Área do associado

Área do associado

Clipagem do dia 13 de março

13.3.2014

PRINCIPAIS NOTÍCIAS DE 13.03.2014

 

COLUNISTA RAFAEL MARTINI – Diário Catarinense

O Dia da Mulher rendeu na Serra catarinense. Em São Joaquim, policiais militares distribuíram rosas vermelhas no Centro da cidade.

União faz a força

Gean Loureiro, presidente da Fatma, liga para informar que fechou acordo com o comando da PM Ambiental para solicitar conjuntamente a retirada da pauta da Assembleia Legislativa do projeto que proíbe os policiais de autuarem em flagrante por crime ambiental. A intenção, diz, é trabalhar cada vez mais em sintonia com a PM.

Crime na rede

Uma página da organização criminosa que comanda o sistema prisional em Santa Catarina chegou a ser criada no Facebook com fotos de ostentação de armas e dizeres ameaçadores. Mas foi rapidamente retirada do ar.

 

COLUNISTA HÉLIO COSTA – Notícias do Dia 12.03

Cadê a polícia?

Está na hora de a Polícia Militar se mexer e ir para cima do crime organizado, encurtando a distância de traficantes que querem ditar a lei. É inconcebível a ousadia do poder paralelo no Morro do Horácio, Centro da Capital, um dos pontos de drogas mais rentáveis da cidade. Traficantes cobram pedágio e impedem a imprensa de passar pela rua Antônio Carlos Ferreira. No início do mês, os criminosos danificaram dois carros de dois grupos de comunicação, inclusive um do Notícias do Dia, ameaçando jornalistas com tiros para o alto, enquanto jogavam pedras. A nossa gloriosa Polícia Militar tem que agir com rapidez, como fazia em épocas anteriores, quando ocupava os morros para desarticular organizações criminosas. O comando geral precisa retomar as rédeas da segurança e ir para cima da bandidagem, porque do jeito que está não pode ficar.

 

COLUNISTA PAULO ALCEU – Notícias do Dia 12.03

Verdades

Na terça-feira que vem, Dia Estadual de Prevenção ao Desaparecimento, acontecerá na Assembleia o lançamento pela Palavra Com Editora do livro “Mortos sem Sepultura,” assinado pelo major PM Marcus Roberto Claudino, que dedica seu trabalho diário a um projeto elogiável da Polícia Militar. Expõe no seu livro dados assustadores sobre desaparecimentos no Brasil alcançam números estarrecedores. São cerca de 200 mil pessoas desaparecidas por ano no Brasil, sendo 40 mil crianças e adolescentes.

 

COLUNISTA ROBERTO AZEVEDO – Notícias do Dia

Sindicato dos Policias Civis chama paralisação para hoje, professores estão a caminho de mais um movimento da categoria, o Sintespe já parou e por aí vai. Começou o calendário de greves no Estado.

 

COLUNISTA HÉLIO COSTA – Notícias do Dia

Greve à vista

Agentes prisionais do Estado pretendem realizar uma nova paralisação nos próximos dias. No ano passado ocorreram algumas paralisações, mas logo foram contornadas. Agora, os servidores da segurança pública parecem estar mais decididos a defender a bandeira da principal reivindicação: plano de cargos e salário. O planejamento das ações para o decorrer da semana será debatido em uma assembleia geral na manhã de hoje na associação da categoria, nos fundos do complexo penitenciário da Trindade. De acordo com o agente prisional Malcon de Oliveira, quando o servidor se aposenta perde vantagens e o salário encolhe. Ele ressaltou que a categoria está revoltada com o calote do governo, que sequer chamou o sindicato para discutir a proposta salarial. Bem, gostaria de ressaltar que admiro o trabalho dos agentes porquê, além de ser estressante, eles ainda lidam com pessoas que maltratam crianças, espancam idosos, matam para roubar e sequestram. O governo deveria olhar com mais atenção para este movimento. A greve no sistema carcerário é pior que uma bomba relógio.

 

COLUNISTA PAULO ALCEU – Notícias do Dia

Segurança

Passou pela Comissão de Justiça o projeto do deputado Jean Kulmann de instalação obrigatória de alarme de pânico no transporte público intermunicipal. Seria acionado em caso de assalto, comunicando o Centro de Operações da Polícia Militar com localização por GPS . Impressionante, a cada dia se buscam mais meios para conter a violência sem limites. Para o parlamentar se trata de uma importante ferramenta para ações preventivas de segurança. O projeto continua em trâmite pelas comissões…

 

ASSUNTO: Tráfico de drogas

VEÍCULO: Diário Catarinense

DROGA APREENDIDA: Projeto agiliza a incineração

O Senado aprovou nesta semana projeto que fixa o prazo máximo de 30 dias para a incineração de drogas apreendidas pela polícia. A destruição da substância deve ser imediata se não houver prisão em flagrante na apreensão ou se ela for recolhida de uma plantação ilícita.
O projeto segue para sanção da presidente Dilma Rousseff. Nos casos de prisões em flagrante, a incineração não é imediata, mas o projeto determina o prazo de 30 dias para a destruição. Em todos os casos, os policiais são autorizados a recolher amostra da droga para as investigações.
A atual legislação permite a incineração da droga por determinação judicial ou após a conclusão do processo na Justiça. A mudança acelera a destruição de entorpecentes como maconha, cocaína e crack – seja na versão original ou processada. O objetivo da proposta é evitar que a droga seja armazenada em delegacias e até mesmo em cartórios, o que permite ações para a recuperação por meio de organizações criminosas.
– Em Campinas (SP), houve um roubo de 450 quilos de drogas numa delegacia – disse o senador Humberto Costa (PT-PE), relator do projeto.
Costa diz que o projeto também evita a corrupção policial ao impedir que as substâncias sejam usadas como moeda de troca por agentes.

 

ASSUNTO: Violência em Massaranduba

VEÍCULO: Diário Catarinense

SUSTO NO NORTE: Quatro ficam reféns de assaltantes

Quatro pessoas ficaram reféns de assaltantes em Massaranduba, Norte de SC. A ação de quatro bandidos começou quando renderam um casal que estava em um carro na SC-108 e obrigaram o motorista a dirigir até a casa de um empresário, no Centro da cidade.
A mulher do empresário chegava do trabalho por volta das 20h de terça-feira quando os homens se aproximaram de carro e anunciaram o assalto. Com eles, estava o casal rendido na rodovia.
Os bandidos não a deixaram tirar o filho, de um ano e oito meses, que estava no automóvel. Três assaltantes armados e usando meias para esconder o rosto entraram na casa com a mulher e o casal rendido na rodovia. O quarto suspeito ficou no carro.
Enquanto o trio mandava a dona da casa abrir o cofre, a criança começou a chorar no carro e os assaltantes permitiram que a mãe buscasse o bebê. Logo depois, o empresário chegou e estranhou quando viu o automóvel roubado perto da residência.
– Quando entrei, minha mulher pediu para eu subir e abrir o cofre. Quando viram que não tinha nada dentro, me chutaram nos joelhos e na barriga. Eles também pegaram uma faca na cozinha e ameaçaram cortar minha orelha – lembra o empresário, que sofreu ferimentos leves.
A ação durou cerca de meia hora. O trio imobilizou os dois casais, levou cerca de R$ 3 mil, joias e alguns litros de bebida alcoólica e fugiu em um dos carros dos donos da casa. Até o fechamento desta edição, os bandidos não haviam sido localizados, nem encontrado o veículo do empresário.

 

ASSUNTO: Violência em Itapema

VEÍCULO: Diário Catarinense

TIROTEIO EM ITAPEMA: Defesa nega ligação de presos ao PCC

A defesa de dois dos quatros presos após um tiroteio e uma tentativa de homicídio em Itapema, no Litoral Norte, na última sexta-feira, questiona as prisões e a vinculação deles com a facção criminosa Primeiro Comando da Capital (PCC), de São Paulo, conforme haviam divulgado as polícias Civil e Militar.
O advogado João Manoel Armôa Junior diz que os clientes dele, Moacir Levi Correia, o Bi, e Fernando Correia, foram presos por engano sem arma ou algo que os ligue ao crime.
– Os dois passeavam em Balneário Camboriú e não pertencem a nenhuma facção criminosa – garante o defensor, questionando a versão policial de que os suspeitos tentaram matar um homem de 62 anos e de que seriam integrantes do PCC.
Junior diz que Moacir cumpriu pena por dois assaltos a banco, porte ilegal de arma em SP e uso de documento falso em Joinville, mas que nunca teve contato com Marcos Camacho, o Marcola, líder do PCC, nem teve participação em mortes.
– Aguardo o envio do inquérito para analisar o relatório e acompanhar as medidas que serão tomadas pelo Ministério Público para traçar a estratégia de defesa – disse o advogado.
Moacir, Fernando e mais duas pessoas foram presas em flagrante pela tentativa de homicídio. A polícia diz que sabia que um homem seria executado e montou campana perto da casa dele. O cerco terminou com as prisões e o alvo não foi morto.

 

ASSUNTO: Sistema prisional

VEÍCULO: Diário Catarinense

São Paulo está em alerta por ameaças

Forças de segurança entraram em alerta no estado de SP com a possibilidade de uma onda de ataques e de rebeliões. O Primeiro Comando da Capital (PCC) fez ameaças após a transferência do líder da facção, Marcos Camacho, para o Regime Disciplinar Diferenciado e pela suspensão das visitas no fim de semana em presídios atingidos pela greve dos agentes.

 

ASSUNTO: Violência em Palhoça

VEÍCULO: Diário Catarinense

AGRESSÃO A IDOSO: Suspeitos de assalto são presos

Uma operação conjunta da Divisão de Investigação Criminal de Palhoça e da Divisão de Roubos da Diretoria Estadual de Investigações Criminais prendeu na manhã de ontem dois suspeitos de participação no assalto a uma residência no Loteamento Nova Palhoça, na Grande Florianópolis, na madrugada do último sábado. O crime chocou pela brutalidade dos assaltantes contra um dos moradores, um idoso de 76 anos, que teria reagido à ação dos criminosos.
Segundo a polícia os suspeitos já tinham passagens pela polícia por roubo e tráfico. Outros dois adolescentes, ambos de 14 anos, um deles suspeito de ser o principal agressor do idoso, também estavam no local, e foram encaminhados para a Delegacia de Proteção à Criança, ao Adolescente, à Mulher e ao Idoso (DPCAMI).
Os homens foram presos em três residências diferentes na localidade de Jaqueira, no bairro Bela Vista, em Palhoça. De acordo com o delegado Atilio Guasparí, a maior parte dos objetos roubados já foi recuperada e devolvida às vítimas.
– Quando chegamos no local, um deles usava o relógio do senhor (agredido) e outro os brincos da mulher. Todos confessaram e a família também os reconheceu na delegacia – afirmou Guasparí.
Buscas por outros suspeitos continuam
O delegado ressalta que ainda estão sendo feitas buscas de outros suspeitos que teriam participado do assalto. A procura é comandada por Guasparí e o delegado Anselmo Firmo de Oliveira Cruz.
O funcionário público aposentado Carlos Alberto Raulino teria recebido uma coronhada no supercílio ao tentar reagir contra um dos assaltantes. Ele foi encaminhado ao Hospital Regional de São José, onde os médicos realizaram exames e não constataram nenhuma fratura, mas o golpe causou um grande hematoma no olho. Ele foi atendido no Hospital Regional e recebeu alta.
O estudante Luiz Felipe Raulino, filho de Carlos Alberto, estava junto do pai quando cinco bandidos saltaram o muro dos fundos da residência. Também estavam em casa a noiva do estudante e um irmão dele.
O bando levou três televisões, um video-game, celulares e uma câmera fotográfica digital, além da aliança de noivado de Luiz Felipe. Eles não chegaram a apontar armas para as vítimas, mas, segundo o estudante, notadamente portavam pistolas por debaixo das roupas. Os bandidos fugiram do local em um carro que pertence à família, um Ford Fiesta, encontrado pela polícia.

 

ASSUNTO: Aeroportos catarinenses

VEÍCULO: Diário Catarinense

SEM VOOS NO RADAR: Aeroportos aguardam licenças

Após 10 anos de obras e R$ 88,5 milhões investidos, terminais de Jaguaruna e Correia Pinto ainda patinam para começar operações

Os próximos dias devem ser decisivos para dois aeroportos regionais de Santa Catarina. Em obras há mais de 10 anos, eles já consumiram R$ 88,5 milhões dos cofres públicos, mas aguardam o início das atividades. Os terminais de Correia Pinto, na Serra, e Jaguaruna, no Sul, ainda dependem de burocracia para começar a operar.
Em Jaguaruna, cidade de 18 mil habitantes e localizada a 20 quilômetros de Tubarão, o processo está mais adiantado. Pronto para operar desde 2013, o Aeroporto Regional Sul Humberto Ghizzo Bortoluzzi aguarda há nove meses pela homologação junto à Aeronáutica e à Agência Nacional de Aviação Civil (Anac).
A expectativa do governo do Estado e da RDL Aeroportos, empresa com sede em Florianópolis que administra o terminal, é de que a autorização saia ainda em março para que o empreendimento finalmente seja liberado a começar a receber pousos e decolagens.
Quanto aos voos regulares, o secretário estadual da Infraestrutura, Valdir Cobalchini, diz que o governo deu as condições necessárias e tenta parcerias com a União por meio dos subsídios aos voos regionais, mas alerta que a busca por companhias aéreas deve ser uma mobilização das comunidades interessadas com o envolvimento das prefeituras e associações empresariais.
Já o diretor de Transportes da secretaria, José Carlos Müller Filho, lembra que, no caso de Jaguaruna, a RDL atua como interlocutora nessas negociações e desde outubro conversa com companhias aéreas. A RDL confirma as tratativas e adianta que TAM, Gol, Azul, Trip e Brava mostraram interesse em operar em Jaguaruna. TAM e Gol, as duas maiores do Brasil, teriam afirmado inclusive que já tinham conhecimento do terminal e estudam a região. Qualquer definição, porém, só ocorrerá a partir da homologação do aeroporto.

 

ASSUNTO: SOS Desaparecidos

VEÍCULO: Portal da PMSC

SOS Desaparecidos divulga cartilha de prevenção ao Desaparecimento Infantil

Todos os anos 200 mil pessoas desaparecem sendo 40 mil Crianças. Após um trabalho de pesquisa no Sistema Integrado de Segurança Pública (SISP), verificou-se que de janeiro de 2005 a outubro de 2011, Santa Catarina registrou 8017 casos, oficialmente registrados, de desaparecimento de crianças e adolescentes, perfazendo 42,7% de todos os registros de desaparecimento no mesmo período. Nestes sete anos já foram registrados 18773 casos de desaparecimentos. Só em Florianópolis são 650 registros de crianças desaparecidas no mesmo período.
Diante disso, o Programa SOS Desaparecidos desenvolveu uma cartilha contando importantes informações de prevenção ao desaparecimento de crianças, jovens e até mesmo adultos. O material deve ser diponibilizado em escolas, locais públicos e em sua casa, e ser discutido em família, para que você ou algum familiar não faça parte desse índice tão triste de pessoas que desaparecem em nosso Estado.

CARTILHA DE PREVENÇÃO AO DESAPARECIMENTO INFANTIL

Riscos para seus filhos:

• Crianças de todas as idades, sexos e raças são vulneráveis ao sequestro.
• Quando o sequestrador não é um parente da criança, há uma chance igual de que o sequestrador seja alguém conhecido da criança ou da família.
• Esteja alerta: Mais de 50% das crianças sequestradas por estranhos foram retirados da rua, carro, parque ou área arborizada. Quase 75% das crianças que são raptadas em casos envolvendo família foram retiradas de suas casas, jardins ou outros.

Não deixe de acesar as cartilhas e saber mais sobre como prevenir sua família, seus filhos e conhecidos de um sequestro.

Maiores informações: SOS Desaparecidos – www.pm.sc.gov.br/desaparecidos – (48) 3229-6375

 

ASSUNTO: Novo quartel

VEÍCULO: Portal do CBMSC

12º BBM: DEBATE PARA PLEITO DE NOVO QUARTEL EM SÃO JOSÉ DO CEDRO

     

 

Na última segunda-feira (10/03) aconteceu no Corpo de Bombeiros Militar de São José do Cedro, na área do 12º Batalhão de Bombeiros Militar de São Miguel do Oeste, reunião acerca da construção das novas instalações da Unidade Bombeiro Militar do Município.

Inaugurado em 06 de agosto de 1998, o Grupo Bombeiro Militar de São José do Cedro atende ainda os municípios vizinhos de Guarujá do Sul e Princesa, desenvolvendo suas atividades em uma edificação bastante antiga, cedida pela Prefeitura Municipal à época da instalação da unidade.

No encontro, diversas autoridades locais e regionais acordaram pleitear junto a Secretaria de Estado da Segurança Pública, a viabilização de recursos para a construção de um novo Quartel para a OBM do Município. O terreno já foi adquirido com recursos do Fundo de Reequipamento do Corpo de Bombeiros – FUNREBOM de São José do Cedro e está localizado nas proximidades do trevo de acesso ao município, local estratégico e de fácil acesso aos Municípios vizinhos de Guarujá do Sul e Princesa.

O pedido à SSP/SC será formalizado com um documento assinado por todas as autoridades presentes ao evento, sendo: Major BM Marcelo Fiório, Comandante do 12º Batalhão de Bombeiros Militar (São Miguel do Oeste); 2º Tenente BM Nolan Rafael Volkweis, Comandante da 2ª Companhia (Dionísio Cerqueira); 2º Sargento BM José Carlos Cândido, Comandante da OBM de São José do Cedro; Sr. Plínio de Castro, Prefeito de São José do Cedro; Sr. Oli do Nascimento, Prefeito de Princesa; Sr. Norberto Lawlles, Vice-Prefeito de Guarujá do Sul; Vereador Silmar Britz, Presidente da Câmara Municipal de São José do Cedro; Vereadora Solange Terezinha Fritzen Lamberty, Presidenta da Câmara Municipal de Princesa; Vereador Alessandro Krewer, Presidente da Câmara Municipal Guarujá do Sul; Sr. Fábio Machado, Secretário de Administração de São José do Cedro; Sr. Ivanir Antônio Balbinot e Sr. Rudimar Marin, Presidente e Vice-Presidente da Associação de Bombeiros Comunitários de São José do Cedro.

ASSUNTO: Manifestações na Alesc

VEÍCULO: Portal da Alesc

Parlamentares se solidarizam com servidores estaduais em greve

Deputados de diversas bancadas da Assembleia Legislativa demonstraram solidariedade aos servidores de cinco categorias do funcionalismo público estadual que estão em greve por melhores salários. Os grevistas lotaram as dependências do Plenário Deputado Osni Régis e acompanharam a sessão ordinária desta quarta-feira (12).

As manifestações mais contundentes partiram dos deputados da oposição. Sargento Amauri Soares (PSOL) declarou apoio à greve. Ana Paula Lima (PT) lembrou que o governo encaminhou, no fim do ano passado, um pacote salarial que não contemplou todas as categorias do funcionalismo. “Na época, cobramos que deveria haver isonomia a todos os servidores, mas o governo não se sensibilizou”, disse.
Luciane Carminatti (PT) afirmou que o governo, ao não contemplar todos os servidores com o pacote salarial do ano passado, quis dividir o funcionalismo público. “No fim do ano passado, já fazíamos essa denúncia e pedíamos para que o governo respeitasse todas as categorias”, afirmou.
Angela Albino (PCdoB) disse que o governo paga bons salários “para uma pequena casta de servidores, escorada em apadrinhamento político”, e que não leva em consideração a eficiência na concessão de gratificações. Ela defendeu que o funcionalismo lute por um plano de cargos e salários. “A gratificação, hoje, às vezes, é a única ferramenta disponível, mas é preciso olhar para o futuro e apostar num plano de carreira”, afirmou. Ela também pediu a união entre as várias categorias que formam o funcionalismo estadual.
Maurício Eskudlark (PSD) afirmou que o governo tem demonstrado um grande esforço em atender os pedidos das categorias. “Esperamos que haja entendimento. Queremos que os servidores sejam atendidos da melhor forma possível”. Nilson Gonçalves (PSDB) e Valmir Comin (PP) também demonstraram solidariedade aos grevistas.
Abuso de autoridade
Sargento Amauri Soares comentou o caso de uma policial militar, em São Miguel do Oeste, que sofreu queimaduras nas mãos ao fazer exercícios no asfalto, sob sol forte. “Isso não é treinamento físico, é abuso de autoridade, uma falta de respeito com a instituição e o ser humano. Parece ser uma retaliação pelo fato dessas policiais terem lutado para entrar na corporação”, disse o deputado, se referindo à mobilização de mulheres aprovadas no concurso da PM no ano passado, que foram impedidas de tomar posse de seus cargos por terem menos de 1,65 metro de altura.
O parlamentar voltou a comentar sobre a situação política de alguns países, como a Ucrânia e a Venezuela. Segundo ele, na Ucrânia tem ocorrido um avanço da extrema direita, com a perseguição a comunistas e judeus. “Usam bandeira com suástica e uniforme nazista”, disse. “Na Venezuela, a direita apavorada e golpista perdeu todas as últimas eleições e agora quer tomar o poder, devolvendo o comando do Estado às velhas máfias”.

 

ASSUNTO: Gestão de Segurança Pública

VEÍCULO: Portal da SSP

SSP promove Seminário em Gestão de Segurança Pública e Inteligência Criminal

 

 

 

Favorecer a troca de experiências profissionais e incentivar a produção acadêmica e científica, nas áreas de Gestão de Segurança Pública e Inteligência Criminal, são os objetivos do Seminário promovido pela Secretaria de Segurança Pública, através da Diretoria de Formação e Capacitação Profissional – DIFC, nesta quinta-feira, 13, em Florianópolis. O evento é gratuito e aberto ao público. As inscrições podem ser feitas no local, a partir das 8h30min.

Durante o evento, que acontecerá no auditório do Tribunal de Contas de Santa Catarina, serão apresentados 10 trabalhos de conclusão de cursos de pós-graduação em Gestão de Segurança Pública e em Inteligência Criminal. Os cursos foram concluídos no final do ano passado e foram oferecidos aos operadores de segurança pública de Santa Catarina, através de um convênio firmado entre a SSP e o Ministério da Justiça, por intermédio da Secretaria Nacional de Segurança Pública- Senasp. Na ocasião também acontecerá o lançamento da revista acadêmica Caminhos – edição especial de pós- graduação, editada pela Unidavi- Centro Universitário para o Desenvolvimento do Alto Vale do Itajaí, instituição de ensino contratada para ministrar os cursos de pós-graduação.

Para o Ten. Cel. PM Claudio Gomes, Diretor de Formação e Capacitação Profissional da SSP, além de ser uma oportunidade de troca de conhecimento e atualização profissional entre os operadores da segurança pública, o seminário será o coroamento dos cursos de pós-graduação. “Os 10 trabalhos que serão apresentados durante o seminário foram selecionados entre os cerca de 300 artigos confeccionados pelos alunos,” disse.