Área do associado

Área do associado

Clipagem do dia 19 de março

19.3.2014

PRINCIPAIS NOTÍCIAS DE 19.03.2014

 

COLUNISTA RAFAEL MARTINI – Diário Catarinense

Marcha da família

Circula nas redes sociais o convite para a Marcha da Família Com Deus II – o Retorno, em Florianópolis. Será no próximo sábado, com a concentração na Rua Bocaiúva, a partir das 15h, em frente ao comando da 14ª Brigada de Infantaria Motorizada. A intenção é fazer um panelaço pacífico, pedindo a intervenção militar no Estado brasileiro. Não serão permitidos símbolos de partidos nem mascarados, apenas a bandeira do Brasil. Com todo o respeito à livre manifestação, mas pedir o retorno da ditadura…. é desdenhar da história.

DP antidrogas

A Polícia Civil inaugura amanhã a Delegacia de Combate às Drogas (Decod). A nova unidade vai funcionar no prédio da Central, na Av. Osmar Cunha, em Florianópolis. Enquanto isso, o projeto para a Diretoria de Combate às Drogas, com atuação estadual, repousa na SSP.

 

COLUNISTA MOACIR PEREIRA – Diário Catarinense

Mobilização

Servidores estaduais em greve mobilizaram-se na Assembleia Legislativa vestindo camiseta preta estampando “Basta Colombo – o serviço público exige respeito.”

Sem greve

Assembleia estadual dos professores realizada no Centrosul decidiu não realizar greve geral. Mantém-se o estado de greve. Encontros regionais serão realizados no interior. No dia 15 de abril haverá nova assembleia geral do magistério.
Os professores querem aplicação do reajuste do piso salarial de 8,32% em única vez a partir de janeiro.
A direção do Sinte vai pedir audiência ao secretário da Educação, Eduardo Deschamps, para apresentar a lista de reivindicações. Além do pagamento integral dos 8,32%, sem parcelamento, em janeiro, querem descompactação salarial na carreira, revogação de decreto punitivo do ex-governador Leonel Pavan e revisão da lei dos ACTs.

 

COLUNISTA HÉLIO COSTA – Notícias do Dia

Afronta ao Estado

Policiais militares devem pensar duas vezes antes de fechar a base militar para fazer um J4 (refeição fora), porque os marginais estão aproveitando a ausência de PMs nas unidades militares e atirando coquetel molotov. A última afronta foi na base localizada no bairro Jardim Araucária, em São José, no início da semana. Quando os PMs retornaram do almoço encontraram o vidro estilhaçado e o sofá em chamas. Ocorrências semelhantes também quebraram a rotina nas bases operacionais dos bairros Real Parque e Potecas, em São José; e na Vila Aparecida, área continental de Florianópolis. A Polícia Militar não as relaciona com a onda de atentados que sacudiu 37 cidades no final de 2012 e começo de 2013. O comando do 7º BPM, responsável pela segurança na região, diz que as ações criminosas são uma retaliação ao trabalho da polícia no combate ao tráfico de drogas e de armas. Independente do que seja, a PM tem que ir para cima e impedir que estes atentados se multipliquem pelo Estado.

Colégio militar

O colégio Feliciano Nunes Pires, criado em Florianópolis pelo coronel Sidney Carlos Pacheco, completou 30 anos na última segunda-feira. O colégio militar é considerado pelo Enem (Exame Nacional de Ensino Médio) o melhor centro de ensino público do Estado. Professores pagos pela PM nunca fizeram greve. Aliás, nem podem. Alunos que ingressaram no 6º ano do ensino fundamental realizaram o ato denominado “Dia do Compromisso”, de singular importância para o colégio e para a vida pessoal dos estudantes.

 

ASSUNTO: MORTES EM JOINVILLE

VEÍCULO: Diário Catarinense

Outras três pessoas estavam com as vítimas

Um dos homens prestou depoimento à polícia e disse que deixou o local antes de terem ocorrido as mortes

Os quatro amigos que morreram enquanto bebiam em um terreno baldio do bairro Jardim Paraíso, em Joinville, na segunda-feira, estavam acompanhados de outros três homens. Um deles prestou depoimento à polícia no fim da tarde de ontem.
Segundo o delegado Paulo Reis, o homem relatou que o grupo já bebia no local desde a manhã. Depois, os irmãos Gilmar Nascimento, 52 anos, e Jairo Nascimento, 53, se juntaram aos demais, trazendo mais uma garrafa de bebida alcoólica.
Seria uma garrafa convencional, comprada em bar ou supermercado, mas não há certeza se a bebida teria sido misturada com outro produto.
Ainda conforme o depoimento, ninguém desconhecido apareceu oferecendo outra bebida. A testemunha disse à polícia que deixou o local no começo da tarde, com outros dois amigos, enquanto as quatro vítimas teriam permanecido deitadas no terreno, já embriagadas.
Quarta vítima foi identificada ontem
Até ontem, a investigação contava apenas com os primeiros nomes dos outros dois homens que beberam com o grupo e apurava a localização de cada um. Os corpos dos irmãos Gilmar e Jairo foram encontrados ao lado dos corpos de João Maria Alves dos Santos, de 66 anos, e de Orosnildo Fagundes de Oliveira, de 60, que só foi identificado mais tarde no Instituto Médico Legal (IML).
Oliveira chegou a ser socorrido no Hospital Regional, mas morreu cerca de 20 minutos depois. Segundo informações da unidade, não havia sinais que pudessem apontar a origem do que o vitimou. Para a polícia, o resultado dos exames cadavéricos e bioquímicos são a peça-chave para desvendar o caso. Os laudos cadavéricos são aguardados em até 10 dias, mas as análises laboratoriais das garrafas de bebida recolhidas no terreno terão de ser feitas em Florianópolis e só devem ser concluídas em um mês.
– Os laudos vão dizer se eles morreram intoxicados ou envenenados. A partir disso, saberemos a linha de investigação – diz o delegado.
Foram coletadas amostras de pelo menos 10 garrafas. A hipótese de que um dos amigos tenha comprado ou ganhado uma garrafa com bebida adulterada não é descartada. A possibilidade de que tenha ocorrido uma reação química desencadeada pela mistura de muitos tipos de bebidas também é considerada.

 

ASSUNTO: CRIMES HEDIONDOS

VEÍCULO: Diário Catarinense

Senado vai analisar redução da maioridade

O Senado deve analisar em abril a proposta que reduz a maioridade penal de 18 anos para 16 anos em casos de crime hediondo. O presidente da Casa, Renan Calheiros (PMDB-AL), fez o anúncio ontem, depois de receber os pais de Yorrally Ferreira, 14 anos, morta neste mês pelo ex-namorado na véspera de ele completar 18 anos.

 

ASSUNTO: MULHER ARRASTADA NO RJ

VEÍCULO: Diário Catarinense

PMs presos são alvo de 62 ações

Policiais envolvidos na morte de Claudia Silva Ferreira têm registros desde 2000

Dois dos três policiais militares que estão presos desde domingo por terem arrastado por cerca de 350 metros a auxiliar de serviços gerais Claudia Silva Ferreira, 38 anos, ao transportá-la na caçamba de uma viatura da PM cuja porta abriu, constam como envolvidos em 62 autos de resistência (mortes de suspeitos em confrontos com a polícia). Pelo menos 69 pessoas morreram em supostos tiroteios dos quais os PMs participaram desde 2000.
O subtenente Adir Serrano Machado tem envolvimento em 57 registros de autos de resistência (com 63 mortos). O subtenente Rodney Miguel Archanjo aparece em cinco ocorrências (com seis mortos). Já o sargento Alex Sandro da Silva Alves não tinha participação em nenhum auto de resistência até o último domingo, quando um adolescente de 16 anos, suspeito de envolvimento com o tráfico, morreu durante a operação no Morro da Congonha, em Madureira, zona norte, onde Claudia morava – foi baleada no pescoço e nas costas.
A ocorrência com mais mortes ocorreu em 16 de fevereiro de 2009 e foi registrada na 34ª Delegacia de Polícia, em Bangu, zona oeste do Rio. De acordo com o registro 034-2014/2009, quatro pessoas morreram em confronto com o então segundo-sargento Adir e outros três PMs. Os policiais suspeitaram que os quatro pertencessem a uma quadrilha de roubo de cargas que agia na área da 40ª DP (Honório Gurgel) e iniciaram perseguição. Os suspeitos estavam numa Kombi e num Corsa. Eles teriam atirado nos PMs, que revidaram. Baleados, os suspeitos não resistiram.
A morte de Claudia foi desmembrada do registro inicial de auto de resistência e o caso foi novamente autuado como homicídio. Os policiais foram presos em flagrante no domingo, por determinação do comando do 9º Batalhão da PM, que os enquadrou no crime de “deixar, no exercício de função, de observar lei, dando causa direta à prática de ato prejudicial à administração militar”, previsto no artigo 324 do Código Penal Militar.
Policiais estão presos no presídio Bangu 8
O comando considerou inadequada a forma como os PMs socorreram Claudia Silva Ferreira. Após prestarem depoimento à Corregedoria da Polícia Militar na segunda-feira, os três PMs que participaram do socorro a mulher foram encaminhados ao presídio Bangu 8, na zona oeste.
Isso porque o Batalhão Especial Prisional (BEP) da PM, em Benfica, na zona norte, foi interditado pela Vara de Execuções Penais (VEP), depois que uma operação do Ministério Público encontrou uma série de “regalias” no local, como aparelhos de ar-condicionado, computadores e até latas de cerveja.
O advogado Marcos Espínola, que defende o sargento Alex, ajuizou ontem pedido de liberdade provisória para seu cliente.
– A pena prevista no crime militar pelo qual os policiais são acusados vai de três meses a um ano de detenção. Ou seja, mesmo que ele seja condenado, não ficará preso, por isso não há motivo para mantê-lo preso preventivamente – justificou.

 

ASSUNTO: Homenagem ao BOA

VEÍCULO: Portal do CBMSC

CÂMARA DE FLORIANÓPOLIS HOMENAGEIA BATALHÃO DE OPERAÇÕES AÉREAS (BOA)

     

 

Nessa segunda-feira (17/03) o Batalhão de Operações Aéreas (BOA) do Corpo de Bombeiros Militar de Santa Catarina recebeu homenagem da Câmara Municipal de Florianópolis (moção de aplauso) pelo destaque, qualidade e excelentes serviços prestados nesses quatro anos de atividades salvando vidas com uso de aeronaves.

Na oportunidade foi dada a palavra ao Tenente-Coronel BM Edupércio Pratts, Comandante do Batalhão de Operações Aéreas, o qual agradeceu o reconhecimento da Casa e aproveitou a oportunidade para apresentar as estatísticas das ocorrências atendidas gratuitamente pelos Arcanjos (aeronaves Arcanjo 01 e Arcanjo 02) à população catarinense nos quatro anos de existência do serviço aéreo da Corporação.

O comandante do BOA retribuiu a homenagem, agradecendo a Câmara de Vereadores pelo apoio em legislar para implantação dos helipontos nas Unidades Pronto Atendimentos de Saúde (UPAS) em Florianópolis, os quais são fundamentais para a segurança e agilidade no atendimento avançado prestado pelos Arcanjos.

ASSUNTO: LIGABOM  em Belém

VEÍCULO: Portal do CBMSC

COMANDANTE-GERAL PARTICIPA DE REUNIÃO DA LIGABOM NA REGIÃO NORTE

     

 

O Comandante-Geral do Corpo de Bombeiros Militar de Santa Catarina, Coronel BM Marcos de Oliveira, participou nos dias 13 e 14 de março da 1ª reunião do Conselho da Liga Nacional dos Corpos de Bombeiros (LIGABOM) – grupo o qual ocupa o posto de 1º vice-presidente. O encontro que reuniu no Centro de Convenções da Amazônia na cidade de Belém (PA) os comandantes-gerais dos Corpos de Bombeiros Militares de todo o país para debater temas de relevância institucional e fomentar o desenvolvimento das Corporações, além de instituir políticas e diretrizes nacionais de bombeiro.

Os trabalhos coordenados pelo presidente da Ligabom, o Comandante-Geral da Corporação de Rondônia Coronel BM Lioberto Ubirajara Caetano de Souza, se estenderam da manhã do dia 13 ate o dia seguinte, quando o grupo foi prestigiado com a participação da Secretária Nacional de Segurança Pública, Regina Miki. Entre os assuntos debatidos, conforme o Coronel BM Marcos de Oliveira, destacaram-se:

– Debate sobre a “Política Nacional dos Corpos de Bombeiros Militares do Brasil”, a qual deverá ser instituída mediante Portaria do Ministério da Justiça, a ser assinada provavelmente no próximo mês de abril do corrente ano, permitindo a constituição de orçamento próprio para o Conselho, viabilizando investimentos e aporte de recursos federais em benefício dos Corpos de Bombeiros Militares;

– Discussão e aprovação do texto final do Planejamento Estratégico da LIGABOM, com a enunciação precisa do que é a entidade, qual é o seu “negócio”, qual é o seu “cliente”, qual é a sua visão de futuro, quais são seus valores, e quais os objetivos estratégicos do Conselho, de molde que a implementação efetiva do planejamento possa produzir resultados permanentes, e que com isso esteja apto a influir decisivamente nas políticas públicas deliberadas pelo Conselho (em breve vamos encaminhar o planejamento estratégico da LIGABOM para todas as OBMs para conhecimento);

– Apresentação do “Projeto de credenciamento ao pequeno empreendedor”, fruto de um Termo de Cooperação Técnica firmado entre o Ministério da Justiça (Ministro José Eduardo Cardozo), a Secretaria Nacional das Micro e Pequenas Empresas (Ministro Afif Domingos) e o Presidente do Sebrae Nacional (Sr. Luiz Barreto) (por um período de 3 anos), com a participação efetiva dos Corpos de Bombeiros Militares no assessoramento técnico e na construção do projeto, e que visa essencialmente à simplificação e racionalização dos processos de criação (abertura), fechamento e formalização das pequenas e micro empresas, e dos micro-empreendedores individuais (MEIs) em especial. Neste particular, pretende a legislação federal atinente ao tema estabelecer, no que se refere a atuação dos Corpos de Bombeiros, metragens quadradas limites para a dispensa de vistorias (200m2) e de vistorias prévias (750m2), bem como a isenção das taxas em estabelecimentos que abriguem MEIs com faturamento de até R$ 60.000,00 por ano. Vale dizer que no CBMSC a Instrução Normativa nº 001 já equacionou satisfatoriamente tal impasse, alinhando a legislação estadual à legislação nacional;

– A tramitação das legislações de interesse das Corporações no Congresso Nacional, em especial a nota técnica destinada a delimitar claramente, mediante Proposta de Emenda Constitucional, a competência dos Corpos de Bombeiros Militares, prevista no art. 144, VI, §5º da Constituição Federal de 1988, e o Projeto de Lei nº 2020, que trata sobre a Lei Nacional de Segurança contra Incêndio;

– Orçamento Público Federal e formas de captar recursos provenientes de emendas Parlamentares Individuais;

– Andamento do processo de aquisição de Equipamentos de Proteção Individual (EPIs) junto à Secretaria Nacional de Segurança Pública (SENASP), previsto para ser efetivado em um período de 4 anos, num investimento total estimado em aproximadamente R$ 240 milhões (R$ 60 milhões por ano), e cujos equipamentos serão distribuídos entre os 27 Corpos de Bombeiros do Brasil, em consonância com o grau de necessidade de cada Corporação – A LIGABOM solicitou a aquisição de 38.366 kits de conjuntos de calça e jaqueta de combate a incêndio, balaclavas, luvas, botas e capacetes;

– Explanação da Secretária Nacional da Segurança Pública, Sra. Regina Miki, sobre o andamento dos pleitos do Conselho Nacional dos Corpos de Bombeiros do Brasil junto à SENASP;

– Palestra sobre o panorama atual do Instituto Nacional dos Corpos de Bombeiros (INCB).

Durante o evento foi confirmada a realização da XIV edição do Seminário Nacional de Bombeiros (SENABOM), no período de 3 a 5 de setembro de 2014, no Centro de Convenções de Goiânia, no Estado de Goiás. Os interessados podem obter mais informações pelo e-mail senabom2014@gmail.com.