Área do associado

Área do associado

Clipagem do dia 3 de março

3.3.2015

PRINCIPAIS NOTÍCIAS DO DIA 3 DE MARÇO

 

COLUNISTA RAFAEL MARTINI – Diário Catarinense

BATOM E ALGEMA

A Coordenadoria de Execução Penal e da Violência Doméstica e Familiar contra a Mulher (Cepevid) realizará Mutirão Carcerário Feminino ao longo das duas primeiras semanas de março, com trabalhos de inspeção em 18 presídios e unidades distribuídos por todo o Estado, que abrigam 955 detentas. Na primeira semana de março, até esta sexta-feira, serão vistoriadas unidades de Videira, Porto União, Caçador, Mafra, Joinville, Florianópolis, Tijucas, Blumenau, Jaraguá do Sul e Itajaí. Na segunda, dos dias 9 a 13, será a vez de inspecionar estabelecimentos prisionais em Chapecó, Concórdia, Joaçaba, Lages, Rio do Sul, Criciúma, Araranguá e Tubarão.

PAI APELA POR JUSTIÇA

CELIO GRAH, PAI DO TORCEDOR AVAIANO JOÃO GRAH, MORTO HÁ CINCO MESES POR UMA PEDRADA NA BR-101, GRAVOU UM VÍDEO EM QUE CRITICA A MOROSIDADE DA POLÍCIA NO CASO. TEME QUE A DEMORA SE TRANSFORME EM IMPUNIDADE.

 

ASSUNTO: Declaração do prefeito de Balneário Camboriú sobre PM

VEÍCULO: Blog Guarda-sol, jornalista Dagmara Spautz

Piriquito alfineta oficiais da PM em discurso durante troca de comando

A passagem de comando da Polícia Militar em Balneário Camboriú terminou em uma inesperada saia-justa depois que o prefeito Edson Piriquito (PMDB) usou o microfone para enaltecer a Guarda Municipal Armada e criticar oficiais que assinam, junto com a associação da categoria (Acors), ação de inconstitucionalidade contra alguns dispositivos da lei que criou a guarda na cidade.

Piriquito referiu-se a “um ex-comandante”, sem citar o nome. Mas o recado parece ter sido para o coronel da reserva Marlon Jorge Teza, presidente da Federação Nacional de Entidades de Oficiais Militares Estaduais (Feneme) e membro da Acors. Coronel Marlon anunciou-se recentemente pré-candidato à prefeitura pelo PR.

A fala de Piriquito – que não fazia parte do protocolo da troca de comando – provocou mal-estar. Pessoas presentes dizem que foi preciso segurar um oficial para que a situação não fosse resolvida, digamos assim, no braço. No fim de semana policiais compartilharam mensagens na internet reprovando a atitude de Piriquito.

A guerra de atribuições entre PM e guardas municipais foi agravada com o Estatuto da Guarda, que dá margem a mais de uma interpretação. Instrumento político e de pouca aplicação prática, as guardas são reféns da inconsistência jurídica. Não é um problema de gestão, mas de responsabilidades.

A postura de Piriquito de atacar a PM dentro de sua própria “casa” foi no mínimo deselegante. Criou um problema institucional que caberá ao recém-empossado major José Evaldo Hoffmann Junior tentar contornar.

 

ASSUNTO: CRISE CARCERÁRIA

VEÍCULO: Diário Catarinense

Um mês depois da fuga pouco mudou no Presídio de Blumenau

HÁ EXATOS 30 dias após a maior evasão do sistema penitenciário do Estado nos últimos quatro anos, a superlotação e a falta de agentes marcam a rotina do local; 13 detentos ainda estão soltos

Superlotação, falta de agentes e a mesma rotina conturbada. Esta continua sendo a realidade do Presídio Regional de Blumenau um mês depois da maior fuga do sistema penitenciário do Estado nos últimos quatro anos, quando 28 detentos saíram do local por um túnel. Treze ainda não foram recapturados. Apesar da troca do chefe de segurança e da presença diária de uma equipe de apoio com cerca de cinco agentes que se desloca todos os dias de algum ponto do Estado para dar apoio ao trabalho em Blumenau, os problemas continuam.
Para apurar as responsabilidades sobre a fuga no final de janeiro há duas investigações: uma da Polícia Civil de Blumenau e outra da Corregedoria da Secretaria de Estado de Justiça e Cidadania. Os dois processos têm, a princípio, 30 dias para serem concluídos, porém a corregedora Carolini de Campos Vicente De Bona Portão já informou que deve pedir a prorrogação do prazo para a sindicância que corre na Capital:
– Ainda temos que fazer algumas averiguações, são várias pessoas que temos que ouvir e provavelmente vou pedir prorrogação do prazo, até porque depois disso (da fuga) vieram outras situações do próprio presídio em que tivemos que parar o trabalho para iniciar outras apurações.
A corregedora não fornece mais informações sobre o que está sendo analisado, mas confirma que uma das linhas da investigação é a possível facilitação da fuga por agentes da unidade.
– Tudo está sendo investigado. Certamente a participação de visitantes também será – completa.
Na última semana 87 presos foram transferidos do Presídio de Blumenau para o Complexo Penitenciário da Canhanduba, em Itajaí. A mudança ajuda a reduzir a superlotação, mas não muito, já que a unidade abriga atualmente quase o dobro das 450 pessoas para as quais foi projetada. Além disso, o pente fino feito no mesmo dia localizou cerca de 250 celulares, 1,7 kg de maconha, estiletes e armas brancas de fabricação artesanal, que poderiam ser usadas em ataques e novas tentativas de fugas. Porém, de acordo com o diretor do Departamento de Administração Prisional (Deap), Alexandre Camargo Neto, não foram encontrados novos indícios de que presos tentariam escapar.
A corregedora Carolini Portão ressalta que operações como esta vão continuar ocorrendo no presídio, que é hoje um dos que mais demanda atenção do governo. O novo chefe de Segurança, Iarandu Almeida, diz que a rotina na unidade é normal e que os problemas estruturais são os mesmos de antes.

 

ASSUNTO: Troca de Comando

VEÍCULO: Portal da PMSC

1º BPM realiza passagem de comando em Itajaí

Na manhã de sexta-feira (27), às 11h, no Centreventos de Itajaí, ocorreu a passagem de comando do 1º Batalhão de Polícia Militar (BPM) de Itajaí. Na ocasião, o tenente-coronel Rogério Teotônio da Silva assumiu o comando da unidade.

O comandante substituído, tenente-coronel Clayton Marafioti Martins, realizou seu discurso de despedida e agradeceu aos diversos órgãos públicos que trabalharam em conjunto com o 1º BPM para o bem da sociedade itajaiense, como o Poder Judiciário, a Promotoria de Justiça, a Universidade do Vale do Itajaí (Univali), a Coordenadoria de Trânsito da Itajaí, Marinha, Polícias Civil, Federal, e Rodoviária Federal. Afirmou também sentir orgulho dos policiais militares do 1º BPM e agradeceu a cordialidade da imprensa local.

O novo comandante do 1º BPM, tenente-coronel Rogério Teotônio da Silva, assume a unidade com muito conhecimento sobre a dinâmica da cidade de Itajaí e suas necessidades de segurança, pois trabalha na unidade desde 2006. Por um período de cerca de três anos o oficial atuou como subcomandante do 1º BPM, tendo inclusive comandado, interinamente, o batalhão por seis meses.

Diversas autoridades prestigiaram a evento, entre elas a secretária de segurança de Itajaí, Susi Bellini; o comandante da 3ª Região de Polícia Militar (RPM), coronel Reinaldo Boldori; o delegado regional Itajaí, Maurício Pretto; o procurador da Univali, Emerson Rosa da Silva; os vereadores de Itajaí Osvaldo Mafra, Afonso Arruda e José Ferreira; o capitão de fragata da Capitania dos Portos, José Savio Feres Rodrigues;ocapitão da reserva remunerada do Exército Brasileiro, Daniel Teotônio da Silva;o cordenador da Coordenadoria de Trânsito de Itajaí (Codetran), Ewerson Luís Gama; entre diversas outras autoridades civis e militares.

Um retrato do tenente-coronel Marafioti foi descerrado durante a solenidade e será afixado na galeria de ex-comandantes do 1º BPM.

 

ASSUNTO: Violência

VEÍCULO: Notícias do Dia

Ladrão é morto em assalto

Uma tentativa de roubo acabou em morte no bairro Forquilhas, em São José, domingo. Gabriel Felipe Meira, 18, que invadiu uma casa com mais dois comparsas, foi morto pelo dono da residência. Ao ver o amigo sendo espancado, os outros bandidos fugiram levando as carteiras das vítimas e ainda não foram localizados pela polícia.

O Notícias do Dia tentou contato com o dono da casa, Adilson Leite, 48, mas ele preferiu não falar. Segundo os policiais que atenderam a ocorrência, os assaltantes, encapuzados e armados, invadiram a casa, na servidão Maria Lourdes de Souza, às 21h40. As vítimas foram rendidas e, no momento em que a mulher de Leite, Simone, estava sendo estrangulada, o marido entrou em luta corporal com o assaltante.

Na briga, Meira teria batido com a cabeça no piso da casa e perdido a consciência. Familiares que moram próximo ao local não quiseram se identificar, com medo de represálias, mas disseram que a região sofre com assaltos. “Na mesma rua, outras duas foram roubadas mais de uma vez”, disse um parente. Outro familiar afirmou que os bandidos agrediram Adilson e o filho, Matheus, antes de atacarem Simone.

Depois de atacar o assaltante, o dono da casa acionou a PM. Quando os agentes chegaram, encontraram o bandido morto, com as mãos amarradas para trás. No local, os agentes recolheram um revólver calibre 32 com a numeração raspada, três munições intactas e um simulacro de pistola. Leite prestou depoimento e alegou legítima defesa. O caso foi encaminhado para o Fórum de São José. Lá será definido o futuro de Adilson Leite.

 

ASSUNTO: Denúncia

VEÍCULO: Notícias do Dia

Torcedor denuncia abuso da PM

O estudante de Direito Gabriel Macário, 22 anos, denunciou na 1a DP de Florianópolis a truculência policial no clássico de domingo. Macário foi agredido a golpes de cassetete nas pernas e na boca. Ele teve os dois dentes da frente quebrados. “Se eu não colocasse o braço direito na frente, num gesto de defesa, o PM teria arrebentado a minha boca”, contou.

Alvinegro de carteirinha, Macário foi ao clássico com amigos avaianos e disse que a entrada destinada aos visitantes era muita estreita e houve um empurra-empurra de torcedores. “Eu estava no meio e não podia fazer nada, nem me mexer”. Ele contou que passou a catraca pouco antes de ela ser quebrada pela multidão – que queria entrar às pressas – e avistou uns PMs atiçando cachorro na torcida.

Macário disse ter questionado o soldado e, como resposta, recebido vários golpes de cassetete. Ele passou na 1a DP, onde registrou boletim de ocorrência, e depois seguiu para o Instituto Médico Legal para fazer exame de lesão corporal. O estudante acrescentou que estava com o primo Matheus Macário dos Santos, 23, que é advogado, e que também foi agredido a golpes de cassetete.

O estudante disse que vai tentar requisitar as imagens no clube para levar cópias à corregedoria da Polícia Militar. “A gente sai de casa para se divertir e encontra uma PM despreparada, que na prática não segue o que prega: a paz nas praças de futebol”. Por meio da assessoria de comunicação social, o comando da Polícia Militar disse que vai aguardar o relatório do oficial que esteve no jogo para se pronunciar.

ASSUNTO: 1ºBBM

VEÍCULO: Portal do CBMSC

INSCRIÇÕES PARA O CBAE

     

 

 

O Corpo de Bombeiros Militar de Florianópolis recebe nesta terça-feira (03/03) as inscrições dos interessados em participar da seleção ao Curso Básico de Atendimento a Emergências (CBAE) – capacitação que prepara membros da comunidade para o primeiro atendimento em situações emergenciais e integra o currículo de formação de Bombeiros Comunitários.

Os participantes do curso, prioritariamente moradores ou trabalhadores da cidade, receberão instruções básicas, teóricas e práticas, nas áreas de primeiros socorros, extinção de incêndios, sistemas preventivos contra incêndio, além de noções de percepção e gestão de risco e a atuação inicial em acidentes. Ao final do curso, os formandos receberão certificados que os habilitam a atuarem como Agentes Comunitários de Proteção Civil e Brigadistas Voluntários.

São oferecidas 30 vagas para o curso a ser realizado entre os dias 10 de março e 16 de abril, no quartel do bairro Estreito.

Os interessados devem se dirigir ao quartel na rua Santos Saraiva, número 296, no Estreito entre 13h e 18h do dia 03 de março munidos de documento de identificação com foto e entregar a ficha de inscrição preenchida de forma legível (disponível no edital, aqui).

Para mais informações, entre em contato pelo (48) 3271-1107, entre 13h e 19h.

 

ASSUNTO: PM faz bico de vendedor

VEÍCULO: Portal Globo.com

Fardado, PM vende frango assado em rua do Distrito Federal

Ele chegou ao local com carro da corporação; corregedoria vai investigar.

Flagrante foi feito no domingo por leitor do G1, que não quis se identificar.

Um policial militar fardado foi flagrado vendendo frangos assados no domingo (1º), no Setor Lúcio Costa, no Distrito Federal. Ele apareceu no local com uma viatura da corporação. Segundo a identificação, o veículo pertence ao 4º Batalhão de Polícia Militar, no Guará. A PM informou que o caso será investigado pela corregedoria.

O flagrante foi feito por um leitor do G1, que não quis se identificar. Morador da QE 2/3, ele conta que o policial ficou no local por pelo menos duas horas. “Eu saí de casa às 9h, quando eu vi a viatura chegando e parando no local. Tirei as fotos e saí. Quando voltei, às 11h, a viatura ainda estava no mesmo local, e o policial continuava vendendo frangos”, explica.

Ainda segundo o leitor, o policial é conhecido no local, por ser o responsável pelo ponto onde há o comércio dos alimentos, e que foi a primeira vez que ele apareceu fardado. Ele diz que vai formalizar a denúncia na Corregedoria da Polícia Militar.

Segundo o artigo 74 da lei 7.289, de 18 de dezembro de 1984, “o uso dos uniformes com seus distintivos, insígnias e emblemas, bem como, os modelos, descrição, composição e peças acessórias, são estabelecidos em legislação peculiar da Polícia Militar do Distrito Federal”.