencial ofensivo e de autoria conhecida.

 

 

  • Publicado em 06.06.2019.

 

Notícias Recentes:

Novo encontro reúne ACORS, ADEPOL e SINPOSC para discutir reposição salarial
ACORS realiza encontro com a FIESC para parceria no Projeto de Integração Regional
Presidente da ACORS se reúne com Comandante-Geral do CBMSC
ACORS e FECOMÉRCIO SC reafirmam parceria para o Projeto de Integração Regional