Área do associado

Área do associado

Clipagem do dia 27 de janeiro

27.1.2015

PRINCIPAIS NOTÍCIAS DO DIA 27 DE JANEIRO

 

COLUNISTA RAFAEL MARTINI – Diário Catarinense

ESCORPIÃO NO BOLSO

Raimundo Colombo e o secretário da Segurança Pública, César Augusto Grubba visitaram ontem pela manhã o canteiro de obras da nova sede da Secretaria da Segurança Pública, em Capoeiras, região continental de Florianópolis. Após a conclusão das obras, o Estado fará uma economia aproximada de R$ 600 mil mensais somente com aluguel. A previsão é de que esteja concluída em março.

 

COLUNISTA CACAU MENEZES – Diário Catarinense

MENORES BANDIDOS

Até quando a sociedade e os políticos darão as costas a um problema cada vez mais grave que é o envolvimento de menores em latrocínios e homicídios?
Semana passada, dois guris – um de 14 e outro de 17 anos – praticaram o sequestro-relâmpago de um fisioterapeuta em Porto Alegre. Depois de sacar dinheiro em dois caixas eletrônicos, os menores decidiram matar o profissional temendo serem reconhecidos. Os dois foram presos com o automóvel da vítima. O de 17 anos ficará um ano num reformatório e o de 14, outros quatro anos recluso. Depois estarão em liberdade sem nenhuma inscrição na ficha policial.

 

COLUNISTA CARLOS DAMIÃO – Notícias do Dia

Mais um

Um motorista de ônibus, Carlos Alexandre Santos, morador de Biguaçu, foi atingido por uma bala de borracha disparada por um PM e morreu no Hospital Florianópolis. Testemunhas narraram à reportagem do ND a extrema violência da abordagem policial: a vítima não estava armada e participava de uma festa na casa de familiares. A PM foi chamada por causa de uma confusão, da qual Carlos não participou.

 

ASSUNTO: Incêndio

VEÍCULO: Clic RBS

Incêndio destrói loja no Bairro Trindade, em Florianópolis

Agropecuária também foi atingida pelas chamas, mas registrou poucos estragos

 Um incêndio no início da noite desta segunda-feira destruiu uma loja de películas automotivas na Rua Lauro Linhares, no Bairro Trindade, em Florianópolis. Aschamas também atingiram uma agropecuária que fica ao lado da loja, mas no segundo estabelecimento os danos foram pequenos.
Os bombeiros foram acionados às 19h e ao chegarem ao local do incêndio encontraram a loja já praticamente destruída. O trabalho se concentrou então em impedir que as chamas atingissem outros prédios vizinhos.
Um funcionário estava na loja de películas quando o fogo começou. Ele foi encaminhado para atendimento médico apenas com ferimentos leves. Ainda não há informações sobre as causas do incêndio.

 

ASSUNTO: Reunião na APRASC

VEÍCULO: Portal da APRASC

Associações militares criam fórum em defesa dos direitos da categoria

Na tarde desta segunda-feira se reuniram diretores da Associação de Praças de Santa Catarina (Aprasc), Associação de Cabos e Soldados de Santa Catarina (ACS /SC), Associação Beneficente de Sargentos e Subtenentes do Estado de Santa Catarina (ABERSSESC), Associação Barriga Verde dos Oficiais (ABVO), Associação de Oficiais Militares de Santa Catarina (ACORS) e Associação Eloi Mendes para discutir as últimas informações noticiadas na mídia sobre possíveis alterações na previdência dos militares, entre outras.

"As notícias na mídia dão conta de que teremos uma grande reforma administrativa em Santa Catarina. Falam também em mudanças na previdência, entre outras, ou seja, vão mexer em direitos nossos. Não temos nada de oficial, exceto as notícias e falas esporádicas com o governador, o qual nos diz que vai ocorrer sim algumas mudanças e que as entidades serão ouvidas, no entanto, até o momento ninguém foi chamado. Por isso, em conversa com outras entidades achamos por bem nos reunir para debtaermos as questões colocadas" afirma o presidente da Aprasc e Anaspra soldado Elisandro Lotin. 

A reunião foi uma iniciativa da diretoria da Aprasc após saber, em conversas informais com representantes do Governo do Estado, que havia possibilidade de futuras alterações na legislação que regulamenta a reserva remunerada dos militares. Mesmo sem uma proposta formal do Governo, as associações representativas se uniram para evitar a perda de direitos dos policiais e bombeiros. 

Em Santa Catarina, os policiais civis e militares e bombeiros militares homens podem entrar na reserva remunerada com 30 anos de serviços prestados, já as servidoras mulheres conseguem o benefício com 25 anos de serviço. A reserva remunerada difere da aposentadoria, pois até os 65 anos os policiais e bombeiros militares ainda podem ser convocados novamente ao serviço. 

Como encaminhamento do encontro, foi criado o fórum em defesa dos direitos dos policiais e bombeiros, que vai realizar encontros periódicos para discutir ações que garantiam a qualquer custo a manutenção dos direitos históricos da categoria, além de evitar a precarização das instituições.

 

ASSUNTO: Reunião na APRASC

VEÍCULO: Portal da ABVO

ABVO participa de reunião para defender direitos adquiridos

Membros da diretoria da Associação Barriga Verde dos Oficiais (ABVO), estiveram reunidos hoje (26/1) com outras entidades classistas de oficiais e praças da Polícia e Bombeiros militares a fim de unir esforços para se posicionar contra qualquer proposta de mudança na legislação, que venha a retirar direitos já adquiridos pela segurança pública do Estado. Na ocasião foi criado um Fórum de defesa dos direitos das categorias.

"As organizações militares estaduais têm uma natureza peculiar pelas características de sua missão na manutenção da ordem pública, obrigando os seus integrantes ao exercício de funções de risco da própria vida, na proteção da sociedade, o que implica em uma legislação diferenciada, para assegurar direitos e garantias individuais" afirmou o presidente da ABVO, cel PM Rogério Martins.

O grupo pretende reunir-se periodicamente com outras entidades que fazem parte da segurança pública, não só na intenção de preservar os direitos conquistados, mas também para melhoria estrutural e de recursos humanos das instituições.

Representando a ABVO, participaram do encontro, o presidente da associação, cel PM Rogério Martins, o cel PMRR José Wolny de Souza, assessor legislativo, e o diretor executivo Vanderlei Souza. A reunião ocorreu na sede da Associação dos praças, (Aprasc) no Centro de Florianópolis.