Área do associado

Área do associado

Clipping do dia 28 de agosto

28.8.2012

 

CLIPPING

23 de agosto de 2012

 

MÍDIAS DE SANTA CATARINA

 

Veículo: Diário Catarinense

Editoria: Visor

Assuntos: Fugitivo capturado

                   Greve da PF

 

BOLA MURCHA

Procurado pela polícia de São Paulo e considerado de alta periculosidade, o fugitivo que atende pelo apelido de Piauí acabou preso enquanto assistia à partida entre o NEC e o Maga, no Estádio Hercílio Luz, em Itajaí, em jogo válido pela terceirona do Catarinense. A disputa acabou com vitória do NEC por 2 a 0. Piauí, detido por agentes da PF, não viu o final do jogo entre as equipes de Navegantes e Indaial.

 

 

ÓCIO CRIATIVO

Reclamação de um agente, ontem, em frente à Superintendência da PF:

– Tô cansado desta greve. Não sobra tempo pra nada e a gente ainda precisa cumprir escala para fazer número na mobilização

___________________________________________________________________________

Veículo: Diário Catarinense

Editoria: Geral

Assunto: Gerais

                  

Criança morre após levar coice de cavalo

Uma criança de quatro anos não resistiu aos ferimentos provocados por um coice de cavalo e morreu, às 19h de domingo, em São Pedro de Alcântara, na Grande Florianópolis. Este é o segundo acidente com cavalo envolvendo criança em menos de 15 dias no Estado. Segundo a Polícia Civil, o menino brincava próximo ao animal enquanto o pai fazia a manutenção em um sítio em São Pedro de Alcântara. O cavalo teria desferido o coice depois de levar um susto.

 

Menina cai do quarto andar, mas sobrevive

A Polícia Civil vai investigar a queda de uma menina de quatro anos do quarto andar de um prédio em Camboriú, na sexta-feira. A criança, que vive no Lar Bom Pastor, estava na casa de uma monitora enquanto o abrigo passa por dedetização e pintura. A menina foi internada na UTI do Hospital Pequeno Anjo, em Itajaí, com lesões no crânio e no pulmão. A monitora, grávida de sete meses, teria passado mal e ido ao pronto-socorro, deixando a menina sozinha.

 

 

Suspeito de acidente se apresenta à polícia

O jovem que atropelou um pai e as duas filhas no fim de semana no Bairro Tribess, em Blumenau, se apresentou, na tarde de ontem, à 2a DP da cidade. As crianças tiveram ferimentos leves, mas o pai delas, Marcos Vinícius Francisco, 48 anos, morreu no hospital. Ivan Ricardo Schultz Xavier, 20, se apresentou com um advogado. No sábado, Francisco caminhava com as filhas quando foi atropelado pelo carro conduzido por Xavier, que não prestou assistência.

___________________________________________________________________________

Veículo: Diário Catarinense

Editoria: Informe Político

Assunto: SC fora das cabeças

 

SC fora das cabeças

Qual é o peso da bancada catarinense em Brasília? De acordo com as mais tradicionais avaliações de relevância parlamentar, é baixo. Há duas semanas, 186 jornalistas que acompanham Senado e Câmara dos Deputados escolheram, por votação, 10 senadores e 25 deputados federais para compor a final do Prêmio Congresso em Foco. Nenhum catarinense fazia parte da lista. Ontem, foi a vez do Departamento Intersindical de Assessoria Parlamentar (Diap) apresentar os cem parlamentares chamados de cabeças do Congresso, uma listagem promovida desde 1994.

Pelo segundo ano consecutivo, nenhum dos três senadores e 16 deputados federais de Santa Catarina foi lembrado. Pode-se questionar os critérios das listas – que excluíram, por exemplo, o senador Luiz Henrique (PMDB), relator do polêmico Código Florestal –, mas é difícil negar que a representação do Estado está em transição. Basta lembrar que, em 2011, foram trocadas três cadeiras do Senado (com a vaga aberta pela eleição de Raimundo Colombo ao governo) e nove da Câmara.

Nomes de presença constante na lista do Diap deixaram o Congresso. Em 2010, estavam nela Ideli Salvatti (PT), Fernando Coruja (PPS), Paulo Bornhausen (DEM) e Claudio Vignatti (PT). Até 2008, Carlito Merss (PT) completava o time. Dos atuais parlamentares, dois já integraram a lista, ainda nos anos 1990: LHS e Esperidião Amin (PP) – o primeiro era deputado, o segundo, senador.

Se o Estado vive perda de prestígio político ou resultado de um processo natural de renovação de lideranças, ainda é cedo para dizer. Mas convém prestar atenção.

___________________________________________________________________________

Veículo: Diário Catarinense

Editoria: Polícia

Assunto: PF devolve para São Paulo suspeito de matar policiais

 

PF devolve para São Paulo suspeito de matar policiais

Bandido conhecido como Piauí, preso em Navegantes, seria um dos responsáveis por ataques de facção criminosa em 2006A Polícia Federal em Itajaí levou, ontem, de volta para São Paulo, um foragido do sistema prisional paulista suspeito de ser o mandante da morte de policiais militares em 2006, quando a capital paulista foi alvo de ataques organizados pela facção criminosa Primeiro Comando da Capital (PCC), que age dentro e fora das cadeias.

Ontem, o bandido conhecido como Piauí – a polícia apenas revelou suas iniciais – foi escoltado de volta a São Paulo. O voo levando o detento partiu do aeroporto de Navegantes por volta das 12h. Considerado de alta periculosidade, ele foi escoltado por PFs de São Paulo.

O delegado da PF em Itajaí, Luciano Raizer, não revelou detalhes da operação. Disse apenas que o paradeiro de Piauí começou a ser investigado a partir de informações recebidas da polícia de São Paulo.

O bandido foi preso às 17h de domingo, enquanto assistia ao jogo entre Navegantes Esporte Clube e Maga, de Indaial, no Estádio Hercílio Luz.

Piauí vivia na cidade há pelo menos dois meses, mas a polícia não divulgou o endereço. Agora, as autoridades investigam se o suspeito cometeu algum crime por aqui. Além de homicídio, ele responde por porte ilegal de armas, receptação, assalto e sequestro.

Piauí cumpria pena no CPP de Pacaembu, município do Oeste paulista. Em maio deste ano, saiu para passar o Dia das Mães com a família, mas não retornou para a unidade prisional de segurança média.

___________________________________________________________________________

Veículo: Diário Catarinense

Editoria: Polícia

Assunto: Caça ilegal no Oeste

 

Caça ilegal no Oeste

A Polícia Civil de São José do Cedro apreendeu, ontem, 10 espingardas que eram utilizadas para a prática ilegal de caça de animais silvestres. Quatro integrantes de uma quadrilha foram presos em flagrante pelos crimes de posse ilegal de arma de fogo de uso permitido, posse ilegal de acessório de uso restrito e ter em depósito e guardar espécimes da fauna silvestre. As investigações começaram há dois meses e, ontem, foram cumpridos três mandados de busca e apreensão.

Em três casas, os policiais apreenderam 10 espingardas de calibres .32, .22, .28, um silenciador, três lunetas, duas lanternas, munições dos calibres .32, .22 e .28, carregadores, cartucheiras, acessórios para recarga das munições, apitos para atrair animais, além de 13 quilos de carne de lebre e tatu e 4,7 quilos de carne de paca. As investigações continuam, pois existe a possibilidade de que mais pessoas estejam envolvidas.

___________________________________________________________________________

Veículo: Diário Catarinense

Editoria: Polícia

Assunto: Polícia investiga agressão a guarda

 

Polícia investiga agressão a guarda

A 1a Delegacia da Polícia Civil de Blumenau investiga uma suposta agressão a um agente da Guarda de Trânsito da cidade. O fato teria começado na madrugada de sábado, quando o agente Júlio César Nardes participava de uma blitz no Centro.

Segundo Nardes, um dos motoristas abordados, de 31 anos, teria apresentado sinais de embriaguez, foi multado e teve a carteira apreendida. No domingo, por volta das 18h, o agente afirma ter sido agredido quando saía de casa.

– Ele estava me esperando do lado de fora com outros quatro amigos. Eles me bateram até que eu conseguisse escapar – contou o guarda.

Depois da briga, Nardes disse que conseguiu fugir e chamar a Polícia Militar (PM). Com lesões leves, registrou um boletim de ocorrência e fez exame de corpo de delito.

– Vamos representar civil e criminalmente contra ele – explicou o advogado contratado por Nardes, Franklin José de Assis.

 

Agentes são vulneráveis a esta situação, diz diretor

O diretor da Guarda de Trânsito, Ivonei Leite, preferiu não entrar em detalhes sobre o fato.

– Isso ocorreu fora do horário de trabalho, por isso é difícil falar qualquer coisa. Vamos investigar internamente o que de fato aconteceu naquele dia – assegurou Leite.

Para ele, os agentes estão sempre vulneráveis a esse tipo de situação. De acordo com o diretor, não há um levantamento do número de agressões ou desacato aos agentes.

___________________________________________________________________________

Veículo: Diário Catarinense

Editoria: Polícia

Assunto: Crimes e ocorrências

 

PRF apura denúncia de coronhada

A corregedoria regional da Polícia Rodoviária Federal (PRF) abriu investigação interna para apurar a denúncia do jornalista Paulo Arenhart, que afirma ter sido agredido com uma coronhada pelo policial Bernardo Oliveira, na noite de sábado, em Florianópolis. Em nota divulgada ontem, a PRF informa que pretende constatar se o policial estava ou não sob o exercício da profissão. Os dois são vizinhos e o policial é o síndico.

___________________________________________________________________________

Veículo: Notícias do Dia

Editoria: Hélio Costa

Assuntos: Assalto a banco

                   SSP  nega a falta de sintonia entre as duas polícias

 

 

 

Secretaria de Segurança Pública nega a falta de sintonia entre as duas polícias

A SSP ressalta a sinergia e diz que em algums municípios o sistema de videomonitoramento é compartilhado em tempo real com a PM e a PC

Sobre a nota publicada na edição de sexta-feira (24/8) sobre falta de sintonia entre as Polícias Civil e Militar, a SSP nega. Em nota enviada à coluna ela diz que não há falta de sintonia e esclarece: “A sinergia existente permite, inclusive, a ampliação do sistema de videomonitoramento às delegacias de polícia. A foto em anexo, na DP de Braço do Norte, divide as imagens com a Polícia Militar, garantindo assim trabalho de investigação policial. Em Bombinhas, outro exemplo, a Polícia Civil já tem atuado na investigação de crimes através das imagens das câmeras de videomonitoramento”. Agora estamos ampliando as instalações da Delegacia com

a criação de uma sala para investigações onde também ficarão os monitores com as imagens captadas pelas câmeras. O Coronel PM Vânio Luiz Dalmarco, coordenador do sistema de videomonitoramento urbano da SSP, informou  que a instalação dos links nas delegacias está em execução e em breve osistema esteja disponível em todas as delegacias de polícia”.

 

Assalto a banco cinematográfico

Florianópolis não tem mão de obra qualificada, como a quadrilha que ficou duas horas, de uma manhã, no B.B.para roubar meio milhão de reais

Roubo cinematográfico

O roubo, cinematográfico, de meio milhão no Banco do Brasil, na mesma semana em que integrantes da quadrilha do assaltante de bancos Enivaldo Farias, o Cafuringa,  estavam em Santa Catarina, não deixa mais dúvidas sobre a autoria do crime. O bando executou ação semelhante, em Içara, Sul do Estado, na semana anterior. Após a ação, Cafuringa desceu para o Rio Grande do Sul, onde quatro dias depois foi capturado. O bando preferiu ficar em Santa Catarina. Em nosso estado, não há mão de obra qualificada para praticar um crime desta envergadura. A quadrilha botou terror: sequestrou o gerente na saída do trabalho, levando-o para a pousada, onde ele parava, como amigos, com o cuidado de não levantar suspeitas. O gerente passou a noite com bombas amarrada na cintura e na manhã seguinte retornou ao banco, cedinho, com o bandido para abrir o cofre. Quem chegava para o trabalho também era rendido.

___________________________________________________________________________

Veículo: Notícias do Dia

Editoria: Hélio Costa

Assuntos: Assalto a banco

                   SSP  nega a falta de sintonia entre as duas polícias

 

 

 

BLOGS

 

Moacir Pereira

 

 

Policia Federal: nada contra Ronaldo Benedet

Decisão da Justiça de Laguna determinou ao google que retire da rede Internet todas as referências a suposto envolvimento do deputado federal Ronaldo Benedet com ocorrências policiais, tendo como pano de fundo um dos candidatos a prefeito local.

Informação do próprio parlamentar, esclarecendo, indignado com as noticias nas redes sociais, que obteve certidão da Policia Federal afirmando peremptoriamente que não há qualquer investigação em sua esfera sobre o fato policial mencionado no noticiário das redes sociais. Já há alguns indícios sobre os autores do ato que ele considera criminoso.

Benedet anunciou que vai entrar com representação criminal contra os que tentaram atingir sua honorabilidade.

 

Cláudio Prisco

 

Transparência

O comando da PM vai reunir amanhã e quinta, em Florianópolis, mais de cem policiais que trabalham no setor de comunicação dos batalhões em dezenas de municípios, encarregados de prestar informações à imprensa. Objetivo: estreitar as relações.

 

 

MÍDIAS DO BRASIL

 

 

Veículo: Portal G1

Editoria: Geral

Assunto: Segurança pública é uma das preocupações dos eleitores

 

 

Segurança pública é uma das preocupações dos eleitores

Cidades investem em câmeras de monitoramento para coibir o crime.

Polícia, prefeituras e população devem agir em conjunto.

 

O sistema de segurança pública no Brasil conta com as polícias federal, civil e militar. Cada uma delas têm funções específicas, mas o propósito final é o mesmo: coibir a criminalidade. Porém, as prefeituras também têm obrigação de contribuir para tornar as cidades mais seguras. Saiba como é possível e as formas que podem ser usadas pelas cidades para aumentar a segurança dos moradores.

Depois de três arrombamentos e um assalto em plena luz do dia, o comerciante Benedito Reobol agora diz que pode trabalhar mais tranquilo. Para ele, as coisas mudaram desde que as câmeras de segurança foram instaladas pela prefeitura de Praia Grande nas ruas da cidade, onde tem um comércio de venda de móveis planejados. A novidade intimidou os bandidos e os roubos no bairro diminuíram. “Agora os marginais pensam duas vezes antes de entrar na minha loja porque eles sabem que podem ser reconhecidos”, diz o comerciante.

Metade das cidades da Baixada Santista já instalou câmeras de segurança nos pontos mais críticos, naqueles em que o índice de criminalidade é preocupante. Mais de dois mil desses equipamentos estão espalhados pelos municípios da região. As imagens são monitoradas em centrais, assim que os técnicos percebem alguma atitude suspeita, tanto a polícia como a Guarda Municipal são avisadas.

Segudo o inspetor da Guarda Municipal Alexandre Nascimento Silva, o operador visualiza o crime e solicita uma viatura para atender essas ocorrências.”Nós monitoramos 24 horas. As imagens ficam gravadas. Depois de um crime, por exemplo, a gente pode chegar à identificação dos autores”, relata Alexandre.

Instalar câmeras é só uma das formas encontradas pelas prefeituras para melhorar a segurança dos moradores, mas existem muitas outras, esclarecidas pelo comandante aposentado da Polícia Militar Sergio Del Bel. “”Na medida que você tem locais abandonados nas cidades, esses locais com certeza, em curto prazo de tempo, passarão a abrigar moradores de rua, viciados em crack e traficantes. A partir daí, outros crimes começam a surgir naquela redondeza, e isso se torna uma área de interesse de segurança pública, que não deve ser resolvido só com a polícia. Se as prefeituras conseguem eliminar esse tipo de problema, já estão aliviando um local de tensão e liberando o patrulhamento para outras áreas mais importantes”, diz Del Bel.

A população das cidades também pode ajudar na segurança participando dos conselhos municipais, que são formados por representantes das prefeituras, das polícias civil e militar e da comunidade. A Polícia Civil é responsável por investigar e esclarecer os crimes praticados nos municípios, elaborar boletins de ocorrência de qualquer natureza, expedir cédulas de identidade e atestado de antecedentes criminais e de residência. Também é de sua competência fiscalizar o funcionamento de determinadas atividades comerciais e autorizar a realização de grandes eventos nas cidades.

A Polícia Militar é responsável pelo policiamento preventivo, a ronda ostensiva motorizada e a pé, policiamento florestal, de trânsito urbano e rodoviário. Além do policiamento escolar, em praças, estádios e também patrulhamento aéreo. Já a Polícia Federal investiga crimes em escala nacional, que afetam o país como um todo, como crimes contra o sistema financeiro, por exemplo. Além disso, cabe à Polícia Federal exercer as funções de polícia marítima, aeroportuária e de fronteiras, impedindo a entrada de armas, drogas ou contrabando.

Nos municípios, a Guarda Municipal tem a atribuição de proteger os patrimônios públicos de suas respectivas cidades, como escolas, hospitais, praças. O porte de armas é permitido pelo estatuto do desarmamento para cidades com mais de 50 mil habitantes. Na Baixada Santista, só Praia Grande tem Guarda Municipal armada. Mas medidas simples, que são obrigações das prefeituras, também podem colaborar com a segurança. E é aí que entra a sua cobrança como eleitor. “Se o indivíduo não tem acesso a educação de qualidade, lazer, esporte, cultura e principalmente moradia ele com certeza será um alvo fácil para traficantes e bandidos mais experientes, e será cooptado para seguir esse caminho”, afirma o coronel da Polícia Militar.

E não basta votar, o eleitor também pode participar. Um exemplo são os conselhos municipais de segurança, formados por representantes das prefeituras, das polícias civil e militar e da comunidade. De acordo com o professor universitário Marcos Pasquantonio, é importante que a população seja participativa. “A resolução do problema muitas vezes leva um tempo maior, mas o fato do indivíduo no imediatismo estar podendo falar, podendo trazer o problema, acho que isso é fundamental”, afirma.