Área do associado

Área do associado

A ACORS parabeniza todos os profissionais que, hoje e sempre, asseguram a excelência do Centro de Ensino da PMSC

25.11.2015

Reportagem extraída da AGÊNCIA AL

 

Parlamento celebra 50 anos do Centro de Ensino da Polícia Militar de Santa Catarina

A Assembleia Legislativa promoveu sessão especial em homenagem ao cinquentenário de criação do Centro de Ensino da Polícia Militar de Santa Catarina (CEPM) na noite de terça-feira (24), no Plenário Deputado Osni Régis.

A cerimônia marcou o início das atividades comemorativas do aniversário da instituição, responsável pela formação, aperfeiçoamento e especialização dos policiais militares catarinenses. "Parabenizo todos que fazem parte da história do CEPM e desejo que se fortaleça cada vez mais. É uma das instituições mais importantes do estado, já que atua com empenho, dedicação e profissionalismo na formação dos profissionais que vão garantir a segurança pública, a defesa da pátria e dos cidadãos", ressaltou o proponente da solenidade, deputado Neodi Saretta (PT).

O comandante-geral da Polícia Militar de Santa Catarina (PMSC), coronel Paulo Henrique Hemm, destacou a contribuição de profissionais e parceiros dedicados à área de ensino da corporação. "Empunham com idealismo e  entusiasmo a bandeira do compromisso com a missão. Hoje consolidada como uma das melhores entidades do ensino militar do país, a instituição cumpre seu papel fundamental, que ao longo dos anos vem desempenhando com excelência no espaço da organização que abriga saberes diversificados relativos à atividade de polícia."

Hemm salientou o orgulho pela história do Centro de Ensino da Polícia Militar de Santa Catarina e a motivação para superar novos desafios. "Ao celebrar os 50 anos de existência, o CEPM mantém viva a memória de seu percurso no tempo e renova sua disposição de permanecer na busca pela evolução do conhecimento, da qualidade técnica, preparando os futuros policiais militares da corporação", comentou. "Que esse momento de festa seja a oportunidade para renovar a certeza de que jamais nos faltará o ânimo necessário à consolidação de um novo tempo e a construção de uma instituição sempre referência na proteção da vida e do patrimônio do catarinense."

O coronel da reserva não remunerada da Polícia Militar de Santa Catarina (PMSC) Edmundo José de Bastos Júnior apresentou um apanhado histórico das atividades de ensino na corporação. "O embrião do CEPM se situa em 1927, quando o comandante coronel Pedro Lopes Vieira criou o curso de preparação militar."

O professor doutor agradeceu, em nome dos homenageados, pelo reconhecimento. "Essa homenagem  tem um significado muito especial para mim, porque a atividade de magistério na PM do estado foi aquela na qual atuei durante mais tempo. A primeira vez que fui designado para das aulas no curso de formação de oficiais foi em 1958. Lá permaneci até a aposentadoria e mesmo um pouco além desse tempo."

Bastos Júnior enfatizou a importância do trabalho desenvolvido pelo CEPM, pontuando a colaboração de entidades e universidades para que a instituição alcançasse um nível de excelência. "Cito a frase emblemática ' Aqui o amanhã começa hoje', pois não existe síntese melhor do que aquilo que se realiza na instituição. Lá se preparam os policiais para as demandas do presente, mas também se debatem as demandas futuras, para que a corporação se adapte e preste o serviço que dela se espera, que seja capaz de cumprir missão de ser o exército protetor a liberdade", disse. "A sociedade merece uma polícia cuja presença inspire proteção e segurança, nunca medo. Todos aqueles que colaboram na formação do pessoal têm orgulho por participar dessa atividade", acrescentou.

O secretário de Estado da Segurança Pública, César Grubba, destacou a instalação do CEPM e da Universidade Federal de Santa Catarina (UFSC) no bairro da Trindade, em Florianópolis, na década de 1960. "Nasceram praticamente juntos, comungando de um mesmo processo de expansão e afirmação e são hoje ambas as instituições reconhecidos baluartes da educação e da formação profissional, tão importantes no passado quanto determinantes para o presente e o futuro."

Grubba parabenizou a Polícia Militar de Santa Catarina pelos 50 anos do CEPM. "Essa unidade não ajudou apenas a modificar o bairro, a vizinhança e os entornos, ajudou a modelar a instituição, referendando seus ativos mais valiosos: a inteligência, o saber, a técnica, o conhecimento, as habilidades e as potencialidades de cada policial militar, soldados, cabos, sargentos, oficias, comandados e comandantes", disse.

História

O Centro de Ensino da Polícia Militar de Santa Catarina foi criado em 12 de dezembro de 1965 e ativado pelo Decreto 19.295, de 15 de abril de 1983. Implantado em 1º de julho de 1983, o CEPM unificou e centralizou a formação profissional da Polícia Militar de Santa Catarina (PMSC) em um único órgão.

A instituição agrega a Academia de Polícia Militar da Trindade (APMT), o Centro de Formação e Aperfeiçoamento de Praças (CFAP) e o Colégio Policial Militar Feliciano Nunes Pires (CFNP). A creche de Educação Infantil Vida e Movimento, que atende filhos de policiais e bombeiros militares, está subordinada ao CFNP, a melhor escola pública do estado nas avaliações do Exame Nacional do Ensino Médio (Enem).

Homenagens

O Poder Legislativo prestou homenagem ao Centro de Ensino da Polícia Militar de Santa Catarina (CEPM) na figura do comandante-geral da corporação, coronel Paulo Henrique Hemm. 

Foram concedidas placas a oficiais superiores que fizeram parte do corpo docente do CEPM e colaboraram para a implantação e consolidação do processo de formação profissional dos policiais militares catarinenses.

  • Coronel da reserva não remunerada da PMSC, Edmundo José de Bastos Júnior
  • Coronel João Henrique Silva
  • Coronel João Ricardo Busi da Silva, representado pelo coronel Turíbio Skonieczny
  • Coronel José Aroldo Schlichting
  • Tenente-coronel Marcos Vieira
  • Tenente-coronel Renato José de Souza
  • Tenente-coronel João Carlos Neves Junior
  • Tenente-coronel Dionei Tonet
  • Tenente-coronel Marco Aurélio Hoffmann

Personalidades e entidades que contribuíram para o fortalecimento do CEPM ao longo dos 50 anos de atividades foram agraciadas com certificados.

  • Governador do Estado de Santa Catarina, João Raimundo Colombo, representado pelo secretário de Estado da Segurança Pública, César Augusto Grubba
  • Secretaria de Estado da Educação, representada chefe de gabinete, Mauro Tessari
  • Secretaria de Estado da Segurança Pública, representada pelo secretário César Augusto Grubba
  • Prefeitura Municipal de Florianópolis, representada por Aldo Lopes Martins
  • Universidade Federal de Santa Catarina (UFSC), representada pela reitora Roselane Neckel
  • Universidade do Estado de Santa Catarina (Udesc), representada pelo reitor Antonio Heronaldo de Sousa
  • Univali, representada por Alceu de Oliveira Pinto Júnior
  • Unisul
  • Conselho Estadual de Educação, representado pelo conselheiro Osvaldir Ramos
  • Corpo de Bombeiros Militar de Santa Catarina, representado pelo comandante-geral, coronel bombeiro militar Onir Mocelin
  • Fundação Catarinense de Cultura, representada por Francisco José da Silva
  • Diretoria da Escola de Administração Pública (Deap), representada pelo diretor Sérgio Dias Ribeiro
  • Diretoria de Formação e Capacitação (DIFC), representada pela professora Maria Elisa De Caro
  • Professor Maurício Fernandes Pereira, ex-presidente do Conselho Estadual de Educação
  • Coronel da reserva remunerada da Polícia Militar, Júlio Tiziano Bazadona Dutra, 1º comandante do CEPM
  • Subtenente André Luiz Neves, militar com mais tempo de serviço no CEPMS
  • Coronel da reserva remunerada, Thezeu Domingos Muniz (in memoriam), representado por Ondina Muniz
  • Professora Maria Lúcia Almada Fernandes, funcionária civil com mais tempo de serviço no CEPM
  • Jornalista Luiz Carlos Prates

O evento contou com a participação da Banda da Polícia Militar, regida pelo maestro subtenente Márcio Egídio Schmidt.

Ludmilla Gadotti

AGÊNCIA AL
 
* Publicado em 25.11.2015.