Área do associado

Área do associado

Clipping do dia 16 de agosto

16.8.2013

PRINCIPAIS NOTÍCIAS DO DIA 16 DE AGOSTO

 

COLUNISTA RAFAEL MARTINI – Diário Catarinense

SORRIA…

A prefeita de São José, Adeliana Dal Pont, reuniu-se com Raimundo Colombo para pedir mais investimentos para a segurança. O governador ligou para César Grubba, da SSP, e determinou que fosse dada atenção ao município. Foi decidido pela imediata ampliação do sistema de videomonitoramento. Sobre a redução do efetivo da PM na cidade, que baixou de 376 homens, em 2006, para 192 hoje, nadica de nada.

 

COLUNISTA MOACIR PEREIRA – Diário Catarinense

Isolados

O governo fechou acordo com os delegados – assembleia em 24 de agosto vai oficializá-lo. Os oficiais concluiram negociações e faltam detalhes para o consenso com os praças. Isolados estão os policiais civis. Com os protestos contra o governador não se fala em novas negociações.

 

ASSUNTO: Sistema prisional

VEÍCULO: Diário Catarinense

Empresa firma convênio com prisão

A Penitenciária Industrial de Joinville, assinou um termo de cooperação com uma indústria do ramo têxtil da cidade. O documento oficializa um projeto piloto desenvolvido com internos da unidade. O acordo permitirá que reeducandos trabalhem dentro da penitenciária para a fábrica durante cinco anos. Inicialmente, quatro homens irão empacotar toalhas de banho. Pode haver incremento de mão de obra.

 

ASSUNTO: Crime passional

VEÍCULO: Diário Catarinense

Mulher atira em outra por ciúmes de amante

Uma mulher de 48 anos partiu de Joinville, viajou até São José dos Campos, interior de São Paulo, para atirar três vezes contra outra mulher, em um salão de beleza, quarta-feira. Ela teria sido motivada por ciúmes, segundo Polícia Civil. Ambas seriam apaixonadas pelo mesmo homem, que era casado com uma terceira mulher. Com a descoberta, elas começaram as brigas, contou o delegado Régis Germano, em São José dos Campos. A vítima foi atingida no ombro. A agressora tentou fugir de táxi, mas uma testemunha acionou a PM a mulher ela acabou presa e indiciada por porte ilegal de arma.

 

ASSUNTO: Barreiras policiais

VEÍCULO: Diário Catarinense

PM reforça cobertura em bairros de Joinville

A partir de hoje, o 17º Batalhão da Polícia Militar de Joinville, que cuida da Zona Sul da cidade – com 23 bairros – dá início à operação Zona Sul mais Segura. A iniciativa é uma continuidade de trabalhos já desenvolvidos na área. A partir das 18h, serão realizadas barreiras policiais em pontos estratégicos e policiamento ostensivo. Vão participar da operação policiais das equipes de barreira, pelotão de motos, pelotão de patrulhamento tático (PPT) e da cavalaria. O objetivo é prevenir crimes como roubos e furtos, capturar foragidos da Justiça nas barreiras policiais e restabelecer a segurança.

 

ASSUNTO: BRIGA EM POSTO

VEÍCULO: Diário Catarinense

MP denuncia três por tentativa de homicídio

Ministério Público de Santa Catarina mudou entendimento da Polícia Civil de que dois casos seriam de lesão corporal

Três dos envolvidos na briga com lutadores de MMA, em um posto de combustíveis em Camboriú, serão denunciados à Justiça hoje à tarde por tentativa de homicídio triplamente qualificado.
O Ministério Público anunciou a decisão ontem à noite, mudando o entendimento da Polícia Civil, que havia indiciado dois deles por lesão corporal. O caso do adolescente que, segundo a investigação e as imagens, dá uma paulada no atleta Kauê Mena, será encaminhado ao juizado e à promotoria da Infância e Juventude para as medidas cabíveis em relação aos atos infracionais cometidos. Já a testemunha indiciada por falso testemunho e favorecimento pessoal não foi denunciada pelo MP.
Segundo o promotor André de Mello, da 2ª Promotoria de Justiça de Camboriú, Charlie Molina, Everton Galvão e Anderson Benevides da Silva serão denunciados por tentativa de homicídio triplamente qualificado (motivo torpe, sem chance de defesa para a vítima e por meio cruel). Anderson será denunciado por duas tentativas, contra Kauê Mena e Maiquel Falcão. Entregue ao MP há dois dias, o inquérito foi analisado rapidamente pela promotoria.
– Existem provas suficientes nos autos – destaca o promotor.
Agora nas mãos da Justiça, o processo segue com as testemunhas sendo ouvidas e o interrogatório dos denunciados, ainda sem data para acontecer.

 

ASSUNTO: AGRESSÃO EM PRESÍDIO

VEÍCULO: Diário Catarinense

Processo muda de vara

As agressões contra detentos do Presídio Regional de Joinville, que desencadearam uma onda de atentados liderada por organizações criminosas no Estado e resultaram na denúncia de 18 agentes penitenciários pelo Ministério Público, estão documentadas em um processo com novos rumos na Justiça.
O caso tramitava na 1ª Vara Criminal da cidade, mas por decisão da juíza Karen Francis Schubert Reimer nesta semana, seguirá para a 2ª Vara Criminal (que tem competência exclusiva para atuar neste tipo de crime). Assim, caberá ao juiz Gustavo Henrique Aracheski a decisão de aceitar ou não a denúncia.
Se a acusação de tortura for levada adiante, todos os agentes denunciados serão considerados réus e poderão ser condenados criminalmente pelo episódio do último dia 18 de janeiro. “A Notícia” teve acesso à denúncia formulada pelo promotor Affonso Ghizzo Neto.
No documento, o promotor reforça o convencimento do MP de que os detentos foram torturados durante uma operação pente-fino. A acusação tem base no inquérito policial conduzido pelo delegado Fábio Estuqui (a conclusão policial, porém, era a de que houve lesão corporal em vez de tortura).
– Submeteram presidiários encarcerados a grave sofrimento físico e mental, por intermédio da prática de atos não previstos em lei, também não resultantes de medidas normativas previstas no ordenamento, como forma de aplicar castigo pessoal ou medidas de caráter preventivo – destaca a denúncia.

 

ASSUNTO: Maus tratos a cachorro

VEÍCULO: Clic RBS

Militar acusado de maus-tratos a animal disse que o cachorro estava sujo e que o pegou pela coleira

Caso será investigado em uma sindicância interna aberta Assim como em toda denúncia envolvendo um militar do 62º Batalhão de Infantaria do Exército de Joinville, a suposta agressão a um cachorro, cometida na tarde de quarta-feira, na região Central, será investigada em uma sindicância interna que foi aberta no mesmo dia, informou a assessoria de imprensa do Batalhão. A comissão da Ordem dos Advogados do Brasil (OAB) de Direitos dos Animais acompanha o caso.

O militar envolvido nos maus-tratos já foi ouvido pela investigação interna e disse que o cachorro estava sujo e que o pegou pela coleira, informou o 62º BI. O cão era da filha dele e teria nove meses de vida. De acordo com relatos nas redes sociais, o animal foi levado ao médico veterinário ainda na quarta.

O flagra e a denúncia partiu da arquiteta Gabriela Kursancew Nicaretta, e segundo ela, o militar teria agredido o cachorro com um galho de árvore e também com tapas. Funcionários e clientes de uma padaria que fica em frente ao local onde aconteceu a agressão confirmaram os maus-tratos.

A comissão da OAB de direitos dos animais procurou o comando do batalhão ainda na manhã de ontem para esclarecimentos.

— Foi garantido que a situação está sendo apurada e que o 62º BI é contra maus-tratos aos animais e a natureza. Mas eu pedi para ver o cão. Eu quero ver como ele está — disse a advogada Sandra Fischer, que há nove anos se dedica aos direitos dos animais como voluntária.

A presidente da Frada, Ana Rita Hermes, também acompanha o caso e disse que a instituição protetora repudia agressão aos bichos. Entretanto, é preciso que o caso seja investigado.

O Procurador da República, Davy Lincoln, falou com o comando do Batalhão pelo telefone e também acompanha o desenrolar da situação. 

Manifestação contra a crueldade

Alheio ao fato ocorrido na quarta, mas que veio bem a calhar, uma manifestação nacional ocorre no próximo domingo, 18 de agosto, contra a violência aos animais. Joinville entra na rota da 2ª Manifestação — Crueldade Nunca Mais. A passeata começa às 9h30, em frente ao Centreventos. Os organizadores lembram de trazer faixas e cartazes.

 

ASSUNTO: Bombeiros

VEÍCULO: Notícias do Dia

Quartel dos bombeiros

O prefeito Cesar Souza Júnior assina hoje, em solenidade no Rio Tavares, a ordem de serviço para construção do primeiro quartel do Corpo de Bombeiros no sul da ilha. A unidade será construída em um terreno doado pela prefeitura às margens da SC-405, a 150 metros do trevo de acesso ao Campeche. Atualmente, para atender a qualquer ocorrência grave, bombeiros são deslocados do Centro da cidade, o que, dependendo do trânsito, pode representar até uma hora entre o chamado e o efetivo atendimento às vítimas.