Área do associado

Área do associado

Clipagem do dia 21 de janeiro

21.1.2014

PRINCIPAIS NOTÍCIAS DO DIA 21 DE JANEIRO

 

COLUNISTA RAFAEL MARTINI – Diário Catarinense 18.01

Renovação

A foto ao lado que circula na internet mostra uma rural Willys da Polícia Militar, um modelo que tanto serviu para a frota policial no Estado nos anos 1970 e até hoje é sinônimo de história entre policiais. Hoje os tempos são de Edge, Duster e outros sofisticados. Aliás, a renovação dos carros das polícias causa entusiasmo na segurança. A promessa é entregar este ano 1,7 mil novos veículos para as polícias Civil e Militar, Bombeiros, Instituto Geral de Perícias e Detran.

Túnel

Motoristas ligam ao Visor para avisar do perigo ao tráfego à noite próximo do túnel Antonieta de Barros, em Florianópolis. Isso porque pedestres, que seriam moradores de rua ou usuários de crack, circulam nas proximidades da entrada ou saída, exigindo muita atenção dos condutores.

O major Marcelo Pontes, da Polícia Militar Rodoviária, diz que o número de acidentes é pequeno no local, mas recomenda cautela, faróis ligados mesmo de dia e atenção para evitar o efeito surpresa na pista. No último sábado, um motociclista de 28 anos morreu ao entrar no túnel (sul da Ilha-Centro) e bater na mureta.

Arcanjo 2

O aniversário do Batalhão de Operações Aéreas do Corpo de Bombeiros Militar terá comemoração especial nesta segunda-feira. Vem aí o Arcanjo 2. Um avião Cessna com capacidade para seis tripulantes será incorporado. Ele foi cedido pelo Conselho Nacional de Justiça. Será utilizado em parceria com o Samu em transportes de equipes médicas para captação e transporte de órgãos, monitoramento ambiental, tropas e outras missões.

Sem defesa

Há casos na Grande Florianópolis de presos acusados de violência contra a mulher (Lei Maria da Penha) terem o pedido de defesa gratuita negado pela Defensoria Pública. O DC apurou que o motivo seria o número reduzido de defensores para a demanda (são 60 no Estado) e um critério de preferência nos atendimentos de vítimas e não acusados de crimes.

 

COLUNISTA RAFAEL MARTINI – Diário Catarinense 21.01

É preciso mobilização

Acidentes acontecem. Mas está cada vez mais constante a lentidão causada por pequenas colisões na SC-401, que liga o Centro às praias do norte da Ilha, em Florianópolis. Ao invés da comodidade e da famosa frase “não tem o que fazer”, bem que a Polícia Militar Rodoviária poderia montar um plano de ação rápida, tirando os veículos logo da via e ajudando a fluir o trânsito. Aos motoristas curiosos cabe o bom senso de deixar a cena para quem realmente tem a obrigação de cuidá-la.

Ninguém escapa

A situação é tão crítica com os engarrafamentos na SC-401 que nem o governador Raimundo Colombo escapou na tarde de ontem ao se deslocar para o Centro Administrativo. – Desculpem, ficamos trancados no trânsito – disse ao justificar o atraso na solenidade de entrega de viaturas e equipamentos para o Deap.

Risco

O acesso à Praia do Forte, em Florianópolis, está complicado. O fluxo intenso de carros causa transtornos e riscos para quem anda a pé pelo trecho. Isso porque a areia trazida pelos carros que estacionam na praia deixa a rua muito escorregadia. No domingo um carro perdeu o controle e bateu em um muro. Havia bastante gente subindo o morro a pé e saindo da praia. Alguém pode acabar atropelado.

De saída

Ada De Luca vai deixar a Secretaria da Justiça e Cidadania em abril para concorrer novamente à Assembleia. São cotados para substituí-la o secretário adjunto Sady Beck Júnior e Leandro Lima, diretor do Deap.

 

COLUNISTA CACAU MENEZES – Diário Catarinense 21.01

Maresia

Aumentam as reclamações por parte dos leitores com o consumo de maconha nas praias de Floripa. Antigamente havia os “mocós”, espaços para fumar escondido, hoje fuma-se em qualquer lugar. E para quem não gosta, só cabe reclamar. Não ao bispo, mas à imprensa.

Duplo

A nova moda agora da Polícia Rodoviária Estadual de Santa Catarina é o radar duplo. O cidadão pensa que depois de passar pelo radar pode dar aquela aceleradinha quando é surpreendido por outro radar logo à frente. Quem foi para o sul da Ilha ontem pela manhã encontrava um radar na saída do túnel e outro em seguida na passarela. Será que está sobrando efetivo na Polícia Rodoviária Estadual?

 

COLUNISTA ROBERTO AZEVEDO – Diário Catarinense 21.01

Reunião hoje na presidência da Assembleia Legislativa discute o andamento e os desdobramentos da campanha Desaparecidos, lançada em dezembro. Policiais e familiares se reunirão às 15h, na Assembleia.

 

ASSUNTO: 4 ANOS DO ARCANJO

VEÍCULO: Diário Catarinense

REFORÇO NO AR: Bombeiros contam com avião para fazer resgates

Aeronave entra em operação hoje e vai servir para transporte de órgãos e locomoção de pacientes

No mês em que comemora quatro anos, o Batalhão de Operações Aéreas (BOA) dos bombeiros de SC passa a contar com um avião de resgate, o Arcanjo 2, com capacidade para seis tripulantes e avaliado em R$ 800 mil.
O modelo Cessna 210 N será usado em parceria com o Serviço de Atendimento de Urgência (Samu) em missões como transporte de órgãos, resgate e locomação de pacientes e até atendimentos dentro da própria aeronave – principalmente pequenas cirurgias feitas por um médico e um enfermeiro incluídos na tripulação. Além disso, deverá auxiliar as equipes terrestres em situações de difícil acesso, do mesmo modo que é feito com o helicóptero Arcanjo.

Cerimônia marcada por homenagens

O aniversário do Batalhão de Operações Aéreas do Corpo de Bombeiros foi marcado também por homenagens. Duas pessoas resgatadas pelo Arcanjo simbolizaram aqueles que tiveram as vidas salvas pela equipe.
Davi Sena dos Santos, 19 anos, ainda carrega as sequelas do choque que levou no dia 14 de setembro de 2013. Durante trabalho de rotina, o jovem encostou em uma grade nas proximidades da sub-estação da Celesc, na Barra da Lagoa, em Florianópolis. Com a passagem da corrente elétrica, o rapaz teve a perna amputada e cinco paradas cardíacas consecutivas.
O piloto André Prats trabalhou naquele dia e lembra que foi preciso uma hora para reanimar Davi. Ontem, de cadeira de rodas, o jovem agradeceu o trabalho do batalhão. Outro sobrevivente homenageado ontem foi Aldomiro Machado. Em julho do ano passado, ele sofreu uma parada cardíaca enquanto jogava bola em um campo do bairro Pantanal, em Florianópolis.
Apoio ao trabalho também é reconhecido
Foram homenageados ainda autoridades, órgãos estaduais e empresas reconhecidas pelo apoio ao trabalho do BOA. Além do governador Raimundo Colombo, foram lembrados o senador Luiz Henrique da Silveira, o secretário de Segurança Pública, César Grubba, a secretária da Saúde, Tânia Eberhardt, o comandante-geral da Polícia Militar, coronel Nazareno Marcinero, o presidente da Fatma, Gean Loureiro, a empresa Helisul Táxi Aéreo, a RIC Record e o Grupo RBS, representado pelo diretor institucional e jurídico em Santa Catarina, Paulo Gallotti.

 

ASSUNTO: 4 ANOS DO ARCANJO

VEÍCULO: Notícias do Dia

Arcanjo-2 é entregue oficialmente em noite de festa e homenagens

Os quatro anos de operação do helicóptero Arcanjo em Santa Catarina foram comemorados ontem, na sede do Batalhão de Operações Aéreas, em Florianópolis, com homenagens, discursos e a entrega oficial do Arcanjo-2, um avião modelo 210 N Centurion, que começa a operar hoje. O avião complementa as operações do Arcanjo, principalmente durante a temporada de verão, quando aumenta o número de atendimentos do Corpo de Bombeiros Militar de Santa Catarina e do Samu (Serviço de Atendimento Móvel de Urgência).

Segundo o coronel Marcos de Oliveira, comandante-geral do Corpo de Bombeiros, o novo avião tem autonomia de cinco horas de voo, é um terço mais econômico que o helicóptero e pode voar períodos mais longos e com maior segurança. “Nos dois primeiros anos de operação do Arcanjo tínhamos uma aeronave alugada. Depois, nossa alegria foi conquistar a própria aeronave e agora temos a segunda. Com o Arcanjo-2, o transporte hospitalar será muito mais fácil, levando pessoas de uma cidade a outra em pouco tempo”, explica. O avião ainda será útil para casos de monitoramento ambiental, apoio à Justiça e a equipes de transplante de órgãos.

Para o governador Raimundo Colombo, o trabalho desempenhado pelo Samu e pelo Corpo de Bombeiros é fundamental para o bom atendimento à população. “Este evento reconhece as pessoas que conseguem salvar vidas diariamente. Nossa unidade aérea tem prestado um serviço de grande relevância e o Arcanjo é visto pela sociedade como um anjo protetor”, afirmou o governador. No ano passado o Corpo de Bombeiros fez 307.505 atendimentos no Estado.

Além de reconhecer integrantes do Corpo de Bombeiros e Samu, a noite foi de homenagens para Polícia Militar, governo do Estado, Assembleia Legislativa e imprensa. O presidente-executivo do Grupo RIC SC, Marcello Corrêa Petrelli, e o diretor institucional do Grupo RBS SC, Paulo Gallotti, estavam entre os homenageados da noite.

Agilidade no atendimento

Representando todas as vítimas atendidas pelo Arcanjo em 2013, Aldomiro Machado e David Sena Santos foram homenageados pelo Corpo de Bombeiros. Em 13 de julho do ano passado, Aldomiro, 65 anos, jogava futebol em um campo no bairro Pantanal quando sofreu uma parada cardiorrespiratória aos 35 minutos do primeiro tempo da partida. O amigo e bombeiro Robson Luis Silveira, que participava do jogo, fez os primeiros socorros. “Em oito minutos chegou a ambulância e cinco minutos depois chegaram os médicos do Arcanjo. No total, ele sofreu 11 paradas cardíacas”, explica Silveira.

Para Aldomiro, a presença do amigo e a agilidade do atendimento foram fundamentais para salvar sua vida. “Se não fosse ele (Silveira), eu não estava aqui hoje. Nunca esperava que isso fosse acontecer na minha vida, mas que bom que tive um ótimo atendimento. Hoje estou trabalhando e caminho cinco quilômetros por dia”, diz Aldomiro que, agora, dá mais valor à vida.

 

ASSUNTO: 4 ANOS DO ARCANJO

VEÍCULO: Portal do CBM

Nesta segunda-feira (20/01) o Corpo de Bombeiros Militar comemorou quatro anos de implantação do Batalhão de Operações Aéreas (BOA) com uma importante expansão: a entrega de uma nova aeronave. O Arcanjo-02 é um avião modelo Cessna 210 N Centurion, com capacidade para seis tripulantes, equipado com aparelhos que lhe permitem voar por instrumentos, como radar meteorológico e “stormscope” (sistema de rastreamento de raios/descargas elétricas), com um valor de mercado avaliado em R$ 800.000,00 (oitocentos mil reais). O avião foi cedido, por meio de termo de depósito, pelo Conselho Nacional de Justiça.

O Arcanjo-02 passa a integrar a frota do BOA/CBMSC, sendo operado em conjunto com o Serviço de Atendimento Médico de Urgência – SAMU da Secretaria de Estado da Saúde em missões de transporte aeromédico, transporte de equipes médicas para captação e transporte de órgãos, monitoramento ambiental, transporte de frações de tropa e equipamentos da Força-Tarefa do CBMSC e apoio a Justiça Estadual e Federal.

Na ocasião foram agraciadas personalidades e militares que contribuíram com a unidade de aviação, e entregues as Medalhas de Mérito Bombeiro Militar, Medalha Comemorativa aos 50 Anos de Salvamento Aquático e Medalha Comemorativa aos 25 anos do Serviço de Atendimento Pré-Hospitalar.


O Tenente Coronel BM João Batista Cordeiro Júnior recebeu das mãos do Governador do Estado, Raimundo Colombo, um capacete de vôo, simbolizando a assunção do comando do Arcanjo-02 e a conclusão desta etapa na carreira de um piloto militar.

Para relembrar todos aqueles que foram atendidos e transportados pelo Arcanjo-01 no ano que passou, duas pessoas em especial foram chamadas para representar a população: os senhores Aldomiro Machado e Davi Sena dos Santos. Ambos tiveram paradas cárdio-respiratórias e suas vidas foram salvas graças a intervenção de bombeiros militares que os atenderam por terra e o atendimento e transporte ágil do helicóptero.

O Comandante da unidade, Tenente Coronel BM Edupércio Pratts, ressaltou outras aplicações práticas da aeronave que passa a operar a partir desta terça-feira (22/01): “será possível transportar de maneira mais rápida também elementos da Força-Tarefa, como cães de busca e seus condutores [binômios], especialistas em deslizamentos de terra, peritos de incêndio e outros, para diversos pontos do estado”.

“Este batalhão foi idealizado e montado graças ao esforço dos oficiais e praças que acreditaram na proposta, e que há muito tempo acalentavam o sonho de ver nosso atendimento pelo ar se concretizar, esta conquista nos faz acreditar que é este um marco para a aviação desta corporação”, destacou o Comandante-Geral do CBMSC, Coronel BM Marcos de Oliveira.

O Governador do Estado, Raimundo Colombo, agradeceu o empenho das equipes de salvamento do Batalhão de Operações Aéreas, “que vem fazendo a diferença na vida de muitas pessoas. Agora há pouco presenciamos este helicóptero subindo para mais uma missão: foram atender a um acidentado com múltiplas fraturas. Assim é o dia a dia destes abnegados profissionais militares, que agora contam com mais uma ferramenta de trabalho para atender mais e melhor”, complementou.

LINK PARA FOTOS: http://www.cbm.sc.gov.br/index.php?option=com_content&view=article&id=1990:batalhao-de-operacoes-aereas-comemora-4-anos-com-nova-aeronave&catid=76:noticias-cbmsc&Itemid=117

 

ASSUNTO: DEAP

VEÍCULO: Notícias do Dia

Investimento: Viaturas e uniformes

O governador Raimundo Colombo entregou ontem, em Florianópolis, 20 viaturas especializadas para condução de detentos e 2.000 uniformes para agentes penitenciários. Foram investidos R$ 2,89 milhões na compra das viaturas, modelos Van Fiat Ducato, e R$ 682 mil na compra dos uniformes.

 

ASSUNTO: Infrações no trânsito

VEÍCULO: Diário Catarinense

DOEU NO BOLSO: Multas de trânsito custam R$ 21,6 mil aos deputados

Maioria das infrações cometidas foi por excesso de velocidade e uso de celular ao volante

Do volume de multas de trânsito que Assembleia Legislativa de SC acumulou em 2013 – um total de R$ 25 mil, conforme noticiou o Estúdio SC no domingo –, R$ 21,6 mil foram debitados diretamente do salários dos deputados responsáveis pelos veículos.
O restante deste valor, segundo a presidência do Legislativo, foi cobrado dos infratores, que podem ser tanto o motorista do gabinete quanto assessores parlamentares que possuem permissão para usar os carros.
O mês em que a atividade parlamentar mais gerou multas foi novembro, quando foram descontados R$ 4,6 mil dos servidores. Na sequência vem janeiro (R$ 3,4 mil) e julho (R$ 3,3 mil). De acordo com o presidente da Assembleia, deputado Joares Ponticelli (PP), nestes meses, quando a agenda é mais agitada, os parlamentares precisam cumprir compromissos nas nas suas cidades de base.
– Este tipo de infração é corriqueira, se levarmos em consideração que nossas cidades sofrem problemas com mobilidade e enfrentam tráfego intenso – justificou Ponticelli.
A Assembleia não determina que multas de trânsito sejam descontadas no contracheque dos parlamentares. Alguns optam por permitir o desconto de seus vencimentos, independente de quem tenha cometido a infração, enquanto outros estabelecem que o motorista infrator deve arcar com o custo e os pontos na carteira.
As infrações mais frequentes são uso de celular, excesso de velocidade e desrespeito ao sinal vermelho. Os 40 deputados contam com uma frota de 55 automóveis em um contrato anual no valor de R$ 2 milhões.

 

ASSUNTO: Boate Kiss, um ano depois

VEÍCULO: Diário Catarinense

MISSA EM LEMBRANÇA: Homenagens às vítimas têm início

O primeiro dia de homenagens de um ano da tragédia de Santa Maria (RS), na qual morreram 242 pessoas em incêndio na Boate Kiss, começou com uma caminhada entre a Igreja Nossa Senhora de Fátima e a Basílica da Medianeira, onde foi realizada a missa em lembrança das vítimas.
Na celebração, o arcebispo dom Hélio Adelar Rubert lembrou que Santa Maria e o Brasil choraram com a tragédia, e que “o sofrimento e as lágrimas estão ajudando a amadurecer na fé, mostrando aquilo que realmente importa”. Dom Hélio também lembrou do carinho recebido por todos.
No sermão, o arcebispo afirmou que nunca ia esquecer um breve encontro que teve com o Papa, seis meses depois da tragédia. Ele ia agradecer ao Pontífice pelas orações de solidariedade, ao que o papa Francisco lhe disse que entendia a dor sentida por Santa Maria, pois em 1994 houve algo parecido em Buenos Aires.
– O Santo Padre nos recomendou abraçar a cruz, seguir Jesus e ir para a frente – afirmou dom Hélio.
Com cartazes pedindo punição aos responsáveis e lembrando o número de mortes, parentes e amigos das vítimas encheram a basílica carregando fotos e mensagens de quem haviam perdido na tragédia.

 

ASSUNTO: Redes sociais

VEÍCULO: Diário Catarinense

Foto de salto em piscina flagra ladrão

A foto de um homem armado invadindo uma casa de veraneio enquanto uma pessoa entrava na piscina, publicada em uma rede social no último sábado, gerou grande repercussão e ajudou a polícia a identificar e prender um dos assaltantes.
A imagem, flagrada por uma das vítimas, gerou milhares de compartilhamentos no Facebook em poucas horas. O assalto ocorreu por volta de 15h do último sábado na praia de Pernambuco, em Guarujá, no litoral paulista.
Enquanto um grupo de amigos se divertia na piscina da casa, um deles fotografava o momento e acabou registrando também a entrada do assaltante no local. O ladrão pulou o muro, portando uma arma, bem no local onde o grupo aproveitava a tarde na piscina.
Uma das vítimas, que publicou a foto na rede social, desabafou junto à imagem: “Você simplesmente, do nada, passa a ser comandado na mira de uma arma. A minha pergunta é: Até onde toda essa impunidade vai? Até quando ladrões vão ter leis que os protegem!?”
Imagem ajudou a reconhecer um dos assaltantes
Conforme o investigador Paulo Carvalhal, responsável pelo caso, havia cerca de oito pessoas na residência quando três ladrões entraram, um deles armado. Após render as vítimas, roubaram relógios, celulares e diversos pertences do grupo. Os três homens fugiram do local.
Carvalhal afirma que a imagem postada na internet ajudou a reconhecer um dos assaltantes, que possui passagem pela polícia. Ele foi preso na tarde de ontem. Os outros dois ladrões, adolescentes, já foram identificados, mas ainda não foram apreendidos pela polícia.

 

ASSUNTO: REDE SOCIAL

VEÍCULO: Diário Catarinense 18.01

Jovem volta a publicar foto

Dezesseis horas após ser liberado do presídio da Canhanduba, em Itajaí, Geison Marlon de Oliveira Palhano, 20 anos, voltou a postar no Facebook. Ele foi preso por ter publicado foto portando uma arma e, localizado pela polícia, havia sido detido por não ter porte nem registro.
O comandante do 12o Batalhão da Polícia Militar, coronel Marcello Martinez Hipólito, afirma que este comportamento é uma afronta à polícia, mas não chega a comprometer a imagem da corporação, porque teve uma pronta-resposta.
A delegada Daniela Oliveira afirma que Geison foi liberado pela Justiça porque estava com uma arma que não era de uso restrito, mas não soube informar se houve pedido de advogado por relaxamento da prisão.
Procurado pela reportagem, Geison relatou por telefone que colocou a foto de perfil no Facebook por estar revoltado com a atitude dos policiais que o prenderam. Segundo Geison, os dois policiais fizeram fotos dele atrás das grades e distribuíram nas redes sociais em uma montagem junto à foto com a arma.
– Eles fizeram a montagem para zoar comigo. Isso é errado.
Segundo o comandante Martinez, é impossível determinar se a montagem das fotos foi realmente feita pelos policiais militares.
Sem advogado, Geison ficou preso por oito horas no presídio da Canhanduba, em Itajaí. Ele foi solto quinta-feira à tarde, após o juiz Leandro Rodolfo Paasch ter lhe concedido liberdade provisória. O magistrado considerou que o indiciado não tem condições financeiras de pagar a fiança, possui residência fixa e bons antecedentes.

 

ASSUNTO: ATENTADOS DE SC

VEÍCULO: Diário Catarinense

Termina prazo para apresentar defesa

Dos 85 acusados, apenas 20 protocolaram alegações finais até ontem

O prazo para os 85 réus do processo que julga a autoria dos atentados criminosos no Estado apresentarem defesa terminou ontem, dia 20. Esta é a última etapa do maior julgamento da história de Santa Catarina antes da juíza dar sua sentença.
Até as 20h desta ontem, o site do Tribunal de Justiça acusava o recebimento da defesa de 20 réus. Não há como a juíza da 3a Vara Criminal de Blumenau, Jussara Schittler dos Santos Wandscheer, julgar procedente ou não a denúncia do Ministério Público sem as alegações finais dos acusados, que já tiveram o prazo de entrega prorrogado de 19 de dezembro para esta segunda-feira. Um dos motivos seria o recesso do judiciário, entre 20 de dezembro e 6 de janeiro.
É possível que algumas defesas tenham sido protocoladas e ainda não registradas no site do TJ. É que a maioria dos advogados atua em outras comarcas que não a de origem do processo (Blumenau). Nesses casos, eles podem enviar as alegações via malote do judiciário, procedimento que leva até cinco dias.
Se algum acusado não apresentar alegação será intimado pela Justiça para indicar outro advogado ou a juíza deverá nomear um defensor público ou dativo para cuidar do caso.
O Ministério Público pediu a condenação de 83 do total de 98 réus acusados no processo. Titular da 7a Promotoria Crime de Blumenau, o promotor Flávio Duarte de Souza, entregou suas alegações finais no dia 22 de novembro de 2013.
Acusação é de formação de quadrilha e de tráfico
Os 83 réus são acusados pelos crimes de quadrilha armada e associação para o tráfico. A ré Simone Saturnino, mulher de um dos líderes do Primeiro Grupo Catarinense (PGC), Rodrigo de Oliveira, o Rodrigo da Pedra, é acusada também por porte ilegal de arma.
O promotor Flávio de Souza não pediu a condenação de duas rés. Mesmo assim elas são obrigadas a apresentar defesa. Uma delas é a advogada Fernanda Fleck Freitas, acusada de fazer parte da facção.
Conforme o promotor, não havia prova suficiente contra Fernanda. Ela continua respondendo ao processo da morte da agente penitenciária Deise Alves. De acordo com o MP, Fernanda foi a mensageira da ordem para matar a agente.
Outros 13 réus ainda poderão ser condenados. O MP explica que, como se trata de mulheres que tiveram filhos e de foragidos, o prazo para as alegações finais contra eles foi estendido. O processo contra eles continua. O prazo não foi divulgado.

 

Entenda o caso

– Os 98 réus foram denunciados pelo Ministério Público (MP) pelas duas ondas de atentados em Santa Catarina. A primeira aconteceu de 12 a 18 de novembro de 2012. A segunda entre 30 de janeiro e 3 de março de 2013.

– De acordo com o Ministério Público, as duas ondas ocorreram como resposta do crime organizado às sessões de tortura em presos detidos no quartel-general do Primeiro Grupo Catarinense (PGC), a Penitenciária de São Pedro de Alcântara, e no Presídio Regional de Joinville. O MP denunciou agentes penitenciários nos dois casos.

– Uma força-tarefa foi montada para o julgamento dos 98 réus – considerado o maior de Santa Catarina. O julgamento ocorreu em setembro de 2013, no Complexo Prisional da Canhanduba, em Itajaí.

 

ASSUNTO: Violência em Palhoça

VEÍCULO: Diário Catarinense

IRMÃO FICOU FERIDO: Homem é morto dentro de casa

Os irmãos Cidimar de Almeida, 23 anos, e Ercílio de Almeida, 18, foram surpreendidos na casa deles, na Rua Jordina Amélia Espíndola, no bairro de Aririú da Formiga, em Palhoça, por volta das 23h de domingo. Ambos receberam diversos tiros.
A Polícia Civil de Palhoça suspeita de que a ofensiva tenha ocorrido por conta de uma dívida de drogas, já que os irmãos possuem antecedências policiais, por porte e receptação de drogas. A Polícia Militar (PM) foi chamada pelos vizinhos, que ouviram não só os disparos como gritaria e o barulho de uma moto. Ao chegar na residência, encontraram Cidimar já sem vida. O corpo foi encaminhado ao Instituto Médico Legal (IML). Na sequência, a PM foi informada de que Ercílio havia dado entrada no Hospital Regional de São José. Na tarde de ontem, a Polícia Civil percorreu o bairro dos irmãos para colher depoimentos. Segundo a 30a DP, que está investigando o caso, já existe um suspeito, mas o nome não foi revelado.

 

ASSUNTO: SUSPEITO DE ASSASSINATO

VEÍCULO: Diário Catarinense

DIC prende foragido do RS

A Divisão de investigações Criminais (DIC) de Balneário Camboriú prendeu na manhã de ontem Lucas Valdomiro Pechin, 20 anos. Ele é suspeito de um homicídio que ocorreu em fevereiro do ano passado na cidade. Segundo a polícia, teria relação com disputa por ponto de venda de drogas. A vítima foi Ademir Harno, 38, morto a tiros no bairro dos Municípios.
A Justiça decretou a prisão do jovem em novembro do ano passado, quando foi preso o comparsa dele. Na ocasião, a polícia esteve na casa do jovem preso nesta segunda, mas ele conseguiu fugir. Desde o fim do ano, ele estava escondido na serra gaúcha.
No fim de semana passado, os policiais souberam que o rapaz viria para Balneário Camboriú. Ele foi preso na casa da mãe, no bairro dos Municípios. O suspeito só aceitou se manifestar em juízo. Ele foi transferido transferido na tarde de ontem para o presídio da Canhanduba.
Jovem alega que é inocente
O advogado de Lucas Valdomiro Pechin, Juliano Viana, disse apenas que o suspeito garantiu que é inocente. O defensor explicou que foi procurado ontem pela manhã pela mãe do suspeito para defendê-lo e que, por não ter tomado conhecimento do processo, ainda não pode se manifestar sobre o caso.

 

ASSUNTO: FURTO DE BOLSAS

VEÍCULO: Diário Catarinense

Restaurantes eram o alvo

Um casal foi preso no último domingo em Balneário Camboriú com várias bolsas e objetos furtados. De acordo com a Polícia Civil, eles estavam praticando os furtos em restaurantes da cidade.
A Guarda Municipal foi informada durante a tarde de domingo que uma mulher estava detida por populares na Rua 1.201, na esquina com a Avenida Brasil. Quando a guarnição se deslocava, foi informada que um homem suspeito de furto estaria fugindo pela Avenida Central.
O suspeito foi abordado na Rua 900 e portava R$ 4 mil. Os guardas então descobriram que ambos estariam agindo juntos. Com a mulher havia R$ 1,5 mil. No carro dela, a Polícia Militar encontrou várias bolsas com documentos, talões de cheques e cartões. O homem, que é peruano, assumiu os furtos e disse que agia em parceria com a mulher.

 

ASSUNTO: Violência nos estádios

VEÍCULO: Diário Catarinense

TIRO LIVRE: PM realiza seminário sobre violência

Entre ontem e hoje, a Polícia Militar de Santa Catarina realiza o seminário “Futebol Seguro”, com o objetivo de discutir com especialistas da área as atividades de competência da PM em eventos futebolísticos de 2014. Métodos de prevenção e ação contra a violência no esporte estão entre os temas do encontro no auditório do Centro de Ensino da Polícia Militar, em Florianópolis.
– Nós queremos entender o que aconteceu na Arena Joinville e quais ensinamentos podemos utilizar em neste ano – salientou o comandante-geral da Polícia Militar de Santa Catarina, coronel Nazareno Marcineiro.

17 BRIGÕES DE JOINVILLE SÃO SOLTOS

Uma única decisão judicial, assinada no fim da tarde de ontem, garantiu a liberdade de 17 torcedores detidos por envolvimento na briga durante o jogo entre Atlético-PR e Vasco, em dezembro, na Arena Joinville.
Eles deixaram o Presídio Regional ainda durante a noite, em uma van, e poderão responder ao processo em liberdade, mas terão de cumprir uma série de restrições para não sofrerem novas implicações com a Justiça.
Ao permitir a liberdade do grupo, a juíza substituta da 1ª Vara Criminal Luciana Malgarin anotou que recebeu apenas cinco manifestações de resposta às acusações, o que implica mais demora para o agendamento das audiências e “excesso de prazo na formação da culpa”.
A juíza ainda apontou que, passado um mês da prisão cautelar dos envolvidos, não permanece mais o requisito de ameaça à ordem pública, “eis que restabelecida a paz social e apaziguado o sentimento de impunidade e o clamor público”.
Outro ponto considerado para a revogação das prisões foi o aval do Ministério Público, responsável pela denúncia, que acenou a favor das libertações. Entre os acusados libertados está o ex-vereador de Curitiba Juliano Borghetti flagrado na confusão. Apenas um vascaíno, Phillipe Martelletti Sampaio, teve direito à liberdade.
O atleticano Ricardo Henk, morador de Joinville, seguirá preso. Além dele, a juíza não revogou a prisão de outros três torcedores. A decisão de ontem diz respeito a um processo com 24 réus: inclui os 17 libertados, quatro que vão continuar detidos e outros três considerados foragidos.
A maioria havia sido presa dia 19 de dezembro na Operação Cartão Vermelho, das polícias de Santa Catarina, Paraná e Rio de Janeiro.
Há mais cinco réus detidos em outros dois processos também ligados à briga. Todos são vascaínos: Bruno Pereira Ribeiro (conhecido por “Bruno Fat”, presidente da torcida organizada Força Jovem), Jefferson Hellmann, de Blumenau, Arthur Barcelos Lima Ferreira, Jonathan Fernandes dos Santos e Leone Mendes da Silva. Assim, nove torcedores envolvidos na pancadaria continuam detidos.

 

ASSUNTO: Camboriú mais segura

VEÍCULO: Portal da PMSC

Operação Camboriú Mais Segura é destaque na redução da taxa de homicídios

A cidade de Camboriú foi destaque na mídia em razão da redução da taxa de homicídios no ano de 2013. Segundo números da Secretaria de Segurança Pública de Santa Catarina 2012 encerrou o ano com 40 homicídios. O ano de 2013 teve um saldo de 23 homicídios, que se traduz em uma redução de 42% em relação ao ano de 2012, 17 homicídios a menos.

Santa Catarina reduziu em 5,46% a taxa de homicídios. Foram registrados 675 assassinatos em 2013, contra os 714 registrados no em 2012, ou seja, 39 homicídios a menos.
Assim, Camboriú foi a cidade que mais reduziu a taxa de homicídios dolosos em Santa Catarina. O motivo desta redução foi a implantação da Operação Camboriú Mais Segura. 
A operação é uma parceria entre a PM, Polícia Civil, prefeitura de Camboriú, Assistência Social, Conselho Comunitário de Segurança e a comunidade.

O comandante da 1ª Companhia, capitão Pablo Neri Pereira enfatiza que “O projeto visa à aplicação dos princípios e valores do Plano de Comando da Policia Militar, reforçando as parcerias com todos os atores envolvidos. O desafio passa a ser a continuidade do trabalho no ano de 2014.”

A operação fará um ano no dia 25 de fevereiro de 2014, momento em que um balanço será apresentado à comunidade.