Área do associado

Área do associado

Clipping do dia 26 de janeiro

26.1.2012

 

CLIPPING

25 de janeiro 2011

 

MÍDIAS DE SANTA CATARINA

 

Veículo: Diário Catarinense

Editoria: Visor

Assunto: PRF apreende 1,5 tonelada de camarão

 

PRF apreende 1,5 tonelada de camarão

Policiais rodoviários federais apreenderam uma carga com aproximadamente 1,5 tonelada de camarão descascado no começo da noite de terça-feira, em Barra Velha, no Litoral Norte do Estado. A abordagem ao veículo que transportava o produto aconteceu no km 79, da BR-101.

Segundo a PRF, a mercadoria não tinha documentação fiscal nem atestado sanitário. O motorista foi impedido de seguir viagem e as caixas de camarão foram levadas ao posto da Receita Estadual e da Cidasc, em Garuva, onde os camarões foram encaminhados para serem despejados num aterro sanitário de Joinville.

 

 

____________________________________________________________________________Veículo: Diário Catarinense

Editoria: Artigos

Assunto: A PEC da corrupção

 

 

A PEC da Corrupção, por Affonso Ghizzo Neto*
Você tem conhecimento sobre como foi o voto do seu deputado em relação à aprovação da chamada PEC da Corrupção, o Projeto de Emenda Constitucional 37? A pretendida alteração normativa, ainda que flagrantemente inconstitucional, cria a exclusividade da investigação criminal.
 
O site da Associação dos Delegados de Polícia do Brasil identifica os 31 deputados que votaram a favor da admissibilidade da PEC 37 na Comissão de Constituição e Justiça da Câmara Federal. O objetivo imediato da emenda é “deixar claro” que o Ministério Público (MP) não pode mais investigar.
 
Aos poderosos com influências políticas restará a não investigação ou a investigação falha, manipulada ou interrompida – esta última em relação aos bons policiais, não raras vezes transferidos de cidade ou até mesmo de Estado quando insistem em aprofundar determinadas investigações.
 
Enfim, como se sabe, longe de recusar o relevante papel das polícias, até pela estrutura constitucional e política do formato das instituições, com destaque para a vinculação e subordinação política das polícias ao Poder Executivo, o monopólio da investigação criminal representa, na prática, a oficialização da própria impunidade.
 
Por fim, importante ressaltar que, uma vez aprovada a PEC da Corrupção, quaisquer investigações criminais (sejam realizadas pelo MP, pela imprensa, por cidadãos, etc), para terem validade com vistas a uma condenação judicial, terão que ser confirmadas e ratificadas nos respectivos inquéritos policiais.
 
Em verdade, quanto mais investigações existirem, das polícias, do MP, da imprensa, maiores serão as possibilidades de verificação da verdade. Como diz o brocardo popular: “Quem não deve, não teme”.
 
Ademais, a atuação conjunta das polícias, MP e outros órgãos de investigação, através dos chamados Grupos de Atuação Especial de Combate às Organizações Criminosas (Gaecos), vem demonstrando o sucesso e o acerto da soma de esforços. Uma situação que se compatibiliza com as funções constitucionais dessas instituições e do próprio Estado, que tem em cada cidadão e na própria sociedade a sua razão de ser e de existir, longe de qualquer interesse corporativo ou luta por poder.
 
*PROMOTOR DE JUSTIÇA, IDEALIZADOR DA CAMPANHA O QUE VOCÊ TEM A VER COM A CORRUPÇÃO?

 

____________________________________________________________________________Veículo: Diário Catarinense

Editoria: Geral

Assunto: Isenção por enchentes

 

Isenção por enchentes

Decreto em Lages livra as famílias afetadas pelas cheias de 2011 do pagamento da taxa

As cerca de 600 famílias de Lages que foram atingidas pelas enchentes do ano passado não vão precisar pagar o Imposto Predial e Territorial Urbano (IPTU) de 2012. A lei foi decretada este mês e o processo de isenção foi definido pela Secretaria de Finanças em parceria com a Defesa Civil e o prefeito, Renato Nunes de Oliveira.

A Lei 3.799 de 8 de novembro de 2011, que prevê a isenção, foi decretada no dia 10 de janeiro. De acordo com a Defesa Civil, foram 2.658 famílias afetadas pelas enchentes nos cerca de 40 bairros da cidade, e também 10 localidades da área rural.

As famílias que têm direito ao benefício já estão sendo informadas pelo Poder Executivo. Para contar com o benefício, a família vítima da enchente ou que esteja morando em área de risco deve se dirigir até o balcão de arrecadação da prefeitura munida de documentos pessoais e fazer o requerimento. A Defesa Civil fará então uma visita a fim de vistoriar o local, e depois, o setor de arrecadação entrará em contato com a família e dará informações sobre a isenção.

Segundo o diretor de Arrecadação, Isauro Moraes, nem todas as famílias usufruirão a isenção por acharem o pedido um processo muito burocrático e preferirem pagar o imposto.

Em 2011, o IPTU sofreu um reajuste de 6,66% em Lages.

____________________________________________________________________________ Veículo: Diário Catarinense

Editoria: Geral

Assunto: Gerais

 

Deinfra deve liberar a SC-430 ainda hoje

A liberação completa da SC-430, em Bom Jardim da Serra, na Serra Catarinense está prevista para hoje. A estrada foi interditada nos dois sentidos por uma queda de barreira no km 37 em razão da forte chuva no início da tarde de terça-feira. Uma equipe do Departamento de Infraestrutura (Deinfra) trabalha na limpeza do local, mas a garoa que caiu ontem durante todo o dia na região dificultou a conclusão do processo e o trânsito seguiu em meia pista.

Uma guarnisão da PMRv está no local monitorando o trânsito e há risco de novo deslizamento.

 

Defesa Civil não irá mais demolir casas

As sete casas da Costeira do Pirajubaé, no Sul da Ilha, ameaçadas de deslizamento, não serão mais demolidas esta semana pela Defesa Civil. O órgão fez um acordo ontem para que os moradores das residências, interditadas na semana passada, realizem o desmanche das próprias casas na Servidão Guilhermina Izabel da Costa. Com isso, eles poderão reaproveitar os materiais restantes. O diretor da Defesa Civil, Luiz Eduardo Machado, diz que o órgão não pode permitir que os moradores permaneçam em áreas de deslizamento, com grande risco de vida.

 

 

Carro chega a 181 km/h na BR-101

Em uma semana, foram 11 mil veículos circulando acima da velocidade nas rodovias federais de SC

A Polícia Rodoviária Federal (PRF) fotografou e multou, ontem de manhã, em Biguaçu, um carro trafegando a 181 km/h na BR-101, onde o limite máximo permitido é de 100 km/h.

Este foi apenas um dos registros de irregularidade em uma semana de fiscalização. No período, a PRF registrou cerca de 11 mil carros com excesso de velocidade nas rodovias federais do Estado.

Uma das mais movimentadas de Santa Catarina, a BR-101, lidera o ranking de motoristas mais apressadinhos. Só na manhã de ontem, quase 600 casos foram registrados no km 177, em Biguaçu.

Os radares fotográficos da PRF estão fiscalizando as BRs de Norte a Sul do Estado. Desde a última quarta-feira, foram 10.950 imagens de veículos com velocidade acima do limite permitido nos trechos.

O excesso de velocidade é apontado como um dos principais causadores de acidentes ou agravador de suas consequências. A matématica da violência no trânsito assusta: quando a velocidade duplica, as distâncias de frenagem e o impacto da batida quadruplicam. Conforme estudos, a probabilidade de sofrer acidentes graves ou fatais cresce de 8 a 16 vezes nestes casos.

O pé no acelerador também pode criar o “efeito de túnel”, conforme a PRF. Quando a velocidade aumenta, o campo visual reduz, e o motorista não consegue ver com exatidão outros veículos, pedestres ou até animais que se aproximam.

____________________________________________________________________________ Veículo: Diário Catarinense

Editoria: Diário do Leitor

Assunto: Lição militar

 

Lição militar

Agradecendo a solidariedade do senhor Wilson Rosa Brasil no que se refere ao posicionamento contra a corrupção, aproveito para fazer uma colocação. A corrupção militar atinge menor número de elementos porque na formação dos militares há a transmissão do conceito de honra, algo praticamente extinto entre os civis. Além disso, os poucos militares corruptos almejam apenas o status (uma cobertura, uma lancha, uma fazenda, por exemplo), e os inumeráveis corruptos civis, em diversos níveis, desde os míni até os macrocorruptos que almejam o poder econômico – o qual está na base do poder político –, seguem saqueando os recursos públicos, gerando incontáveis desgraças nas classes menos favorecidas.

Ernani Vilela

Florianópolis

____________________________________________________________________________Veículo: Diário Catarinense

Editoria: Política

Assunto: SC-401

 

Governo prioriza Vale

Depois de inaugurar o trecho final da SC-401 com cinco meses de antecedência, atendendo a uma antiga aspiração de milhares de catarinenses e de turistas nacionais e estrangeiros que visitam a Ilha de Santa Catarina, o governador Raimundo Colombo decidiu priorizar o Vale do Itajaí, dando caráter de urgência às obras de contenção de cheias.

Este é o objetivo principal de sua viagem hoje, a Brasília, onde terá audiência com o ministro da Integração Nacional, Fernando Bezerra, acompanhado do secretário da Defesa Civil, Geraldo Althoff. Ali, pretende obter a liberação de R$ 25 milhões, já autorizados pela presidente Dilma Rousseff, para deflagrar o processo licitatório de dois projetos do plano de contenção de cheias no Vale do Itajaí, elaborados pela Jica. Já fixou 23 de fevereiro como a data para o lançamento dos editais.

Estes recursos permitirão a realização das concorrências para o aumento das barragens de Ituporanga e Taió, para a contratação e instalação de um moderno radar em Santa Cecília, destinado ao monitoramento das precipitações, e de uma comporta na região de Botuverá para maior proteção de Itajaí.

O governador leva, também, para ser submetido ao ministro, um pedido de auxílio federal de R$ 11,7 milhões para atendimentos emergenciais dos municípios atingidos pela última estiagem. A Defesa Civil fez um levantamento completo da situação. A verba seria destinada à construção de cisternas e poços artesianos.

Segundo o secretário Geraldo Althoff, o macroprojeto da Jica prevê investimentos totais de R$ 2 bilhões nos próximos 50 anos. O governo reduziu o plano para 25 anos, retirando a construção do polêmico projeto do gigantesco canal na região de Penha. O custo fica em R$ 1,5 bilhão. A prioridade agora envolve R$ 200 milhões, com obras e serviços a serem financiados pelo BNDES (R$ 141 milhões) e a contrapartida de R$ 59 milhões do governo estadual. A quantia de R$ 1,3 bilhãoestá sendo reivindicada ao Ministério do Planejamento para ser incluída no PAC 2 e no PAC 3.

 

 

ENERGIA

Colombo terá audiência, também, com o catarinense Márcio Zimmermann, secretário do Ministério de Minas e Energia. Com ele tratará de pendências burocráticas relacionadas com o sistema de energia eólica nas regiões de Bom Jardim da Serra e Água Doce. O grupo argentino Impsa está investindo mais de R$ 1 bilhão na instalação de 10 parques geradores em Santa Catarina, gerando 220 megawatts de energia. Mas a empresa está impedida de emitir faturas pelos serviços prestados.

O governador retorna hoje, e amanhã deverá se encontrar com o secretário da Educação, Marco Tebaldi, quando iniciará conversações sobre mudanças no colegiado estadual. No Centro Administrativo, avolumam-se as informações de que as alterações ocorrerão na Casa Civil, Turismo, Cultura e Esporte, Casa Militar, Educação e Comunicação. O secretário da Educação manteve sua agenda administrativa. Viajou ao interior para a entrega de obras e assinatura de convênios. Na Secretaria da Educação, surgiram problemas com a adesão dos professores ACTs. O sistema do Ciasc pifou.

O governador já fez sondagens ao secretário da Comunicação Social, Derly Anunciação, sobre a Secretaria da Casa Civil. Lançou ideias sobre a transformação daquela pasta em órgão de gestão do governo, sem as funções de articulação política. Convite ainda não houve, segundo Derly. O titular da Secom diz que só vai examinar a hipótese depois que seja formalizada.

____________________________________________________________________________ Veículo: Diário Catarinense

Editoria: Polícia

Assunto: Reféns e tentativa de fuga na Central de Triagem

 

Reféns e tentativa de fuga

Detentos da Capital renderam funcionários terceirizados que faziam reparos na grade da unidade

Uma tentativa de fuga foi frustrada ontem por agentes penitenciários e pela Polícia Militar, na central de triagem do Complexo Penitenciário da Agronômica, na Capital. Dois funcionários terceirizados ficaram reféns dos presos. O princípio de tumulto foi controlado em apenas 20 minutos.

Por volta das 11h, 15 a 20 presos da central de triagem da Trindade aproveitaram a entrada das marmitas com o almoço e renderam dois funcionários de uma serralheria, contratada para fazer reparos na grade da unidade. Segundo a Companhia de Policiamento de Guarda, unidade da PM que faz a segurança externa do complexo, os trabalhadores foram rendidos com estoques, um tipo de arma artesanal feita com pedaço de madeira, ferro ou escova de dente.

Mas a tentativa durou pouco. Em 20 minutos, cinco agentes penitenciários e cerca de 10 PMs da Companhia de Guarda conseguiram conter os detentos com tiros de balas de borracha e bombas de gás lacrimogêneo. Os reféns foram liberados e ninguém foi ferido, segundo o Departamento de Administração Prisional (Deap). Equipes do Batalhão de Choque da PM e do Serviço Aéreo Policial Civil de SC (Saer) deram apoio à ação.

A central de triagem da Trindade tem capacidade para 210 detentos e ontem estava com 178 pessoas presas. Os envolvidos na tentativa de fuga foram transferidos para a ala de segurança máxima do complexo.

Por causa da tentativa de fuga, as visitas de familiares e a entrega de compras para os presos foram suspensas por tempo indeterminado. A mulher de um dos detentos da central, que está grávida, teve que voltar para casa com a sacola de compras que havia levado para o marido.

– A central tem apenas um ventilador para 12 presos num barraco (cela). É muito calor e de vez em quando falta água. Na hora da visita, os agentes ficam em pé, na nossa frente, e não temos liberdade nem para conversar com o parente. Mas fizeram uma reforma e o lugar melhorou bastante – contou a mulher, que preferiu não se identificar.

 

Agentes do local reclamam

Superlotação de presos, falta de agentes, fragilidade na segurança e estresse. São antigos os problemas no complexo prisional da Agronômica. Depois do incidente de ontem no local, servidores reclamaram das condições de trabalho na unidade.

Na central de triagem, onde houve a rendição de operários, funcionários do complexo disseram ao DC que havia apenas três agentes para cuidar de 200 presos. A queixa seria o suposto grande número de servidores que haveria em funções administrativas no complexo.

– Estamos esgotados, não aguentamos mais – desabafou um agente.

Na visão deles, se não fosse a intervenção da Polícia Militar, provavelmente haveria uma nova fuga em massa na central de triagem.

– A ideia dos presos era render três agentes. Eles estavam no pátio, no banho de sol e as grades já estavam serradas – contou um funcionário.

____________________________________________________________________________ Veículo: Diário do Catarinense

Editoria: Polícia

Assunto: Homem leva surra na cadeia

 

Homem leva surra na cadeia

Preso na segunda-feira, o suspeito de ter estuprado a enteada de 11 anos foi espancado por oito detentos. Ele foi levado ao Instituto Geral de Perícias (IGP) e depois para o Pronto Socorro.

O suspeito, de 38 anos, teve hematomas no rosto, mas não precisou ficar internado e já passa bem. Ele agora está preso sozinho na cela. Os outros foram transferidos para o novo presídio da cidade.

Segundo o diretor do presídio, Edson Alves Pereira, na cela havia outros 12 homens que cumprem pena pelos crimes de estupro e atentado violento ao pudor, que também é o caso do suspeito agredido.

O diretor conta que os oito envolvidos teriam tapado a boca do suspeito com um cobertor na hora da agressão. Todos os responsáveis já foram identificados e responderão por crime de lesão corporal.

____________________________________________________________________________ Veículo: Diário do Catarinense

Editoria: Polícia

Assunto: Operação Jogo Duplo

 

Quinze são denunciados

O Ministério Público estadual denunciou, ontem, os delegados Ademir Serafim e Eliomar José Beber, o policial civil Irineu Veit e outras 12 pessoas por formação de quadrilha, corrupção ativa, fraude processual e outros crimes.

A denúncia se baseia nas investigações da Operação Jogo Duplo, que apurou o envolvimento dos denunciados na exploração ilegal de jogo de azar. Foram cumpridos nove mandados de prisão temporária e 16 mandados de busca e apreensão.

A denúncia foi protocolada na 2ª Vara Criminal da Comarca de Balneário Camboriú. Junto com a denúncia, foi encaminhado pedido de afastamento de Serafim e de Veit. Somente após o recebimento da denúncia pelo Judiciário é que começa a ação penal e os acusados tornam-se réus. Beber disse que ainda não havia sido informado e afirmou que não esteve vinculado ao objeto de investigação. Serafim e Veit não foram encontrados pela reportagem.

____________________________________________________________________________ Veículo: Diário do Catarinense

Editoria: Polícia

Assunto: Disparo atinge prefeitura de São José

 

Disparo atinge prefeitura de São José

Funcionários da prefeitura de São José, na Grande Florianópolis, foram surpreendidos ao chegarem ontem ao trabalho. No segundo andar, na sala de RH, encontraram uma janela trincada e uma marca de tiro em um armário. O Instituto Geral de Perícias (IGP) esteve no local. As primeiras informações são de que o disparo ocorreu durante a madrugada. O prefeito Djalma Berger disse não acreditar em atentado, mas pediu que a Polícia Civil investigue o caso. Ninguém ficou ferido.

____________________________________________________________________________ Veículo: Diário do Catarinense

Editoria: Polícia

Assunto: Crimes e ocorrências

 

Suspeito é baleado e preso

Juliano Claeverson Saldanha Nunes, 23 anos, conhecido como Caga, foi preso ontem pelo Batalhão de Operações Especiais (Bope) no Morro do Avaí, em São José, na Grande Florianópolis. Ele estava com mandado de prisão em aberto por tráfico de drogas. A polícia também diz que ele integra uma facção criminosa que atua no sistema prisional catarinense.

Na ação, o rapaz levou um tiro na perna e foi levado para o Hospital Regional de São José. Após o atendimento, ele foi transferido para a Central de Polícia da cidade. Segundo o capitão Binder, do Bope, Juliano teria atirado nos policiais, que revidaram com pelo menos três tiros. Com ele, o Bope apreendeu duas pistolas – uma 6.35mm e uma 9mm de fabricação israelense que custa R$ 5 mil no mercado negro.

Juliano é apontado pela polícia como gerente de um dos principais traficantes da Grande Florianópolis, que está preso na penitenciária de São Pedro de Alcântara. Em dezembro, policiais da 1a DP de São José apreenderam três quilos de maconha na quitinete dele.

Na quitinete vizinha, onde mora um adolescente, foram apreendidos mais 94 quilos da droga. O carregamento era gerenciado por Juliano, que soube da operação policial com antecedência e fugiu a tempo.

 

 

Jovem assassinado a tiros

Polícia Civil suspeita que a morte de Cleiton Cristiano Gottert, 22 anos, tenha motivação passional

Um homem de 22 anos foi morto a tiros no Bairro Monte Verde, na Capital, por volta das 19h de ontem. O assassinato ocorreu na Rua Almíscar, atrás de um shopping da região. A polícia acredita que o crime tenha sido passional.

De acordo com testemunhas, Cleiton Cristiano Gottert acabara de descer do carro, ao lado de um posto de gasolina, quando foi atingido por diversos disparos.

Após descarregar a arma contra a vítima, que foi atingida na cabeça e em outras partes do corpo, o homem correu para uma motocicleta modelo Honda Biz, roxa, que estava estacionada em frente ao posto. Um morador que presenciou o momento da fuga diz que o suspeito era um homem baixo e encorpado, que estava de capacete e jaqueta.

A dona de um estabelecimento comercial localizado a poucos metros do local do crime lembra do momento em que escutou os tiros.

– Eu não vi nada, só ouvi o barulho: ‘pam! pam! pam!’ Quando vi, tinha um monte de gente correndo pra se esconder aqui dentro – recorda.

 

Vítima tinha ficha limpa

Uma multidão se reuniu no local logo após o crime. O pai da vítima acompanhava o trabalho da perícia, mas, muito abalado, não aceitou conversar com a reportagem.

Um amigo da família conta que, na tarde de ontem, Cleiton havia visitado a ex-mulher, que atualmente mora com outro homem. Haveria conflito entre eles.

A Delegacia de Homicídios afirma que já trabalha com uma linha de investigação bastante definida, e suspeita que a motivação do crime foi passional. A vítima não tinha passagens pela polícia ou envolvimento com drogas.

– O menino trabalhou o dia todo com o pai, numa agropecuária deles, pegou dinheiro com ele e veio aqui pagar o aluguel de casa. Era um guri bom. Todo mundo gostava dele – conta outro conhecido da vítima, ainda assustado com o crime.

 

Dupla é flagrada com dinamite em Penha

Policiais militares apreenderam duas bananas de dinamite na madrugada de ontem em Penha, no Litoral Norte. Os explosivos estavam com um homem de 37 anos e um adolescente de 17. O adolescente foi liberado, e o homem, preso em flagrante por porte de explosivos. A polícia vai apurar se há relação entre as bananas apreendidas e a explosão ocorrida na noite de segunda-feira no Presídio Regional de Itajaí, quando um artefato foi jogado para dentro do pátio.

 

Dez condenados por tráfico de drogas em SC

Dez envolvidos de SC na Operação Voyage, deflagrada em abril do ano passado, foram condenados por tráfico de drogas. O regime inicial para o cumprimento das penas será o fechado para oito réus que receberam penas de sete a 22 anos de prisão. Eles estão presos desde o ano passado e não poderão apelar em liberdade. Dois foram condenados a quatro anos de prisão e poderão iniciar a pena no regime semiaberto. Um dos réus foi absolvido.

A operação teve início em fevereiro de 2011, após o pai de um dos jovens envolvidos ter denunciado à Polícia Federal que seu filho estaria recrutado para transportar droga para o exterior. A denúncia levou à interceptação telefônica do rapaz e ao desmantelamento do esquema que era responsável em levar cocaína para a Europa e retornar ao país com ecstasy e LSD.

Deflagrada em setembro, a Operação Voyage contou com a participação de mais de 100 policiais federais e de agentes da Interpol.

 

Dois mortos em apenas nove horas

A Polícia Civil de Palhoça registrou dois homicídios num intervalo de apenas nove horas, entre terça e quarta-feiras. Os dois homens foram assassinados a tiros.

O primeiro crime ocorreu por volta das 15h de terça, no Bairro Jardim Eldorado. Rafael Pereira Cunha morreu após ser atingido seis vezes em frente a um bar na Rua Pedro Álvares Cabral. A polícia ainda não tem suspeito dos disparos.

No início da madrugada de ontem, pouco depois da 0h, um jovem não identificado morreu após levar um tiro à queima roupa na cabeça. O crime aconteceu na Rua Roberto Valdir Mangrich, no Bairro Caminho Novo.

Principal hipótese é acerto de contas

Segundo informações repassadas para a Polícia Civil, a vítima era envolvida com o tráfico de drogas e havia cometido vários furtos e roubos na região. A polícia investiga os casos. A principal hipótese é acerto de contas. Os assassinatos não teriam ligação entre eles.

 

Dois mortos em apenas nove horas

A Polícia Civil de Palhoça registrou dois homicídios num intervalo de apenas nove horas, entre terça e quarta-feiras. Os dois homens foram assassinados a tiros.

O primeiro crime ocorreu por volta das 15h de terça, no Bairro Jardim Eldorado. Rafael Pereira Cunha morreu após ser atingido seis vezes em frente a um bar na Rua Pedro Álvares Cabral. A polícia ainda não tem suspeito dos disparos.

No início da madrugada de ontem, pouco depois da 0h, um jovem não identificado morreu após levar um tiro à queima roupa na cabeça. O crime aconteceu na Rua Roberto Valdir Mangrich, no Bairro Caminho Novo.

Principal hipótese é acerto de contas

Segundo informações repassadas para a Polícia Civil, a vítima era envolvida com o tráfico de drogas e havia cometido vários furtos e roubos na região. A polícia investiga os casos. A principal hipótese é acerto de contas. Os assassinatos não teriam ligação entre eles.

 

Dez condenados por tráfico de drogas em SC

Dez envolvidos de SC na Operação Voyage, deflagrada em abril do ano passado, foram condenados por tráfico de drogas. O regime inicial para o cumprimento das penas será o fechado para oito réus que receberam penas de sete a 22 anos de prisão. Eles estão presos desde o ano passado e não poderão apelar em liberdade. Dois foram condenados a quatro anos de prisão e poderão iniciar a pena no regime semiaberto. Um dos réus foi absolvido.

A operação teve início em fevereiro de 2011, após o pai de um dos jovens envolvidos ter denunciado à Polícia Federal que seu filho estaria recrutado para transportar droga para o exterior. A denúncia levou à interceptação telefônica do rapaz e ao desmantelamento do esquema que era responsável em levar cocaína para a Europa e retornar ao país com ecstasy e LSD.

Deflagrada em setembro, a Operação Voyage contou com a participação de mais de 100 policiais federais e de agentes da Interpol.

 

 

 

BLOGS

 

 

Moacir Pereira

 

Denunciado ex-Delegado Geral de Policia de SC

O Ministério Público de Santa Catarina denunciou os agentes públicos Ademir Serafim, Irineu Veit, Eliomar José Beber e outras 12 pessoas por formação de quadrilha, corrupção ativa, fraude processual, entre outros crimes. A denúncia do MPSC ainda não foi recebida e apreciada pelo Judiciário. Ademar Serafim foi Delegado Geral de Policia no governo Leonel Pavan. Eliomar José Beber é Delegado em Balneário Camboriú. Segundo nota do Ministério Público “a denúncia se baseia nas investigações da Operação “Jogo Duplo”, que apurou o envolvimento dos denunciados na exploração ilegal de jogo de azar mediante a prática de crimes contra a administração pública em Balneário Camboriú. Durante a operação, conduzida pelos Grupos de Atuação Especial de Combate às Organizações Criminosas (GAECOs) da Capital, Joinville, Chapecó, Criciúma e Lages em novembro de 2011, foram cumpridos nove mandados de prisão temporária e 16 mandados de busca e apreensão. Os GAECOs são força-tarefa composta por integrantes da Polícia Civil, Polícia Militar, Secretaria da Fazenda e do Ministério Público de Santa Catarina. A denúncia, assinada pelos Promotores de Justiça Jean Michel Forest, Maria Amélia Borges Moreira Abbad e Ricardo Luis Dell’Agnollo, foi protocolada na 2ª Vara Criminal da Comarca de Balneário Camboriú. Junto com a denúncia foi protocolado ainda pedido de afastamento das funções do delegado Ademir Serafim e do policial civil Irineu Veit. Somente após o recebimento da denúncia pelo Judiciário dá-se início a ação penal e os denunciados serão considerados réus no processo.

 

Menor preso em flagrante debocha da Policia Militar

Viaturas e vários policiais marcaram presença no fim da tarde na rua do Baliza, em Cachoeira do Bom Jesus. Prenderam um menor que fazia miséria no roubo de uma residência.

Preso em flagrante pela policia debochou escancaradamente das autoridades. Exibia um largo sorriso. Claro, consciente da soltura e da impunidade.

 

MÍDIAS DO BRASIL

 

 

 

Veículo: G1

Editoria: Brasil

Assunto: Queda de prédio no Rio de Janeiro

 

Bombeiros ainda buscam 19 vítimas no Centro do Rio, diz Paes

Três prédios desabaram na quarta-feira (25), perto do Theatro Municipal.

Ruas na região estão interditadas nesta quinta para trabalho de resgate.

Poeira levantada com remoção dos escombros se espalha por ruas da região central do Rio; trânsito está interditado nas imediações do Theatro Municipal (Foto: Adriano Ishibashi/Futura Press)

O prefeito Eduardo Paes diz que equipes de resgate buscam, na manhã desta quinta-feira (26), 19 pessoas desaparecidas depois do desabamento que atingiu três prédios comerciais no Centro do Rio. Cinco pessoas feridas foram resgatadas na noite de quarta, sendo que quatro permaneciam internadas. Não havia mortes confirmadas até por volta das 8h, segundo as autoridades.

 O acidente ocorreu por volta das 20h30 de quarta-feira (25). Um prédio de 20 andares, outro de 10 e um imóvel de quatro pavimentos ficaram em ruínas. O trânsito nas ruas situadas nas imediações do Theatro Municipal foi interditado nesta quinta. Estações do metrô no Centro, que chegaram a ser fechadas, funcionam normalmente desde as 5h.

Segundo o prefeito, o número de desaparecidos, no entanto, pode ser alterado, já que ainda não há uma lista oficial. Equipes do Corpo de Bombeiros e da Defesa Civil municipal trabalhavam no local desde logo após a tragédia.

Nenhum outro ferido foi resgatado durante a madrugada. Representantes das  famílias dos desaparecidos foram levados a uma sala de apoio na Câmara de Vereadores do Rio, onde aguardavam notícias dos trabalhos de resgate.

saiba mais

 “Nós montamos desde ontem uma estrutura para receber parentes e familiares que tivessem pessoas ali dentro. As pessoas estão na Câmara de Vereadores neste momento, desde essa madrugada, e no momento nós temos cerca de 19 pessoas desaparecidas”, afirmou o prefeito.

 

Possível dano estrutural

Segundo Paes, a principal hipótese é que o desabamento tenha sido causado por um dano estrutural, já que não há informações sobre explosão. A Defesa Civil confirmou que obras eram realizadas no edifício de 20 andares.

“Os especialistas é que vão ter que falar, a perícia vai analisar, mas a informação que eu tenho é que praticamente descartam a possibilidade de explosão de gás”, comentou Paes. “A maior possibilidade é a de um problema estrutural no prédio. Não havia nenhuma denúncia à Defesa Civil municipal de abalo de estruturas ou de rachadura do prédio. Portanto a especulação mais forte, mas é especulação mesmo, é disso, de um problema estrutural no prédio”, ressaltou.

 

 Feridos

Cinco dos feridos receberam atendimento no Hospital Souza Aguiar: quatro homens (dois de 37 anos, um de 31 e um de 50 anos) e uma mulher de 28 anos. O quadro mais grave é o da mulher, que teve lesão no couro cabeludo e passou por cirurgia.

Um zelador e um operário, que estava dentro de um elevador, estão entre os feridos retirados com vida dos escombros. As informações são do coronel Sérgio Simões, secretário estadual de Defesa Civil. Ainda de acordo com o coronel, as buscas se concentram em dois pontos sinalizados com a ajuda de cães farejadores.

Uma moradora de um prédio vizinho relatou que três andares de um dos prédios passavam por reforma. “De repente, ouvimos um grande barulho e começou a voar tudo”, contou a argentina Devora Galavardo, que mora há seis meses em frente ao prédio que desabou.

 No vídeos ao lado, enviado ao VC no G1, o leitor Elias de Oliveira capturou os momentos de confusão após a queda dos prédios e do sobrado na Treze de Maio. O leitor, que estava em um bar na Cinelândia, começou a filmar quando a poeira baixou.

O analista de sistemas Fernando Amaro conta que pelo menos cinco pessoas de sua empresa que participavam de um treinamento estariam dentro de um dos prédios que desabou.

Logo após o desabamento, a Light desligou a luz nos arredores para evitar incêndios. Em nota oficial, o Theatro Municipal informou que o desabamento do edifício da Avenida Treze de Maio não causou prejuízos ao prédio, nem danos estruturais. A única parte atingida por escombros foi a bilheteria, no prédio anexo. Nenhum funcionário foi atingido.