Área do associado

Área do associado

Clipping do dia 4 de março

4.2.2013

 

PRINCIPAIS NOTÍCIAS DO DIA 04.03

 

ASSUNTO: Salário deputados + maioridade penal

VEÍCULO: Notícias do Dia 01.03

COLUNISTA PAULO ALCEU

Aqui também

O 14º e o 15º salários dos parlamentares caíram aqui em Santa Catarina também. O

efeito é praticamente automático. Mas ninguém me convence que em breve arrumarão

uma fórmula de recuperar esse dinheiro. É ficar de olho.

 

Metas

Assim que retornar a Câmara Federal, até por força de lei, pois disputará a reeleição não

podendo permanecer na Secretaria da Agricultura, o deputado João Rodrigues,

defenderá a redução da maioridade penal e a instituição da prisão perpétua no Brasil

para crimes hediondos. Clima favorável.

 

ASSUNTO: Comissões Alesc

VEÍCULO: Notícias do Dia 01.03

COLUNISTA ROBERTO AZEVEDO

Para o Legislativo funcionar

Decisão do presidente Joares Ponticelli quer ativar o trabalho de análise na

Assembleia a partir da segunda semana de março

O presidente da Assembleia, deputado Joares Ponticelli, determinará terça e quarta da

semana que vem para a eleição de todas as 18 comissões da casa. O ato deverá estar

pronto até segunda-feira, pois o regimento prevê que as escolhas se darão na sessão

seguinte à publicação. A decisão de Ponticelli pretende dar um ponto final na disputa

entre PMDB e PSDB pela presidência da Comissão de Constituição e Justiça, que trava

as demais composições e paralisou o trabalho de análise de projetos na Assembleia em

fevereiro.

Até lá, Ponticelli deverá manter contatos frequentes com os líderes Carlos Chiodini

(PMDB) e Dóia Guglielmi (PSDB), mesmo enquanto estiver em João Pessoa, na

Paraíba, onde participa de um evento da União Nacional dos Legisladores e Legislativos

Estaduais (Unale). Ontem, o presidente conversou com a bancada tucana, a quem

reiterou o pedido de consenso na CCJ. Ouviu que o PSDB não abre mão, por enquanto,

de ter o comando da poderosa comissão neste ano, já que, em 2014, o calendário

eleitoral a torna esvaziada devido a pouca tramitação de matérias no Legislativo.

Os peemedebistas ganharam musculatura nas últimas horas com a manifestação da

minoria que tem quatro parlamentares e um voto (Sargento Amauri Soares, PDT;

Narcizo Parisotto, PTB; Angela Albino, PC do B; e Altair Guidi, PPS) favorável a

Mauro De Nadal. O PT, que tem direito a mais dois votos, parece estar mais perto de

um apoio a Nadal, apesar de ter sido beneficiado com duas vagas na mesa diretora por

uma cessão de espaço pelo PSD, que está com o tucanos de Marcos Vieira. A bancada

do PSDB começa a dar sinais de fadiga e há entre seus quadros quem defenda a divisão

do mandato de dois anos com o PMDB, que estaria à frente da comissão este ano. O 30

caldo só entorna se os peemedebistas decidirem ficar com a Comissão de Finanças

também.

 

ASSUNTO: Atentados em SC + Penitenciária Imaruí

VEÍCULO: Diário Catarinense

COLUNISTA RAFAEL MARTINI

DATA VENIA

O presidente da OAB/SC, Tullo Cavallazzi Filho, encaminhou ofício à secretária de Estado da Justiça e Cidadania, Ada de Luca, oferecendo apoio ao Estado no processo de revisão da situação jurídica dos presos em SC.

 

NOVELA MEXICANA

O Tribunal de Justiça manteve decisão da comarca de Imaruí que suspendeu a licença da Fatma e o início das obras da penitenciária.

 

ASSUNTO: Penitenciária da Agronômica

VEÍCULO: Diário Catarinense

COLUNISTA CACAU MENEZES

Penitenciária

Pelo que entende a secretária Ada de Luca, o Estado não precisa de autorização do município para vender o que é seu, nem vice-versa. Para o complexo penitenciário em Florianópolis, Ada tem várias sugestões: praça para o lazer das comunidades da Agronômica e Trindade, ou servir como sede para a Secretaria de Justiça, para um museu, ou mesmo para uma feira permanente de artesãos, a exemplo do que acontece em Fortaleza e Natal.
Ideias não faltam, querida Ada. Falta é vontade política do governo para implementá-las.

 

ASSUNTO: Agentes prisionais

VEÍCULO: Diário Catarinense

COLUNISTA MOACIR PEREIRA

Diretas

Marcada para sexta-feira, dia 8, a formatura da primeira turma de 50 agentes penitenciários da Academia de Justiça e Cidadania. O programa prevê capacitação de mais mil agentes de todo o Estado.

 

ASSUNTO: Atentados em SC

VEÍCULO: Clic RBS

Operação Presença

Diretor do Deap garante que combate ao crime organizado segue até Páscoa em SC

Com as ações deste fim de semana, chegou a dez o número de operações para vasculhar celas

A força-tarefa dentro das unidades prisionais catarinenses e que faz parte damegaoperação para o combate ao crime organizado no Estado vai seguir pelo menos até a Páscoa. Foi o que garantiu ontem o diretor do Departamento de Administração Prisional (Deap), Leandro Lima. 
Com as ações deste fim de semana, chegou a dez o número de operações para vasculhar celas realizadas realizadas desde o Natal em quase todas as unidades prisionais de Santa Catarina.
Ontem, o Deap terminou a segunda fase da Operação Presença. Desde quinta-feira, cerca de 300 pessoas, a maioria agentes penitenciários de oito unidades prisionais, além do Batalhão de Choque da Polícia Militar e da Força Nacional de Segurança fizeram uma varredura em 49 unidades prisionais do Estado. Encontraram cartas, armas e controlaram dois incidentes considerados leves.
As cartas e bilhetes foram recolhidos no Complexo Prisional de São Pedro de Alcântara e passarão por perícia para verificar se o conteúdo tem relação com a facção criminosa responsáveis pelas duas ondas de ataques em Santa Catarina. No local ainda foram encontradas seis facas artesanais.
Os incidentes foram registrados em Chapecó e em Jaraguá do Sul. No Oeste, dois presos não queriam retornar à cela depois do banho de sol. Eles mudaram de ideia ao perceber o reforço na segurança da unidade, que no dia contou com patrulhamento aéreo de helicóptero. No Norte, um preso foi agredido pelo colega de cela. Ele recebeu atendimento médico e passa bem.
Segundo Lima, a operação é dividida em duas frentes. A primeira trata de rondas extras formadas por equipes itinerantes para reforçar a segurança dos agentes penitenciários em serviço dentro das prisões. Lima não quis falar sobre a informação de que o PGC estaria planejando matar um agente penitenciário e que a segurança extra seria por esse motivo.

Após 72 horas, encerrou neste domingo o pente-fino nas penitenciárias catarinenses

Segundo a direção do Deap, em apenas dois locais ocorreram incidentes: Chapecó e Jaraguá

A segunda fase da operação de pente-fino que visitou as 49 unidades prisionais do Estado encerrou neste domingo sem ocorrências graves. A chamada Operação Presença teve a participação de cerca de 300 agentes penitenciários, policiais militares e civis e da Força Nacional de Segurança, que percorreram 700 quilômetros por dia nas últimas 72 horas. 
– A rotina do sistema está normal – resumiu o diretor do Departamento de Administração Prisional (Deap), Leandro Lima. 
A operação teve início na última quinta-feira no Complexo Prisional em São Pedro de Alcântara – unidade que abriga 1,2 mil presos, a maioria de alta periculosidade -, onde foram apreendidas seis facas artesanais, além de bilhetes e cartas. Todo o material foi recolhido para análise.
Porém, das 49 unidades vistoriadas foram registrados incidentes apenas em duas cadeias. Em Chapecó, dois dos presos não queriam retornar à cela depois do banho de sol, após perceber a movimentação policial e o reforço na segurança da unidade. Não foi preciso usar a força. 
Já em Jaraguá do Sul um preso foi agredido pelo colega de cela e precisou receber atendimento médico.

 

ASSUNTO: Atentados em SC

VEÍCULO: Clic RBS

SSP faz nova releitura de ocorrências ligadas ao PGC

Diretoria de Informação e Inteligência registra 85 atentados e 28 atos de vandalismo em SC

A Secretaria de Segurança Pública (SSP) está fazendo uma nova releitura das ocorrências ligadas ao Primeiro Grupo Catarinense (PGC) nesta segunda onda de violência em Santa Catarina, que começou no dia 30 de janeiro.
Em relatório divulgado pela Diretoria de Informação e Inteligência (Dini) da SSP, em 26 de fevereiro, são 113 ocorrências contabilizadas pela SSP com dados da Agência Central de Inteligência (ACI) da Polícia Militar (PM) e da própria Dini.
Neste domingo, dia 3, aniversário de fundação do PGC, a PM divulgou o 114º atentado atribuído à facção. Foram quatro tiros contra a Central de Plantão Policial de Itajaí.
Do total de ocorrências, a Dini considera 85 como atentados e 28 como atos de vandalismo. 
No relatório, a Dini registra que atentados são aqueles contra agente público, prédios e veículos públicos, estabelecimentos comerciais de grande porte e ônibus, dentre outros.
Para a Dini, atos de vandalismo são aqueles em que há depredação do patrimônio público/privado, e oportunismo é quando existe “aferição de vantagem econômica ou decorrente de motivo egoístico”.
Entre as 113 ocorrências, a Dini contou 43 em ônibus, 28 em carros particulares, oito a prédios públicos, oito a viaturas oficiais, sete a bases da Polícia Militar, seis a residências de servidores, duas a bases da Guarda Municipal, duas a escolas, duas a estabelecimentos comerciais, uma a delegacia e uma a unidade prisional.
De acordo com os dados divulgados pela Dini, os atentados ocorreram em 34 municípios catarinenses, sendo 13 ataques em Florianópolis e nove em Joinville, as duas cidades com mais registros em SC desde janeiro deste ano.
Conforme o levantamento da Dini, o dia com mais ocorrências foi 2 de fevereiro com 10 ataques. Pelos dados, o horário entre 0h e 4h foi o período com maior concentração de atentados, representando 39,31% do total.
Entre as apreensões que constam do relatório estão três artefatos explosivos, sete armas, 12 munições e 31 vasilhames de combustível.

Atentados em SC:

Meio utilizado:
incêndio_92
disparo de arma de fogo_14
apedrejamento_5
explosivo_1
outros_1

Infratores:
conduzidos e liberados após oitiva_24
presos_103 **
menores de idade_29
mandados de prisão para reclusos_50 ***
feridos_2
motos_1

** 03 já estão em liberdade
** incluídos os preos em operação da Deic
*** detentos que receberam mandados de prisão da operação da Deic nas unidades prisionais

Fonte: Dini

 

ASSUNTO: Contas do Governo

VEÍCULO: Clic RBS

Contas públicasGoverno catarinense busca saídas para voltar a ter condições de investir

Executivo está encurralado com os gastos da folha de pagamento e falta de reação da arrecadação

Encurralado por uma folha de pagamento que não para de crescer e uma receita que custa a dar sinais de reação, o governo do Estado busca caminhos para ajustar as contas públicas e tirar o caixa do sufoco Para especialistas ouvidos pelo Diário Catarinense, faltam planejamento estratégico e eficiência nos gastos.

 A opinião é compartilhada também por integrantes do próprio governo, que já começou a fazer a lição de casa, economizando mais de R$ 100 milhões em 2012. Desde que assumiu o cargo, Raimundo Colombo (PSD) vem batendo na tecla das contas. 
Mas o que acendeu a luz vermelha e soou o alarme foi o gasto com folha de pagamento em dezembro passado, que ficou a apenas 0,1 ponto percentual de alcançar o limite prudencial da Lei de Responsabilidade Fiscal, que pode impor a Santa Catarina uma série de limitações orçamentárias. 
O corte de gastos vem sendo perseguido, especialmente depois que o secretário de Administração, Derly Anunciação, implantou o modelo de gestão em abril de 2012. Na época, a meta do secretário era economizar R$ 100 milhões em um ano. De abril de 2012 a janeiro de 2013, Derly garante que ultrapassou esse valor. Cita como exemplo o controle com aditivos em contratos. Até abril de 2012, segundo o governo, a média mensal de aditivos era de R$ 42 milhões. 
Em sete meses do modelo de gestão, foram R$ 45 milhões em aditivos, baixando a média mensal para R$ 6,4 milhões. Professora de Economia e Finanças da Udesc, Ivoneti da Silva Ramos defende ações pontuais e cirúrgicas para melhorar os gastos do governo. 
— É possível economizar em agulhas.Quando o volume de compra é grande, o resultado da economia aos cofres públicos é considerável. Manutenção é um item que tem um gasto considerável — considera a professora.

 

Link para gráficos: http://diariocatarinense.clicrbs.com.br/sc/politica/noticia/2013/03/governo-catarinense-busca-saidas-para-voltar-a-ter-condicoes-de-investir-4062275.html

 

ASSUNTO: Reajuste salarial indústria

VEÍCULO: A Notícia

EDITORIA: Economia

NEGOCIAÇÕES SALARIAIS: Começam as assembleias

Sindicatos entregam pedidos de reajuste para os patronais a partir desta semana

Os trabalhadores do Norte catarinense começam a se mobilizar para as negociações salariais de 2013, preparando-se para as datas-base em abril. No sábado, o Sindicato dos Trabalhadores nas Indústrias e Oficinas Mecânicas de Joinville realizou assembleia geral e aprovou as reivindicações que formarão a pauta para sentar à mesa com representantes do sindicato patronal a partir dos próximos dias.
Em Joinville e em São Bento do Sul, a categoria dos mecânicos vai pedir 100% de reposição da inflação, medida pelo INPC, e 5% de aumento real, além da elevação do piso salarial de R$ 800 para R$ 1,1 mil. De acordo com o presidente do Sindicato dos Mecânicos em Joinville, Evangelista dos Santos, é preciso valorizar a mão de obra da região, especialmente neste momento de instalação de novas empresas.
Neste fim de semana houve também assembleia do Sindicato de Trabalhadores nas Indústrias de Refrigeração de Joinville (Sinditherme). O presidente Rolf Decker afirma que o encontro foi tranquilo e que a principal reivindicação da categoria é o reajuste salarial de 10%, já incluindo a inflação. Os trabalhadores também lutam por outras questões, como a redução da jornada semanal. O objetivo é que ela caia de 44 horas semanais para 40 horas por semana.
“Mas isto depende mais de questões nacionais”, ressalta o presidente do sindicato.
Na próxima semana, o Sinditherme vai elaborar um documento com os pedidos do trabalhadores e encaminhar para o sindicato patronal. A partir daí, será marcada uma reunião entre as partes para começar as negociações.
A pauta do Sindicato dos Trabalhadores das Indústrias Metalúrgicas de Joinville foi aprovada no dia 23 de fevereiro. A categoria reivindica 100% de reposição da inflação, 6% de aumento real e elevação do piso de R$ 831,60 para R$ 1 mil.

 

ASSUNTO: Diretório PMDB

VEÍCULO: A Notícia

COLUNISTA CLÁUDIO PRISCO

Espaço

Dez catarinenses foram confirmados no novo diretório nacional do PMDB, escolhido no sábado, em eleição de chapa única: Eduardo Moreira, Casildo Maldaner, Celso Maldaner, Valdir Colatto, Mauro Mariani, Edinho Bez, Ronaldo Benedet, João Matos, Paulo Afonso e Luiz Henrique da Silveira, esse último, membro nato por já ter presidido a sigla. O vice-presidente Michel Temer foi reconduzido à presidência da legenda.
Além do espaço no diretório, Santa Catarina será representada na nova executiva pelo deputado Mauro Mariani. Edinho Bez emplacou no conselho fiscal do partido como suplente, enquanto o também catarinense Jorge Campos foi reconduzido à vice-presidência nacional da JPMDB.

 

TRANSFERÊNCIA

Deputado Amauri Soares (PDT) está preocupado com a possibilidade de SC perder para o Paraná policiais militares que hoje estão na ativa. O Estado vizinho abriu o maior concurso da história na área de Segurança. Estão sendo criadas cinco mil vagas para policiais e bombeiros e mil policiais catarinenses se inscreveram para o certame paranaense.

 

ASSUNTO: Central de Polícia

VEÍCULO: O Sol Diário

EDITORIA: Geral

DIC de Itajaí adota cautela sobre atentado em Central de Polícia

Polícia Militar trata ocorrência como ataque de facção, mas delegado aguarda perícia

A Divisão de Investigação Criminal (DIC) de Itajaí começou ainda no domingo a apurar a autoria do ataque contra a Central de Plantão Policial (CPP) da cidade. O disparo de quatro tiros contra o prédio da delegacia no Bairro São João, ocorrido por volta de 3h50min de domingo, foi contabilizado pela Polícia Militar como o 114º atentado da segunda onda de violência que atinge o Estado há mais de um mês. 
Mas mesmo com a ocorrência constando no relatório oficial da PM, o delegado da DIC, Celso Pereira de Andrade, afirma que ainda não é possível determinar o que realmente aconteceu. Para ele apenas a conclusão da perícia e a análise das imagens de câmeras de segurança poderão apontar o tipo de crime registrado em Itajaí. 
– Pode ter ocorrido um atentado? Pode. É um ataque do PGC (Primeiro Grupo Catarinense)? Aí a gente não sabe. É preciso investigar para vermos o que houve – destaca. 
A Central de Comunicação Social da PM apontava que cerca de quatro tiros foram efetuados contra a delegacia, sendo que teriam acertado apenas uma árvore próxima do prédio. Domingo à tarde, porém, pelo menos uma marca era visível na estrutura, bem ao lado da palavra “Itajaí” no letreiro, e estilhaços de vidro comprovavam que o local tinha sido alvo de bandidos. 
Os disparos teriam partido de um Ford Fiesta Sedan de cor prata, que entrou na contramão da Rua José Pereira Liberato. Quatro policiais estavam na CPP no momento do ataque e nenhum deles se feriu. A PM fez rondas pela cidade mas ninguém foi detido até a noite de domingo.
O dia 3 de março, é tido como o de fundação do PGC, que completa 10 anos em 2013. Em razão disso a delegacia regional, com base em informações do setor de Inteligência da Polícia Civil, tem alertado desde semana passada todas as forças de segurança do Litoral Norte, a exemplo do que ocorre em toda Santa Catarina. 
Ações contra os atentados também foram traçadas por uma força-tarefa da Inteligência para ontem, já que a data é emblemática para a facção criminosa. O ataque à delegacia foi o nono registrado em Itajaí desde 30 de janeiro, e o 114º em Santa Catarina, distribuídos por 37 cidades. 
O crime encerrou uma trégua de seis dias; o último atentando oficialmente contabilizado tinha sido em 25 de janeiro, em Criciúma, onde a casa de um policial militar e outras residências próximas foram alvejadas por 12 disparos de arma de fogo. 

 

ASSUNTO: Concursos públicos

VEÍCULO: portal Globo.com

Concursos têm 40,2 mil vagas com inscrições abertas em todo o país

Os salários chegam a R$ 22.854,46 no TRT do Amapá e do Pará.
Cargos são de todos os níveis de escolaridade.

Pelo menos 78 concursos públicos em todo o país estão com inscrições abertas nesta segunda-feira (4) e reúnem 40.165 vagas em cargos de todos os níveis de escolaridade. Os salários chegam a R$ 22.854,46 no Tribunal Regional do Trabalho da 8ª Região (Pará e Amapá).

Além das vagas abertas, há concursos para formação de cadastro de reserva, ou seja, os aprovados são chamados conforme a abertura de vagas durante a validade do concurso.

Os órgãos que abrem inscrições nesta segunda-feira são os seguintes: Conselho Regional de Técnicos em Radiologia da 5ª Região, em São Paulo, Marinha Mercante, Prefeitura de Belo Horizonte, Prefeitura de Botumirim (MG), Prefeitura de Guimarânia (MG), Prefeitura de Japonvar (MG), Prefeitura de Lambari D’Oeste (MT), Prefeitura de Paraty (RJ), Prefeitura de Ribeirão Preto (SP), Prefeitura de Rinópolis (SP) e Prefeitura de Rondonópolis (MT).

 

Link para vagas e salários: http://g1.globo.com/concursos-e-emprego/noticia/2013/03/concursos-tem-402-mil-vagas-com-inscricoes-abertas-em-todo-o-pais.html

 

ASSUNTO: Cresce número de adolescentes em delitos

VEÍCULO: Correio Braziliense

Em 2012, 312 pessoas foram mortas por adolescentes, aumentando o índice

Levantamento da Promotoria de Defesa da Infância e da Juventude do DF mostra que o índice de menores envolvidos em delitos cresceu 25,5% em 2012. Para especialistas, aumento dos casos está relacionado à falta de estrutura familiar, de perspectivas e de políticas públicas

A falta de respeito com a vida tem se tornado marca registrada entre adolescentes na capital. Em 2012, 312 pessoas acabaram assassinadas por menores infratores, índice 51% maior do que o registrado no ano anterior, quando 206 pessoas perderam a vida nessas condições. As estatísticas são da Promotoria de Defesa da Infância e da Juventude do Distrito Federal. Do total de mortes do ano passado, 288 foram cadastradas como homicídios e 24 como latrocínios.
O caso de brutalidade mais recente ocorreu na Estrutural, na última terça-feira. Um garoto de 13 anosteve 50% do corpo queimado depois de ser atraído em uma emboscada armada por cinco jovens — três meninas e dois rapazes entre 13 e 17 anos. Ele segue internado no Hospital Regional da Asa Norte(Hran) em estado grave.
Um levantamento feito pela Secretaria de Segurança Pública também reflete a realidade da violência na capital. No ano passado, jovens participaram de 114 casos de tráfico de drogas contra 42 em 2011, um acréscimo de 171%. Adolescentes também aparecem nas estatísticas de roubo de veículo, com 57 registros em 2012, ou seja, 338% de aumento em relação às 13 ocorrências verificadas no mesmo período do ano anterior. Roubos com restrição de liberdade cresceram 50%, e estupro, 111%. No total de registros do ano passado, os menores