Área do associado

Área do associado

Santa Catarina tem índices de criminalidade abaixo da taxa nacional

26.1.2022

 

O Colegiado Superior de Segurança Pública e Perícia Oficial apresentou nesta segunda-feira, 17 de janeiro, os índices de criminalidade em Santa Catarina, provando que o maior investimento da história, feito pelo estado na Segurança Pública, já vem dando resultados. As mortes violentas, que envolvem homicídios, latrocínios, lesão corporal seguida de morte e confrontos com a polícia, diminuíram quase 10%.
Presidido pelas forças de Segurança em esquema de rodízio, o Colegiado Superior de Segurança Pública e Perícia Oficial teve à frente, ao longo de 2021, o Cel BM Charles Alexandre Vieira. Entre as melhoras, neste período, a taxa de latrocínio caiu 16% (ficando 57% abaixo da média nacional), e a taxa de homicídios 8,6% (ficando 52% abaixo da média nacional).

A taxa de roubos, que já vinha caindo sucessivamente, está hoje 72% abaixo da média nacional, o que torna Santa Catarina uma referência em prevenção, com o menor índice de roubos do Brasil conforme o anuário do Forum Brasileiro de Segurança Pública. O mesmo indicador, do FBSP/2020, também permite que Santa Catarina comemore o menor índice de roubo + furto de veículo. A queda de 2,2% em 2021, em relação a 2020, faz com que a incidência de roubo + furto de veículo aqui no estado seja 46% menor do que a média nacional.
Para a ACORS, a Segurança dos catarinenses denota a importância de se investir no efetivo, valorizando os profissionais a serviço da Polícia Militar, Polícia Civil, Corpo de Bombeiros Militar e Instituto de Perícias, para que se mantenham atuantes e eficientes. “Assim ganha a sociedade, ganham os turistas, que têm mais um motivo para eleger o nosso estado para as suas viagens, e ganha o Estado, que compensa na sua receita o que investir em Segurança”, analisa o presidente da ACORS, Cel Sérgio Luís Sell.

 

 

 

 

LEIA A MATÉRIA COMPLETA, NO PORTAL DA SECRETARIA DE ESTADO DA SEGURANÇA PÚBLICA, NESTE LINK AQUI.