Área do associado

Área do associado

Clipping do dia 4 de julho

4.7.2013

PRINCIPAIS NOTÍCIAS DO DIA 4 DE JULHO

 

COLUNISTA RAFAEL MARTINI – Diário Catarinense

CIC segue fechado após nova vistoria

O Corpo de Bombeiros Militar realizou mais uma vistoria, ontem, ao Centro Integrado de Cultura, interditado por determinação judicial. E novamente a estrutura não foi aprovada. Ao contrário do que tem afirmado o presidente da Fundação Catarinense de Cultura (FCC), Joceli de Souza (foto), o problema não se limita apenas ao para-raios. Falhas foram identificadas no sistema de alarme. Ele simplesmente não funcionou nos testes. Também não foram instalados os corrimãos nas laterais da plateia, além da falta de laudo do piso antiderrapante.
Uma reunião no Centro Administrativo, ontem à tarde, avaliou as consequências da crise gerada pela interdição do espaço que passou por reforma nos últimos três anos e consumiu R$ 17 milhões. Mudanças na direção não estão descartadas. Desde fevereiro, já foram realizadas três vistorias e seis reuniões de orientação entre os Bombeiros e a fundação. Agora, além da liberação técnica, a FCC precisa derrubar na Justiça a liminar que proíbe a realização de espetáculos no local sob pena de multa de R$ 1 milhão. Enquanto isso, a agenda do maior teatro de Floripa segue interrompida.

VIATURA NA BALADA

Corregedoria da Polícia Civil instaurou sindicância para investigar o suposto uso de viatura para interesse particular em horário de serviço. Durante um plantão na Central do Norte da Ilha, um delegado teria utilizado o carro da PC para ir até uma casa noturna na Lagoa da Conceição, onde permaneceu por quase quatro horas. Consta ainda que se recusou a pagar o estacionamento.

FOGO AMIGO

Um agente penitenciário foi o autor dos disparos que destruíram duas câmeras de vigilância instaladas no Pântano do Sul, em Florianópolis. O servidor, que mora no bairro, já foi identificado e afastado de suas funções. Terá que explicar na polícia sobre o motivo dos tiros.

 

COLUNISTA CACAU MENEZES – Diário Catarinense

Tattoo

No Espírito Santo, a própria Defensoria Pública ingressou com uma ação civil pública para retirar dos editais da Polícia Militar a proibição de tatuagens para quem quer entrar na corporação.

BAIXAS

Sobram policiais fazendo vigilância nas repartições públicas e faltam nas delegacias.

 

COLUNISTA MOACIR PEREIRA – Diário Catarinense

Celesc enxuga

A diretoria da Celesc está extinguindo a partir de hoje 30% dos cargos gratificados existentes na empresa. Atende a recomendações da Agência Nacional Energia Elétrica (Aneel) e busca mais eficiência nos processos da atual gestão. O Conselho de Administração já havia autorizado a extinção de dois cargos: Diretor de Relações Institucionais e Advocacia-Geral.

Os nomes do PMDB

Definida a nova executiva do PMDB catarinense a ser eleita hoje pelo diretório regional: Eduardo Pinho Moreira (presidente), Paulo Afonso Vieira (1o vice), Valdir Cobalchini (2o vice), Ada de Luca (3a vice), Carlos Chiodini (secretário-geral), Cleonir Branco (adjunto), Paulo Meller (tesoureiro) e João Nadal (2o tesoureiro).

 

ASSUNTO: Vandalismo em Florianópolis

VEÍCULO: Diário Catarinense

VANDALISMO SEM RESPOSTAS: Vidros de 20 ônibus são quebrados

Não há pistas que indiquem a razão pela qual veículos que transitam na SC-401 foram alvo de projéteis como balas de gude

Um dia depois de 20 ônibus terem seus vidros atingidos por projéteis ainda não identificados, uma força-tarefa foi montada para escoltar os veículos no trecho da SC-401, no Norte da Ilha, em Florianópolis, onde ocorreram os ataques.
Ao todo, quatro viaturas da Polícia Militar e outras cinco da empresa Canasveiras, além da Polícia Militar Rodoviária Estadual, estão fazendo o trabalho de escolta. A 5a Delegacia de Polícia Civil está investigando o caso, mas ainda não descobriu quem são os responsáveis pelos atos de vandalismo.
Todos os 20 veículos atingidos estavam trafegando no sentido bairro-Centro quando tiveram os vidros estilhaçados. As janelas quebradas ficavam do lado esquerdo, na metade de trás dos veículos, onde não havia ninguém sentado. Em apenas um caso se encontrou o projétil: uma bola de gude.
Não se sabe de qual local vieram os ataques, mas em todos os casos os vidros foram quebrados na SC-401, entre o viaduto que dá acesso ao Bairro Cacupé e ao morro do Cemitério Jardim da Paz. Um dos motoristas relatou que viu um carro preto passando ao lado quando foi atingido.
Sem causa conhecida, não há nada a ser feito
O presidente do Sindicato das Empresas de Transporte Urbano de Florianópolis (Setuf), Waldir Gomes da Silva, afirma que não há nada a ser feito para garantir a segurança dos veículos e motoristas, já que a causa e a forma dos ataques é desconhecida.
Os primeiros ataques aconteceram por volta de 6h de terça-feira, quando quatro veículos da Transol tiveram vidros quebrados. Depois de 20h, outros ônibus foram alvejados, com apenas um vidro quebrado. Cada um custa entre R$ 350 e R$ 1,7 mil, dependendo do modelo do veículo.

 

ASSUNTO: Sistema prisional

VEÍCULO: Diário Catarinense

Pressão para desativar presídio vai aumentar

Ontem à noite, uma assembleia da Ordem dos Advogados do Brasil (OAB), defensora da ação de desativação do Presídio do Matadouro, em Itajaí, voltou a defender o fechamento da unidade. À tarde, vereadores da Comissão de Segurança visitaram o local, no Bairro Nossa Senhora das Graças. O objetivo é pressionar o governo para que se construa um novo prédio para abrigar os detentos e que o presídio seja desativado.

 

ASSUNTO: Guardas municipais

VEÍCULO: Diário Catarinense

Cresce a instalação de guardas municipais

O Perfil dos Municípios Brasileiros 2012 mostra que é crescente, mas ainda baixa, a proporção das cidades que têm guardas municipais, passando de 15,5% em 2009 para 17,8% em 2012. Entre os 993 municípios com guarda própria, 153 (15,5%) têm guardas com armas de fogo, o que só é permitido por lei às cidades com mais de 50 mil habitantes ou que façam parte de regiões metropolitanas. Nas cidades com população entre 20 mil e 50 mil habitantes, 28,4% têm guardas municipais.

 

ASSUNTO: PERSEGUIÇÃO POLICIAL

VEÍCULO: Diário Catarinense

Suposto gerente do tráfico é preso

Homem apontado como braço direito do narcotraficante Neném da Costeira foi detido enquanto recolhia dinheiro das vendas

Um dos últimos homens de confiança do narcotraficante Neném da Costeira que ainda estavam em liberdade foi preso pela Polícia Militar. O flagrante ocorreu por volta de 23h desta terça-feira, no Morro da Costeira, no Sul da Ilha. Segundo a investigação policial em andamento, Tiago Cordeiro, 23, o Calcinha, estava recolhendo dinheiro da venda de cocaína na boca do Neném, na Servidão Augusto Schmidt, a cerca de 200 metros do asfalto, quando policiais militares à paisana se aproximaram.
Dez soldados da boca e o gerente saíram correndo. Os policiais começaram a perseguição. Cordeiro fugiu morro acima, mas o tenente Rafael Vicente, do Pelotão de Patrulhamento Tático (PPT), o alcançou, quase chegando na mata fechada da Costeira, onde as cargas de drogas ficam escondidas.O homem apontado como gerente de Neném estava com R$ 900 em dinheiro.
– Isso aqui não é dinheiro. Dinheiro para mim é acima de R$ 1 mil – teria dito o criminoso, em tom debochado, para os policiais.
O suspeito estava com seus habituais cordões de ouro maciço, relógio caro, roupa de marca, molho de chaves de um carro importado e, na carteira, passagens aéreas.
De acordo com a PM, ele foi preso em flagrante por colaboração com o tráfico de drogas, cuja pena é de dois a seis anos de reclusão.
Duas abordagens policiais anteriores
Em 31 de maio, ele estava no Morro da Mariquinha com R$ 4 mil, a bordo de um Ford Fusion, quando foi abordado pela polícia. Depois de ouvido, ele foi liberado. Antes disso, em 9 de março, Cordeiro também foi abordado, quando dirigia em uma caminhonete Pajero importada com R$ 7 mil. O carro foi apreendido porque ele estava com a Carteira Nacional de Habilitação vencida. E o dinheiro, que ele não soube explicar a procedência, foi recolhido. Na ocasião, o suspeito também foi liberado.
– Construímos um cenário em que ele, Calcinha, por várias vezes está recolhendo dinheiro de bocas em Florianópolis. Ele não coloca a mão na droga. Conseguimos tipificar que ele atua no tráfico de drogas – observou o tenente Vicente, responsável pela prisão.
Dez policiais do PPT participaram da operação, coordenada pelo comandante do 4o Batalhão de Polícia Militar, tenente-coronel Araújo Gomes.
O preso foi recolhido na manhã desta quarta-feira à Central de Triagem do Estreito, o Cadeião. Tiago Cordeiro não foi apresentado à imprensa e o Diário Catarinense não teve acesso ao seu advogado.

Relação com o crime viria da adolescência

De acordo com a PM, a história de Calcinha no mundo do crime vem de longa data, com intensa participação no domínio do tráfico de drogas em todo Sul de Florianópolis pela associação criminosa liderada por Sérgio de Souza, o Neném da Costeira.
A PM observa que Calcinha ganhou a confiança de Neném desde a adolescência e ficou como responsável pelas cobranças de dívidas e a execução de homicídios em nome da quadrilha.
O gerente de Neném recolhia o lucro da venda de drogas em bocas no Saco dos Limões, Mariquinha, Costeira, Trevo da Seta, Panaia e Pântano do Sul.
Segundo investigações da Polícia Civil, Calcinha trabalha também como gerente do tráfico no Morro do Horácio desde a prisão da mulher do líder local, Simone Saturnino.

 

ASSUNTO: Assaltos na madrugada

VEÍCULO: Clic RBS

Dois criminosos invadiram uma residência e levaram cerca de 100 mil dólares na madrugada desta quinta-feira em Jurerê Internacional, em Florianópolis. Durante o assalto, o dono da casa foi trancado em um armário. Os ladrões, que seriam adolescentes levaram ainda um Ipad, um Iphone, joias e um veículo.

Segundo a Polícia Militar (PM), a dupla invadiu a casa pela janela da varanda por volta de 1h30min. O proprietário estava sozinho no momento do crime. Ele foi obrigado a ficar dentro do armário enquanto os criminosos reviravam a casa. A vítima acionou a polícia depois que os ladrões fugiram. Buscas foram feitas, mas até por volta das 8h ninguem havia sido preso.

Ainda na madrugada desta quinta-feira, por volta das 5h, um casal foi rendido por dois homens armados em uma residência em Palhoça. As vítimas foram trancadas em um dos cômodos da casa. Os assaltantes levaram dois aparelhos de televisão, joias, cerca de R$ 2 mil em dinheiro e o veículo da família, um Meriva de cor preta. 


Da tarde da quarta-feira até as 6h30min desta quinta-feira, a PM registrou o roubo de nove veículos na Grande Florianópolis