Área do associado

Área do associado

Clipagem do dia 11 de março

11.3.2014

PRINCIPAIS NOTÍCIAS DE 11.03.2014

 

COLUNISTA RAFAEL MARTINI – Diário Catarinense

Mostra dos presos

A Secretaria da Justiça e Cidadania prepara uma exposição de todos os produtos fabricados pelos detentos nas unidades prisionais de Santa Catarina para os dias 26 a 28 de março.A mostra será no Centro Integrado de Cultura, em Florianópolis. Hoje, 200 empresas aproveitam a mão de obra de cerca de 7 mil detentos.

 

COLUNISTA CARLOS DAMIÃO – Notícias do Dia

Ambulantes

Polícia Militar, prefeitura e CDL estão juntando esforços para combater o comércio ambulante ilegal na Capital – um problema cada vez mais grave, principalmente pela venda de itens falsificados (roupas, DVDs, bolsas, óculos). O comandante do 4º Batalhão da Polícia Militar, tenente-coronel Araújo Gomes, está participando do grupo de trabalho que planeja as ações.

 

COLUNISTA ROBERTO AZEVEDO – Notícias do Dia

Reflexo

A instalação da Academia Nacional da Polícia Rodoviária Federal às margens da SC-401, no Norte da Ilha de Santa Catarina, provocou uma redução no número de ocorrências policiais na região, entre Canasvieiras e Ingleses. A circulação de mil alunos fardados, que almoçam e moram próximos à academia, deixou muito marginal com as barbas de molho, pois, na dúvida se eles podem ou não prender, melhor não arriscar.

 

ASSUNTO: Partido Militar

VEÍCULO: Revista Época

Com 320 mil assinaturas, Partido Militar Brasileiro quer o número 99

O Partido Militar Brasileiro (PMB) saiu da trincheira. Seus líderes já coletaram 320 mil das 492 mil assinaturas necessárias para criar a legenda. Fundador do PMB, o capitão da Polícia Militar de São Paulo Augusto Rosa calcula que o partido tem representantes em mil municípios espalhados pelos 26 estados e o Distrito Federal. A meta é acelerar a formação da sigla e lançar candidatos nas eleições municipais de 2016. O número requerido no Tribunal Superior Eleitoral é o 99, “para mostrar que estamos à extrema direita de tudo o que existe na política hoje”, diz o capitão Rosa. Os pilares do PMB são pátria, honra, moral e ética. No front da ação para criar o partido está o coronel Marcos Pontes, o primeiro astronauta brasileiro. “O apoio do coronel Pontes dá credibilidade ao nosso projeto de extrema direita dentro da democracia”, afirma o capitão Rosa.

 

ASSUNTO: Academia da PRF

VEÍCULO: Notícias do Dia

Foco na segurança pública

A primeira turma da Academia Nacional da Polícia Rodoviária Federal deve se formar no dia 23 de maio. Desde o início de fevereiro, mais de 1.200 alunos estão sendo treinados na academia, uma área de 80 mil m² às margens da SC-403, em Canasvieiras, no Norte da Ilha. Lá, serão formados policiais rodoviários para atuarem em todo o Brasil. Neste primeiro momento, eles estão sendo capacitados para a Copa do Mundo.

A academia da PRF foi inaugurada sexta-feira, com as presenças do ministro da Justiça José Eduardo Cardozo, do governador Raimundo Colombo e da diretora-geral da PRF, Maria Alice Nascimento de Souza. “Um dos grandes desafios que o Brasil tem é a segurança pública, e a partir da capacitação e formação desses policiais poderemos positivar este quadro. Sem o policial bem capacitado e treinado é impossível reduzirmos a violência nas estradas”, disse o ministro.

Nas 34 salas de aulas, nas pistas de corrida e de treinamento em direção veicular e no estande de tiro os alunos cursam 32 disciplinas, entre elas fiscalização de trânsito, técnicas de abordagem e direitos humanos, e são divididos em quatro núcleos orientados por instrutores. O curso tem a duração de três meses.

“A PRF vive um novo momento que aliará a prática ao conhecimento. Esse projeto ousado e pioneiro pretende reunir em um único complexo todas as atividades de formação, treinamento e capacitação de nossos policiais”, relatou o inspetor e coordenador de ensino

Bruno Schetin. “A experiência tem sido muito boa, a estrutura é espetacular e estamos aprendendo bastante. O companheirismo é algo implantado desde o início, e aqui nos tornamos pessoas melhores”, contou o aluno Gleison Levi Ferreira, que veio de Natal (RN).

Qualificação e economia

A Academia Nacional da Polícia Rodoviária Federal também vai qualificar e atualizar os agentes, por meio de cursos específicos para policiais já formados. “Nossa PRF é amada pela sociedade, e Santa Catarina se sente valorizada com a instalação desta sede em nosso Estado, que proporcionará a melhoria constante da segurança pública do país”, afirmou o governador Raimundo Colombo.

O prefeito Cesar Souza Júnior afirma que a academia também contribuirá para a economia da capital catarinense. “É uma honra para a cidade, além disso há a questão econômica, que é essencial. Trará milhares de pessoas que contribuirão para a economia do Norte da Ilha. Certamente novos negócios irão florescer por conta da academia”, disse.

 

ASSUNTO: Greve do funcionalismo estadual

VEÍCULO: Notícias do Dia 10.03

Servidores do Estado em greve

Servidores de secretarias, autarquias e fundações do governo do Estado entram hoje em greve. A deliberação ocorreu na última sexta na assembleia da categoria. A principal reclamação é quanto ao pacote de reforma salarial, proposto pelo governo e aprovado pela Assembleia Legislativa no fim de 2013. Analistas e técnicos da Educação, do Deinfra (Departamento de Infraestrutura do Governo do Estado), do Deter (Departamento de Transportes e Terminais), da Fatma (Fundação Estadual de Meio Ambiente), do Imetro (Instituto de Meteorologia, Qualidade e Tecnologia), agentes penitenciários e trabalhadores do Porto de Itajaí e Agência Sine, estão entre as categorias grevistas.

“Sabemos que na Fatma e no Imetro a adesão é de 100%”, reitera o primeiro secretário-geral do Sintespe, Alex Pertussatti. No Deinfra, segundo a previsão inicial, a paralisação vai afetar 80% do quadro de funcionários. Os efeitos da paralisação devem ser sentidos ainda nesta semana, quando as Agências do Sine devem ficar de portas fechadas. Os efeitos também refletem nas obras públicas de todo estado supervisionadas por engenheiros do Deinfra, entre elas a da Ponte Hercílio Luz, que está atrasada e é uma prioridade para o governador Raimundo Colombo.

Lins reitera que a aprovação do programa de gratificações concedido aos servidores da Procuradoria Geral do Estado e do Instituto de Previdência, além da desincompatibilização do teto salarial do vencimento do governador (R$ 15 mil) para o dos desembargadores (R$ 25 mil), desagradou as categorias. O secretário de Estado da Fazenda, Antonio Gavazzoni, diz que se os servidores paralisam as atividades as negociações serão canceladas. Na sua avaliação, a greve é um movimento periférico que não vai atrair número significativo de servidores e nem afetar os trabalhos do governo.

 

ASSUNTO: PGC

VEÍCULO: Diário Catarinense

CRIME ORGANIZADO: Avanço de facção deixa SC em alerta

Setores de inteligência da segurança pública monitoram o PCC paulista

Detectada no ano passado em investigações paralelas das ondas de atentados, a presença no Estado da organização criminosa Primeiro Comando da Capital (PCC), de São Paulo, ganhou proporções de alta preocupação na segurança pública catarinense nos últimos dias.
As autoridades policiais do Estado temem que o avanço dos criminosos paulistas em território catarinense ganhe dimensões maiores em curto espaço de tempo. Estariam em jogo homicídios, a disputa pelo tráfico de drogas, assaltos, roubo de cargas e de veículos, além de uma série de outras atividades ilícitas como a lavagem de dinheiro no Litoral Norte.
É temor de investigadores a violência que pode ser gerada entre criminosos rivais de fora com quadrilhas locais. O exemplo disso aconteceu na sexta-feira, quando atiradores do PCC que ocupavam quatro carros protagonizaram tiroteio em Meia Praia, em Itapema, ao tentar executar um desafeto do bando.
A missão da facção falhou graças a intervenção de policiais civis e militares. A mobilização envolveu agentes do Litoral Norte e de Florianópolis. Quatro pessoas foram presas. Entre elas Moacir Levi Correia, o Bi, apontado pela polícia como um dos principais nomes do PCC em Santa Catarina.
Enfraquecimento do PGC abriu brechas
Historicamente, a facção paulista nunca se consolidou no Estado graças a presença do Primeiro Grupo Catarinense (PGC), a maior facção criminosa de Santa Catarina desarticulada em 2013 após a transferência de 40 criminosos líderes para presídios federais.
O DC apurou com fontes policiais, entre elas integrantes da cúpula policial, que o cenário atual é de preocupação com o avanço do grupo paulista em Santa Catarina. O monitoramento é feito, entre outros setores de inteligência, pela Diretoria Estadual de Investigações Criminais (Deic).
Em abril de 2013, na série de reportagens A Máfia das Cadeias, o DC antecipou com exclusividade que criminosos do PGC não aceitavam batismos do PCC no sistema prisional de Santa Catarina e previam banho de sangue caso os paulistas insistissem no domínio.
O mapeamento das autoridades indica células do PCC em Joinville, Blumenau e Litoral Norte, região esta considerada atrativo a parte pela forte capacidade de expansão nos negócios, especialmente o tráfico de drogas e a possibilidade de lavagem de dinheiro.

Temor é de tentativa de resgate de preso

No Litoral Norte, a polícia mantém o alerta sobre possibilidade de tentativa de resgate dos presos ligados ao Primeiro Comando da Capital (PCC). Na manhã de ontem, o delegado titular da Divisão de Investigações Criminais (DIC) de Balneário Camboriú, Osnei Oliveira, contatou o Departamento de Administração Prisional (Deap) para alertar do risco.
A tentativa de resgate não é descartada por causa de Moacir Levi Correia, o Bi. O Deap mantém operações normais no Complexo Penitenciário da Canhanduba, em Itajaí, para onde os presos foram levados.
O comandante da 4ª Companhia da PM, capitão Eder Oliveira, disse que os policiais estão em alerta. Ele afirma que podem ocorrer represálias do PCC direcionadas à PM pelo fato de a execução ter sido evitada. Moacir é considerado violento.

ASSUNTO: Formação de Cabos e Sargentos

VEÍCULO: Portal do CBMSC

ABERTAS INSCRIÇÕES PARA CURSOS DE FORMAÇÃO DE CABOS E SARGENTOS

     

 

 

A Diretoria de Pessoal (DP), através da Divisão de Seleção, Inclusão e Estudos de Pessoal (Disiep), abriu na sexta-feira (07/03) o período de inscrições para o Curso de Formação de Cabos (CFC) e Curso de Formação de Sargentos (CFS) do Corpo de Bombeiros Militar de Santa Catarina.

Confira as informações básicas sobre as seleções e acesse os editais e o formulário de inscrições abaixo:

Curso de Formação de Sargentos (CFS)

Inscrições: Até 16 de março

Vagas: 35 (Mérito intelectual) – Prova dia 30 de Março

15 (Antiguidade na carreira)

05 (Antiguidade na graduação de 3° Sargento do Quadro Complementar)

Duração: 06 meses

Curso de Formação de Cabos (CFC)

Inscrições: Até 16 de março

Vagas: 63 (Mérito intelectual) – Prova dia 30 de Março

27 (Antiguidade na carreira)

09 (Antiguidade na graduação de Cabo do Quadro Complementar)

Duração: 02 meses

Turmas: CFC I/2014 Inclusão em: 26/05

CFC II/2014 Inclusão em: 28/07

CFC III/2014 Inclusão em: 29/09

As provas de mérito intelectual serão aplicadas pelo Instituto O Barriga Verde nas cidades de Blumenau, Canoinhas, Chapecó, Criciúma, Florianópolis e Lages, cabendo ao candidato optar por um desses locais. Ambos os processos (CFC e CFS) terão quatro fases de seleção: prova intelectual, inspeção de saúde, teste de aptidão física e conferência de documentos.