Área do associado

Área do associado

Clipagem de 18 a 22 de setembro

22.9.2014

PRINCIPAIS NOTÍCIAS DO DIA 18 DE SETEMBRO

 

COLUNISTA MOACIR PEREIRA – Diário Catarinense

DEFENSORIA

O governador em exercício, desembargador Nelson Martins, assinou atos reconduzindo para novo mandato no cargo de defensor-geral do Estado o advogado e ex-deputado Ivan Ranzolin. Continuam por mais dois anos igualmente, por unanimidade da Assembleia Legislativa, o advogado Sadi Lima, como defensor-geral adjunto, e George Dias Zacarão, como corregedor geral.

 

COLUNISTA CACAU MENEZES – Diário Catarinense

NAS PONTES

Atenção se você pensa em se deslocar hoje à noite do continente para a Ilha e vice- versa. A PM anuncia blitz da Lei Seca na entrada das duas pontes. Ou seja, escolheu o lugar mais complicado de Florianópolis para descobrir entre os motoristas quem bebeu ou não. Não seria mais aconselhável fazer blitz perto dos locais onde o povo costuma beber, tipo bares, boates, clubes? Fechar as pontes para caçar biritão ao volante é apostar no caos. Ou mostrar serviço.

 

COLUNISTA HÉLIO COSTA – Notícias do Dia

Suspeito

O Corpo de Bombeiros investigará as causas de um incêndio no Sertão do Ribeirão, Sul da Ilha. Além do alerta para cuidados na mata nos dias secos, ainda existe a suspeita de crime. Dentro de área de preservação, a localidade tem sofrido com invasões, onde casas surgem da noite para o dia.

 

ASSUNTO: Maranhão

VEÍCULO: Notícias do Dia

Secretário é demitido após mais uma fuga

O secretário de Justiça e Administração Penitenciária do Maranhão, Sebastião Uchôa, foi demitido ontem após mais uma fuga de presos do complexo penitenciário de Pedrinhas, em São Luís. Ele será substituído interinamente por Marcos Affonso Junior, atual secretário da Segurança Pública do Estado.

Na madrugada desta quarta-feira (17), detentos de uma das unidades do complexo fugiram por um túnel. Ainda não se sabe o número de fugitivos, segundo a Sejap (Secretaria de Justiça e Administração Penitenciária do Maranhão).

Pernambucano formado em direito, Sebastião Uchôa foi delegado e chefe da casa de detenção do complexo penitenciário de Pedrinhas. Entre 2005 e 2006, ocupou o cargo de secretário adjunto de Administração Penitenciária. Também foi superintendente da Polícia Civil de São Luís de 2010 a 2013.

Neste mês, os casos de violência cresceram em Pedrinhas. Na segunda-feira (15), o diretor da Cadet (Casa de Detenção), um dos oito presídios de Pedrinhas, foi preso sob suspeita de ter facilitado a fuga de sete detentos. No sábado (13), mais um preso foi morto no presídio. Foi a 16a morte registrada em Pedrinhas neste ano.

 

PRINCIPAIS NOTÍCIAS DO DIA 19 DE SETEMBRO

 

COLUNISTA RAFAEL MARTINI – Diário Catarinense

JÁ SABIA

Desde que este Visor revelou o desaparecimento de armas e drogas da 2a DP, a coluna tem dito que existia a suspeita de policial envolvido.

 

COLUNISTA HÉLIO COSTA – Notícias do Dia

Reforço

Na manhã desta sexta-feira, 28 novos cabos e 67 sargentos da Polícia Militar de Santa Catarina serão oficialmente formados. A cerimônia contará com a participação do governador do Estado em exercício, desembargador Nelson Schaefer Martins. A cerimônia será realizada no Centro de Ensino da Polícia Militar, na Capital.

 

ASSUNTO: Roubo na DP

VEÍCULO: Notícias do Dia

Policial investigado por furto

As investigações sobre o furto de três armas da 2a Delegacia de Polícia da Capital — no dia 23 ou 24 de agosto — levaram a polícia até a casa de um agente da Civil suspeito de envolvimento no furto.

Nos 12 mandados de busca e apreensão cumpridos na manhã de ontem, a polícia apreendeu duas armas, celulares, computadores e outros objetos. O nome do policial investigado não foi divulgado.

A operação contou com apoio de todas as delegacias especializadas e da Deic (Diretoria Estadual de Investigações Criminais). Os mandados foram cumpridos em Florianópolis, Tijucas e São Francisco do Sul, coordenados pelo delegado Antônio Carlos Joca. “Ainda vamos periciar o material apreendido para ter algumas confirmações”, disse. A polícia não divulgou o local do cumprimento dos mandados e a investigação corre em sigilo.

Dois agentes estavam de plantão no fim de semana do furto. A corregedoria da Polícia Civil acompanha o caso, mas não confirmou a participação de policiais no crime. As investigações sobre o roubo das armas foi o que levou os policiais a Governador Celso Ramos no dia 31 de agosto, quando cinco criminosos morreram em troca de tiros com a polícia. No local duas armas foram recuperadas.

Nos próximos dias a polícia deve dar mais detalhes sobre a investigação e se existe ligação entre quem furtou as armas com os assaltantes que morreram em Governador Celso Ramos. Além das três armas longas, 50 quilos de maconha e outras drogas também foram levados.

Além do cumprimento de mandados na investigação sobre o furto das armas, outros seis mandados de busca e apreensão expedidos pela Deic foram cumpridos pelos policiais. Uma pessoa foi presa em flagrante com uma pistola 380.

 

ASSUNTO: Roubo na DP

VEÍCULO: Diário Catarinense

Policial civil é principal suspeito de furto

SERVIDOR DA 2ª Delegacia de Polícia de Florianópolis é investigado por suposta facilitação do desaparecimento de drogas e armas do local no final de agosto. Ontem, ele foi preso com um revólver que havia sido levado da DP em outra data

O furto de três armas e de mais de 50 quilos de drogas da 2a Delegacia de Polícia, no Saco dos Limões, em Florianópolis, está perto de ser esclarecido. O principal suspeito é um policial civil que trabalha no local.
Os delegados da Polícia Civil envolvidos na investigação dizem que o sumiço deverá ser solucionado nos próximos dias, quando serão divulgados detalhes de como as armas e a droga desapareceram da delegacia.
Por enquanto, a única informação é de que um policial civil – que não teve o nome divulgado – é o principal investigado da suposta facilitação do furto.
Ontem, os policiais apreenderam um revólver calibre 22 – que também havia sido furtado da 2a DP em data ainda não confirmada – na casa do pai do policial civil investigado. Ele foi autuado em flagrante por porte ilegal de arma, pagou fiança e foi liberado. Ao todo, foram cumpridos 18 mandados de busca e apreensão expedidos pela Justiça.
A Polícia Civil confirmou que o furto das drogas e das armas está diretamente ligado à quadrilha de assaltantes de Tijucas, que no final de agosto foi morta em confronto com a Deic em Governador Celso Ramos. Cinco homens chegaram a explodir um caixa eletrônico da agência do Banco do Brasil antes de morrerem.

 

ASSUNTO: FLAGRANTE

VEÍCULO: Diário Catarinense

Uma tonelada de maconha é encontrada em fundo falso

OPERAÇÃO DA POLÍCIA Civil foi ontem, em uma rodovia federal, do Extremo-Oeste catarinense

Uma operação conjunta da Polícia Civil apreendeu quase uma tonelada de maconha em São Miguel do Oeste ontem. A droga era transportada no fundo falso da carroceria de madeira de um caminhão que transitava pela BR-163.
A operação envolveu a Diretoria Estadual de Investigações Criminais (Deic) com apoio da Divisão de Investigação Criminal (Dic) de São Miguel do Oeste, delegacia de Maravilha, Serviço Aeropolicial (Saer) e setores de inteligência.
O motorista do veículo não tinha passagens pela polícia. Ele foi preso, autuado em flagrante e está à disposição da Justiça em um dos presídios da região. A droga apreendida também foi levada para a Dic de São Miguel do Oeste.

 

ASSUNTO: Violência no trânsito

VEÍCULO: Diário Catarinense

IMAGENS MOSTRAM SUPOSTA batida seguida de desavença em rua do Centro de

Na Semana Nacional do Trânsito, o registro de uma desavença entre ocupantes de um carro e um motociclista no Centro de Florianópolis tem repercutido na internet. O vídeo feito na manhã de terça-feira mostra um suposto acidente de trânsito na esquina das ruas Padre Roma e Francisco Tolentino, seguido de uma briga.
A situação ocorreu por volta das 9h40min, quando ambos os veículos – um Hyundai i30 e uma Honda Biz – seguiam pela Padre Roma em direção à Avenida Rio Branco. O vídeo, feito por um motorista ainda não identificado pela reportagem, não deixa claro o que levou à desavença, mas mostra o i30 freando bruscamente e, segundos depois, o motociclista parado ao lado da moto.
O carro parece tentar deixar o local e acaba colidindo com outro veículo. Em seguida, o motociclista Jean Telles Ramos, de 23 anos, acerta o i30 com o capacete, e o motorista e o caroneiro do carro desembarcam e correm em direção a Ramos.
O carro ainda anda sozinho por alguns metros. Tanto o condutor quanto o passageiro foram identificados, mas não foram localizados pela reportagem ontem.

Envolvidos relataram situações diferentes à polícia

Tanto o motorista quanto o motociclista registraram boletins de ocorrência na 1a Delegacia de Polícia. Jean Telles admite que acertou o carro com o capacete. Ao DC, o motociclista relata que quase foi derrubado pelo carro.
– Ele veio me “cutucando”, fazendo sinal, me pressionando e gritando. Tentei me adiantar, mas não deu. Aquela via não é para esse tipo de velocidade.
A reportagem tentou contato com o motorista do carro, mas não conseguiu. À polícia, ele afirma que foi “cortado” pelo motociclista, que vinha diminuindo a velocidade. Ele ainda relatou que Telles teria descido da moto, acertado o carro com o capacete e tentado fugir do local. O pai do jovem, que era caroneiro, teria saído do carro e segurado Telles até a chegada da PM, diz o relato.

 

ASSUNTO: EXPLORAÇÃO INFANTIL

VEÍCULO: Diário Catarinense

Alerta para a infância catarinense

SANTA CATARINA É o quinto Estado em número de denúncia de violência contra crianças e adolescentes, de acordo com dados da Secretaria de Direitos Humanos da Presidência da República. Florianópolis recebe hoje encontro sobre o tema

Todo o mês Santa Catarina contribui ao Disque 100 com 70 denúncias de violência contra crianças e adolescentes. De janeiro a agosto deste ano foram 572 casos, sendo 271 de exploração sexual infantil. O maior número corresponde à negligência. Seguem-se violências psicológica, física e sexual, além da exploração do trabalho infantil. Outro dado negativo é o da pornografia infantil, que coloca o Estado como o segundo no ranking nacional – 21 denúncias – ficando atrás apenas de São Paulo, com 29 casos.
Quando o assunto é exploração sexual no turismo, Santa Catarina também vai mal. Para se ter uma ideia, exceto os Estados que receberam jogos da Copa do Mundo, Santa Catarina é o primeiro da lista. Para os técnicos do assunto, o número em si – três denúncias neste ano – não é tão significativo. Porém, o que pode estar por trás desses números é uma realidade perversa que usa meninas e meninos como atrativo sexual.

CAPITAL TERÁ EVENTO PARA DISCUTIR TEMA
Para debater o assunto, Florianópolis recebe hoje um evento do Ministério do Turismo. A coordenação geral é do setor de Proteção à Infância, com a participação de representantes do Ministério da Saúde, do Conselho Nacional do Sesi e Pronatec. A técnica da secretaria municipal de Saúde de Florianópolis, Katia Rebello, irá falar sobre as dificuldades e como a Capital enfrenta o problema. O encontro ocorre das 14h às 18h, no Recanto Marista Champagnat.
– Esse é um dos maiores e mais urgentes desafios a serem vencidos por nossa sociedade – sugere Adelino Neto, coordenador geral de Proteção à Infância do Ministério do Turismo (MTur).
Neto enumera uma série de iniciativas que pretendem impedir o crime. Cita a qualificação profissional das vítimas de exploração sexual como uma das ações do MTur e parceiros.

“O turismo sexual é crime”

ADELINO NETO, Coordenador-geral de Proteção à Infância do Ministério do Turismo

Diário Catarinense – Qual o motivo de Florianópolis receber o encontro de hoje?
Adelino Neto – Fizemos balanço dos encontros de mobilização nacional contra a exploração sexual de crianças e adolescentes em 12 cidades-sede da Copa do Mundo. Agora estamos visitando capitais que estiveram fora do evento esportivo.

DC – O número de denúncias também é alto no Estado.
Neto – Sim, precisamos alertar que turismo sexual não é turismo. É crime.

DC – Esse tipo de mobilização gera algum resultado impactante na questão da violência e exploração contra crianças?
Neto – O Ministério do Turismo realizou debates em todas as cidades-sede da Copa durante o primeiro semestre. Os encontros mobilizaram, diretamente, cerca de 1,5 mil pessoas, entre professores e profissionais de saúde, que atuam como multiplicadores. Isso reverte positivamente.

DC – Quem participa desses encontros?
Neto – Normalmente guias de turismo, agentes de saúde, estudantes, policiais, educadores, representantes de organizações, empresários de hotéis, bares e restaurantes. São os que chamamos de multiplicadores.

DC – Qual a importância do Disque 100?
Neto – É uma das estratégias mais eficazes no combate à violência contra crianças. Pelo programa, denúncias são analisadas e encaminhada aos responsáveis.

 

PRINCIPAIS NOTÍCIAS DO DIA 20 DE SETEMBRO

 

COLUNISTA RAFAEL MARTINI – Diário Catarinense

REFORÇO NA FRONTEIRA

Nesta semana, a Secretaria de Estado da Segurança fez a entrega de 141 viaturas nos municípios lindeiros da fronteira. As viaturas entregues referem-se ao convênio da Estratégia Nacional de Fronteiras (Enafron II), assinado entre Santa Catarina e a Secretaria Nacional da Segurança Pública (Senasp), e vão operar em Dionísio Cerqueira, São Miguel do Oeste e Itapiranga.

 

COLUNISTA CACAU MENEZES – Diário Catarinense

OLHAR ELETRÔNICO

Está marcada para o dia 29 a inauguração da base de videomonitoramento da Polícia Militar na Agronômica. Vai funcionar no tradicional posto policial junto à Escola Padre Anchieta. A obra faz parte de um pacote de intervenções patrocinadas pela WOA, que tem empreendimentos perto e decidiu promover “gentilezas urbanas” no entorno.

 

COLUNISTA HÉLIO COSTA – Notícias do Dia

Policial preso

A prisão do agente da 2ª Delegacia de Polícia da Capital, suspeito de ter participado do furto de armas da delegacia, foi resultado de um trabalho de investigação minucioso. Na quinta, quando cumpriram 12 mandados de busca e apreensão, os policiais buscavam materializar o crime, o que acabou rendendo a prisão preventiva decretada pela Justiça. Uma das principais provas estava na casa do pai do policial, um revólver calibre 22 que também tinha sido subtraído da 2ª DP . A investigação contou com a participação de diversos policiais.

No início das investigações, o próprio delegado Antônio Carlos Joca tinha dito que a investigação iria até o fim, nem que fosse preciso cortar a própria carne. Parte das armas roubadas foi recuperada em Governador Celso Ramos, durante um assalto a banco, depois que criminosos morreram em confronto com a polícia. Duas armas ainda não foram localizadas, entre elas uma espingarda Franchi calibre 12. A navalha cortou a carne.

 

ASSUNTO: Roubo na DP

VEÍCULO: Diário Catarinense

Policial teria facilitado furto por dinheiro, afirma delegado

Foi preso preventivamente ontem à tarde o policial civil Princehumberto Silva Beccari, 48 anos, suspeito do furto de armas e drogas da 2a Delegacia de Polícia, no Saco dos Limões, em Florianópolis. Responsável pela investigação, o delegado Antônio Claudio Seixas Joca, da Delegacia de Combate às Drogas (DCOD), disse que a força-tarefa conseguiu reunir uma série de testemunhos contra Beccari e documentos e telefones celulares que também o incriminariam.
O delegado afirma que Beccari facilitou a entrada de quatro criminosos na 2a DP quando estava sozinho de plantão, na madrugada de 23 de agosto, em troca de dinheiro. O valor ainda não é conhecido.
Naquela noite, foram levados 50 quilos de maconha e três espingardas da Polícia Civil. Na investigação, o delegado diz que foi possível apurar que a droga foi comercializada ainda naquele fim de semana e as armas foram parar nas mãos de uma quadrilha de assaltantes de Tijucas, morta em confronto com policiais em Governador Celso Ramos, em agosto.
Beccari está há 26 anos na PC. Ele se recusou a dar depoimento ontem e o fará apenas em juízo. Ele foi encaminhado à Penitenciária de Florianópolis. O advogado dele não foi localizado pela reportagem. Segundo Joca, o policial poderá responder por peculato, tráfico de drogas, associação ao tráfico.

 

ASSUNTO: Servidores detidos

VEÍCULO: Diário Catarinense

Servidores públicos presos terão desconto nos salários

A procuradoria jurídica da Prefeitura de Balneário Camboriú enviou orientação ao setor de Recursos Humanos para que haja desconto dos dias de detenção nos salários dos servidores presos na Operação Trato Feito. Para os secretários, os vencimentos são de mais de R$ 8 mil.
Neste fim de semana deverá ser publicada em Diário Oficial a suspensão das nomeações dos detidos, que ocupam cargos de confiança. Suspensos, eles passam a não receber salários.
Já Auri Pavoni, que foi afastado do cargo de secretário de Planejamento por ordem judicial, decidiu pedir exoneração ontem.
A prefeitura vai instaurar sindicâncias na Secretaria de Obras e no setor de compras para apurar o esquema investigado pelo Ministério Público, de acordo com o procurador Marcelo Freitas.

 

PRINCIPAIS NOTÍCIAS DO DIA 22 DE SETEMBRO

 

COLUNISTA PAULO ALCEU – Notícias do Dia

Coisa feia

A Polícia Rodoviária Federal prendeu na semana passada, na saída de Porto Alegre, dois funcionários da Prefeitura de Florianópolis que estavam com material de candidato a deputado estadual e mais de R$ 100 mil. Os dois foram imediatamente exonerados assim que a informação a chegou à prefeitura. São eles: Júlio Pereira Machado, que é guarda municipal, e estava lotado na direção de operações do Ipuf; e Jean Carlos Vianna Cardoso também guarda municipal. A demissão já foi publicada no “Diário Municipal”. Há contradições em relação ao dinheiro, o que vem exigindo uma investigação mais apurada da Polícia Federal. Respinga inclusive no gabinete do presidente da Câmara de Vereadores, Cesar Farias.

 

ASSUNTO: FUMAÇA QUÍMICA

VEÍCULO: Diário Catarinense

Quatro mil processos à espera de decisão em São Francisco do Sul

NA PRÓXIMA QUARTA-FEIRA vai se completar um ano do incêndio que assustou SC. Até agora nenhuma ação foi julgada

A cortina de fumaça que encobriu parte de São Francisco do Sul, durante um incêndio químico inédito no Brasil e que completa um ano nesta quarta-feira, também deixou um enorme rastro de processos judiciais. Já são mais de 4 mil ações registradas no Fórum da cidade.
Só o escritório de advocacia Trajano Neto & Paciornik, de Curitiba, moveu 1,7 mil ações individuais. Quase todas tratam de pedidos de indenização por dano moral e material.
A maioria tem como alvo as empresas Global Logística, dona do galpão, e a multinacional ADM do Brasil, responsável pelo produto fertilizante que entrou em reação. Por enquanto, não há um único processo com sentença publicada ou audiência marcada. O mesmo pode-se dizer da ação civil pública ajuizada em julho pelo Ministério Público Estadual, também contra as duas empresas.
O processo criminal movido contra os sócios da Global Logística, Nelson João Possamai e Cláudio Pereira dos Santos, também avançou pouco e está suspenso no momento. Os dois foram denunciados pelo Ministério Público de SC com base numa lei de crimes ambientais, mas respondem ao processo em liberdade. A Justiça aceitou a denúncia e chegou a pedir defesa por escrito dos réus.
O passo seguinte seria o agendamento de uma audiência para ouvir testemunhas, além dos próprios acusados. Só que o processo parou no dia 1o de julho porque o juiz criminal Gustavo Schwingel, de São Francisco do Sul, foi questionado sobre a qual juízo caberia o andamento da ação – um inquérito elaborado pela Polícia Federal foi ajuizado paralelamente na Justiça Federal em Joinville.
Schwingel pediu acesso a cópias do processo na Justiça Federal para esclarecer se trata-se da apuração dos mesmos crimes, o que implicaria a unificação das ações. O entendimento da Justiça Federal, no entanto, é de que a ação fique com o Fórum de São Francisco do Sul, conforme decisão deste mês que diz não haver “interesse jurídico direto e específico da União Federal, suas autarquias e fundações em relação aos fatos”.

QUATRO DIAS DE FUMAÇA
A tendência é que nas próximas semanas o processo criminal volte a tramitar no Fórum de São Francisco do Sul. Mas o juiz Gustavo Schwingel observa que toda a documentação federal ainda será analisada em gabinete. Se for observado um único aspecto que seja de atribuição federal, será necessária a intervenção do Superior Tribunal de Justiça para resolver a questão, atrasando novamente.
– Se não houver nenhum elemento diferente do que foi apresentado pelo MP, a tendência é darmos sequência ao processo.
Em 2013, o episódio ganhou as atenções da Polícia Federal a mando da presidente Dilma Rousseff. Foram quatro dias de incêndio até que os bombeiros controlassem a reação química. Cerca de 20% da população de São Franciso, 9,4 mil pessoas, teve de deixar a cidade. A fumaça chegou a cidades vizinhas.
Os sócios da empresa Global Logística não quiseram se manifestar agora sobre as ações.

 

ASSUNTO: Carro roubado

VEÍCULO: Diário Catarinense

ECOSPORT FOI LEVADA de Itajaí e se envolveu em acidente na BR-101, em Balneário Camboriú

Um acidente de trânsito na BR-101 matou um homem e deixou outro ferido ontem em Balneário Camboriú. O choque ocorreu entre uma EcoSport vermelha de Itajaí e um Gol branco de Brusque. Conforme a Polícia Rodoviária Federal (PRF), a EcoSport tinha sido furtada em Itajaí poucas horas antes e trafegava em alta velocidade pela rodovia federal.
Após a colisão lateral, a EcoSport capotou e os dois ocupantes foram jogados para fora no veículo. Um homem morreu na hora e outro de 19 anos foi encaminhado em estado grave ao Hospital Ruth Cardoso. Os dois não tiveram os nomes divulgados. O casal que estava no Gol não se feriu.
A colisão ocorreu no Km 134,1 da BR-101, sentido Florianópolis, por volta das 7h50min.

POLÍCIA VAI INVESTIGAR O QUE OCORREU
A PRF informou que as vítimas provavelmente estariam sem cinto de segurança, por isso foram arremessadas cinco metros para fora do veículo. Uma investigação deve apontar o que aconteceu.
Houve congestionamento de cerca de três quilômetros na BR-101. O Corpo de Bombeiros e uma ambulância da Autopista Litoral Sul deram apoio na ocorrência.

 

ASSUNTO: Violência no trânsito

VEÍCULO: Diário Catarinense

Briga de trânsito termina com homicídio no Oeste

Uma câmera de monitoramento da Polícia Militar de Chapecó flagrou um suposto acidente de trânsito que terminou em morte. O fato foi na avenida Getúlio Vargas às 3h30min de sábado.
Nas imagens, disponíveis no site www.diario.com.br, é possível ver um carro claro e outro escuro parando no meio da rua. Em seguida, os motoristas e passageiros saem dos veículos e começam a discutir e parecem se empurrar.
É neste momento, segundo a PM, que Ricardo Florianovitch, de 28 anos, foi atingido por golpes de faca no tórax. Ele foi encaminhado para o Hospital Regional do Oeste e faleceu. Três homens envolvidos na briga fugiram e foram encontrados no bairro Efapi, a cerca de 5 quilômetros do local. Eles foram levados para a Polícia Civil e autuados em flagrante.

 

ASSUNTO: GUARDA-VIDAS

VEÍCULO: Notícias do Dia

Postos de salva-vidas estão sendo destruídos por vândalos ou pela maré

Na baixa de temporada, os postos de salva-vidas nas praias de Florianópolis ficam à mercê das ações da natureza e do vandalismo. Em Ponta das Canas, Norte da Ilha, a guarita está dentro da água há duas semanas, segundo pescadores locais. Em Ingleses, também no Norte da Ilha, o posto foi derrubado e teve o telhado destruído.

E não foi pela ação do vento, informa e lamenta o aposentado Roni Batista, 69. Equipes do Corpo de Bombeiros farão nesta semana a avaliação das unidades para verificar quais reparos precisam ser feitos antes da pré-temporada, que tem início em outubro.

Enquanto pescava pampos na praia de Ingleses na tarde de ontem, Batista observava o posto virado na areia. “Derrubaram por pura maldade”, disse. Ele diz que o equipamento deveria ser recolhido quando não estivesse em uso. “É dinheiro nosso indo fora”, criticou.

Em Ponta das Canas, a casinha dos salva-vidas está com a base dentro da água há duas semanas. O pescador profissional Valdeni Oliveira, 51, está preocupado. “Se a ressaca continuar a estrutura vai apodrecer”, afirmou.

De acordo com o capitão do Corpo de Bombeiros George Ferreira, do 1o Batalhão do Estreito, a corporação iniciará esta semana as vistorias nos postos fixos das 27 praias da Ilha atendidas pelo serviço de salva-vidas. “Temos 27 postos fixos e oito cadeirões. Estes últimos são recolhidos porque o peso permite. Quanto aos demais, deixamos na areia, onde às vezes os equipamentos são atingidos pela maré”, explicou.