Área do associado

Área do associado

Clipagem de 13 a 15 de setembro

15.9.2014

PRINCIPAIS NOTÍCIAS DO DIA 13 DE SETEMBRO

 

COLUNISTA RAFAEL MARTINI – Diário Catarinense

FORA DE ÁREA

Nessa semana foram retirados do presídio de Blumenau, acredite, 131 telefones celulares, em uma inspeção especial do Deap. Praticamente toda a cela contava com pelo menos um aparelho. Agentes relatam que ao menos 300 chips foram apreendidos. É um escândalo a quantidade de aparelhos circulando entre os detentos.

ALIÁS

A versão oficial é que a maior parte dos celulares teria sido repassada durante as visitas íntimas. Ninguém fala em facilitação da vigilância. Será que o Estado não aprendeu a lição da onda de atentados comandada de dentro do sistema prisional em 2012 e 2013?

 

COLUNISTA CACAU MENEZES – Diário Catarinense

S.O.S. LAGOA

Só nos últimos 10 dias foram oito arrombamentos durante o dia de veículos estacionados perto do Banco do Brasil na Lagoa da Conceição. Outro lugar que não se pode estacionar é na rua da SAL no período da noite. E cadê a polícia num lugar que é o principal ponto turístico da cidade?

 

ASSUNTO: Acidente com bombeiros

VEÍCULO: Diário Catarinense

BR-470 | PRESO ÀS FERRAGENS Bombeiro fica ferido em colisão com ambulância

TRÊS AGENTES, DOIS militares e um comunitário, ficaram feridos no acidente. Um deles, Maurício Valls, 25 anos, ainda corre risco de morte

Uma ambulância do Corpo de Bombeiros de Gaspar se envolveu em um acidente com uma carreta com placas de Sananduva (RS) no Km 30 da BR-470, em Gaspar. A ocorrência foi registrada por volta das 23h de quinta-feira. Três bombeiros, dois militares e um comunitário, que estavam no veículo ficaram feridos. Um deles, Maurício Valls, 25 anos, foi encaminhado ao Hospital Santa Isabel em estado grave. Os outros dois receberam atendimento, mas foram liberados.
Conforme o boletim médico divulgado pela unidade de saúde às 18h de ontem, Valls tinha sido transferido para a Unidade de Terapia Intensiva (UTI) e seu estado era considerado grave. Entubado, respira com ajuda de aparelhos.
Carro dos bombeiros foi atingido por carreta
De acordo com a Polícia Rodoviária Federal, a ambulância ASU-242 cruzava a rodovia com as sirenes ligadas quando foi atingida por uma carreta que seguia sentido Gaspar – Ilhota. Equipes do Samu e do Corpo de Bombeiros de Blumenau e Gaspar, além da Polícia Rodoviária Federal, atenderam a ocorrência.
Segundo os Corpo de Bombeiros, a ambulância seguia com outra viatura da corporação para atender um acidente de um automóvel que capotou na estrada geral do Arraial, em Gaspar. A ambulância teria passado da entrada do local do acidente e voltou pela BR-470. Após atender a ocorrência na Estrada Geral do Arraial, a outra viatura retornou à rodovia e se deparou com a ambulância acidentada. O Samu já estava no local prestando os primeiros socorros. O motorista de 25 anos estava preso às ferragens, inconsciente e com suspeita de traumatismo cranioencefálico e politraumatizado.

 

ASSUNTO: CENTRO SOCIOEDUCATIVO

VEÍCULO: Diário Catarinense

Abertura nas mãos da Justiça

SECRETARIA DE JUSTIÇA e Cidadania entregou documentos pendentes e aguarda audiência

Pronto há cerca de quatro meses e ainda sem funcionar, o novo Centro de Atendimento Socioeducativo (Case) para adolescentes infratores da Grande Florianópolis, em São José, finalmente tem todos os alvarás necessários, mas a liberação ainda depende de decisão judicial.
O secretário de Justiça e Cidadania, Sady Beck Júnior, afirma que apresentou à Vara da Infância e Juventude a documentação e aguarda a realização de uma audiência para que possa abrir o local.
O espaço com capacidade para atendimento de 90 adolescentes, com um investimento de R$ 9 milhões, chegou a ser vistoriado pelo governador Raimundo Colombo, mas problemas como a falta de documentação impediram a abertura.
Agora a Secretaria da Justiça e Cidadania garante que o caminho está livre para que o Case entre em operação e comece a receber os adolescentes infratores que devem cumprir medida socioeducativa na região.
– A estrutura está toda pronta, inclusive estamos realizando treinamento dos funcionários – diz o secretário Sady.
A decisão de liberação cabe à juíza da Vara da Infância e Juventude de São José, Ana Cristina Borba Alves, em razão de um processo judicial de interdição do antigo São Lucas, a unidade anterior que funcionava no mesmo local – em 2011, o governo do Estado demoliu a velha estrutura e aproveitou o terreno para a construção da nova unidade de atendimento.
O DC procurou a juíza, que estava ontem em um evento, conforme a sua assessoria, e não foi localizada pela reportagem.

Promotor diz que ideia é evitar problemas do antigo São Lucas

O promotor da Infância e Juventude em São José, Gilberto Polli, acredita ser possível abrir o Case ainda em setembro. Ele diz que é necessária uma vistoria de órgãos da área, a entrega de documentos de modelos sobre procedimentos diários e pediu também ao Estado como serão os atendimentos pedagógicos.
A ideia, completou o promotor, é que o Case seja aberto gradualmente para que seja respeitado o processo de atendimento socioeducativo e não se repitam problemas anteriores que marcaram o antigo São Lucas como rebeliões, depredações e praticas de tortura.

 

ASSUNTO: Incêndios

VEÍCULO: Notícias do Dia

País registra 15.622 focos de incêndio neste mês

Dados coletados por satélites de referência do Inpe (Instituto Nacional de Pesquisas Espaciais) indicam que neste mês já ocorreram 15.622 focos de incêndio em todo o Brasil. Esse volume representa aumento superior a 160%, em relação ao mesmo período de 2013, quando o Inpe registrou 5.946 focos.

Os dados revelam que o Mato Grosso é o Estado mais atingido por incêndios, seguido pelo Pará e Maranhão. Juntos, os três somam quase 44% do total de focos ao longo do mês. O Pará também se destaca por abrigar o município com o maior número de registros, São Félix do Xingú, com 551 focos.

Conforme informações do Ibama (Instituto Brasileiro do Meio Ambiente e dos Recursos Naturais Renováveis), o aumento dos registros não é surpresa. A condição climática e o acúmulo de matéria orgânica, decorrente da redução das queimadas do ano passado, favoreceram esse crescimento.

Para evitar o descontrole, técnicos do Ibama ressaltam a importância de ações de educação ambiental junto à população. Para esses técnicos, é considerado incêndio o fogo que se espalha sem controle pelas florestas e matas, originado ou não pelo homem. Já as queimadas têm a presença direta do homem e são utilizadas, principalmente, para “trabalhar” determinada área para plantio ou pecuária. Os biomas amazônico e cerrado totalizam 87% do volume de queimadas e incêndios em todo o território nacional.

 

PRINCIPAIS NOTÍCIAS DO DIA 14 DE SETEMBRO

 

COLUNISTA RAFAEL MARTINI – Diário Catarinense

QUASE LÁ

Juarez de Souza Medeiros, diretor da Polícia Civil da Grande Florianópolis, garante que o trabalho de investigação do sumiço de armas e drogas da 2a DP está nos finalmentes.

 

COLUNISTA CACAU MENEZES – Diário Catarinense

CRIMES SEM CASTIGO

Mais assustador do que a informação divulgada pelo Mapa da Violência 2014, no qual Santa Catarina ocupa o 11o lugar dentre os 27 Estados em acidentes de trânsito, é o pouco caso com que tais crimes são encarados. As estatísticas são ainda mais cruéis quando os envolvidos são jovens entre 15 e 29 anos: o Estado pula para a nona posição. Negligência, imperícia e imprudência se conjugam para produzir vítimas inocentes. As mais sinistras ocorrências de trânsito raramente resultam em punição, graças não apenas à lentidão do processo policial, mas às omissões de uma legislação complacente em excesso – e até mesmo a uma estranha indulgência pública.

 

PRINCIPAIS NOTÍCIAS DO DIA 14 DE SETEMBRO

 

ASSUNTO: MAIS ARMADOS

VEÍCULO: Diário Catarinense

Aumentam as apreensões de armas de fogo

Números da Polícia Militar mostram que média mensal saltou 27% de 2013 para 2014

O número de armas apreendidas por mês Balneário Camboriú, Balneário Piçarras, Bombinhas, Camboriú, Itajaí, Navegantes, Penha e Porto Belo aumentou 27% em relação ao ano passado. Enquanto em 2013 a média mensal foi de 15 armas retiradas das ruas, nos oito primeiros meses deste ano as apreensões somam 19 por mês. Um total de 162 de janeiro a agosto, contra 183 em todo o ano de 2013. Para a PM, o crescimento é sinal de que os criminosos estão mais armados e audaciosos – o que reflete nos índices de violência.
– Quanto mais armado o bandido está, mais confrontos com a PM. Eles estão mais perigosos no sentido de enfrentar a polícia – afirma o comandante da 3ª região da Polícia Militar, coronel Atair Derner Filho.
ITAJAÍ LIDERA RANKING
Itajaí lidera o ranking das cidades que mais apreenderam armas na região, com 54 recolhidas neste ano. Depois vem Camboriú, com 33, e Balneário Camboriú e Navegantes, empatados com 22. Em 2013, Camboriú foi a que mais recolheu armamento, na frente de Itajaí (48) e Balneário Camboriú (43). Na lista das armas mais apreendidas estão revólveres e pistolas. O comandante Derner argumenta que o problema passa por um controle mais rigoroso das fronteiras do país. Uma maior rapidez nos processos jurídicos e na destruição de armas, segundo ele, também evitaria furtos e roubos a depósitos.
– O controle mais rigoroso de fronteira seria inibidor – diz.

A chefe da Delegacia de Controle de Armas e Produtos Químicos (Deleaq) da Polícia Federal, Ana Carolina Mendonça Oliveira, não acredita que esteja ocorrendo um descontrole nas fronteiras.

Pena branda facilita circulação

A legislação brasileira sobre o porte ou posse de armamento é muito branda, avalia o responsável pela Divisão de Investigações Criminais (DIC) de Balneário Camboriú, Osnei de Oliveira. O delegado afirma que ninguém fica preso quando é pego somente por porte ou posse de arma:

– A pena parece alta, mas ninguém é condenado ao máximo. Se pegar até quatro anos, fica em regime aberto ou pode substituir por uma pena alternativa, dependendo dos antecedentes. Entendo que a legislação deveria ser mais severa e ter uma distinção para o tipo de arma apreendida.

Em julho, a DIC prendeu uma quadrilha suspeita de alugar e vender armas na região. Em uma casa no município de Camboriú foi encontrada uma fábrica artesanal de produção de munições. No local, a polícia apreendeu mais de mil pontas de chumbo e outros equipamentos para fazer a recarga das armas.

– As investigações apontam que o aluguel de armas é uma prática comum. Em cidades com maior criminalidade a tendência é surgir esse tipo de exploração. O criminoso não tem vinculação com a arma, faz o crime e devolve – relata Osnei.

O professor de criminologia, Alceu de Oliveira Pinto Junior, defende que a apreensão de armas não tem necessariamente relação com o número de mortes em confronto com a Polícia Militar. Ele diz que esse tipo de ocorrência revela o insucesso da operação policial – ou porque a PM foi surpreendida pelos bandidos ou porque não se preparou adequadamente para a operação.

– Cada arma que é retirada de circulação é um crime que se evita, que se impede. Tínhamos que ter mecanismos mais eficientes de contenção para quem pratica atos com gravidade. Há um ciclo vicioso, tu contém e solta. As facções criminosas usam os adolescentes, que são cooptados, porque sabem dessa fragilidade da legislação processual – completa o secretário de Estado da Segurança Pública, César Augusto Grubba.

 

ASSUNTO: DOAÇÃO EM MEIO A DOR

VEÍCULO: Diário Catarinense

Órgãos de bombeiro ajudam seis pessoas

Ainda no domingo, Maurício Valls, de 25 anos, doou o coração, o fígado, os rins e as córneas

Foi através de uma singela postagem em uma rede social, na manhã de ontem, que o Corpo de Bombeiros de Blumenau traduziu o sentimento de todos que torceram pelo soldado Maurício Valls, de 25 anos: “Mesmo após partir desse mundo terreno Valls continuou sua nobre missão: salvar vidas!”, diz a mensagem. Maurício era doador declarado de órgãos.
O bombeiro militar morreu em uma colisão na BR-470, ele e mais dois colegas seguiam para o atendimento de uma ocorrência na rodovia quando foram atingidos por uma carreta. Valls estava internado no Hospital Santa Isabel, em Blumenau, desde a madrugada de quinta-feira, sua morte foi confirmada no sábado.
O coração do jovem bombeiro já bate no peito de um morador de Rodeio e, em breve, as córneas, o fígado e os rins vão para outras cinco pessoas. A identidade do homem que recebeu o coração de Valls não foi divulgada pelo hospital responsável pelo transplante.
Natural de Uruguaiana, município gaúcho que faz limite com Argentina e Uruguai, Valls se formou bombeiro militar em 2012, era noivo e há dois anos ingressou na corporação gasparense.

 

ASSUNTO: Tráfico

VEÍCULO: Notícias do Dia

Quatro pessoas sem antecedentes são presas em flagrante por tráfico em São José

Uma operação conjunta da Polícia Federal e Batalhão de Choque da Polícia Militar resultou na apreensão de aproximadamente R$ 1 milhão em drogas. Os 55 quilos de cocaína estavam no fundo falso de um carro que saiu de Ponta Porã, Mato Grosso do Sul, no sábado à noite. A operação foi armada depois de uma denúncia anônima, que levou os policiais até uma casa em São José, na Grande Florianópolis, ainda na madrugada de ontem.

Quatro pessoas foram presas em flagrante por tráfico de drogas. Segundo o tenente Riskala, do Choque, a informação da Polícia Federal era de que o motorista de um carro, modelo Peugeot 206 prata, com placas de Ponta Porã, carregado com cocaína se encontraria com o comprador da droga.

“Passamos a monitorar e o encontro aconteceu próximo ao shopping Itaguaçu”, contou. Dali a polícia seguiu o grupo até o bairro Praia Comprida, em São José. “Quando eles começariam a fazer a descarga demos o flagrante”, completou Riskala.

No total, a polícia contou 55 quilos de cocaína pura, que seria distribuída em pequenas porções nos pontos de tráfico da região. No interior da residência havia ainda 2,5 quilos de maconha e 200 gramas de crack.

Os presos não possuíam antecedentes criminais. Além do motorista do carro, que trouxe a droga do Mato Grosso do Sul, três pessoas que estavam na casa também foram presas em flagrante. O dono da droga, o dono da casa, e uma mulher. Toda a operação durou cerca de sete horas e contou com a participação de 15 policiais, entre federais e militares. Os três homens foram para o presídio masculino da Capital, enquanto a mulher para o presídio feminino.