Área do associado

Área do associado

Clipagem do dia 6 de novembro

6.11.2014

PRINCIPAIS NOTÍCIAS DO DIA 6 DE NOVEMBRO

 

COLUNISTA HÉLIO COSTA – Notícias do Dia

Segurança

A operação Brasil Integrado, Bravo Cidadão, que reúne as forças estaduais e federais, deflagrada no dia 28 de setembro, devido à quarta onda de ataques criminosos no Estado, continua com as 11 barreiras fixas nas divisas com Paraná e Rio Grande do Sul, e na fronteira com a Argentina. A quantidade de drogas retirada de circulação ultrapassa uma tonelada e o número de pessoas detidas é de 262. A operação continua sem prazo final para o término.

 

ASSUNTO: Morte de policial

VEÍCULO: ClicRBS

Policial morre após ser atingido por quatro tiros em estabelecimento comercial na zona Sul de Joinville

Suspeito que atirou acabou sendo morto por outro policial quando tentava fugir

A rua Agulhas Negras, no bairro Jarivatuba, na zona Sul de Joinville, ficou tomada por viaturas e policiais militares na noite desta quarta-feira. Os amigos de farda tentavam entender como o PM Sirlano Pires foi morto com quatro tiros em frente a um estabelecimento comercial do bairro. 
Sirlano que atuava na Companhia de Patrulhamento Tático, chegou a ser socorrido com vida, mas não resistiu aos graves ferimentos e morreu no Hospital São José. 
A loja de presentes onde aconteceu o crime era de Sirlano e do cunhado dele que também foi atingido com um tiro no braço, porém não corre risco de morte. As primeiras informações dão conta de que o homem que atirou tentava roubar um carro estacionado na frente da loja.
Moradores disseram que ouviram vários disparos de arma de fogo, mas que não presenciaram o crime. 
— Passou uma pessoa correndo perto de casa quando ouvi os tiros. Na hora fiquei paralisada — comentou uma moradora de 35 anos.  
O suspeito também acabou sendo morto por outro policial quando tentava fugir. Segundo a PM, o policial passava pelo local quando percebeu que o homem em fuga estava armado. 
O suspeito teria reagido à abordagem. Até a noite desta quarta-feira, o suspeito não havia sido identificado. Ele foi morto a poucos metros da loja. Em princípio, o policial que atirou no suspeito até então não sabia que outro PM havia sido baleado.