Área do associado

Área do associado

Clipagem de 8 a 11 de agosto

11.8.2014

PRINCIPAIS NOTÍCIAS DO DIA 8 DE AGOSTO

 

COLUNISTA RAFAEL MARTINI – Diário Catarinense

BATOM NA SEGURANÇA

A Polícia Militar de SC realiza hoje três atos de formatura de mulheres para o posto de soldado, totalizando 202 novas profissionais na corporação. As cerimônias serão em Florianópolis, Canoinhas e São Miguel do Oeste.

 

COLUNISTA YULA – Notícias do Dia

Por segurança

Após vários acontecimentos de insegurança em Biguaçu, como os casos de estupros, um projeto de lei foi elaborado no município determinando que os ônibus parem para mulheres, após as 20h, fora dos pontos habituais. Órgãos como a prefeitura, Polícias Militar e Civil, já haviam se reunido com o intuito de destacar ações urgentes para solucionar o caso. A rotina do biguaçuense, principalmente das mulheres, já mudou em decorrência dos fatos atípicos do último mês. “Todo cuidado é pouco. Não podemos dar chance ao azar, ou melhor, a esses delinquentes que estão tirando o sossego da população”, diz o vereador Douglas Borba, autor da proposta, que já encaminhou oficio para Policia Militar solicitando rondas nas ruas 24 horas por dia.

 

ASSUNTO: Segurança em debate

VEÍCULO: Diário Catarinense

Segurança pública é tema de debate em evento da OAB

O FOCO DA Polícia Militar para controlar a criminalidade em Joinville é trabalhar junto com a comunidade, enquanto em Balneário Camboriú, o comando firmou parceria com a Prefeitura para garantir ações sociais em parceria com o Estado

A segurança pública em Santa Catarina foi tema de debate na tarde de ontem no segundo Painel Viver SC que integra a semana do advogado e acontece no Centreventos Cau Hansen, em Joinville. O comandante do batalhão da PM de Balneário Camboriú, tenente-coronel Marcello Martinez Hipólito, o subcomandante do 8º Batalhão da PM de Joinville, major Jofrey Santos da Silva e o advogado especialista em segurança pública, Luiz Fernando Flores Filho, foram convidados para discutir o assunto.
Mediados pelo jornalista do Grupo RBS, Renato Igor, os palestrantes falaram sobre os recentes episódios de justiça com as próprias mãos, a reincidência no crime de infratores que não ficam presos, o aumento nas mortes em confronto com a polícia, a defasagem no efetivo, polícia comunitária, entre outros temas.
O objetivo da ampla discussão que durou aproximadamente duas horas foi apresentar possíveis soluções para diminuir os índices de violência. Uma das preocupações é o modelo de legislação que facilita a libertação de criminosos. Os dois oficiais da PM relataram casos de infratores que já foram presos até 50 vezes. A sensação de impunidade parece ser um motivo para a reincidência.
Em Joinville, a Polícia Militar tem intensificado a atuação da polícia comunitária. Além de agir sobre os índices de criminalidade, a PM está contando com a organização da comunidade. Os Conselhos de Segurança Comunitária foram estruturados com policiais especializados.
– A medida que a comunidade tem um clamor, nós ouvimos isso e priorizamos as ações. Assim, não atuamos só com projetos para redução de determinados delitos, mas como um estímulo para reforçar a sensação de segurança – avaliou o major Jofrey.
O exemplo de prevenção da criminalidade que está em prática em Balneário Camboriú diz respeito a uma parceria entre a Prefeitura e a Polícia Militar. Conforme o tenente-coronel Martinez, a ideia é procurar identificar os fatores de risco que ocasionam o crime e atuar nesses problema.
MOTIVOS PARA A CRIMINALIDADE
A evasão escolar e a venda de bebida alcóolica nas imediações de escolas estão entre os motivos que levam à criminalidade. O crime hereditário, quando passa de pai para filho, é outro exemplo de assistência social trabalhada em conjunto com a PM.
– A mudança da lei penal está muito longe do nosso alcance, então temos que fazer o que está ao nosso alcance. O ideal seria manter o preso efetivamente preso, mas o que o município pode fazer é focar no problema – disse.
Já o advogado Flores criticou os gastos do Governo com publicidade e cargos de confiança e destacou que há necessidade de mais investimento em efetivo policial e tecnologia.

 

ASSUNTO: Assalto no shopping

VEÍCULO: Notícias do Dia

Menores assaltam joalheria

Ladrões armados invadiram mais uma vez o shopping do bairro Santa Mônica, em Florianópolis, para roubar ouro. Em menos de 45 dias foram dois assaltos, no mesmo horário: 11h10. Ontem, o alvo foi a Joalheria Eduardo, no segundo piso. Quatro adolescentes levaram correntes, relógios, pulseiras, braceletes, brincos, anéis e pingentes.

Um adolescente foi detido. Até o fechamento da edição, a Polícia Militar ainda não tinha pistas dos outros três assaltantes. A funcionária de um quiosque, em frente à joalheria, contou que percebeu alguma maldade quando viu três jovens com uma bolsinha, onde provavelmente estavam as armas, caminhando lentamente para a joalheria. “Pareciam maloqueiros. Eles roubaram e saíram tranquilamente, nem usaram a escada rolante”, disse.

“Os bandidos botaram dois revólveres na cabeça da gerente e a mandaram abrir o cofre”, contou um policial à paisana que estava no shopping, porém em outro piso, no momento do assalto. A Polícia Militar foi acionada e espalhou a notícia pelo rádio.

“Estávamos em uma ocorrência de rotina perto da avenida Beira-Mar Norte quando ouvimos o alerta. Saímos da missão anterior e demos prioridade para o assalto. Como já sabemos que os assaltantes procuram os morros para se esconder seguimos para o Santa Vitória, atrás do hospital infantil Joana de Gusmão, e conseguimos recuperar as joias em uma mochila no porão de uma casa”, contou o soldado Debastiane, que estava na guarnição com o soldado Pereira. Entre as joias, estavam também as duas armas usadas na ação criminosa.

Debastiane contou que os suspeitos já tinham trocado de roupas, deixando as que usaram no assalto na mochila. Enquanto a guarnição de Debastiane fazia buscas na parte baixa do Morro Santa Vitória, outras viaturas procuravam os suspeitos na parte mais alta. As guarnições foram orientadas pelo helicóptero da PM que sobrevoava a região. Uma hora depois, os soldados conseguiram deter um adolescente de 16 anos, envolvido no assalto.

Joias foram devolvidas à loja

As joias e o adolescente foram levados para o quartel da PM, no bairro Santa Mônica. O proprietário da joalheria e a gerente compareceram na unidade militar para reaver o que foi apreendido. O proprietário afirmou que todas as peças levadas pelos assaltantes são de ouro. No assalto ocorrido há 45 dias, os ladrões também não tiveram dificuldades em invadir o shopping. Na ocasião, eles roubaram uma joalheria localizada no térreo. Nesta ocorrência, os suspeitos não foram presos, tampouco as joias recuperadas.

 

ASSUNTO: Assalto no Saco dos Limões

VEÍCULO: Notícias do Dia

Bandidos invadem casa e amarram engenheiro e filhas

O engenheiro José Latrônico e suas duas filhas foram amarrados por assaltantes na madrugada de ontem, na casa da família, na servidão Augusto, bairro Saco dos Limões, em Florianópolis. Ele foi rendido por volta das 2h45, quando chegava em casa, ao volante de um Honda Civic. Armados de revólver e pistola, os dois criminosos empurraram o engenheiro para dentro da casa e acordaram as duas filhas adultas que dormiam.

Pai e filhas foram amarrados e trancados em um dos cômodos, enquanto os bandidos reviravam gavetas e armários à procura de objetos de valor. Eles levaram televisão, aparelho de som, celulares, notebook e diversos outros eletrônicos, além de dinheiro. Uma das filhas, que se formou recentemente em medicina, tinha um celular escondido e ligou para a polícia. “No pedido de socorro ela nos informou que ainda permaneciam no quarto com medo de os criminosos estarem na casa”, informou o oficial da Central de Emergência 190. Somente depois de se livrar das amarras e sair do quarto para verificar o que havia sido roubado, o engenheiro percebeu que os criminosos levaram o produto do roubo no veículo da família.

 

PRINCIPAIS NOTÍCIAS DO DIA 10 DE AGOSTO

 

COLUNISTA CARLOS DAMIÃO – Notícias do Dia

Emoção no ar

Um dos maiores sucessos das redes sociais da semana passada foi um pequeno vídeo – 2 minutos e 27 segundos – postado pelo Colégio Catarinense tendo o tenente-coronel Araújo Gomes, comandante do 4º Batalhão da Polícia Militar, como personagem principal, assistindo num notebook aos depoimentos de seu pai e de seu filho. “Pai, exemplo pra toda vida!” ganhou 1.795 compartilhamentos e 1.326 curtidas até sexta-feira.

 

PRINCIPAIS NOTÍCIAS DO DIA 11 DE AGOSTO

 

COLUNISTA CARLOS DAMIÃO – Notícias do Dia

SINPOL REAGE

Sindicato dos Policiais Civis marcou entrevista coletiva para hoje, às 10h, quando se posicionará contra a normatização anunciada pelo governo sobre pagamento de horas-extras, subsídios e nova escala. Questiona ainda os salários dos delegados “sete vezes maior que os agentes policiais.”

 

COLUNISTA HÉLIO COSTA – Notícias do Dia

Sinpol

As delegacias especializadas estão cumprindo a nova escala de trabalho normatizado pela Delegacia Geral. A polícia não pagará mais horas extras como antigamente. Ninguém pode fazer mais que seis horas por dia. O novo horário é das 13h às 19h. A Deic e a Delegacia de Repressão a Roubos já estão funcionando assim. O sindicato da categoria, contrária à medida, debate sobre o assunto nesta segunda-feira, na rua Presidente Kennedy 306, sala 209, Campinas, em São José.

 

ASSUNTO: SOLDADOS

VEÍCULO: Portal da PMSC 08.08

Emoção marca a formatura de 202 novas policiais militares

Hoje o dia foi delas. Depois de quase 16 anos de formaturas com turmas mistas, em razão da unificação dos quadros da Corporação, que aconteceu em 1998, a Polícia Militar de Santa Catarina teve uma solenidade de formatura exclusivamente de soldados femininas.

Após oitos meses de curso, na manhã desta sexta-feira (08), 202 jovens mulheres se formaram no Curso de Formação de Soldados. Na Capital, a solenidade aconteceu no Centro de Ensino da Polícia Militar, e marcou a formatura de 136 policiais. Outras solenidades aconteceram simultaneamente no interior do estado, em Canoinhas, com 34 formandas, e em São Miguel do Oeste, com mais 32.

Ao encerrarem a trajetória de formação na Corporação, todos os formandos escolhem um nome para identificar a turma. As soldados femininas homenagearam a senhora Ivane Rita Fretta Moreira, esposa do vice-governador do Estado, Eduardo Pinho Moreira, que faleceu em 19 de julho de 2013, após complicações durante procedimento cirúrgico, deixando seu exemplo para a sociedade catarinense. Formada em Química Industrial e em Direito, ao longo de sua vida assumiu diversos cargos públicos como presidente da Associação de Assistência Social de Criciúma e da Fundação Nova Vida, além de ter atuado na política catarinense. Mãe de quatro filhos e avó de quatro netos, foi exemplo de mulher e referência de dedicação e coragem.

Os filhos, Paulo Fretta Morreira e Isabel Fretta Moreira foram homenageados pela turma e pelo comando geral durante a solenidade.

De forma simbólica, o comandante-geral da PM, coronel Valdemir Cabral, e o secretário de Segurança Pública, Cesar Augusto Grubba, entregaram à formanda Mariana Maria Nunes o kit policial. Conjunto de equipamentos de proteção individual formado por uma pistola calibre .40, 35 munições calibre .40, colete balístico, algema, espargidor de gás, bastão tonfa e cinto de guarnição completo.

Para atuar no policiamento pelas ruas do Estado, de forma mais ostensiva, que é o foco de ação do Comando Geral, cada uma das novas soldados também recebeu um colete refletivo.

Aluna soldado Morgana Tramontini da Silva, 1ª colocada no curso, que atingiu a maior média, foi agraciada pelo comando com a “Estrela em Cristal”, e poderá receber no dia 21 de abril de 2015, conforme prevê o decreto 24.555, a medalha “Feliciano Nunes Pires”, concedida pelo governador, por proposta do comandante-geral.

Os padrinhos, madrinhas e familiares participaram do ato fazendo a entrega dos certificados de conclusão às novas soldados.

E para marcar o engajamento com o trabalho em prol da segurança da sociedade, as soldados prestaram o compromisso policial militar perante o pavilhão nacional. Em seguida, prestaram continência à Bandeira Nacional.

Em seu pronunciamento, o comandante-geral destacou que a nova turma de policiais militares contribuirá para enriquecer a nova relação que a Corporação está estabelecendo com a sociedade. Para as novas soldados deixou a seguinte mensagem: “Sejam as arquitetas desta manhã. Projetem e materializem o sonho que as pessoas têm de viver sem medo, de respirar despreocupadas com a segurança de seus entes queridos, de depositar na farda cáqui a crença de sua tranquilidade, a fé na paz social”.

Já o secretário de Segurança Pública destacou o empenho do governo do Estado no cumprimento do compromisso assumido com a sociedade catarinense, de melhorar o efetivo da segurança pública, e desta forma aumentar a sensação de segurança em Santa Catarina.

A solenidade foi prestigiada por diversas autoridades, como o secretário de Segurança, Cesar Augusto Grubba, o secretário adjunto, coronel RR Fernando Rodrigues de Menezes, o comandante-geral da PM, coronel Valdemir Cabral, o comandante-geral do Corpo de Bombeiros Militar, coronel BM Marcos Oliveira, a procuradora de Justiça e presidente da honra da Associação Filantrópica de Amparo aos Policiais Militar (Afapom), Heloísa Abdala, o diretor de Instrução e Ensino da PM, coronel José Aroldo Schilisting, e o comandante do Centro de Formação e Aperfeiçoamento de Praças, tenente-coronel Renato José de Souza, além de coronéis diretores e comandantes de Unidades PM, deputados, amigos da PM, policiais militares e civis, e familiares.

Encerrando a solenidade, as novas soldados desfilaram em continência ao comandante-geral.

ASSUNTO: Cães de salvamento

VEÍCULO: Portal do CBMSC

SERVIÇO DE CÃES SERVIRÁ DE BASE PARA PROTOCOLO NACIONAL

     

 

O coordenador estadual do Serviço de Cães do CBMSC, Major BM Walter Parizotto, esteve durante esta semana em Brasília para representar a Corporação no Grupo de Trabalho instituído pela Secretaria Nacional de Segurança Pública (SENASP) para propor a regulamentação do emprego e capacitação de cães de salvamento nas atividades dos Corpos de Bombeiros Militares em todo o país.

Entre terça-feira e esta sexta-feira (07/08), representantes de diferentes Corporações que já trabalham com cães em operações oficiais debatem a proposta de protocolos de certificação de cães a ser apresentada à SENASP.

Conforme Major BM Parizotto, os procedimentos adotados em Santa Catarina, onde desde 2003 existe o serviço de cães, serão a base da proposta nacional. A instituição catarinense foi a primeira no país a instituir a obrigatoriedade da certificação dos animais como pré-requisito para a utilização dos mesmos em operações reais – motivo pelo qual torna a experiência catarinense diferenciada.

O CBMSC faz parte do seleto grupo de instituições filiadas à Organização Internacional de Cães de Busca e Resgate (em inglês, International Rescue Dog Organization – IRO), que constantemente cede juízes oficiais para a participação em provas de certificação organizadas em Santa Catarina (referência para a certificação de cães na América Latina).

Além do representante catarinense, também participam da elaboração do projeto Bombeiros Militares de São Paulo, Ceará, Bahia, Espírito Santo, Brasília e Pará. O Grupo Técnico tem até o mês de setembro para apresentar uma proposta de Certificação de Cães de Busca e Resgate Nacional.

 

ASSUNTO: Operações Aéreas

VEÍCULO: Portal do CBMSC

TRANSPORTE INÉDITO DE LACTENTE ENTRE HOSPITAIS NO ESTADO

     

 

O Batalhão de Operações Aéreas (BOA) do CBMSC realizou na segunda-feira (05/08) mais uma missão de transporte inter-hospitalar em parceria com o Serviço Móvel de Urgência (SAMU) da Secretaria de Estado da Saúde (SES).

A missão consistiu na transferência de um lactente com três dias de vida entre os hospitais Nossa Senhora da Conceição em Tubarão, no Sul, e a UTI Neonatal em Joinville, na região Norte. Pela primeira vez, a equipe do BOA utilizou a aeronave Arcanjo 02 para um transporte do tipo, com o bebê recém-nascido internado numa incubadora do SAMU (equipamento que proporciona ambiente termoneutro, com fluxo de ar, umidade e temperatura controlados).

Também de forma inédita houve, por parte da Corporação, da utilização da pista de pouso do Aeroporto Regional Humberto Ghizzo Bortoluzzi em Jaguaruna. A estrutura recém-construída, de administração privada, em fase de implantação no Sul do Estado.

Sobre o BOA: Até o início do mês de agosto o helicóptero Arcanjo 01 do BOA já prestou mais de 3 mil atendimentos em 4 anos e oito meses de atuação. Já o Arcanjo 02, aeronave de asa fixa destinada a missões de apoio à SES e transporte de tropa especializada do CBMSC, cujos trabalhos iniciaram no mês de janeiro, acumula mais de 30 atendimentos.