Área do associado

Área do associado

Clipagem do dia 14 de agosto

14.8.2014

PRINCIPAIS NOTÍCIAS DO DIA 14 DE AGOSTO

 

COLUNISTA RAFAEL MARTINI – DIÁRIO CATARINENSE

RETRATOS DA PF

Hoje à noite tem lançamento do livro Policial Federal: retratos de vidas e carreira na Livraria Saraiva do Shopping Iguatemi, em Florianópolis. O resultado é uma coletânea de textos que relatam as vivências de oito profissionais na Superintendência Regional de SC, desde o início da carreira até a aposentadoria.

SEM DESESPERO

A Delegacia Geral da Polícia Civil resolveu contestar os números do Sindicato da categoria, o Sinpol, que fala em debandada da corporação. Planilha divulgada ontem mostra que desde 2010 foram registrados apenas 279 pedidos de aposentadoria. Em 2014, foram apenas 31. Bem diferente do que tem dito o sindicato, que fala em mil policiais prestes a se aposentar. A conferir..

 

COLUNISTA CARLOS DAMIÃO – Notícias do Dia

Concurso da polícia não resolve problema

Candidatos aprovados na primeira etapa do concurso para a Polícia Civil estão promovendo campanha para dobrar o número de chamados à segunda fase e, consequentemente, aumentar o número de aprovados. O concurso prevê o preenchimento de 323 vagas. Mas já está agendada a aposentadoria de quase 400 policiais civis. Ou seja, ao invés de aumentar o efetivo, o número de policiais civis será reduzido após o concurso. O sindicato da categoria informa que a PC está com uma defasagem de 2.600 agentes. O grupo tem reuniões agendadas com deputados e também já colocou no ar uma petição on-line, com o objetivo de que o governo do Estado chame o dobro de aprovados para a segunda fase, que é dos testes de aptidão física. No site dos policiais civis (papacharlie.com.br), há a  informação de que as aposentadorias, previstas para este mês, vão provocar uma “evasão em massa da PC”. O mais impressionante é que, mesmo na situação atual, sem as aposentadorias, delegacias de polícia pelo Estado inteiro têm problemas sérios de pessoal e de equipamentos, deixando de cumprir a missão constitucional de polícia judiciária.

 

ASSUNTO: Guarda Municipal

VEÍCULO: Notícias do Dia

Segurança nas escolas

A segurança na chegada e saída dos alunos da rede municipal de ensino foi retomada com o reinício da operação Ronda Escolar. Agentes da Guarda Municipal fazem intervenções temporárias no trânsito para a passagem dos estudantes. Levantamento da Secretaria de Segurança e Defesa do Cidadão da Capital, segundo dados comparativos ao primeiro semestre de 2013 e os seis primeiros meses deste ano, aponta redução em até 78% nos casos de violência com a vigilância no entorno das escolas.

ASSUNTO: 4ºBBM

VEÍCULO: Portal do CBMSC

PROMOÇÃO DE PRAÇAS

     

 

Praças lotados no 4º Batalhão de Bombeiros Militar no Sul do Estado receberam em solenidade realizada nessa terça-feira (12/08), no quartel-sede da Unidade em Criciúma, as novas divisas a que fizeram jus em razão das promoções realizadas neste mês de agosto na Corporação. Ao todo foram promovidos 14 Bombeiros Militares do efetivo do 4ºBBM, sendo que agora a Unidade passou a contar com sete novos 3º Sargentos BM e sete novos Cabos BM.

A promoção em massa dos Praças – a segunda em 2014 – foi motivada pela aplicação da nova legislação da carreira militar, aprovada em 2013, que estabeleceu promoções automáticas aos 12 (Soldado para Cabo) e 20 anos (Cabo para 3º Sargento) de serviço aos militares no Estado.

Estiveram presentes na cerimonia, amigos, familiares, além de oficiais e praças e bombeiros comunitários do 4º BBM em Criciúma.

Uma grande solenidade alusiva às promoções dos militares da Grande Florianópolis foi realizada na segunda-feira (11/08) no Centro de Ensino Bombeiro Militar (CEBM) em Florianópolis (leia aqui). Para celebrar a data e realizar as entregas das novas divisas e insígnias pelo interior do Estado, os Batalhões BM também promoveram cerimônias independentes.

ASSUNTO: Praças

VEÍCULO: Portal da Aprasc

APRASC É RECEBIDA PELO COMANDO GERAL DA PMSC

Na tarde desta quarta-feira, 13, o presidente em exercício da Aprasc, Sargento Pedro Paulo Boff Sobrinho, e o coordenador de Imprensa Soldado Everson Henning foram recepcionados pelos Coronéis Valdemir Cabral, Paulo Henrique Hemm e João Ricardo Busi da Silva, comandante geral, subcomandante geral e chefe do estado maior, respectivamente. Na pauta, assuntos institucionais que necessitavam de esclarecimentos, como distribuição dos kits de proteção individual, transferências, licença especial e jornada de trabalho.
Sobre os kits de proteção, o comando geral informou que houve um atraso da empresa responsável por confeccionar os cintos, e por isso alguns kits não foram entregues. Esclareceu ainda que os kits serão distribuídos normalmente tão logo este problema seja resolvido. 
A Aprasc tem recebido vários pedidos de auxílio na questão das transferências de local de trabalho. O pleito já foi encaminhado em outras oportunidades ao comando, e nesta reunião o comandante geral informou que existem suspeitas de negociatas em algumas das transferências por troca, e esse é o principal motivo da suspensão temporária das trocas de unidade. O comandante informou ainda que a partir de janeiro as transferências seguirão seu curso normal, com prioridade para as trocas viabilizadas através do sistema de movimentação on-line, já disponível na página da PMSC. A Aprasc apóia as transferências através do sistema criado pela diretoria de pessoal e vai lutar para que seja efetivado e divulgado em todas as unidades, pois este sistema possibilita a “triangulação” de permutas de locais de trabalho, e articula os interesses individuais com os interesses institucionais.
Sobre a questão das licenças especiais, o Comando manteve a posição de indeferir as concessões até dezembro. O comandante alegou a necessidade de manter padrões mínimos de efetivo nas ruas, e lembrou que mais de mil PMs recém formados precisam tirar férias até o final do ano, e também o fato de que mais de 400 policiais passaram para a reserva remunerada nos últimos meses. Os diretores da Aprasc pediram empenho do Comando no sentido de estudar alguns casos específicos, de praças que estão próximos de completar o tempo de serviço e também de outros que já tinham evento programado para o período de licença.
O Comando reiterou ainda o compromisso de chamar a Aprasc para uma reunião conjunta com o Governo e demais associações antes da publicação da Medida Provisória sobre a jornada de trabalho. A Aprasc afirmou que defende e vai continuar defendendo todos os seus princípios sobre a jornada de trabalho de forma transparente, em todos os espaços em que for convidada.