Área do associado

Área do associado

Colunista Moacir Pereira, do Diário Catarinense, destaca em seu blog a resposta do Ex-Cmte-Geral da PMSC, Cel Freitas, sobre sua homenagem ao aniversário da corporação.

5.5.2013

Os 178 anos da Policia Militar de Santa Catarina

Moacir Pereira

05 de maio de 2013

”Do ex-comandante geral da Policia Militar de Santa Catarina, cel. Paulo Roberto Fagundes de Freitas, sobre o comentário alusivo aos 178 anos da Policia Militar do Estado. Registro que fiz como homenagem aos policiais da ativa e, claro, aos que já desfrutam de merecida aposentadoria.  Sobretudo, aqueles policiais, soldados rasos ou oficiais superiores, que cumpriram seu dever e dignificaram a corporação, dando segurança e proteção a todos os catarinenses. Veja:

‘Prezado jornalista Moacir Pereira

Parabenizo, mais uma vez, o caro amigo pelo editorial de sua coluna de hoje – 05/05 – DC, em que destaca os 178 anos de nossa querida Polícia Militar. Poucos, na verdade, tem sido aqueles, mormente da mídia, que lembram-se de destacar essa importante data na história de Santa Catarina. Sua manifestação, partindo de quem parte, cresce de importância,  forma a opinião pública, e só fortalece a inquebrantável fé dos verdadeiros policiais militares, em seus valores, princípios e compromisso de bem servir a sociedade catarinense, incondicionalmente. Creia, caro Moacir, que seu registro cala fundo na alma de todos os policiais militares que, como o signatário, dedicaram ou ainda dedicam o melhor de suas vidas à causa da segurança pública de nosso Estado e País, até por que , o reconhecimento público do trabalho de nossa instituição, é o maior alimento para que o prazer de servir, na expressão do poema com esse título da poetisa Gabriela Mistral, continue sendo o norte de todo o policial militar, que reconhecendo sua condição de servidor público, busca a realização do bem comum.

Caro Moacir, se a Corporação tem, como você registra um glorioso acervo de relevantes serviços prestados à população catarinense, tal só acontece, em função de pessoas, como você, catarinenses conhecedores da história de seu Estado, que, oportuna e desinteressadamente, preocupam-se em enxergar, reconhecer e tornar público , os fatos , os acontecimentos relacionados à instituição.

Confesso que emocionei-me ao ler sua coluna . Senti-me, como policial militar, embora na reserva, homenageado! E, tenho certeza,assim como eu, todos os policiais militares catarinenses!

Um fraterno e miliciano abraço!

Paulo Roberto Fagundes de Freitas

Cel RR  Ex Cmt G PMSC.’”

Postado por Moacir Pereira, às 16:10