Área do associado

Área do associado

Clipagem do dia 9 de setembro

9.9.2014

PRINCIPAIS NOTÍCIAS DO DIA 9 DE SETEMBRO

 

COLUNISTA CACAU MENEZES – Diário Catarinense

PLEASE, SIT DOWN

Cacau mostrou ontem no Jornal do Almoço a Polícia Militar sendo chamada para resolver um problema tipicamente de educação. Pessoas que chegaram cedo com suas famílias não puderam assistir sentadas da arquibancada da passarela Nego Quirido ao desfile de 7 de Setembro em Floripa porque algumas pessoas resolveram ficar de pé. Foi preciso chamar a PM para que os marmanjos se colocassem nos seus devidos lugares. É mole?

 

COLUNISTA HÉLIO COSTA – Notícias do Dia

Lei Seca

As mortes nas rodovias são algo abominável. A imprudência continua levando vidas e colocando inocentes em risco. Todos os finais de semanas, notícias de mortes saltam aos olhos como se fossem algo normal, mas não são, caro leitor. Só na região de Balneário Camboriú foram 32 motoristas embriagados flagrados pela PR F. Um dos homens sequer conseguia andar, muito menos dirigir. Muito provavelmente ele chegou a ir para a delegacia e foi liberado depois de pagar fiança. Um motorista desses só deveria ter a carteira devolvida após um período de internação em uma clínica para tratamento, pois, se o cara é um alcoólatra, não é a multa que vai fazer ele parar com a “marvada”. E onde estão as campanhas sobre a Lei Seca? Essas campanhas precisam continuar e chegar às crianças, pois não são raros os casos em que os pais levam os filhos para passear e ficam bebendo nesse interim. Além de dar mau exemplo às crianças, eles ainda colocam vidas em risco. Essas campanhas precisam invadir as escolas e ganhar as TVs e jornais, pois caso contrário, continuaremos achando normal tantas mortes por conta de tanta irresponsabilidade.

Parabéns

A Polícia Militar que atuou nos três dias da Festa do Divino Espírito Santo e Nossa Senhora das Necessidades em Santo Antônio de Lisboa está de parabéns. Respeitosos e atentos, os PM s agiram principalmente no controle do trânsito e mostraram-se presentes para evitar crimes.

 

ASSUNTO: LÍDER DE QUADRILHA

VEÍCULO: Diário Catarinense

Assaltante do Paraná é suspeito de agir em SC

POLÍCIA ACREDITA QUE homem conhecido como Batman, que fugiu do sistema prisional, pode estar cometendo grandes assaltos no Estado

Planejador de grandes roubos, violento e líder de quadrilha, um assaltante do Paraná conhecido pela polícia do Sul do país por essas características pode estar comandando crimes mais uma vez em Santa Catarina.
Mesmo com uma série de antecedentes ao longo dos últimos 10 anos, como assaltos a carros-fortes em que houve mortes de vigilantes e confrontos com a polícia, Rogério Mattos da Luz, o Batman, 37 anos, conseguiu fugir ao obter a progressão do regime fechado para o semiaberto, na Colônia Penal Agroindustrial de Piraquara, região Metropolitana de Curitiba.
Desde que chegou às ruas, em 18 de abril deste ano, houve aumento no número de roubos a caixas eletrônicos com explosivos no Paraná. A suspeita agora da polícia do Estado vizinho é que o homem possa ter vindo para SC.
– Sabemos que é possível que esteja em Santa Catarina. Ele não para de agir, é violento, perigoso e lidera grandes assaltos – diz o delegado Luiz Alberto Cartaxo Moura, do Centro de Operações Policiais Especiais (Cope) do Paraná.
Em Santa Catarina, a Polícia Civil admite que Batman possa estar envolvido em recentes ataques a banco. Um deles é o roubo milionário ao Banco do Brasil em Santa Cecília, na Serra catarinense, no dia 1o de agosto, em uma ação que foi considerada inédita no Estado pelo grande número de reféns na frente da agência. Desde o início das investigações, a Polícia Civil suspeitou que os criminosos são do Paraná.
Tanto o delegado-geral da Polícia Civil em Santa Catarina, Aldo Pinheiro D’Ávila, quanto o diretor da Diretoria Estadual de Investigações Criminais (Deic), delegado Akira Sato, não descartam que Batman possa estar envolvido em crimes no Estado, mas preferem cautela nas informações

Última prisão foi em casa de luxo no Rio de Janeiro

Na última vez que foi preso, em dezembro de 2012, Rogério Mattos da Luz estava refugiado no Rio de Janeiro, em uma casa de luxo na praia de Copacabana. A polícia paranaense conseguiu capturá-lo depois de um mês de investigação e com o apoio de policiais de vários Estados, como Bahia, Espírito Santo e Rio de Janeiro.
Em 2008, ao ser preso no Paraná, a quadrilha de Batman tinha seis fuzis, escopetas calibre 12, pistolas, jalecos da Polícia Federal (PF), roupas camufladas, granadas e farta munição.
Segundo a polícia, na época o grupo era articulado e usava computadores para estudar mapas rodoviários, trechos de estradas para ataques, aeroportos e fazia levantamento de malotes transportados.
Na lista de crimes suspeitos que teria comandado estão ataques a carros-fortes em Joinville, na Serra Dona Francisca, em 2012.
Batman possui processos criminais em Santa Catarina e São Paulo, além do Paraná. No Estado catarinense, as suspeitas aumentam em relação ao assaltante pois as investigações contra quadrilhas e assaltos a bancos estão sendo intensificadas pela Deic.

 

ASSUNTO: Tráfico de drogas

VEÍCULO: Diário Catarinense

Assessor é exonerado da AL após ser preso

O jovem preso na sexta-feira por tráfico de drogas pela Polícia Rodoviária Federal (PRF) foi exonerado do cargo de assessor parlamentar comissionado que ocupava na Comissão de Ética e Decoro Parlamentar da Assembleia Legislativa desde o dia 15 de maio de 2013.
Ulysses Inácio da Luz, 21 anos, está na Unidade Prisional Avançada de Imbituba. Ele foi preso na sexta-feira em uma abordagem da PRF na BR-101, em Paulo Lopes, com 11 frascos de lança-perfume, 20 comprimidos de ecstasy e maconha.
Segundo o delegado da Polícia Civil, Raphael Jordani, que o autuou em flagrante, o jovem é primário, resguardou o direito de não se manifestar à polícia e falará apenas em juízo.
De acordo com a PRF, as drogas haviam sido compradas em Balneário Camboriú e seriam levadas para uma festa de aniversário em Criciúma.

TRABALHO ERA NA COMISSÃO DE ÉTICA
O DC procurou o deputado presidente da Comissão de Ética e Decoro Parlamentar, Dóia Guglielmi (PSDB), que está licenciado do cargo. Segundo ele, Luz não trabalhava em seu gabinete, nem era seu assessor.
— A imprensa está fazendo sensacionalismo em cima disso. Ele é de boa índole e nunca causou problemas — disse o deputado, informando que pediu a exoneração do rapaz que recebia salário de R$ 5.789,32.
O DC não teve acesso ao preso e não conseguiu contato com o advogado de Luz, cujo nome não foi informado pela polícia nem na Assembleia Legislativa.

 

ASSUNTO: Violência contra a mulher

VEÍCULO: Portal da Alesc

Denúncia de violência contra a mulher pelo telefone deve ficar mais fácil

É lei. A presidente Dilma Rousseff sancionou na quinta-feira (4) o Projeto de Lei da Câmara (PLC) 59/2014, que autoriza o Poder Executivo a tornar disponível, em âmbito nacional, um número telefônico para receber as denúncias de violência contra a mulher. A proposta é de autoria da Comissão Parlamentar Mista de Inquérito da Violência contra a Mulher.

Com a nova legislação (Lei 13.025/2014), o serviço de recebimento dessas denúncias – o Ligue 180 – vai ser operado pela Central de Atendimento à Mulher, hoje coordenada pela Secretaria de Políticas para as Mulheres (SPM), vinculada à Presidência da República. Até então, cabia às delegacias municipais cuidar disso.
A senadora Ana Rita (PT-ES), relatora do projeto na Comissão de Direitos Humanos e Legislação Participativa (CDH) e também relatora da CPI mista, explicou que a mudança vai possibilitar a expansão do serviço. Além disso, observou, a nova lei assegura o respaldo legal à atividade.
O serviço Ligue 180 existe desde 2005. Funciona 24 horas diárias e todos os dias da semana, inclusive nos feriados. De acordo com Ana Rita, do ano de criação até 2012, a Central de Atendimento à Mulher prestou quase três milhões de atendimentos, “que não se limitaram ao registro das denúncias de violência, envolvendo igualmente a orientação sobre direitos e políticas para as mulheres”.