Área do associado

Área do associado

Clipping de 21 a 23 de setembro

23.9.2013

PRINCIPAIS NOTÍCIAS DO DIA 21 SETEMBRO

 

COLUNISTA MOACIR PEREIRA – Diário Catarinense

Segurança

Depois de cinco anos de obra, será finalmente inaugurada a Delegacia Regional de Polícia de Blumenau. O ato será segunda-feira, às 15h. A execução do projeto foi suspensa no inicio do governo Raimundo Colombo por denuncia de superfaturamento e retomado em 2012. O governo investiu mais de R$ 3 milhões.

 

ASSUNTO: PREVENÇÃO ÀS CHUVAS

VEÍCULO: Diário Catarinense

PM em alerta

No meio da tarde de ontem, quando o nível do Rio Itajaí-Açu atingiu quatro metros, a PM de Blumenau iniciou as ações do plano de contingência. A tenente Carolina Maria Bachmann, chefe da comunicação do 10o Batalhão de Polícia Militar, explica que quando o rio chega a esse nível os documentos começam a ser encaixotados e colocados em locais seguros das águas. Equipamentos do novo gabinete odontológico foram guardados na Central Regional de Emergências e viaturas batidas foram retiradas do batalhão. Parte do material foi levado para a Secretaria de Desenvolvimento Regional.

 

ASSUNTO: Educação x violência

VEÍCULO: Diário Catarinense

EXTENSÃO DO LAR: Educandário resolve problemas constituindo uma família escolar

Escola municipal do Sul da Ilha reverteu quadro de vandalismo e agressividade no ambiente com a colaboração dos pais

Conhecer a escola municipal Batista Pereira, em Florianópolis, no Ribeirão da Ilha, é ver um exemplo de que a parceria entre pais, professores e direção alcança muitas conquistas: manutenção, melhorias na infraestrutura e zelo pela educação.
Depois de a escola de 930 alunos ser depredada em 2011, várias foram as ações para acabar com a insegurança. Mas a diretora Simone Garcia Vargas sabia que apenas um trabalho com as famílias ajudaria a solucionar o problema.
– Não adiantaria reforçar vigilância se os pais não tivessem o sentimento de pertencer à escola, e a escola à comunidade – relembra.
O vandalismo ficou no passado e deu lugar a relatos de pais que lutam pelo bem do colégio e, se precisar, vão a reuniões na Secretaria de Educação.
O colégio formou um conselho escolar com os pais para decidir sobre questões pedagógicas, disciplinares e administrativas. Simone diz que foi com a ajuda dos responsáveis que o regimento interno da Batista Pereira foi feito. Nele, há uma série de direitos, deveres e penalidades listados. O documento prevê, por exemplo, que em caso de mau comportamento cabe advertência verbal, escrita, convocação dos pais à escola e outras penas. No ato da matrícula, cada pai recebeu uma cópia:
– Assim não somos surpreendidos. Tudo está escrito – observa Ledenir Augustinho da Silva, pai de aluna.
Outro exemplo da participação ativa dos responsáveis são as assembleias da escola. O uso do uniforme e as mudanças na merenda foram sob consulta.
Vários olhares para as questões do dia a dia
Para a diretora, os pais levam subsídios importantes para as decisões:
– Com a participação deles, são vários olhares, acerca, inclusive, do meu trabalho. Por isso tenho de estar aberta a críticas e sugestões – ressalta.

Apoio desarma violência

Quando Ledenir Augustinho da Silva, pai de uma aluna do 7o ano, viu um aluno sem uniforme na Batista Pereira foi logo reclamar para a diretora. Participativo, cobra reuniões e definições e sempre está no colégio.
Silva relata que estar presente na escola já o ajudou em algumas situações, como quando a filha apanhava de um colega. Ledenir queria tomar providências e foi conversar com a professora. Ela explicou para ele a história do menino, que tinha uma vida familiar problemática. O pai resolveu então se aproximar do garoto e eles ficaram amigos.
História parecida passou Gildete Marques, mãe de um aluno do 5o ano. Gildete quis entender por que um garoto xingava o filho dela. Descobriu que o menino não recebia atenção em casa. Gildete passou a ser atenciosa com ele, levava lanches para ele também e o convidou várias vezes para ir à casa dela. Viu o filho e ele virarem amigos. As duas situações ainda revelam a importância da escola conhecer seus alunos e suas origens.
A professora Tânia Maria de Souza acredita que quando os pais participam o processo educativo beneficia a todas as partes envolvidas.
– Os pais já vão saber por que o professor tomou determinada decisão. Essa parceria é fundamental – ressalta a educadora.

 

ASSUNTO: Morte de policial civil

VEÍCULO: Diário Catarinense

SOB INVESTIGAÇÃO: Foragido é suspeito de matar policial

A polícia de Porto Belo trabalha na investigação de um suspeito para o assassinato do policial civil Adelino Francisco Vieira, 59 anos, morto com pelo menos 13 golpes de faca no fim da noite da quinta-feira. Trata-se de um homem que é foragido da Justiça e que foi condenado há 26 anos de prisão por sequestro e homicídio.
De acordo com informações da Polícia Civil de Porto Belo, Vieira teria sido morto após sair de um bar na rua Lucio José Airoso, no Bairro Vila Nova. Pessoas da comunidade que estavam no estabelecimento ouviram um grito e encontraram o policial caído no chão.
Ainda segundo dados apresentados pela polícia, as testemunhas contaram que viram um homem correndo nas imediações do local do homicídio. A investigação da morte do policial, que trabalhava há 38 anos na corporação, terá o apoio da DIC de Balneário Camboriú e também da Delegacia de Homicídios da Florianópolis.

 

ASSUNTO: CORRIDA PELA PRESIDÊNCIA

VEÍCULO: Diário Catarinense

Disputa polarizada no PT

Resultado das eleições internas do partido deverá ter reflexos diretos nas negociações para alianças no próximo ano

Os petistas estão em disputa pela presidência da sigla e o resultado deve influência nas eleições do próximo ano. Em Santa Catarina, cinco candidaturas disputam o comando da sigla, sendo duas favoritas.
Estão na corrida Paulo Eccel, Claudio Vignatti, Renê Munaro, Francisco Lessa e Luciano Boico. As correntes ligadas ao prefeito de Brusque, Eccel, e ao ex-deputado federal Vignatti polarizam a briga em SC.As eleições estão marcadas para 10 de novembro.
Tanto Eccel quanto Vignatti afirmam que o partido está unificado e determinado a lançar candidatura própria para governador em 2014.
– O PT precisa de uma proposta para Santa Catarina. Precisamos fazer uma oposição mais bem organizado ao governo atual. Não dá para tratar sobre política de aliança antes organizar o partido internamente – afirma Vignatti.
Eccel se propõe a fazer uma reestruturação do partido no Estado, fortalecendo a sigla para apoiar a reeleição da presidente Dilma Rousseff (PT) e gerar condições para um candidato próprio.
As duas correntes têm afinidades para formar uma aliança com o PMDB, que já participa do governo federal com o PT. Uma das principais diferenças entre as alas de Eccel e Vignatti é a possibilidade de aliança com o PSD.
Petista nega intenção coligação com PSD
O partido de Colombo tem se aproximado de Dilma e o govenador já deu indícios de que deve apoiar a reeleição da presidente. Se a corrente de Eccel sair vitoriosa, um dos cenários projetados é de uma coligação PT-PMDB-PSD. O prefeito de Brusque negou estar inclinado a firmar aliança com o PSD.
– Não discutimos aliança com PSD. Somos oposição. Essas suspeitas foram levantadas externamente ao partido para prejudicá-lo. Não existe a possibilidade – garante Eccel.
Se a aliança com o PSD não se confirmar e o PT se lançar como cabeça de chapa, os nomes mais cogitados são do deputado federal Décio Lima – do grupo de Eccel – e do próprio Vignatti.

 

PRINCIPAIS NOTÍCIAS DO DIA 22 SETEMBRO

 

COLUNISTA RAFAEL MARTINI – Diário Catarinense

Dia de Herói

O Corpo de Bombeiros Militar fará uma programação especial no próximo domingo, dia 29, no Parque de Coqueiros. Crianças e adultos poderão viver um Dia de Bombeiro, com direito a conhecer técnicas de resgate, combate a incêndio e brincadeiras.

Caixa-preta escancarada

O Instituto de Metrologia (Inmetro-SC) vistoriou no Estado este ano 7.350 cronotacógrafos, um tipo de caixa-preta obrigatória em vans, caminhões e ônibus que registra os dados de velocidade e distância percorrida pelo veículo.
Do total aferido, 1.220 apresentaram algum tipo de irregularidade. Ou seja, quase um terço dos equipamentos estava descalibrado ou adulterado. Para Luis Carlos Silva, diretor do Inmetro-SC, os números são pra lá de preocupantes.

Boca no trombone

O preso Rudinei do Prado, Derru, fundador do PGC, supera-se a cada novo depoimento em que descreve com detalhes às autoridades como age o crime organizado. Como havia feito no interrogatório da morte da agente Deise Alves, Derru agora abriu a boca de novo na audiência dos atentados em Itajaí.
A cópia das declarações foi enviada ao Conselho Nacional de Justiça, à Ouvidoria Nacional dos Direitos Humanos, à Corregedoria do TJ/SC e à Comissão de Direitos Humanos da OAB. Além de tortura, o criminoso disse que foi vítima de tentativa de envenenamento na prisão.

Faz sentido

Lucia Grizel, responsável pela formação dos novos conselheiros tutelares há quase 20 anos, é contra a medida de colocar agentes da guarda municipal ao lado dos conselheiros como medida de segurança. Ela entende que não dá para misturar uma atuação policialesca exatamente com o profissional responsável por zelar pelos direitos da criança.

 

ASSUNTO: Salários no serviço público

VEÍCULO: Notícias do Dia

Procuradores. Em Florianópolis e Blumenau, servidores ganham mais que o prefeito

A Câmara de Vereadores de Florianópolis e a Prefeitura de Blumenau pagam assessores jurídicos e procuradores acima dos vencimentos recebidos pelos chefes dos executivos municipais. Salários acima deste teto e que chegam até R$ 28 mil são pagos até que a decisão do STF (Supremo Tribunal Federal) defina se o parâmetro para a remuneração será o limite do subsídio dos prefeitos ou dos desembargadores estaduais. Em Lages, Joinville, Criciúma e Chapecó prefeituras e câmaras ainda não publicam na internet os salários de funcionários.

Na Câmara da Capital, o procurador geral, Antônio Chraim, que recebe salário bruto de mais de R$ 28 mil e tem um desconto que o equipara ao salário dos desembargadores estaduais, respondeu pela Casa ao afirmar que o seu salário e dos outros dois colegas de procuradoria é definido pelo TJ/SC (Tribunal de Justiça de Santa Catarina). Marcelo Machado recebe R$ 23.215,43 e Marco Antônio da Cunha R$ 22.540,45, ambos com o cargo de procurador da Câmara e acima do teto do prefeito, R$ 22.292,35. Na Prefeitura de Blumenau a situação é idêntica e os três procuradores da cidade ganham mais do que o chefe do Executivo local, que recebe R$ 16.987,98. São eles: Eloi Barni (R$ 25.639,54), Rogério Fiúza Lima (R$ 23.384,55) e Marlon Carabaca (R$ 20.784,14).

A chamada remuneração paradigma, o salário bruto do presidente do Tribunal de Justiça, desembargador Cláudio Barreto Dutra, é de R$ 25.323,51, acaba sendo menor do que o vencimento de Eloi Barni, procurador de Blumenau. O salário bruto do assessor jurídico da Prefeitura de Blumenau tem uma diferença a mais de R$ 316,03 em relação ao presidente do TJ. O presidente da Câmara da Capital, vereador César Faria (PSD), informou ao ND que até agora o Legislativo pagava os salários dos procuradores de acordo com o entendimento feito pelos próprios assessores jurídicos.

“Não sabia desta questão do STF e vamos pedir orientação ao Tribunal de Contas do Estado para saber como devemos proceder neste caso”, disse Faria. A reportagem tentou contato durante uma semana com a Prefeitura de Blumenau, mas não recebeu retorno até o fechamento desta edição sobre os pedidos de esclarecimentos sobre o pagamento acima do salário do prefeito para os procuradores da cidade do Vale do Itajaí.

Joinville cumpre teto do prefeito

Transformada em lei em novembro de 2011, a lei de acesso à informação (lei nº 12.527/2011) não tem uma regra clara sobre a publicação nos portais da transparência na internet dos salários dos servidores das prefeituras e câmaras. Em Lages, Joinville, Criciúma e Chapecó, executivos e legislativos ainda não publicam quanto ganham cada um dos seus funcionários.

A prefeitura de Joinville informa que não existe nenhum servidor, incluindo os procuradores, recebendo remuneração superior a do prefeito. alega que a própria lei de acesso à informação estabelece a necessidade de se preservar a intimidade, a vida privada, a honra e a imagem das pessoas.

Por esse motivo “é suficiente, por enquanto, a divulgação do valor dos vencimentos e das eventuais vantagens estabelecidas para cada um dos cargos existentes nos quadros da administração pública municipal, sem qualquer identificação individualizada de servidor”, afirmou em nota.

Contrariando o entendimento da prefeitura de Joinville, o então presidente do STF, ministro Ayres Britto, liberou em julho de 2012 a divulgação dos salários dos servidores públicos federais dos três poderes de forma individualizada na internet. A decisão atendeu a um pedido da agU (advocacia-geral da União) e suspendeu liminares que proibiam a divulgação dos rendimentos dos funcionários. o entendimento do ministro garantiu a divulgação das informações enquanto a matéria não for decidida em definitivo pelo Judiciário.

Chapecó, Criciúma e Lages vinculam salários ao chefe do executivo

Segundo a Câmara de Chapecó, todos os funcionários (efetivos e comissionados) recebem valores salariais abaixo do teto estabelecido ao prefeito. O procurador legislativo recebe r$ 5.310,00, sendo que o salário do chefe do executivo é de r$ 16.151,27. a relação dos salários será publicada a partir de 30 de outubro. A prefeitura de Chapecó também garante que nenhum dos seus servidores ganha mais do que o prefeito e que os dados não estão publicados na internet, pois a lei de acesso à informação está em fase de implantação com as capacitações dos servidores pela CGU (Controladoria geral da União).

A Câmara de Vereadores de Criciúma justificou que seus procuradores recebem entre r$ 5 mil e r$ 8 mil, abaixo do salário do prefeito, mas não informa porque os dados de cada servidor não estão publicados na internet. A Câmara de Lages também diz que ninguém no legislativo local ganha acima do prefeito de Lages. A assessoria da Câmara também alega que os dados não estão no portal da transparência por que é usado o mesmo sistema da prefeitura de Lages. “Portanto, assim que a prefeitura liberar, a Casa se adequará”, diz a nota enviada ao ND. no município de Lages, a lei de acesso à informação ainda não foi regulamentada.

A Câmara de Vereadores de Blumenau publica a relação de todos os seus servidores com seus respectivos salários na internet e nenhum deles ganha acima do salário atual do prefeito da cidade. O ND tentou ouvir as prefeituras de Lages e Criciúma e a Câmara de Vereadores de Joinville, mas não teve retorno dos pedidos de informação até o fechamento desta edição.

Decisão sobre diferentes remunerações está nas mãos do STF

As distorções sobre os salários e a regra definitiva sobre a questão é o tema de um recurso extraordinário (renº 663.696) que está sendo analisado pelo STF (Supremo Tribunal Federal).

A ação recebeu status de repercussão geral e, por isso, a decisão tomada pela corte será aplicada a todos os demais processos idênticos. O caso está no STF desde novembro de 2011 e foi ajuizada pela aprombH (associação dos procuradores municipais de Belo Horizonte) contra decisão da 6ª Câmara Cível do tribunal do TJMG que fixou o valor do subsídio do prefeito como limite para a remuneração devida aos procuradores municipais de Belo Horizonte. A aprombH afirma que, na verdade, o limite da remuneração deve ser o valor pago aos desembargadores do Tribunal de Justiça do estado.

 

ASSUNTO: Crime passional

VEÍCULO: Notícias do Dia

Cunhado do acusado de atirar foi detido ao prestar depoimento

A Polícia Civil de Biguaçu prendeu o terceiro suspeito de envolvimento no assassinato de Jean Carlos Decker, técnico de informação de Band TV. Delamar Alves da Luz Júnior foi chamado para prestar depoimento na delegacia de Biguaçu, sexta-feira à tarde, quando foi notificado do mandado de prisão provisória. “Ele não quis assinar a ordem de prisão, então chamei duas testemunhas”, contou o delegado Nilton César da Silva.

Além de Delamar, está preso o cunhado dele Alan Rodrigues Nunes. A viúva de Jean, Adriana da Silva Decker, a primeira a ser capturada, ficou na carceragem mais de um mês. Na última quinta-feira, recebeu alvará de soltura.

O crime ocorreu no dia 7 de agosto, na casa da vítima. Jean foi morto na cama, com um tiro na cabeça, após Adriana sair para o trabalho com os dois filhos, de 5 e 9 anos. As crianças ficaram na creche e Adriana seguiu para o escritório da empresa, em Florianópolis. A arma do crime, um revólver calibre 38, ainda não foi localizada.

Com base no depoimento de testemunhas, amigas de Adriana, o matador – que era amante de Adriana – teria passado a noite na edícula da casa e teve o acesso livre para chegar ao quarto de casal, onde Jean recuperava-se de um acidente automobilístico.

Para o delegado, Delamar teria dato o apoio necessário a Alan praticar o crime. “Temos informações de que ele levou Alan de motocicleta para Biguaçu. Depois do crime, ele também teria dado guarida para o cunhado”. O delegado garante ter provas contundentes e suficientes para pedir a prisão preventiva dos três.

Adriana e Decker estavam com as relações estremecidas, mas ele evitava a separação porque temia ficar longe dos filhos. Ela conheceu Alan, durante um show, no Ginásio de Esportes Saul Oliveira, em Capoeiras. Alan é músico e naquela noite se apresentava com o grupo de samba.

 

ASSUNTO: Detido na rodoviária

VEÍCULO: Notícias do Dia

Horas depois de identificar o suspeito de assassinar o agente Adelino Francisco Vieira, 59 anos, com 23 facadas, às 23h30 de quinta-feira, a Polícia Civil de Porto Belo prendeu Marcos Adão Schmucker, 30. Ele é foragido da Justiça, condenado a 26 anos de prisão por sequestro e homicídio, e foi preso da rodoviária de Itapema. Schmucker também responde a processo por latrocínio. O policial trabalhava em Tijucas e morava em Porto Belo.

Na noite da última quinta-feira, ele passou em um bar no bairro Vila Nova, em Porto Belo, para conversar com uma pessoa que seria testemunha dele em procedimento administrativo na Corregedoria da Polícia Civil, onde o policial iria depor no dia 26 de setembro. Segundo o delegado de Porto Belo, Gilberto Cervi Silva, o crime foi encomendado.

Já em Balneário Camboriú e Jaraguá do Sul, a polícia cumpriu o mandado de prisão preventiva em desfavor de Guilherme Schmidt Damo, de 24 anos, e Paulo Victor Faust, de 27 anos, na manhã desta sexta-feira. Damo, que é estudante de medicina, e Faust, promotor de eventos, foram indiciados pelos crimes de tráfico de drogas e associação para o tráfico.

 

PRINCIPAIS NOTÍCIAS DO DIA 23 SETEMBRO

 

COLUNISTA RAFAEL MARTINI – Diário Catarinense

Alerta geral

Policiais civis estão com uma lista de modelos e placas de 26 veículos furtados (alguns por assalto) na Grande Florianópolis apenas entre quinta e sexta-feira. Constam carros populares, motos e até importados. Suspeita-se que quadrilhas especializadas estão agindo a todo vapor.

Case avança

O Centro de Atendimento Socioeducativo da Grande Florianópolis (Case), que substituirá o antigo São Lucas, em São José, está com 60% das obras executadas. Serão 98 vagas e a previsão é de conclusão até dezembro.

 

COLUNISTA CACAU MENEZES – Diário Catarinense

Varredura

Descoberta do Serviço Secreto do Cacau: depois da história de espionagem pra lá e pra cá, o comando da Polícia Militar, que cuida da segurança do Centro Administrativo, mandou fazer uma varredura em todas as salas à procura de aparelhos que pudessem servir para escuta. E o pessoal da informática fez uma blitz nos computadores. Até agora nada foi encontrado, mas a prevenção é o melhor remédio. Pensando bem: quem teria interesse em ficar espionando o governador Raimundo Colombo e sua equipe? Pense bem nessa pergunta antes de responder “ninguém”.

 

COLUNISTA HÉLIO COSTA – Notícias do Dia

Novo presídio

A desembargadora Salete Silva Sommariva, coordenadora de execução penal e da Violência doméstica e Familiar contra a mulher, órgão vinculado ao Tribunal de Justiça, pediu agilidade na construção do complexo penitenciário na região do Alto Vale do Itajaí.  A obra, orçada em r$ 26 milhões, tem recursos garantidos através do programa Pacto por Santa Catarina, do executivo estadual. No meio da semana a desembargadora esteve em Blumenau, onde foram apresentadas três propostas de terrenos viáveis para a construção do novo complexo.

Desaparecidos

Amanhã será inaugurada a delegacia de polícia de pessoas desaparecidas, com âmbito estadual. A unidade policial funcionará na rua Adhemar da Silva , 1135, bairro Kobrasol, em são José, no piso superior da delegacia da mulher e da Criança e adolescente. A nova DP terá estrutura para atender a demanda de desaparecidos do estado, além de estar direcionada à possível identificação de cadáveres, para evitar o sepultamento de indigentes.

 

COLUNISTA PAULO ALCEU – Notícias do Dia

Semelhanças

De repente, um marginal invade uma loja com uma arma na mão e mesmo com a submissão das pessoas atira contra uma delas sem dó e piedade. É de assustar. Ainda mais diante da crueldade dos criminosos que não têm mais limites. Claro que num assalto à mão armada tudo pode acontecer, mas mesmo não reagindo e colocando se disponível ao criminoso um tiro poderá ser fatal vindo muito mais do prazer de matar. É essa a sensação que passa. Virou prêmio nesse universo do crime. a vida não tem o menor valor. E a partir daí, há uma nítida sensação de insegurança emoldurando a população. Não basta tomar o dinheiro, tomam a vida de quem se torna importante assistindo ao crescimento desenfreado de uma criminalidade cada vez mais cruel. Hoje, de repente, o criminoso demonstra mais medo de outro criminosos do que das instituições de segurança. As autoridades, na maioria das vezes e infelizmente, perderam o respeito. Deveriam ser temidas, mas são enfrentadas. Num país onde homens públicos transitam imunes e impunes, por ilegalidades, acredito que esses marginais de rua se coloquem no mesmo patamar dos marginais de mansões. Se eles podem, porque eu não posso? Até porque ambos estão matando os brasileiros de verdade, cada um da sua maneira.

Impasse

Está marcada uma audiência para esta quarta-feira, na assembleia, solicitada pela deputada Ana Paula Lima, para debater questões salariais dos servidores da área da segurança pública. os policiais civis continuam firmes na revisão da estrutura de cargo e recusaram a última proposta do governo.

 

COLUNISTA CARLOS DAMIÃO – Notícias do Dia

Contra o turismo predatório

Recebi do leitor Cristiano Passos algumas considerações sobre a questão dos beach clubs: “acho que simplesmente proibir, por paixão, pode ser algo ruim, principalmente se a lei permite interpretações diferentes. Porém, o que incomoda as pessoas, principalmente as que moram no bairro, é o mesmo que incomoda os moradores do entorno da UFSC, cujas festas têm sido alvo de reclamações constantes aqui na sua coluna também, ou seja: além do lixo, som alto demais, jovens bêbados e drogados, prostituição, rachas nas ruas do balneário, fora outras ocorrências que tornam as festinhas dos beach clubs muito piores do que as festas realizadas pelos estudantes. contudo, parece que a imprensa trata os dois assuntos de forma distinta. Para mim, se está irregular, seja na UFSC ou em Jurerê, sejam as festas de estudantes ou de turistas endinheirados, tem que se cumprir a lei. Ou continuaremos sendo reféns desse tipo de turismo predatório porque ele nos traz divisas? Bem, de qualquer forma, muito obrigado pelo seu olhar sempre atento ao que rola nesta cidade”.

Minhas divergências

O campus da UFSC é um espaço público para estudos e pesquisas, não para festas de embalo. Concordo que moradores de Jurerê não têm que suportar a selvageria dos frequentadores dos beach clubs. Cabe à polícia reprimir abusos, como faz em Ingleses, Canasvieiras, Centro e outros locais da ilha.

 

ASSUNTO: Empresário sequestrado

VEÍCULO: Diário Catarinense

DOMINGO DE AGONIA: Empresário é sequestrado por 6 horas

Um empresário de 48 anos foi sequestrado na manhã deste domingo em São Francisco do Sul, no Norte do Estado, e solto seis horas depois na BR-101, em São José. O empresário contou à polícia que foi rendido por volta das 11h quando comprava carvão perto de onde mora para o churrasco de domingo com a família.
Ele e o filho de nove anos teriam sido abordados por cinco homens que estavam em três carros diferentes. Eles obrigaram os dois a entrar em um dos veículos e partiram para Joinville. Quando passavam pela BR-280, ainda na ilha, libertaram o menino. Depois, o grupo teria parado em um posto de combustíveis de Joinville à espera de outros sequestradores.
– Eles queriam R$ 100 mil. Pediam dinheiro e diziam que iam matar a minha família se a polícia entrasse na jogada – disse o empresário, no começo da noite.
A vítima relatou que ofereceu os dois carros da família, mas não conseguiu convencer os sequestradores. Depois de perceber que as polícias civil e militar já estavam informadas do crime e que não teriam como obter o dinheiro no domingo, o grupo teria concordado em abandoná-la, desde que ninguém fosse denunciado. Acabaram levando o celular e cerca de R$ 800 que o empresário tinha no bolso.
O sequestrado foi libertado em um ponto de ônibus, perto de um dos viadutos da BR-101, em São José. Sem saber o que fazer, o empresário disse que começou a fazer sinal para que os carros parassem. Um taxista de Florianópolis deu carona para ele até São Francisco do Sul, onde o Serviço de Inteligência da Polícia Militar de Joinville e a Polícia Civil de São Francisco do Sul já os aguardava.
O empresário, o motorista que concordou em dar carona e o dono do táxi prestaram depoimento na Delegacia da Polícia Civil de São Francisco do Sul.

 

ASSUNTO: Prisão de ex-deputado

VEÍCULO: CLICRBS

Duduco é preso no Morro do Alemão, no Rio de Janeiro

Ex-deputado estadual Nilson Nelson Machado estava foragido desde o último dia 13, após a Justiça decretar prisão preventiva motivada por denúncias de abuso de menores

O ex-deputado estadual Nilson Nelson Machado, o Duduco, 52 anos, foi preso na tarde deste domingo no Rio de Janeiro. Segundo fontes policiais, ele foi detido no Morro do Alemão por policiais civis de Florianópolis. 
Polícia Civil catarinense o monitorava no Rio de Janeiro desde quinta-feira. A prisão teve a participação de policiais da Delegacia de Defesa de Serviços Delegados (DDSP) do Rio. 
Ele será encaminhado de volta a Santa Catarina e deve chegar à tarde a Florianópolis, trazido de avião pelo delegado Antonio Cláudio Seixas Joca e outros policiais civis locais, responsáveis pela investigação.
Duduco estava foragido desde o último dia 13, quando a Justiça decretou a prisão preventiva. O pedido de prisão preventiva foi solicitado no dia 30 de agosto pelo promotor Rafael de Moraes Lima, da 1ª Promotoria da Capital.

 

ASSUNTO: Incêndio na madrugada

VEÍCULO: CLICRBS

Incêndio atinge fábrica de algodão em Indaial

Um incêndio atinge uma fábrica de algodão em Indaial, na madrugada deste domingo. O fogo teria começado perto de meia-noite. O Corpo de Bombeiros está no local há quase duas horas tentando combater as chamas.
Segundo populares, o fogo na empresa Reciclatex teria começado por causa de um raio que atingiu o local. Havia funcionários na unidade, mas ninguém se feriu.
A unidade fica na Rua Dr. Blumenau, no Bairro Encano.