Área do associado

Área do associado

Clipagem do dia 28 de fevereiro

28.2.2014

PRINCIPAIS NOTÍCIAS DE 28.02.2014

 

COLUNISTA RAFAEL MARTINI

Farra nas redes sociais

Um comentário postado pelo prefeito de Governador Celso Ramos, Juliano Duarte Campos, na sua página do Facebook foi o estopim para a mais nova polêmica sobre a farra do boi. Durante reunião no comando da PM para definir o combate à prática, muito comum no município, ele tascou: Enquanto estamos aqui discutindo o assunto, várias vidas estão sendo tiradas nas ruas por falta de policiais. Isso sim dá raiva.
Foi o que bastou para indignar as ONGs de defesa dos animais e até a Polícia Militar. Várias manifestações sugerem que Juliano estaria jogando para a torcida, defendendo a tradição.

A Coordenadoria de Operações Policiais Especiais (Cope) da PC acaba de incorporar este pastor-belga malinois à equipe. Batizado de Lobinho, está em fase de capacitação para atividades antibombas. Na foto, o número dois da unidade, o delegado gente boa Eduardo Senna exibe todo orgulhoso o mais novo companheiro.

 

COLUNISTA CACAU MENEZES – Diário Catarinense

Sem dinheiro

Atazanados com tantos assaltos, donos de postos de combustível acabarão fazendo igual àquela agência bancária de Luiz Alves, que não aceita mais mexer com dinheiro. Irão funcionar apenas com pagamentos em cartão.
Vejam só a que ponto chegamos.

 

ASSUNTO: CRECHE FAZ ALERTA

VEÍCULO: Diário Catarinense

Mãe denuncia tentativa de sequestro: Mulher teria descido de passat vinho e tentado pegar menino do colo da mãe na frente de núcleo infantil no Sul da Ilha

A Polícia Civil investiga o caso de uma mãe que quase teve o filho sequestrado em frente à creche da criança, em Florianópolis. A tentativa ocorreu terça-feira, dia 25. A mãe registrou a ocorrência e a direção da creche enviou bilhete aos pais de alunos e solicitou rondas à Guarda Municipal. A Polícia Militar também está no caso.
Eram cerca de 8h quando a mãe caminhava com o filho em direção à Creche Caetana Marcelina Dias, na Rodovia Baldicero Filomeno, no Ribeirão da Ilha. Um passat vinho parou e uma mulher de cabelos pretos e jovem desceu do carro e pediu para segurar o menino de menos de três anos. Outra pessoa dirigia.
Esta é a versão que a mãe contou ao DC, ontem. Sua identidade não foi revelada para segurança da família.
– Eu não deixei ela segurar meu filho e ela tentou arrancar ele do meu colo. Registrei boletim de ocorrência. Essa noite nem dormi. E hoje não levei meu filho à creche – contou, abalada.
Funcionários da creche não puderam dar entrevista. Disseram que só a diretora pode falar. Ela está fora durante a semana. Na porta da creche, motoristas de transporte escolar disseram que a direção os orientou para redobrar o cuidado com as crianças.
Os pais receberam na quarta-feira um bilhete da direção colado na agenda dos filhos. No bilhete, a diretora pede que “impreterivelmente as crianças sejam acompanhadas tanto na chegada quanto na saída da creche por um adulto autorizado perante a instituição”.
O clima é de cuidado entre as mães. Na saída da aula ontem, por volta das 18h, uma viatura da PM fez ronda no local. O movimento não era intenso.
– Os pais estão buscando os filhos cedo. Fiquei apavorada quando soube – contou a mãe de um menino de dois anos e três meses.
Na 2a DP do Saco dos Limões, um policial foi designado para investigar a ocorrência. Imagens de câmera de segurança foram solicitadas à PM.

 

ASSUNTO: Segurança no Oeste

VEÍCULO: Diário Catarinense

13 DIAS SEM HOMICÍDIOS: Operação deteve 29 envolvidos em crimes

O primeiro balanço da Operação Torniquete, que desde segunda-feira reúne policiais civis, militares e rodoviários numa ação para conter a violência em Chapecó, foi divulgado ontem. Em quatro dias, foram detidas 21 pessoas e apreendidos oito adolescentes. A cidade não registra homicídios há 13 dias.

 

ASSUNTO: Segurança no Carnaval

VEÍCULO: Portal da PMSC

PM divulga estratégias de segurança para Operação Alegria

Com o objetivo de proteger o patrimônio e as pessoas que participarão do Carnaval, a Polícia Militar desenvolverá do dia 28 de fevereiro ao dia 5 de março a Operação Alegria, a qual terá abrangência em todo o território catarinense.Além dos eventos relacionados às festividades carnavalescas, as unidades operacionais envolvidas na Operação Veraneio 2013/2014 continuarão desenvolvendo as ações previamente determinadas até o término da temporada. Por esse motivo, na tarde de hoje, o comandante-geral, coronel Nazareno Marcineiro, juntamente com o subcomandante-geral, Valdemir Cabral, o chefe de Estado maior-geral, João Schorne de Amorim e demais oficiais representantes de batalhões e unidades especializadas como Choque, Bope, Canil, Cavalaria, Batalhão Aéreo de Polícia Militar (BAPM), Polícia Militar Ambiental (BPMA) e Polícia Militar Rodoviária Estadual (BPMRv) reuniram-se no Quartel do Comando-Geral para a reunião estratégica da Operação Alegria.

A prioridade da PM durante o feriado são as ações que visam a coerção do porte ilegal de arma, posse e comércio de drogas bem como a venda de bebidas alcoólicas em desacordo com a legislação.Além dos batalhões de área, estarão envolvidas na operação as unidades operacionais do Bope, Choque, Polícia Militar Rodoviária Estadual, Cavalaria, Canil e Polícia Militar Ambiental e Batalhão Aéreo. Os alunos sargentos e alunos soldados também serão empregados na operação.

A Polícia Militar salienta aos foliões que tomem cuidado ao dirigir, tendo em vista que as últimas estatísticas comprovam que o maior número de mortes nesse período é causado por acidentes de trânsito. Além de cuidados redobrados na hora de dirigir, a PM salienta que o condutor que for flagrado no cometimento da infração de embriaguez ainda estará passível à multa de R$1.915,40, recolhimento da habilitação, suspensão do direito de dirigir por doze meses, além da retenção do veículo até a apresentação de um condutor habilitado.

Para assegurar a segurança da população, a PM salienta as dicas abaixo:

1. Leve apenas um documento original com foto e sua carteira do convênio médico caso possua.
2. Deixe talões de cheques e cartões de crédito em casa, leve apenas o dinheiro que pretende gastar.
3. Se alguém se sentir mal perto de você chame um policial.
4. Se levar seus filhos com você esteja atento para não os perder de vista, identifique-os com pulseiras ou crachás contendo seu nome, e o seu telefone.
5. Se encontrar uma criança perdida chame um policial.
6. Se beber, não dirija.
7. Estacione seu veículo em locais movimentados e iluminados. 
8. Não utilize relógios, anéis, brincos, pulseiras ou correntes de ouro; deixe suas jóias em casa.