Área do associado

Área do associado

Clipagem do dia 25 de novembro

25.11.2014

PRINCIPAIS NOTÍCIAS DO DIA 25 DE NOVEMBRO

 

COLUNISTA RAFAEL MARTINI – Diário Catarinense

Ostentação

Uma operação da Polícia Civil resultou na prisão de três estelionatários do Rio que estavam aplicando golpes em Florianópolis. O principal alvo eram lojas em shopping centers, onde compraram roupas, calçados, eletrônicos, computadores e celulares. Para a polícia, os homens, de 24, 26 e 36 anos, estavam na onda do crime ostentação, que consiste em aplicar golpes para exibir roupas e carros na balada. Numa das fotos dos telefones, aparecem festas e um deles varrendo notas de R$ 100 em tom de deboche.

 

COLUNISTA HÉLIO COSTA – Diário Catarinense

Praças promovidos

A Polícia Militar promove hoje 132 praças. Deste total, 14 passarão para subtenente por merecimento e quatro por antiguidade; 98 a 1º sargento, por merecimento; 11 a 2º sargento, por merecimento; além de mais dois por ato de bravura. No evento, que ocorre no Centro de Ensino da PM, também serão promovidos mais dois soldados e um cabo por ressarcimento de preterição – correção em benefício ao militar que fora preterido, injustamente, em promoção anterio

 

ASSUNTO: Operação Veraneio

VEÍCULO: ClicRBS

Operação Veraneio irá contar com 1,5 mil guarda-vidas em Santa Catarina

Profissionais estarão presentes em 37 cidades do Estado

O calor chegou a Santa Catarina — e com ele, os primeiros banhistas da temporada. Oficialmente o verão ainda não começou, mas guarda-vidas já estão presentes desdeoutubro em diversas praias catarinenses. A previsão é que a partir de 20 de dezembro, na alta temporada, cerca de 1,5 mil homens atuem para garantir a segurança dos que aproveitam as águas catarinenses.
Fatores de risco 
Na alta temporada, o contingente estará dividido em 37 cidades e 157 praias, balneários e estâncias. A praia dos Ingleses, em Florianópolis, contará com o maior número de profissionais, 30 diariamente. Em seguida vem Navegantes, com 29. 
Praia Brava de Itajaí, Meia Praia, em Itapema e Rincão, em Balneário Rincão,no Sul de SC contarão com 26 cada. A praia Central de Balneário Camboriúaparece em seguida, com 25 guarda-vidas por dia.
 O coronel Onir Mocellin, coordenador do serviço de salvamento aquático de SC e comandante da 1ª região de Bombeiro Militar de SC, explica que diversos fatores influenciam na quantidade de guarda-vidas em um local. Alguns exemplos são: a altura da onda, a presença de corrente de retorno, concentração de banhistas e o histórico de acidentes. 
— A praia da Lagoinha do Leste, em Florianópolis, apesar de perigosa, não tem guarda-vidas, pois é muito pouco frequentada. Se tivesse uma igual no Centro, seria considerada de risco extremo. Já a praia dos Ingleses é mais tranquila, mas o alto número de banhistas ali resulta em muitos acidentes —, diz Mocellin.
Perigo em água doce
Se engana quem pensa que guarda-vidas são exclusividade do litoral. Rios, lagos e represas também representam grande perigo para os banhistas. De acordo com informações dos bombeiros, 34 pessoas morreram afogadas em água doce e 35 em água salgada na temporada de 2013/2014, em Santa Catarina. Segundo o coronel Mocellin, o número de mortes é alto pois muitas vezes os moradores do interior não sabem nadar e mergulham em lugares profundos.
Lages, Chapecó e Curitibanos estão entre as cidades que contarão com guarda-vidas durante o verão.
Operação Veraneio
A Operação Veraneio é feita em conjunto com diversos órgãos — Bombeiros, Secretaria de Segurança Pública, Polícia Militar, Polícia Civil, Casan, Celesc, entre outros. A abertura oficial da temporada será na primeira semana de dezembro, mas o trabalho dos guarda-vidas começou ainda em outubro. 
O coronel Onir Mocellin conta que aos poucos anteciparam o início da operação em alguns balneários catarinenses, pois perceberam que muitos afogamentos aconteciam durante a primavera — quando começa a esquentar no Estado. 
— Em algumas praias, inclusive, temos a presença de guarda-vidas o ano todo, como é o caso da Joaquina, em Florianópolis, e da praia Central de Balneário Camboriú — diz Mocellin.
Números da operação
Até o fim de novembro, cerca de 200 guarda-vidas estarão espalhados pelo Estado durante a semana e nos fins de semana o número sobre para 300. Na metade de dezembro, serão 700 durante a semana e 800 nos fins de semana. 
De 20 de dezembro até o fim de fevereiro é considerada a alta temporada. Neste período, 1,5 mil guarda-vidas se dividirão em escalas de dois dias de trabalho e um de folga — resultando em 1 mil profissionais atuando diariamente em todo Estado.

 

ASSUNTO: Artigo

VEÍCULO: Notícias do Dia

Armas, segurança ou risco? Por Sandro Azevedo - Advogado

O Estatuto do Desarmamento parece estar com os dias contados em nosso país, tendo em vista que a violência cotidiana está sufocando a sociedade, enquanto o governo nas suas mais variadas esferas não consegue agir de forma efetiva na fiscalização/controle de armas que circulam dentro do território brasileiro, permitindo que marginais promovam o terror.

O Brasil é um país onde se criam muitas leis, mas que proporcionalmente não são eficazes e eficientes na prática. Inúmeros fatores, dentre eles a corrupção, favorecem a inaplicabilidade e consequentemente não proporcionam benefícios ao cidadão. Os bilhões de reais desviados rotineiramente poderiam ser investidos em segurança, na melhoria dos salários das forças policiais, em equipamentos, enfim, num leque de situações que contribuíssem no combate à criminalidade.

Por outro lado, o fato de as pessoas possuírem armas em casa não necessariamente garante a segurança do portador. Pode, inclusive, levar a tragédias familiares, pois apesar da vigência do Estatuto do Desarmamento não são raros os casos de crianças/adolescentes baleadas ao manusearem armas dentro da residência ou em colégios.

A educação é outro fator preponderante para diminuição da violência, mas que da mesma forma carece de investimentos. Buscando alterar este quadro de insegurança, tramita na Câmara Federal o projeto de lei nº 3722/12, que visa a diminuir as restrições aos cidadãos civis na aquisição e porte de armas de fogo, mantendo-se alguns requisitos para tanto. O fato é que o Estatuto de Desarmamento, assim como o referendo que foi rejeitado pela população em 2005, parecem ter se transformado num verdadeiro tiro no pé do governo federal, que não consegue oferecer segurança à população, que se vê acuada e prisioneira mesmo estando livre.

O que resta saber é se com a iminente aprovação do projeto de lei teremos um recuo na violência ou se nossas cidades serão transformadas em praças de guerras civis como acontecem em vários países pelo mundo. A única certeza é que algo precisa ser feito - e que este seja o primeiro passo - para inibir as ações destes marginais que agem como se estivessem no “velho oeste”. Porém somente o futuro poderá comprovar se as armas realmente são a solução da segurança/sensação de insegurança ou se apenas representam mais riscos.

 

ASSUNTO: Morte de adolescente

VEÍCULO: Notícias do Dia

Polícia ouvirá pai da vítima

O mecânico André Luís da Silva, 47 anos, suspeito de matar a sobrinha Jessica Maiara Meireles Garcia, 17, está na galeria C do presídio de Florianópolis, conhecida entre os presos como “galeria do seguro”. O delegado Luiz Felipe Rosado ainda não ouviu o pai da menina, o metalúrgico Valdecir Alves Garcia, 47 anos. Com o depoimento de Garcia e o resultado do laudo feito pelo IGP (Instituto Geral de Perícia) de conjunção carnal, que vai apontar se ela sofreu violência sexual e exames complementares que vão acusar as circunstâncias da morte – o delegado conclui o inquérito policial.

André é acusado de matar a garota no dia 14 de novembro e foi preso uma semana depois, quando levou a polícia nos altos de Forquilhas, em São José, local em que enterrou o corpo dentro de sacos plásticos. “Desde que chegou, na sextafeira, ele continua cabisbaixo, com semblante de arrependimento, como todos que entram aqui. Eles ficam assim até uns seis meses, depois o semblante volta ao normal”, observa o diretor do presídio Euclides Silva.

Segundo Silva, André está confinado com mais 50 detentos, que praticaram crimes contra mulheres e crianças, que aguardam julgamento. O diretor disse ainda que a galeria C é o único local na Grande Florianópolis que abriga suspeitos de praticar crimes desta natureza. Durante o interrogatório na Deic (Diretoria Estadual de Investigações Criminais), o suspeito se manteve calado. Orientado pelo advogado, ele somente vai se manifestar em juízo.

 

ASSUNTO: Promoção de Oficiais

VEÍCULO: Portal da PMSC

CPO divulga relação dos oficiais a serem promovidos

Na tarde de hoje, dia 24, a Comissão de Promoção de Oficiais (CPO) divulgou a relação dos oficiais a serem promovidos a partir de amanhã, dia 25 de novembro.Na capital, a solenidade será realziada às 10h de amanhã, no Centro de Ensino da PM.

Segue a nota na íntegra:

É com imensa satisfação que os Excelentíssimos Senhores Governador do Estado, o Secretário de Estado da Segurança Pública, o Comando-Geral e os Membros da CPOPM cumprimentam os Senhores Oficiais PM a seguir relacionados, os quais serão promovidos ao Posto imediato, desejando a todos felicidades e sucesso.
A Coronel QOPM Requerida
Ten Cel PM Mat 910160-8 MARCO ANTÔNIO OTÁVIO
A Tenente-Coronel QOPM por Merecimento
Maj PM Mat 916901-6 ANDRÉIA KARLA ERN
Maj PM Mat 917403-6 LUCIMAR SAVARIS

A Tenente-Coronel Dentista por Merecimento (a contar de 11/08/2014)
Maj Den PM Mat 919402-9 AUGUSTO CÉSAR RODRIGUES COUTINHO
A Major QOPM por Merecimento 
Cap PM Mat 925299-1 DHIOGO CIDRAL DE LIMA
Cap PM Mat 925303-3 JADER PERON SCHLICHTING
A Major Dentista por Merecimento 
Cap Den PM Mat 919409-6 JOSÉ ROBERTO LUDWIG
A Capitão QOPM por Merecimento
1º Ten PM Mat 927284-4 CARLOS AUGUSTO SELL JÚNIOR
1º Ten PM Mat 925861-2 MÁRIO LUIZ SILVA
1º Ten PM Mat 347625-1 JOSIAS MACHADO SEVERINO
1º Ten PM Mat 927295-0 MATEUS FORNASARI SZPOGANICZ
1º Ten PM Mat 925856-6 ALBERTO CARDOSO CICHELLA
1º Ten PM Mat 926183-4 ALCIONES PULGA
1º Ten PM Mat 927299-2 PEDRO CARLOS MACHADO JÚNIOR
1º Ten PM Mat 927254-2 MAURO ALMIR MARZAROTO JÚNIOR
1º Ten PM Mat 927289-5 JOANIR RICARDO PEREIRA DOS SANTOS
1º Ten PM Mat 927285-2 ALLEX GONÇALVES MODOLON
1º Ten PM Mat 927280-1 RICARDO DE JESUS MACHADO
1º Ten PM Mat 925286-0 CREMILSON NICÉLIO VELOSO
1º Ten PM Mat 927286-0 RAFAEL BATISTA DOS SANTOS
1º Ten PM Mat 927300-0 FELIPE COSTA
1º Ten PM Mat 927279-8 RAFAEL CARLOS DUTRA
1º Ten PM Mat 927292-5 CLARISSA DIAS SOARES
1º Ten PM Mat 924008-0 MÁRCIO JEAN RICARDO
1º Ten PM Mat 922637-0 LUIZ PAULO FERNANDES
1º Ten PM Mat 927281-0 JONATAS DAVI DE SOUZA
1º Ten PM Mat 927283-6 RAFAEL MATEUS
1º Ten PM Mat 927287-9 RAFAEL ANTÔNIO DA SILVA
A Capitão QOPM por Antiguidade
1º Ten PM Mat 927293-3 ELISA GARCIA TORRES TOSSULINO
1º Ten PM Mat 927294-1 GABRIEL CAMARGO TOSSULINO
1º Ten PM Mat 927291-7 CIRO ADRIANO DA SILVA
1º Ten PM Mat 927296-8 DANIEL SCREPANTI BORGES MONTEIRO
1º Ten PM Mat 927290-9 MARCELO SCREPANTI BORGES MONTEIRO
1º Ten PM Mat 927288-7 NYCIA FRANCIELLE CURCINO NETO
1º Ten PM Mat 927298-4 GIOVANI SANTOS CONSTANZA

 

ASSUNTO: Formatura

VEÍCULO: Portal do CBMSC

FORMATURA NO CEBM TEM HOMENAGENS A BOMBEIROS MILITARES E CAMPANHA SOLIDÁRIA

     

 

A formatura semanal do Centro de Ensino Bombeiro Militar (CEBM) foi especial na segunda semana de novembro. Na oportunidade o Coronel BM Onir Moccelin, Comandante da Primeira Região Bombeiro Militar, foi homenageado pelos serviços prestados enquanto Diretor de Ensino e pelas melhorias implementadas no exercício desta função. Na mesma ocasião o Subtenente BM Aldinei Gonçalves e o 3° Sargento BM Vilson Roberto Barbosa foram agraciados com um mimo em razão da passagem para a Reserva Remunerada e por sua dedicação e trabalho no CEBM.

Frutos de uma campanha realizada no CEBM, que torna possível trocá-los por cadeiras de rodas, foram entregues também mais de 61 mil lacres de latas de refrigerantes.  Quem os recebeu foi a menina Raquel Zoz Bieger, de 13 anos, que cursa o 8° ano do ensino fundamental no colégio Tradição, por ter sido a fonte de inspiração para essa casa de ensino iniciar o projeto, e para Bernardo Benomino da Silva, Capitão da Reserva Remunerada da Polícia Milirar, com três anos de bombeiro, representando também o colégio.