Área do associado

Área do associado

Clipping do dia 1º de março

1.3.2013

 

PRINCIPAIS NOTÍCIAS DO DIA 01.03

 

ASSUNTO: Piso dos professores

VEÍCULO: Diário Catarinense

COLUNISTA RAFAEL MARTINI

PISO MANTIDO

O Supremo Tribunal Federal (STF) decidiu nesta quarta-feira mudar a vigência da lei do piso nacional dos professores da rede pública. Embora tenha sido editada em 2008, ficou definido que a lei só pode ser considerada a partir da data na qual o Supremo confirmou sua legalidade, em abril de 2011. Muitos estados sofrerão impacto direto na programação orçamentária. Não é o caso de Santa Catarina, que já cumpre o piso desde 2011, informa a Secretaria de Estado da Educação.

 

ASSUNTO: Salário parlamentares

VEÍCULO: Diário Catarinense

EDITORIA: Política

EFEITO CASCATA: Assembleia segue Câmara e diminui salários extras

Um dia depois da aprovação, pelo Congresso, da medida que acaba com o pagamento anual do 14º e do 15º salários, o presidente da AL, Joares Ponticelli, anunciou que decisão também vale para os deputados estaduais catarinenses. Economia anual será de R$ 4,8 milhões.

A Assembleia Legislativa de Santa Catarina vai cortar o 14º e 15º salários recebidos pelos parlamentares a cada início e fim de ano. A partir de agora, os deputados estaduais passarão a ganhar apenas dois pagamentos extras: um no início do mandato e outro no final.
O salário dos parlamentares catarinenses atualmente é de R$ 20 mil. Como os extras diminuem de oito para dois, o corte representa uma economia de R$ 4,8 milhões em pagamentos a cada legislatura.
A medida acompanha uma decisão da Câmara dos Deputados, aprovada na quarta-feira, em Brasília, numa tentativa de melhorar a imagem do Legislativo. Segundo o presidente da Assembleia, deputado Joares Ponticelli (PP), o corte dos salários extras é automático por causa da aprovação da proposta na Câmara.
O pepista disse que comunicou às bancadas, ainda na quarta-feira, e que não houve surpresa por parte dos deputados.
– Desde quando o Senado aprovou a medida, no ano passado, isso já era esperado – afirmou o presidente Ponticelli.
O pepista diz que concorda com o fim da regalia, que considera uma forma de aumentar salários de parlamentar. Na avaliação dele, esse é um tipo de benefício que não tinha como justificar.
– Temos que acabar com esses penduricalhos que são feitos para complementar salário. O que o Congresso deveria fazer é uma discussão pública, aberta e transparente sobre o custo da gestão do poder. Em qualquer regime sempre haverá um custo – avalia.

Entre os líderes das bancada da Assembleia, a medida foi bem aceita. Para a deputada Ana Paula Lima (PT), líder do PT, é correto acabar com o pagamento do 14º e 15º salário para os parlamentares.
– É uma decisão que veio tardiamente – disse.
Os deputados Amauri Soares (PDT), Angela Albino (PC do B) e Altair Guidi (PPS) também disseram concordar com o fim do benefício. Na avaliação de Soares, os parlamentares devem ter os mesmos direitos que os demais trabalhadores, que recebem apenas 13º salário.

Ceará também anunciou corte de benefícios
A medida também repercutiu na Assembleia Legislativa do Ceará. O presidente do Parlamento, deputado José Albuquerque (PSB), anunciou o fim da ajuda de custo. Ele afirmou que vai se reunir com a mesa diretora na próxima semana para apresentar o projeto de resolução que altera o regimento interno. A proposta vai ser submetida, em seguida, ao plenário.

 

ASSUNTO: Eleições 2014

VEÍCULO: Diário Catarinense

COLUNISTA MOACIR PEREIRA

Sucessão deflagrada em Santa Catarina

Se algum catarinense ainda tinha dúvidas sobre a antecipação da sucessão estadual que analise as últimas escolhas de Raimundo Colombo (PSD), no primeiro e segundo escalões. Inaugurou uma nova fórmula de fazer política, com a nomeação de ex-prefeitos e candidatos derrotados nas eleições de outubro. A última e mais emblemática acontece hoje com a posse de Ronério Heiderscheidt, do PMDB, que sofreu revés em Palhoça e assumirá a presidência da Cohab. A lista é comprida e inclui, claro, as polêmicas secretarias regionais.

Razão para a nova equação: o desejo de agradar ao PMDB, seu maior aliado, para manter o projeto de reeleição oxigenado e concorrer em 2014. Deixa, inclusive, duas portas abertas: a do PSDB, rachado entre os que querem distância do atual governo, como o senador Paulo Bauer, e os que querem continuar, caso dos deputados estaduais.

São articulações conduzidas pelos principais aliados na manutenção do projeto, Colombo e o senador Luiz Henrique da Silveira (PMDB). Eles conversaram muito nos últimos dois meses. O senador tem projeto claro. Defende a renúncia de Colombo em abril de 2014, repetindo seu gesto de 2010. O vice Eduardo Pinho Moreira (PMDB) assumiria o governo, abrindo a vice para outro peemedebista. Nome mais cogitado: Valdir Cobalchini, o secretário de Infraestrutura. Se depender de Luiz Henrique, a aliança se completaria com a ministra Ideli Salvatti (PT) disputando o Senado. Mas Colombo não é simpático à ideia. Pode até apoiar a reeleição da presidente Dilma Rousseff, mas sem ter o PT na chapa estadual.
O PMDB não abre mão de indicar o camdodato a vice e o nome ao Senado. Colombo sonha em contar com o PP na majoritária. O PSDB nem é considerado, pois terá chapa própria ao governo. Raimundo Colombo navega tranquilo. Sem oposição ao governo e sem adversário viável na oposição. Colombo quer agradar ao PMDB e manter oxigenado o projeto de reeleição.

 

ASSUNTO: Pente fino nas penitenciárias

VEÍCULO: Diário Catarinense

EDITORIA: Segurança

Pente-fino em prisões encontra documentos

Material apreendido em São Pedro e Chapecó vai passar por análise para saber se conteúdo está relacionado à facção criminosa

Cartas, bilhetes, documentos, livros com frases escritas a mão e seis facas artesanais foram recolhidos em uma megaoperação executada ontem na Penitenciária de São Pedro Alcântara. A revista às celas começou de manhã cedo e foi até o fim da tarde.
Este foi o primeiro pente-fino feito no local desde que 22 presos dali foram transferidos para unidades federais de Mossoró (RN) e Porto Velho, em 16 de fevereiro.
Mesmo em pequena quantidade, todo o material recolhido vai passar por análise mais detalhada a partir de hoje pela equipe da Diretoria de Inteligência e Informação (Dinf) da Secretaria de Estado da Justiça e Cidadania – principalmente o que envolve papéis e escritos. A polícia pretende verificar se o conteúdo está relacionado a ações da facção criminosa.
Além disso, também foram feitas fotografias das paredes das celas onde havia algum tipo de inscrição ou desenho. Nenhum aparelho de celular foi encontrado.
– Foi uma operação em caráter preventivo, justamente para evitar que alguma situação mais grave aconteça em uma época de atenção por causa dos atentados. E o resultado nos mostrou que o controle de segurança do presídio está muito bom – afirma o diretor do Departamento de Administração Prisional (Deap), Leandro Lima.
Cerca de 200 pessoas participaram da megaoperação – a maioria deles, agentes penitenciários de oito unidades prisionais de Santa Catarina, além do Batalhão de Choque da Polícia Militar e da Força Nacional de Segurança. Os trabalhos começaram por volta de 7h30min e seguiram até o início da noite.
Uma operação semelhante ocorreu paralelamente no Presídio de Chapecó. Foram encontrados três celulares, duas serras pequenas, três pedaços de ferro afiados e cartas e bilhetes. Desde o início das transferências, 11 operações pente-fino já foram realizadas em presídios pelo Estado.

 

ASSUNTO: Apreensão de drogas

VEÍCULO: A Notícia

EDITORIA: Segurança

Deic apreende 7,5 mil comprimidos de ectasy em Balneário Camboriú e Itapema

Uma pequena quantidade de crack e de cocaína também foram apreendidos e dois homens, presos por tráfico

Entre as noites de quarta e quinta-feira, cerca de 7,5 mil comprimidos de ecstasy foram apreendidos em uma operação da Diretoria Estadual de Investigações Criminais (Deic) em Balneário Camboriú e Itapema. Além disso, um quilo de crack e um de cocaína também foram apreendidos e duas pessoas acabaram presas. e
A primeira apreensão ocorreu por volta de 21h de quarta na Praia dos Amores, em Balneário. Por meio de uma denúncia, os policiais chegaram a um homem que estava com seis mil compromidos de ecstasy prontos para venda. O suspeito foi preso por tráfico.
E foi por meio dessa apreensão que os agentes chegaram ao novo endereço na noite desta quinta. Na ocasião foram apreendidos outros mil comprimidos da mesma droga em uma casa do Bairro Várzea – junto com o crack e a cocaína. O homem que estava na casa também foi preso. Ambos os casos estão interligados.

 

ASSUNTO: Geração de emprego

VEÍCULO: Portal da Alesc

SC cria 18,9 mil empregos em janeiro e fica em 1º no ranking nacional

Enquanto o país registrou uma queda de 75% na criação de empregos formais em janeiro de 2013, em relação ao mesmo mês do ano passado, Santa Catarina apresenta um aumento de 13%, com 18,9 mil novas vagas no período. O resultado coloca o estado na primeira posição no ranking nacional de geração de postos de trabalho.

A Secretaria de Estado de Assistência Social, Trabalho e Habitação (SST) faz a análise mensal dos números do Ministério do Trabalho e Emprego (MTE), com base nos registros do Cadastro Geral de Empregados e Desempregados (Caged).

Para Edilson Godinho, diretor de Trabalho Emprego e Renda da SST e coordenador estadual do SINE/SC, os números positivos em relação aos dados do país foram uma surpresa. Porém, representam o equilíbrio da economia catarinense.

Godinho ressalta que é preciso ter cautela na leitura dos dados. “Esta é a primeira análise do ano. Temos o reflexo das contratações da temporada de verão. Vamos esperar os dois próximos meses para verificar se há tendência de crescimento no estado. Mas torcemos por isto”. Segundo especialista, a queda das vagas no país é um reflexo da crise econômica mundial.

O avanço na criação de postos de trabalho em janeiro garantiu um aumento de 1% no total de empregados com carteira assinada em Santa Catarina. Nesta comparação, o estado fica atrás somente de Mato Grosso, com alta de 1,4%. No Brasil a expansão foi de somente 0,07% no período.

Entre as maiores cidades catarinenses, Fraiburgo foi a que mais criou empregos (+2.402), devido à atividade agrícola, com maior oferta de vagas. O município do Meio Oeste foi seguido por Joinville (+1.461) e Blumenau (+1.321).

Saiba mais sobre o Caged
O Cadastro Geral de Empregados e Desempregados (Caged), criado pela Lei Federal 4923/65, é um registro administrativo que acompanha e fiscaliza o processo de admissão e dispensa de trabalhadores regidos pela Consolidação das Leis de Trabalho (CLT) em todo país. As empresas encaminham os dados mensalmente ao MTE. As informações não incluem os servidores públicos estatutários e os empregados domésticos.

 

ASSUNTO: Eleições 2014

VEÍCULO: Notícias do Dia 28.02

COLUNISTA PAULO ALCEU

Novidade

Não será nenhuma surpresa se de repente o delegado Renato Hendges assine ficha, em

breve, num partido político e entre na disputa para deputado em 2014. Já se fala nos

bastidores até em dobradinha.