Área do associado

Área do associado

Oficiais da PM querem comissão permanente de negociações no Estado

16.4.2012

A iniciativa surgiu por conta dos movimentos de paralisações dos órgãos de segurança pública que vêm se repetindo nos estados brasileiros, incluindo a Bahia

 

 

Após três dias de debates no 12º Encontro Nacional de  Entidades de Oficiais Militares Estaduais (Eneme), os oficiais da Polícia Militar fizeram um documento chamado de “Carta  de Salvador”. O documento será direcionado à União, demonstrando a necessidade da implementação de uma norma geral reguladora dos processos de negociação coletiva entre o poder público e seus servidores, inclusive os militares estaduais.

 

Segundo a PM, a ideia do documento surgiu por conta dos movimentos de paralisações dos órgãos de segurança pública que vêm se repetindo nos estados brasileiros. Por conta disso, a categoria pede ao governo, a criação da Mesa Permanente de Negociação.

 

A inciativa foi decidida durante discussões do tema “Militares estaduais e negociações salariais” – que contou com a participação de trinta e três entidades que representam os oficiais da polícia militar de todo o Brasil.