Área do associado

Área do associado

Clipping do dia 23 de outubro

23.10.2013

PRINCIPAIS NOTÍCIAS DO DIA 23 DE OUTUBRO

 

COLUNISTA RAFAEL MARTINI – Diário Catarinense

Dependência química

Começa nos próximos dias o processo de definição das comunidades terapêuticas que serão beneficiadas pelo programa Rede Estadual de Atenção a Dependentes Químicos (Reviver). Os interessados terão que preencher um termo de adesão em www.fapeu.org.br. O programa deve atender 1,2 mil pessoas a partir de 2014.

Prazo de validade

A cada 180 passaportes emitidos na Superintendência da Polícia Federal em Florianópolis, diariamente, pelo menos um não é retirado dentro do prazo e acaba cancelado. Após a produção do passaporte, o requerente tem 90 dias para pegar o documento.

 

COLUNISTA PAULO ALCEU – Notícias do Dia

Esticadinha

A cúpula da Segurança Pública de Santa Catarina, do secretário ao comandante-geral da Polícia Militar, embarcou no dia 18 de outubro para participar de um encontro internacional nos Estados Unidos. A volta está agendada para o fim do mês. Ou o encontro é longo ou a turma vai aproveitar para dar uma esticadinha, até porque alguns integrantes levaram as mulheres.

 

ASSUNTO: MAUS-TRATOS A ANIMAIS

VEÍCULO: Diário Catarinense

Multa prevista é de R$ 11 mil a casal

Duas pessoas são flagradas com animais em precárias condições em Lages

O casal flagrado pela Polícia Militar Ambiental na tarde de segunda-feira em Lages, na Serra, por maus-tratos contra animais, pode ser multado em até R$ 11 mil, uma vez que foram apreendidos 22 exemplares. O casal tem 20 dias para apresentar defesa.
Os policiais tomaram conhecimento do caso após receberem denúncias de que vários animais estariam sofrendo maus-tratos em uma casa no Bairro Guarujá.
Na segunda-feira, os militares foram até o local e resgataram 10 cães e 12 gatos, todos em um pequeno barraco de madeira sem janela e apenas com alguns furos na parede para ventilação. Os bichos foram levados para a Associação Lageana de Proteção aos Animais (Alpa).
Foi instaurado um Termo Circunstanciado (TC) por crime ambiental contra o dono da casa. A pena prevista no artigo 32 da lei 9.605/98 é de três meses a um ano de detenção e pode ser convertida em serviços comunitários. Em até 30 dias o caso será encaminhado ao Ministério Público.
Quem quiser contribuir com a Alpa pode entrar em contato pelo telefone (49) 9972-2363.

 

ASSUNTO: SERVIÇOS DE VIGILÂNCIA

VEÍCULO: Diário Catarinense

Uso de cães de guarda em análise na Alesc

Deputados da Comissão de Constituição e Justiça (CCJ) da Assembleia Legislativa (Alesc) aprovaram projeto de lei que proíbe a prestação de serviços de vigilância de cães de guarda com fins lucrativos em Santa Catarina. A proposta, antes de ser votada em plenário, ainda será analisada nas comissões de Segurança Pública e na de Turismo e Meio Ambiente.

 

ASSUNTO: CASO WESLEY

VEÍCULO: Diário Catarinense

Polícia Civil receberá reforço

A Polícia Civil de Araquari, Litoral Norte, deve receber o apoio da Delegacia de Desaparecidos na próxima semana para ajudar nas investigações do desaparecimento de Wesley Lopez, 25 anos. O jovem não é visto desde a madrugada de 28 de setembro, quando saiu para ir até uma lanchonete na rua em que morava com os pais no loteamento Santo Antônio, no Itinga.
O delegado titular de Araquari, Rodrigo Aquino Gomes, acredita que o reforço do delegado fará diferença na investigação do desaparecimento.
– Ele é de uma delegacia especializada, então vai usar toda a sua experiência para ajudar no caso – argumentou Gomes.
No fim da tarde de ontem, Gomes tomou o depoimento dos dois policiais militares que fizeram rondas na localidade na noite em que Wesley desapareceu uma vez que duas testemunhas, ouvidas anteriormente pela PM, alegam ter visto o jovem ser abordado pelos policiais que o teriam levado na viatura.
A suspeita do envolvimento de PMs no caso levou a corporação a instaurar um inquérito policial militar para apurar as circunstâncias do desaparecimento. No entanto, surgiu uma terceira testemunha que afirma ter visto Wesley vivo na companhia de outros quatro rapazes em um bar nas proximidades de onde morava na noite de 30 de setembro. Essa testemunha também já foi ouvida pela Polícia Civil e sustentou a versão.
Para o comandante do 27º Batalhão da Polícia Militar (PM) em São Francisco do Sul, o tenente-coronel José Carlos Bernardes, responsável pela investigação da PM, o depoimento deixa claro que Wesley está vivo e deixou a família por conta própria. Isso, segundo declaração anterior de Bernardes, levou a PM a suspender as buscas pelo rapaz sob as alegações de que ele não estaria desaparecido e não haveria efetivo para realizar as buscas.

 

ASSUNTO: Formação de bombeiros

VEÍCULO: Notícias do Dia

Formação. Futuros bombeiros passarão cinco dias na mata

Eles não dormem, apenas descansam. Durante cinco dias vão passar fome e frio, serão privados de sono, de água; serão testados quanto à resistência e resposta a situações de estresse  psicológico e físico em condições nada favoráveis. Para se tornarem bombeiros, os 298 alunos-soldados da 7ª edição do TRO (Treinamento de Resistência Operacional) terão que enfrentar adversidades no bairro Maciambu, em Palhoça, durante o curso do Corpo de Bombeiros Militar de Santa Catarina.

Para começar o treinamento, que faz parte do CFSD (Curso de Formação de Soldados), eles caminharam por 11 quilômetros na estrada de chão batido que dá acesso à mata, na noite de segunda-feira. Depois de seis meses de curso teórico e prático, é nesta etapa que os alunos passam por uma bateria de oficinas. É a fase final das atividades para tornarem-se bombeiros. Nesse tempo eles aprenderam a lidar com situações de risco, como combate a incêndios, salvamento aquático e em altura, busca terrestre, armamento e tiro.

“Não são raras as vezes que o bombeiro está em uma missão e precisa se deslocar para outra rapidamente, como aconteceu nas enchentes de 2008. Queremos sujeitá-los a situações bem próximas à realidade”, comentou o tenente-coronel, Flávio Graff, comandante do centro de ensino. Segundo ele, o objetivo é que o grupo supere as dificuldades que nem eles imaginam que sejam capazes de enfrentar.

O estresse do dia a dia é o desafio que Ezequiel Soares de Souza, 24, prevê enfrentar no exercício da profissão. Durante anos, ele trabalhou como segurança em shopping e agora, está empolgado com o treinamento para se formar na profissão que sempre sonhou. “É uma marco na minha vida. Uma prova de capacidade física e mental, mas estou bem preparado”, comentou.

Inscrições abertas para próxima turma

O Corpo de Bombeiros abriu nesta semana as inscrições para as 153 vagas do Curso de Formação de Soldados para 2014. São 143 vagas para o sexo masculino e 10 para o sexo feminino, além da formação de cadastro de reserva. Para participar, os candidatos devem ter nível superior em qualquer área do conhecimento reconhecido pelo MEC (Ministério da Educação), devem ter entre 18 e 30 anos no ato da matrícula.

A altura mínima é de 1,65m para os homens e 1,60m para mulheres, além de carteira de habilitação. A remuneração é paga a partir do primeiro mês curso no valor bruto de R$ 2.200 e pode chegar a R$ 3.300 após a formação. O curso tem duração aproximada de nove meses e será oferecido no Centro de Ensino Bombeiro Militar em Florianópolis, além dos quartéis-sede dos Batalhões de Bombeiros Militar sediados nas cidades de Curitibanos, Blumenau, Lages, Chapecó e Itajaí. A escolha do local obedecerá ao número de vagas e à ordem de classificação no concurso.

As inscrições devem ser realizadas pelo site www.msconcursos.com.br, até 10 de novembro. A taxa custa R$ 100. As provas objetivas e de redação acontecerão no dia 8 de dezembro nas cidades de Blumenau, Canoinhas, Chapecó, Florianópolis, Joinville e Lages.

Elas também trabalham pesado

Fazer resgate dentro da água, desvirar um bote, fazer uma boia com a própria farda e remar de forma mais rápida em situações de emergência. Em cerca de duas horas, Letícia Willerman, 23, passou por um treinamento aquático intenso ao lado dos companheiros. Dos 298 alunos, pouco mais de 20 são mulheres. Ali, elas são tratadas da mesma forma, sem qualquer regalia e desempenham as mesmas tarefas que os homens. “Passo fome, frio, cansaço, mas a união do grupo é fundamental. Quero atender à população e ajudar quem estiver em perigo”, disse a futura bombeira.

Após o treinamento, cada um receberá uma nota geral do curso e, a partir daí, eles poderão decidir, por ordem de classificação, em que cidade atuarão. Divididos em nove pelotões, os alunos-soldados são de seis batalhões de Santa Catarina: Blumenau, Chapecó, Curitibanos, Florianópolis, Lages e Itajaí. Nos cinco dias de treinamento, eles passarão por provas que simulam a realidade, como resgate em acidentes aéreos e com veículos terrestres, localização de pessoas perdidas no mato e atendimentos de primeiros-socorros.

 

ASSUNTO: Educação para o trânsito

VEÍCULO: Notícias do Dia

Em uma minipista, crianças de seis anos viram motorista, pedestre e guarda

Com apitos e olhos atentos à ação dos colegas, 26 crianças de São José, entre seis e sete anos, viveram um dia de motorista, pedestre e guarda em uma ação promovida pela Guarda Municipal de Florianópolis, sobre educação no trânsito. Em uma minipista, montada no chão, com sinalização, placas e semáforos, os pequenos puderem aprender as normas e experimentar um pouco da dinâmica do trânsito dirigindo pequenos triciclos.

Após um teatro de fantoches educativo, eles seguiram em direção à pista montada no pátio do Sest/Senat, no Estreito. O respeito e integração entre pedestre e motorista, atenção às orientações do guarda, a importância do cinto de segurança e de não falar ao celular enquanto dirige, foram algumas das dicas apresentadas aos pequenos durante o trajeto.

Como pedestres, as crianças eram ensinadas a respeitar a faixa, não correr enquanto atravessam a rua e a atravessar somente quando é permitido, diante do sinal vermelho para os veículos ou, na ausência de semáforo, quando o motorista parar. Como guardas, eles orientavam pedestres e motoristas. Quando algo saía das normas, o apito soava alto. Essa foi a função que Ingrid de Souza, 6, mais gostou.

Ela levou o apito para casa e pretende alertar os pais quando algo não estiver de acordo com o que aprendeu. “Foi muito legal, vi que tem que parar quando tem faixa para pedestre e se o carro não parar o guarda vai apitar”, lembrou.

 

ASSUNTO: Bombeiros voluntários

VEÍCULO: Notícias do Dia

Araquari: Incêndio criminoso deixa atendimento na região comprometido

O incêndio de uma ambulância dos Bombeiros Voluntários de Araquari, na noite de segunda, comprometerá o atendimento à população da região – 24.810 habitantes de acordo com o Censo do IBGE (Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística) de 2010 – por tempo indeterminado.

Além do veículo, incendiado por pessoas ainda não identificadas, duas macas e equipamentos de outras duas ambulâncias, que estão no conserto, também pegaram fogo.

Hoje, uma das viaturas deveria voltar para o quartel da corporação, mas a ordem do comandante Cláudio Renato de Lima Penha é para que permaneça na oficina até que se consigam recursos para reequipá-la. O prejuízo estimado é de mais de R$ 60 mil.

O fogo começou por volta de 23h40. Os bombeiros que estavam na unidade do Centro de Araquari correram para apagar o foco do incêndio, antes que ocorresse uma tragédia. “Eu estava em casa, mas vim para cá. Os vândalos quebraram as janelas, espirraram a gasolina e colocaram uma garrafa com gasolina embaixo da roda. Se os meninos não tivessem visto rápido teria pegado fogo em tudo”, contou Penha.

Segundo ele, na tarde de segunda, a corporação recebeu uma ameaça por não ter atendido uma ocorrência. “Explicamos que a ambulância do pátio não funcionava, mas não entenderam. A ligação veio de um número restrito, mas a gente recebe tanta ameaça que nem imaginei algo grave”, ressaltou Penha.

Bombeiros têm apenas um veículo para primeiros socorros

A situação na unidade de Araquari já estava difícil e os bombeiros voluntários estavam conseguindo prestar apenas os primeiros socorros às vítimas de acidentes. “Estamos só com um Fiat Palio para esse tipo de atendimento. Dependendo da gravidade do caso pedimos ajuda a Garuva, Joinville, Barra do Sul e ao Samu”, detalhou.

As ambulâncias, segundo Penha, precisam frequentemente ir para a oficina por causa da rodagem intensa para atendimento das ocorrências. “Uma entrou no conserto na segunda e não sabemos quando volta a rodar. A outra era para voltar hoje, mas não vai para a rua. Eu não vou trazer uma ambulância para cá sem maca. Alguém precisa nos ajudar”, apela o comandante. A Polícia Civil abrirá inquérito policial para investigar o caso.

 

ASSUNTO: Mulheres vítimas de violência

VEÍCULO: Portal da Alesc

CCJ aprova projetos voltados às mulheres vítimas de violência

Reunida na manhã desta terça-feira (22), a Comissão de Constituição e Justiça (CCJ) teve como destaque a aprovação de dois Projetos de Lei (PL) voltados às mulheres vítimas de violência, ambas por unanimidade de votos. O primeiro deles, de autoria da deputada Luciane Carminatti (PT), tem por objetivo instituir a Política Estadual de Qualificação Técnica e Profissional às mulheres vítimas de violência doméstica e familiar. A capacitação, segundo a proposta, prevê a disponibilização de cursos profissionalizantes gratuitos, de acordo com o interesse e habilidade das solicitantes.

Em seu parecer, o deputado Silvio Dreveck (PP) destacou que um dos méritos da iniciativa é possibilitar “a continuidade dos programas e políticas públicas já desenvolvidos pela Secretaria Estadual de Assistência Social, Trabalho e Habitação e pelos Centros de Referência em Assistência Social (CRAS)”. O projeto segue em análise nas comissões Finanças e Tributação e de Direitos Humanos

Já o PL 43/2013, da deputada Angela Albino (PCdoB), visa instituir na última semana de novembro a Semana Estadual de Combate à Violência contra a Mulher, de caráter comemorativo e conscientizador. A proposta voltou à CCJ após receber emenda substitutiva global na Comissão de Trabalho, Administração e Serviço Público pelo deputado Silvio Dreveck, que buscava concentrar as comemorações no dia 25 de novembro, para coincidir com o Dia Internacional de Combate à Violência contra a Mulher. 

Na CCJ, o texto recebeu nova alteração, por meio de subemenda apresentada pela deputada Ana Paula Lima (PT), que propôs manter a celebração no período de uma semana comemorativa, mas com ênfase das atividades de mobilização no dia 25.  Aprovado sob a relatoria do deputado José Nei Ascari (PSD), o texto agora segue para votação em plenário.

 

ASSUNTO: Cães para vigilância

VEÍCULO: Portal da Alesc

Proibição do aluguel de cães para vigilância
Visando proibir contratos de locação, comodato ou cessão de cães para fins de segurança e vigilância, e que tenham fins lucrativos, foi aprovado o PL 79/2013, das deputadas Ana Paula Lima (PT) e Angela Albino (PCdoB). Na justificativa do projeto, as parlamentares argumentam que o uso de cães para este fim é uma “prática cruel, que tem tirado o pão de muitos vigilantes humanos que se prepararam para o exercício da profissão”. A matéria, que contou com a relatoria do deputado Dirceu Dresch, segue para as comissões de Segurança Pública e de Turismo e Meio Ambiente.

 

ASSUNTO: Soldados do CBM

VEÍCULO: Portal do CBMSC

CBMSC ABRE CONCURSO PÚBLICO COM 153 VAGAS PARA A INCLUSÃO DE SOLDADOS

     

 

 

O Corpo de Bombeiros Militar de Santa Catarina (CBMSC) lançou nesta segunda-feira (21/10) o edital de concurso público com 153 vagas para admissão no Curso de Formação de Soldados (CFSd). A remuneração inicia a partir do primeiro mês do CFSd no valor bruto de R$ 2,2 mil e pode chegar a R$ 3,3 mil após a formação.

São 143 vagas para o sexo masculino e 10 para o sexo feminino, além da formação de cadastro de reserva (CR) para os aprovados em todas as etapas do concurso fora das vagas de convocação imediata. O CFSd é a formação de ingresso na Carreira de Praças do CBMSC que prepara seus participantes para exercerem funções de “execução” nas unidades Bombeiro Militar, entre elas as de combatente de incêndio, socorrista, resgatista, motorista e guarda-vidas, entre outras competências previstas no Artigo 108 da Constituição Estadual.

Para participar, os candidatos devem ter nível superior em qualquer área reconhecido pelo MEC, idade mínima de 18 anos no ato da matrícula no CFSd e máxima de 30 anos no ato da inscrição no concurso, altura mínima de 1,65m para candidatos do sexo masculino e 1,60m para candidatos do sexo feminino, além de carteira de habilitação.

O processo seletivo é composto de prova teórica, exame de avaliação de saúde, exame de avaliação física, exame de avaliação psicológica, investigação social e a entrega de documentos e exame toxicológico.

Para fins de classificação final, o candidato deve ter sido considerado apto e aprovado em todas as fases do certame que terá dois anos de validade, podendo ser prorrogado por igual período.

O curso terá duração aproximada de nove meses e será oferecido no Centro de Ensino Bombeiro Militar (CEBM) em Florianópolis, além dos quartéis-sede dos Batalhões de Bombeiros Militar sediados nas cidades de Curitibanos (2ºBBM), Blumenau (3ºBBM), Lages (5ºBBM), Chapecó (6ºBBM) e Itajaí (7ºBBM). A escolha do local obedecerá o número de vagas e a ordem de classificação no concurso.

As inscrições devem ser realizadas exclusivamente por meio do site www.msconcursos.com.br até o dia 10 de novembro de 2013. A taxa custa R$ 100. As provas objetivas e de redação serão realizadas no dia 08 de dezembro de 2013 nas cidades de Blumenau, Canoinhas, Chapecó, Florianópolis, Joinville e Lages. Para mais detalhes, leia o edital do concurso disponível no site da empresa organizadora.