Área do associado

Área do associado

Clipagem do dia 23 de outubro

23.10.2014

PRINCIPAIS NOTÍCIAS DO DIA 23 DE OUTUBRO

 

COLUNISTA RAFAEL MARTINI – Diário Catarinense

GUERRA SEM FIM

As forças de segurança seguem em alerta. Já sabem que o recente atentado contra ônibus em Florianópolis foi uma resposta do tráfico à morte de um jovem em recente confronto com a PM e que vem mais por aí.

 

COLUNISTA HÉLIO COSTA – Notícias do Dia

Mulher policial

Ela ganhará seu dia no calendário catarinense. A Comissão de Constituição e Justiça da Assembleia Legislativa aprovou o projeto de lei que visa à criação do Dia Estadual da Mulher Policial Civil. A data escolhida para a celebração anual é o segundo sábado do mês de setembro. O relator do projeto, deputado Aldo Schneider, lembrou que a iniciativa contempla 1.094 profissionais da instituição, o equivalente a 31,61% do quadro total de pessoal da Polícia Civil.

 

ASSUNTO: Eleições 2014

VEÍCULO: Diário Catarinense

Estado pode pedir reforço na segurança se avaliar que é preciso

Vale para o segundo turno a resolução do Tribunal Superior Eleitoral (TSE), dada em outubro, para que forças federais possam reforçar o esquema de segurança em Santa Catarina – o Estado estava em meio a ataques a ônibus e instalações policiais. Três atentado voltaram a ocorrer nessa semana, mas o TRE-SC disse, por meio de sua assessoria, que não deve solicitar o reforço, assim como não solicitou no primeiro turno, apesar da aprovação.
A requisição de tropas das forças armadas no período eleitoral tem como finalidade antecipar e impedir eventuais atos criminosos que possam comprometer a ordem das eleições e o livre exercício do direito de voto. Elas podem atuar apenas para o dia do pleito e se trata de medida excepcional, necessária quando demonstrada a impossibilidade de o Estado garantir a segurança da votação e apuração dos resultados
Apuração a partir das 20h no domingo
A divulgação do resultado das eleições para presidente da República no segundo turno só começará a partir das 20h, pelo horário de Brasília. Isso porque, com a adoção do horário de verão, o estado do Acre ficará com três horas a menos de fuso horário em relação à Capital do país.
Já os resultados do segundo turno para governador nos 13 estados e no DF começarão a ser divulgados logo após o término da votação em cada estado (17h, pelo horário local).

 

ASSUNTO: ONDA DE ATENTADOS

VEÍCULO: Diário Catarinense

Polícia indicia 80 envolvidos

Polícia Civil conclui o inquérito que apura a última série de ações terroristas no Estado

A Diretoria Estadual de Investigações Criminais (Deic) indiciou 80 pessoas pela onda de atentados a ônibus, bases policiais e servidores da segurança ocorridos entre setembro e outubro deste ano, em Santa Catarina. Os detalhes da investigação, presidida pelo delegado da Divisão de Repressão ao Crime Organizado (Draco), Procópio Batista da Silveira Neto, serão divulgados hoje à tarde, em uma entrevista coletiva em Florianópolis, dia em que a polícia enviará o inquérito policial à Justiça. Não foram revelados nomes dos envolvidos nem os crimes pelos quais houve os indiciamentos.
Os mandantes da violência estão dentro e fora do sistema prisional. A investigação teve como foco, mais uma vez, a atuação da facção criminosa Primeiro Grupo Catarinense (PGC), cujos líderes estão em presídios federais.
A onda de violência ocorre desde o dia 26 de setembro. Já foram registrados 113 ataques, sendo 43 ônibus incendiados. O último coletivo alvo dos criminosos foi um ônibus da empresa Transol, queimado por dois homens na noite de terça-feira, no bairro Saco Grande, em Florianópolis.
Reação do crime ao combate ao tráfico
A tenente-coronel Claudete Lehmkuhl, chefe de Comunicação da PM, afirmou que o incêndio em Florianópolis pode ter sido reação à ação policial de sexta-feira, no mesmo bairro, quando foram apreendidos 400 quilos de maconha e um suspeito morreu.
– Em nenhum momento tratamos como se a crise tivesse terminado. As ações continuam e não desmobilizamos nenhuma estrutura – afirmou Claudete.
Ela acredita que os outros dois incêndios a carros, em Florianópolis e em Penha, por volta de 23h de terça-feira, foram causados por “efeito midiático”. Criminosos podem ter sido estimulados pela notícia do incêndio a ônibus e motivados a cometer novos ataques.
O secretário da Segurança Pública, César Grubba, voltou a afirmar que os atentados são uma reação ao trabalho das polícias.
– Foi uma reação do crime ao trabalho incessante das forças policiais de combate ao tráfico de drogas. No mesmo local onde ocorreram duas das três ocorrências registradas (bairro Saco Grande), a PM apreendeu mais de 400 quilos de maconha e um traficante foi morto em confronto com a polícia. Estamos pressionando os criminosos, estamos apertando – disse.
De acordo com Grubba, de 26 de setembro até ontem foram mais de três toneladas de drogas apreendidas, 2,9 mil armas recolhidas e mais de 200 criminosos identificados, sendo que cem deles já foram condenados e atualmente cumprem penas no sistema prisional.

 

ASSUNTO: TROPA DE ELITE

VEÍCULO: Diário Catarinense

Curso do Bope termina com 15 policiais em SC

Quinze policiais sobreviveram ao rigoroso curso do Batalhão de Operações Policiais Especiais (Bope). Eles participarão da solenidade de formatura amanhã, às 10h, em São José, e passam a integrar o pelotão de elite da Polícia Militar.
Foram três meses de intenso treinamento que associa resistência e força psicológica. No total, 120 policiais se inscreveram. Destes, 35 passaram nos testes físicos e começaram o curso.
Os 15 PMs que venceram todas as etapas e chegaram ao final serão considerados agora policiais caveiras, o símbolo do batalhão. Doze deles atuam na PM de Santa Catarina, sendo dois oficiais (capitão e tenente) e 10 praças. Outros três policiais são do Piauí, Rondônia e Mato Grosso.

 

ASSUNTO: TENSÃO NO CANADÁ

VEÍCULO: Diário Catarinense

Tiroteio no parlamento deixa dois mortos

Ataque começou em um monumento de guerra próximo ao centro da capital do país, Ottawa, e seguiu dentro da casa legislativa, onde estava o primeiro-ministro. Um suspeito e um soldado canadense foram mortos no episódio

Um tiroteio dentro e nas imediações do parlamento canadense ontem, na capital Ottawa, deixou o país em estado de alerta. Um soldado e um suspeito foram mortos.
O incidente teve início no Memorial Nacional de Guerra, onde um soldado foi morto por um atirador. Depois, dentro do parlamento, testemunhas relataram ter ouvido pelo menos 30 tiros. Um suspeito foi morto. Ele foi identificado como Michael Zehef-Bibeau, um homem de cerca de 30 anos conhecido das autoridades canadenses como sendo de alto risco, segundo o jornal canadense The Globe and Mail, citando fontes federais. As autoridades não informaram se ele agiu sozinho. Ainda segundo o jornal, o guarda foi identificado como Nathan Cirillo.
Inicialmente, foram noticiados também disparos em uma área perto do shopping Rideau Centre, próximo ao local, mas a polícia de Ottawa desmentiu esta informação. Um hospital da cidade relatou ter recebido quatro pacientes, dos quais três estão estáveis e um tem ferimento grave.
O primeiro-ministro canadense, Stephen Harper, estava em uma reunião no parlamento quando o tiroteio começou, mas deixou o local em segurança. As bases militares do Canadá foram fechadas.
Uma fonte do governo americano afirmou à rede de tv CNN que até agora não há indício de que os atiradores tenham ligações com grupos extremistas islâmicos, ressaltando que as investigações ainda estão em fase inicial. Na terça-feira, um suposto radical islâmico atropelou, com um carro, dois policiais em Quebec, matando um deles. Depois, foi perseguido pela polícia e morto.
Ainda na terça-feira, o Canadá elevou o nível de ameaça terrorista com o aumento na atividade de facções radicais como o Estado Islâmico e a Al-Qaeda, segundo uma autoridade. O país integra uma coalizão de países liderada pelos EUA, que realiza ataques aéreos contra o Estado Islâmico, na Síria e no Iraque.

 

ASSUNTO: Formatura

VEÍCULO: Portal da PMSC

PM realiza formatura do Curso de Especialização em Atividade Física e Qualidade de Vida

A tarde da última quinta-feira (16) foi marcada pela formatura do Curso de Especialização em Atividade Física e Qualidade de Vida, que ocorreu no teatro Governador Pedro Ivo, no Centro Administrativo do Estado de Santa Catarina, em Florianópolis.

A cerimônia contou com a presença do comandante-geral da Polícia Militar de Santa Catarina, representando o secretário de Segurança Pública, coronel Valdemir Cabral; o delegado geral da Polícia Civil, Aldo Pinheiro D'Ávila; o comandante-geral do Corpo de Bombeiros, coronel BM Marcos de Oliveira e o diretor geral do Instituto Geral de Perícias (IGP), Rodrigo Tasso, além do subcomandante-geral da PM, coronel Paulo Henrique Hemm, do chefe do Estado-Maior Geral da PM, coronel João Ricardo Busi da Silva, do diretor de Instrução e Ensino (DIE), coronel José Aroldo Schlichting, do chefe do Departamento de Educação Física e Desportos (Defid), major Julival Queiroz De Santana, além de outras autoridades, familiares e formandos.

O Curso de Especialização em Atividade Física e Qualidade de Vida é parte de um projeto de capacitação em atividade física que se desenvolve no âmbito da Secretaria de Segurança Pública do Estado, que além da Polícia Militar, beneficia a Polícia Civil, o Corpo de Bombeiro e o Instituto Geral de Perícias.

O curso com certificação em nível de Especialização Lato Sensu é uma das metas desse projeto, que tem por objetivo desenvolver um programa de condicionamento físico e capacitação de profissionais para incentivo à atividade física nas instituições que compõem essa Secretaria.

O projeto será operacionalizado com criação de cem núcleos de capacitação em atividade física em todo o Estado, no âmbito das Instituições que compõe a pasta da Segurança Pública, para isso outras metas foram estabelecidas, como a aquisição de computadores, software de treinamento e um Diagnóstico de Saúde Física dos servidores da Segurança Pública.

Ressalta-se que o programa de capacitação em atividade física é fruto de um convênio firmado entre a Secretaria Nacional de Segurança Pública (Senasp) com a Secretaria de Segurança Pública do Estado de Santa Catarina(SSP) e seu projeto concorreu com inúmeras instituições da segurança pública de todo Brasil.

 

ASSUNTO: Formação nos bombeiros

VEÍCULO: Portal do CBMSC

INSCRIÇÕES ABERTAS PARA O 1° CURSO DE GUARDA-VIDAS CIVIS NO OESTE

     
 

Com a finalidade de capacitar as pessoas da comunidade para atuarem como Guarda-Vidas, o Corpo de Bombeiros de Militar abriu edital para o Curso de Formação de Guarda-Vidas Civis em Chapecó.

O curso é gratuito e o período de inscrições será de 16 à 28 de outubro. As aulas serão ministradas no período de 31 de outubro a 14 de novembro.

Os aprovados neste curso vão atuar na modalidade de Guarda-Vidas Civis nos balneários públicos de Goio-ên e Itá, junto aos Guarda-Vidas Militares. “Poderão ainda ser empregados nos balneários particulares, que possuem grande demanda de profissionais qualificados para a temporada 2014/15”, explica o 1º Tenente BM Ilton Schpil.