Área do associado

Área do associado

Reposição da inflação: entidades e governo entram em acordo

25.6.2021

 

O presidente da ACORS, Cel Sérgio Luís Sell, enalteceu junto aos Oficiais Militares o avanço nas negociações pela reposição da inflação. Discutida desde 2019, a reposição inflacionária dos Militares Estaduais teve seu desfecho nesta quarta-feira, 23 de junho, quando o Governo apresentou planilha reajustando o subsídio conforme o posto e graduação, variando de 21% para Oficiais a 33% para Soldados. Em respeito às restrições da LC Federal 173/20, os valores serão concedidos em duas etapas: 50% em janeiro e 50% em julho de 2022.

 

Mesmo dispondo de estudos que apontam que o reajuste real, considerando a última negociação salarial em 2013, seria na ordem de 45%, o presidente da ACORS reconhece que houve conquista, ainda que não contemple a íntegra do pleito dos integrantes da Segurança Pública. “Agora esperamos que o Governo cumpra a promessa de enviar esse projeto para a ALESC, com as tabelas e valores isonômicos entre as Classes da Segurança Pública”, resumiu o presidente da ACORS.

 

Já centrado nas próximas mobilizações, em torno da reforma de Previdência estadual e do Sistema de Proteção Social dos Militares Estaduais, que impactam diretamente as forças da Segurança, o Cel Sell conclama os Oficiais a acompanharem a tramitação com a devida serenidade. “Muitos querem ter os mesmos direitos que conquistamos historicamente, provando em Brasília o valor do nosso trabalho, mas não querem ter as mesmas limitações e deveres”, analisa. “Seguimos concentrados no dever a cumprir e não vamos reagir a provocações”, completa o presidente da ACORS.

 

  • Publicado em 24.06.2021.