Área do associado

Área do associado

Clipagem do dia 7 de novembro

7.11.2014

PRINCIPAIS NOTÍCIAS DO DIA 7 DE NOVEMBRO

 

COLUNISTA HÉLIO COSTA – Notícias do Dia

Delegados unidos

Começa hoje, em Itapema, o 42º Encontro Estadual de Delegados da Polícia Civil. Além da avaliação sobre o balanço geral da campanha de valorização da categoria, encerrada dia 31 de outubro, a outra proposta é reunir a classe em uma grande confraternização. Para o presidente da Associação dos Delegados, Mauro Dutra, é preciso deixar claro que o delegado é a primeira autoridade a ouvir a vítima, a zelar pelas garantias individuais, é ele quem planeja e executa inquéritos policiais colocando em prática a legislação vigente. O evento termina domingo.

 

ASSUNTO: Violência na escola

VEÍCULO: Diário Catarinense

Jovem vai para o hospital após confusão

MÃE DO ADOLESCENTE de 17 anos afirma que o filho é vítima de bullying e que escola foi negligente frente à suposta agressão física que teria terminado com o rapaz sendo submetido a cirurgia. Colégio de Palhoça discorda das acusações

A mãe não consegue segurar as lágrimas ao falar do filho, que se recupera em um quarto do Hospital Regional de São José. Na última sexta-feira pela manhã, o garoto de 17 anos levou um tombo na entrada para a aula, nas dependências do Centro de Atenção Integral à Criança e ao Adolescente de Palhoça.
A mãe conta que colegas de escola, que estariam perseguindo o jovem com brincadeiras e provocações há bastante tempo, teriam preparado uma armadilha. Enquanto um se inclinou atrás do adolescente, fazendo uma cama de gato, outro o empurrou com força. O rapaz de 1,96 metro caiu de costas, batendo a cabeça.
– Cheguei no colégio e vi meu filho atordoado, com um corte na cabeça, sem saber que tipo de livros segurava nas mãos – diz a mãe, que não quis ser identificada.
Levado ao hospital, o jovem recebeu um curativo, uma receita e foi liberado. Voltou no domingo, com dores mais fortes. O diagnóstico indicava cálculo renal e o rapaz foi internado. Sem melhora, foi submetido a uma ressonância na quarta-feira, quando foi descoberta a apendicite. Ele passou por a uma cirurgia de emergência. Segundo o diretor do hospital, Ademar Carpes, o paciente não apresentava um quadro típico de apendicite até quarta-feira.

Boletim sobre o caso registrado na polícia

A mãe tem certeza de que o filho está em uma cama de hospital por ser vítima de bullying. Ainda na sexta-feira ela registrou um boletim de ocorrência na Polícia Civil sobre o fato, considerando que a escola foi negligente.
– Desde os 12 anos que meu filho é perseguido. Um dos meninos do grupo que o agrediu na sexta-feira já tinha perfurado seu braço gratuitamente este ano – afirmou a mãe.
A diretora do Centro de Atenção Integral à Criança e ao Adolescente de Palhoça, Diocléia dos Santos Reus, diz que a escola fez tudo o que podia.
– Prestamos os primeiros socorros, acionamos o Samu, chamamos os pais dos estudantes envolvidos e avisamos o Conselho Tutelar. O caso foi encaminhado ainda para avaliação da Secretaria Municipal de Educação – disse a diretora, que nega ter havido um caso de bullying.
– Eles são amigos, sempre andam juntos. Foi um acidente, fruto de uma brincadeira de mau gosto – falou, por telefone.
Os pais dos quatro alunos envolvidos na ocorrência policial não foram encontrados pela reportagem para falar sobre o caso.

INCLUSÃO NO CÓDIGO PENAL
Tramita no Congresso projeto de lei que inclui o bullying no Código Penal. A proposta foi aprovada na Comissão de Segurança Pública e Combate ao Crime Organizado em 2013, mas depende de outras duas comissões antes de ir a plenário. Pela proposta, o crime consiste em intimidar, constranger, ofender, castigar, ridicularizar ou expor alguém, entre pares, a sofrimento físico ou moral, de forma reiterada. A pena prevista é de detenção de um a três anos e multa. Se ocorrer em escola, a pena será aumentada em 50%.

 

ASSUNTO: Armas químicas

VEÍCULO: Diário Catarinense

Fica para 2015 fim das armas químicas sírias

As operações para destruir as últimas instalações de produção de armas químicas na Síria começarão este mês e serão concluídas em 2015, informou ontem um alto funcionário do Conselho de Segurança das Nações Unidas. A diplomata holandesa Sigrid Kaag, que lidera a missão da ONU encarregada de destruir o arsenal químico sírio, disse aos 15 membros do Conselho que 13 unidades de produção serão desmanteladas.
– Os preparativos para começar a destruição das 12 unidades de produção restantes, sete hangares e cinco túneis deverão ter início, o mais tardar, este mês, com conclusão prevista para o verão (boreal) de 2015 – explicou o embaixador australiano Gary Quinlan.
Outra unidade de produção de armas químicas também será destruída, disse o diplomata, sem dar detalhes. Após ataque com gás sarin em agosto de 2013, nos arredores de Damasco, denunciado por grande parte da comunidade internacional, que acusou o regime de Bashar al-Assad, e de ameaças de ataque por parte de Washington, o governo sírio aceitou desmantelar seu arsenal.
O embaixador sírio na ONU, Bachar Jaafari, confirmou a jornalistas que a destruição começará “este mês, esta semana”.
Também ontem, a coalizão internacional liderada pelos EUA bombardeou várias posições da Frente Al-Nosra, braço da Al-Qaeda, na região noroeste da Síria.

 

ASSUNTO: Inteligência Militar

VEÍCULO: Portal do CBMSC

INTELIGÊNCIA MILITAR CIBERNÉTICA: OFICIAL BM PUBLICA TRABALHO SOBRE O TEMA

     

 

Em uma época de crescimento do uso da internet, que hoje desempenha papel essencial nos ambientes de segurança, a defesa cibernética é uma preocupação. Com este tema o Major BM Marco Aurélio Gonçalves elaborou, junto a dois colegas de turma do Curso de Inteligência, um artigo sobre o tema, publicado na Revista Lucerna, comemorativa aos 20 anos de criação da EsIMEx – Escola de Inteligência Militar do Exército.

ASSUNTO: 3° BBM

VEÍCULO: Portal do CBMSC

LANÇADA CAMPANHA DE PREVENÇÃO A AFOGAMENTOS E INCÊNDIOS FLORESTAIS

     

 

O 3º Batalhão de Bombeiros Militar, com sede em Blumenau, iniciou nesta semana a divulgação de duas importantes campanhas, contendo dicas de prevenção para evitar a ocorrência de incêndios florestais e de afogamentos.

O período compreendido entre os meses de novembro e fevereiro é considerado o mais crítico na região do Vale do Itajaí quando o assunto é incêndios florestais, sobretudo em razão das altas temperaturas. Daí a importância da campanha com este tema, que visa, principalmente, conscientizar a população acerca das condutas que devem ser evitadas, bem como dos perigos associados a esse tipo de evento. Foi desenvolvida uma cartilha sobre o assunto, que tem sido amplamente divulgada nos mais variados órgãos de imprensa e nas redes sociais.

Com relação aos riscos de afogamentos, a campanha com o tema destina-se, em especial, às crianças e aos adolescentes que residem nos municípios da região ou que os frequentam durante os meses que compõem o verão. O objetivo é fornecer dicas valiosas de como proceder no meio aquático, a fim de evitar eventuais tragédias. Para tanto, foi desenvolvido um cartaz, cujo conteúdo tem sido repassado aos alunos das escolas públicas e particulares, além das diversas entrevistas que têm sido concedidas pelos Bombeiros Militares do 3º BBM às emissoras do rádio e da televisão.