Área do associado

Área do associado

Clipagem de 2 a 4 de agosto

4.8.2014

PRINCIPAIS NOTÍCIAS DO DIA 2 DE AGOSTO

 

COLUNISTA RAFAEL MARTINI – Diário Catarinense

Sem mudanças

O juiz Giuliano Ziembowicz, da 3a Vara da Fazenda Pública de Florianópolis, indeferiu a ação popular movida pelos defensores públicos de SC que pediam a imediata mudança no comando da Defensoria Pública.

 

COLUNISTA HÉLIO COSTA – Notícias do Dia

Lei Seca

A Polícia Militar executou seis dias consecutivos de blitz da lei seca, entre 21 e 27 de julho, em 93 municípios e o resultado foi surpreendente: 97 prisões por embriaguez, 480 infrações de trânsito e 26 carteiras de nacionais de habilitação recolhidas. Durante este período foram abordadas 4.267 pessoas. Deste total, 12 foram presas em flagrante por conduzir veículo sob efeito de álcool e outras 13 por crimes diversos.

 

ASSUNTO: VIOLÊNCIA EM SANTA CECÍLIA

VEÍCULO: Diário Catarinense

AUDÁCIA NA SERRA: Criminosos assaltam banco e fogem com três reféns

Ladrões entraram encapuzados e armados com fuzis em uma agência bancária de Santa Cecília e aterrorizaram a cidade

O cruzamento das ruas Tânia Ceolla Gaudencio e Pedro Grimes tem farmácia, comércio de roupas, loja de informática e banco. É o típico centro de um município de 16 mil habitantes. Todos se conhecem, conversam sobre assuntos locais e voltam para casa sem maiores preocupações. Ontem o sossego deu lugar ao terror.
A pacata Santa Cecília, a 110 quilômetros de Lages, na Serra catarinense, foi palco de uma rara ação criminosa. Toda a ação durou cerca de 35 minutos e envolveu bandidos encapuzados e com fuzis, reféns usados como escudos humanos, tiros para todos os lados e uma situação de pânico generalizado.
O assalto ao Banco do Brasil foi presenciado por quem passava pelo local por volta das 10h30min. Pelo menos 20 pessoas foram feitas reféns. Mulheres e crianças foram liberadas, mas os homens que cruzavam os olhares dos bandidos eram submetidos a tortura emocional. Raciocinar era difícil e o pensamento era o mesmo entre todos.
– Sou casado, tenho filhos e um neto. Eu só conseguia pensar na família – lembrou, chorando, o motorista Antonio Silvio Valim, de 48 anos, que teve o carro levado pelos ladrões na fuga.
– Eu só rezava para não morrer – contou o auxiliar administrativo Fernando Reuter, que estava dentro do banco e foi obrigado a deitar no chão quando os ladrões entraram atirando.
Com o helicóptero e policiais militares de várias cidades, a PM continuava as buscas por toda a região ontem à noite. A Polícia Civil levantou linhas de investigação a partir do modo de ação dos bandidos.
O delegado Evandro Luiz Oliveira de Abreu aidna receberá do banco a informação de quanto foi levado, mas por enquanto ele não dá detalhes, nem sobre os possíveis suspeitos.

“Eu pensava só na minha família”

Olvieira estava na agência quando os bandidos entraram. Foi levado para fora e junto a outro cliente e a um funcionário, continuou como refém.

Diário Catarinense – Como foi o assalto?
Joel de Oliveira – Eu estava dentro do banco quando os bandidos entraram e me mandaram para fora. Eles queriam levar cinco reféns, mas como não ia caber todos na Fiorino, que conseguiram roubar, decidiram levar só três, e eu fui um deles.

DC – O que passava pela sua cabeça?
Joel – Eles deram tiros ao sair do banco. Eu só pensava na minha família, pois tenho um filho de 12 anos.

DC – O que aconteceu durante a fuga, quando você estava no carro?
Joel – Nós deitamos na parte de trás da Fiorino e eles começaram a atirar e a polícia revidou. Os tiros entravam no carro e os cacos de vidro caíam sobre a gente. E nós não podíamos olhar e nem falar nada.

DC – Como vocês foram liberados?
Joel – Eu achava que se não morresse no tiroteio eles me matariam depois. Quando pararam a Fiorino, falaram que iriam nos amarrar, mas só nos deixaram fechados na parte da trás. Depois de uns cinco minutos, quando eles já tinham ido embora, nós saímos. Eu nunca imaginei que passaria por algo assim na vida.

 

PRINCIPAIS NOTÍCIAS DO DIA 3 DE AGOSTO

 

COLUNISTA RAFAEL MARTINI – Diário Catarinense

Endereço certo

A Polícia Federal revelou que o principal dono da carga de uma tonelada de maconha apreendida mês passado em Santo Amaro da Imperatriz mora na Serrinha, no bairro da Trindade. Os policiais não têm dúvida que a droga ficaria para consumo na região da Trindade e Agronômica, onde, dizem, há forte demanda pelo entorpecente e envolvidos enriquecendo às custas da atividade ilícita.

 

ASSUNTO: Eleições 2014

VEÍCULO: Diário Catarinense

Candidatos a deputado por domicílio eleitoral

 

PRINCIPAIS NOTÍCIAS DO DIA 4 DE AGOSTO

 

COLUNISTA ROBERTO AZEVEDO – Notícias do Dia

Cultura 1

Pessoal da área do teatro está atrás de explicações sobre a situação do tombado Teatro Álvaro de Carvalho, no Centro da Capital, que está com os camarotes interditados desde dezembro de 2013 e com balcão fechado pela própria Fundação Catarinense de Cultura, há três anos. A nova presidente da FCC, Maria Teresinha Debatin, avisa que a correção dos problemas é prioridade para o órgão que comanda.

Cultura 2

Maria Teresinha explica que o laudo dos bombeiros exige a colocação de suporte nas laterais dos camarotes, barras de aço que precisaram ser avaliadas a partir de um estudo para não comprometer o visual e a acústica do TA C, o que deve ser concluído até dezembro deste ano. Quanto ao balcão, a presidente da FCC informa que as reformas incluem o piso e a substituição do mobiliário, e que o projeto está sendo elaborado e deve ser executado ainda em 2014.

 

ASSUNTO: ELEIÇÕES 2014

VEÍCULO: Notícias do Dia

A partir de hoje, será a vez da Record News promover sabatinas com os postulantes ao governo. Sob o comando de Roberto Azevedo, as entrevistas irão ao ar todos os dias, às 19h. O programa “A Vida Segue”, do jornalista Paulo Alceu, também ouvirá os candidatos. Confira a agenda das sabatinas da Record News SC

4/Ago – Elpídio Neves (PRP) Governador

5/Ago – Raimundo Colombo (PSD) Governador

6/Ago – Cláudio Vignatti (PT) Governador

7/Ago – Paulo Bauer (PSDB) Governador

8/Ago – Afrânio Boppré (PSOL) Governador

11/Ago – Janaína Deitos (PPL / PMN) Governadora

 

ASSUNTO: Bombeiros

VEÍCULO: Notícias do Dia

Tecnologia ajuda a salvar vidas

Na hora do apuro, do imprevisto, o aplicativo WhatsApp Messenger é a opção segura e firme nos resgates de pessoas em iminente perigo. O programa permite enviar gratuitamente mensagens de textos, imagens, vídeos e outros arquivos usando a internet, por Wi-Fi, 3G ou 4G. E é essa ferramenta que o Corpo de Bombeiros de Santa Catarina usa para localizar com mais rapidez quem necessita de ajuda.

O médico gaúcho José Veiga Sanhudo Veiga, surpreendido por um vento sul forte que virou o veleiro na costa da Ilha de Santa Catarina, foi resgatado graças ao WhatsApp e dá uma dica interessante: “levar sempre dois smartphones porque as baterias destes equipamentos duram pouco”.

Quando ele precisou de ajuda disse que a bateria de seu celular tinha apenas 20% de carga. Enquanto socorro não chegava, ele desvirou o barco três vezes. Inicialmente, Veiga ligou para a marina em Florianópolis. Não obteve êxito. Então, ele acionou o mecânico da lancha que o orientou a entrar em contato com o Corpo de Bombeiros pelo 193. O atendente retornou a ligação para se certificar de que não era trote e depois confirmou a localização.

Outra dica do médico é fazer trilhas ou passeios de barco pela manhã ou início da tarde. “Caso ocorra algum acidente há mais tempo para ser socorrido. O aplicativo bússola dos smartphones, que informa a sua localização por meio das coordenadas, é uma excelente ajuda. Procure manter a calma e pensar no que você pode fazer de objetivo para sair da situação de risco”, ensinou.

O tenente BM André Pratts diz que a ferramenta foi utilizada em busca e salvamento pela primeira vez em Florianópolis no final da temporada, para resgatar um casal perdido na trilha do Costão da Barra da Lagoa. Escurecia quando houve a solicitação. “Clarice ligou para o 193 (Bombeiros) e o número do celular ficou gravado no identificador de chamadas”. A atendente, naquela tarde era a soldado Alice Fernandes. Ao cadastrá-la no sistema viu que Clarice tinha WhatsApp.

A soldado orientou Alice como indicar pelo WhatsAPP a localização, repassou a informação ao resgate e tranquilizou a turista para a chegada da equipe.

Compartilhar localização é importante

A soldado Alice Fernandes ressalta que a maioria dos usuários de telefones celulares mais modernos utilizam o WhatsApp para se comunicar com colegas de trabalho, amigos e familiares, mas poucos se dão conta da existência da funcionalidade que compartilha a localização do telefone com outros usuários do aplicativo.

Para o futuro o Corpo de Bombeiros poderá usar um outro aplicativo que está sendo desenvolvido pelo tenente Pratts. “A pessoa bate uma foto do local onde está e envia para a base. Por meio da imagem conseguimos localizar a pessoa perdida. Mas isto é apenas uma ideia que precisa ser trabalhada”, revelou. O Corpo de Bombeiros também disponibiliza Twitter e Facebook, redes em que as missões são postadas em tempo real.

 

ASSUNTO: Bombeiros

VEÍCULO: Diário Catarinense

CONECTADOS: Tecnologia auxilia resgate de turistas

Jovens se perderam em trilha e compartilharam localização por aplicativo

Três jovens de 19 anos se perderam na trilha entre Ingleses e Santinho, no Norte de Florianópolis, na tarde de sábado. Eles fizeram contato com o Corpo de Bombeiros às 15h45min e foram auxiliados por um aplicativo de celular para serem localizados.
Eles enviaram fotos pelo WhatsApp e também compartilharam a localização exata de onde estavam por meio do aplicativo para que a equipe do Grupamento de Busca e Salvamento (GBS) do Corpo de Bombeiros pudesse encontrá-los. Conforme informações repassadas pelo Corpo de Bombeiros, eles eram turistas e estavam bem de saúde quando foram encontrados, cerca de duas horas após o primeiro contato. Quatro bombeiros militares fizeram o resgate dos jovens.

Como pedir ajuda

Se você se perder em alguma trilha e estiver com sinal de telefone/internet, você pode:

– Ligar para o telefone de emergência 193 e passar informações como localização, quantas pessoas são, estado de saúde e telefone para contato.

– O GBS do Corpo de Bombeiros entra em contato pelo Whatsapp para manter as vítimas informadas e para saber a localização exata.

– Para enviar sua localização, basta abrir a conversa no WhatsApp e clicar na seta ou no clip que aparece no canto superior direito ou no canto inferior esquerdo (depende da versão) e clicar em “Enviar sua localização atual” ou “Compartilhe sua localização”. Na maioria dos telefones, esta função vai utilizar a localização GPS do seu aparelho. Assim é possível saber com mais exatidão a localização das vítimas.

Fonte: Grupo de Busca e Salvamento

 

ASSUNTO: MORTE NO TRÂNSITO

VEÍCULO: Diário Catarinense

COM 14 ANOS: Menor dirigia carro acidentado

Polícia investigará a propriedade do veículo que caiu de ponte e matou dois adolescentes em Correia Pinto, na Serra

A Polícia Civil da Serra quer saber quem entregou as chaves ou, pelo menos, permitiu que o jovem Wilian dos Santos do Nascimento, 14 anos, dirigisse o carro que despencou de uma ponte e caiu no rio Canoas, no município de Correia Pinto, na Serra Catarinense, no fim da noite de sábado. No acidente morreram o menor que guiava o carro e Michael Douglas da Luz, 17 anos. Um terceiro menor que estava no veículo, também de 17 anos, sobreviveu.
O carro despencou da ponte a uma altura aproximada de sete metros, e ficou com o teto submerso no rio, cuja profundidade no local é de 1,5 metro.
Hoje, o delegado Fabiano Schmitt deve instaurar um inquérito para apurar as causas do acidente. O objetivo é precisar de quem é a responsabilidade sobre a tragédia.
Inicialmente o delegado quer identificar a propriedade do Celta vermelho com placa de Taió que era dirigido por Wilian no sábado. O veículo está registrado em nome de um banco. Segundo moradores da cidade, os três adolescentes foram vistos em um posto de combustíveis pouco antes do acidente.
O delegado também investigará se o proprietário do carro entregou as chaves ou, pelo menos, permitiu que o adolescente dirigisse o veículo.
Schmitt explica que, criminalmente, o responsável responderá apenas pelo fato de ter entregue as chaves ou ter permitido a direção ao menor, e não pelas mortes, que poderão ser cobradas civilmente.
– Às vezes parece que é preciso acontecer uma tragédia dessas para as pessoas enxergarem que não se pode entregar carros a menores. Infelizmente, não é incomum adolescentes dirigirem carros ou pilotarem motos, principalmente. As polícias não têm estrutura para fiscalizar, e esse tipo de acidente vai continuar acontecendo – lamenta o delegado.

 

ASSUNTO: VIOLÊNCIA NA ESTRADA

VEÍCULO: Diário Catarinense

NENHUM SOBREVIVENTE: Morre a 5a vítima de acidente

Morreu na noite de sexta-feira o mineiro Filipe Mineli Metzker, 28 anos, a única vítima que havia saído com vida do acidente que aconteceu na tarde de quarta-feira, na BR-280, em Araquari. Filipe estava internado no Hospital São José, em Joinville.
Filipe havia passado por procedimento cirúrgico na quinta-feira e transferido para a UTI.
De acordo com o hospital, Filipe teve politraumatismo. Ele foi levado de ambulância ao hospital logo após o acidente. Cerca de 20 socorristas, entre bombeiros voluntários e militares de Araquari e Joinville, além das equipes do Samu e do helicóptero Águia da PM, atuaram do resgate.
Os cinco ocupantes do Cruze com placas de Florianópolis bateram de frente em um caminhão que seguia na direção do Porto de São Francisco do Sul. O motorista americano Alonzo Javon Seaborne, 50 anos, e os passageiros Andreas Walter Rudolf Grimm, 52, Luis Fernando Piccinato Alves, 28, e Grassiele Fagundes de Oliveira, 30, morreram na hora. O motorista do caminhão foi preso em flagrante após ser encontrado pela Polícia Civil em uma unidade de saúde da cidade, mas pagou fiança e foi liberado na sexta-feira.