Área do associado

Área do associado

Clipping do dia 19 de abril

19.4.2012

CLIPPING

19 de abril 2012

 

MÍDIAS DE SANTA CATARINA

 

 

Veículo: Diário Catarinense

Editoria: Visor

Assunto: Penitenciária da Capital

 

ENQUANTO ISSO…

Agentes prisionais pegaram celulares, chips e um torrão de maconha na galeria D da ala de contêiner da Penitenciária da Capital na semana passada. Funcionários relatam ao DC que é um absurdo o aparelho de bloqueador de telefones ainda não ter sido instalado.

 

***

Ele reclamam também da suposta “politicagem” que estaria instalada no sistema prisional.

Para se ter uma ideia, a desorganização seria tanta que até medicamentos controlados para os presos que fazem tratamento estariam em falta…

____________________________________________________________________________

Veículo: Diário Catarinense

Editoria: Geral

Assunto: Greve dos professores

 

Governo tenta evitar adesão

Enquanto o Estado orienta os diretores a manterem as escolas funcionando, Sinte trabalha na mobilização da categoriaA expectativa da Secretaria de Estado da Educação sobre a greve do magistério da rede estadual, marcada para começar na próxima segunda-feira, é de que as aulas sigam normalmente, sem prejudicar os alunos, pois acredita que a adesão não deve ser elevada. Enquanto isso, o Sindicato dos Trabalhadores em Educação (Sinte) trabalha para mobilizar a categoria.

De acordo com o secretário de Educação, Eduardo Deschamps, foi enviada aos diretores dos colégios a orientação de manterem as escolas funcionando normalmente. Também foi solicitado o lançamento das faltas para futuros descontos.

Além disso, para as turmas que estiverem sem professores serão providenciadas outras atividades para o aluno. Para Deschamps, o estudante não pode ser prejudicado novamente, já que, no ano passado, 60% dos 380 mil alunos da rede foram afetados com a greve. O secretário prefere aguardar até segunda-feira para falar sobre a adesão.

 

– Nossa expectativa é de que ela não seja elevada porque estamos explicando os ganhos que já foram obtidos pelo magistério ao longo desses meses. Também vimos muita opinião contrária à greve, principalmente de pais dos estudantes – relatou.

Entre os benefícios que a categoria recebeu, o secretário ressalta que, com a última proposta apresentada, o salário de um professor com doutorado terá, até dezembro de 2013, um aumento de 70%, comparado com o o que recebia em abril de 2011.

– Enquanto isso, o percentual de aumento acumulado do piso em 2011 e 2012 foi de 41%. Ainda que aumente cerca de 20% em 2013, o reajuste do piso não vai chegar aos 70% que um professor de doutorado recebeu. É uma proposta boa e o governo cumpre a lei.

Deschamps voltou a afirmar que não haverá nenhuma reunião com o Sinte antes de segunda-feira e que as negociações só serão retomadas quando os professores voltarem para a sala de aula:

– Quem interrompeu as negociações foi o Sinte ao decretar greve. Se eles voltarem para a sala de aula, no dia seguinte estaremos sentados para conversar de novo – afirmou.

O coordenadora do Sinte, Alvete Bedin, informou que seria protocolado, ontem, o ofício pedindo ao secretário a continuação das negociações. Eles pedem que o reajuste de 22% dado ao piso nacional do magistério, em fevereiro, seja repassado a todos os professores, e neste ano, sem parcelamento, como foi sugerido.

– Queremos que o governo apresente uma nova proposta, melhor e que respeite o piso – declarou.

Na segunda-feira, as regionais do sindicato irão fazer assembleias para organizar o movimento. Eles também irão explicar aos pais e aos alunos os motivos da paralisação, que é por tempo indeterminado. Na próxima quarta-feira, haverá a primeira reunião do comando de greve.

 

As divergências

O QUE DIZ O GOVERNO

– Que já cumpre a lei nacional do piso dos professores porque ela garante o reajuste ao menor salário- base dos professores e não fala em repasse do aumento para toda a categoria do magistério.

– Não teria como repassar 22% para todos os professores de uma única vez porque causaria um impacto de R$ 1,9 bilhão, o equivalente a 2,3 vezes do valor da folha prevista para 2011.

– Descompacta a tabela, aumentando a diferença salarial entre os diferentes níveis de formação, o que era um pedido dos docentes, já que do jeito que estava não estimulava os professores a buscarem qualificação profissional.

– Dá outros benefícios à categoria, como o aumento da vale-alimentação, que passará de R$ 6 para R$ 12.

O O QUE DIZ O SINDICATO

– Pedem que o reajuste de 22% seja repassado a todos os outros níveis.

– Não concordam com o parcelamento do aumento porque em 2013, quando o governo não tiver terminado de dar o reajuste de 2012, já haverá mais uma atualização no valor do piso nacional.

– Deram prazo para o governo apresentar uma proposta adequada.

____________________________________________________________________________Veículo: Diário Catarinense

Editoria: Geral

Assunto: Dia do Exército Brasileiro

 

Portões abertos no 62º BI

Hoje, Dia do Exército Brasileiro, a partir das 10h, os portões do quartel do 62º Batalhão de Infantaria, em Joinville, estarão abertos à comunidade para uma formatura comemorativa. Todo o efetivo estará perfilado no pátio do batalhão para a cerimônia e haverá entrega de medalhas aos militares por tempo de serviço.

Além disso, nesta semana, o batalhão estará presente nas escolas, com a realização de palestras sobre a instituição. Até o dia 20 de abril, das 10 às 22 horas, haverá ainda exposição de artigos militares na Alameda de Serviço do Shopping Mueller, no piso térreo.

Os eventos fazem parte da Semana do Exército, que está sendo marcada por uma série de atividades, que tiveram início no domingo, com a Corrida da Paz. Cerca de 600 militares do 62º Batalhão de Infantaria percorreram aproximadamente 6,5 quilômetros numa ação que ocorre simultaneamente em diversas cidade do mundo desde 2006.

 

Joinvilenses chamam de “Nosso Batalhão”

Para os joinvilenses que caminham diariamente no entorno da construção, mas nunca atravessaram aqueles muros, protegidos dia e noite por soldados em vigília, esta é uma oportunidade de conhecer melhor a instituição tão querida dos joinvilenses que costuma ser carinhosamente chamada de “Nosso Batalhão”.

A instituição chegou à cidade em 1918, como 13º Batalhão de Caçadores do 5º Regimento de Infantaria. Em 1919, passou a ser só 13º BC. Em 1973, transformou-se em 62º BI.

 

 

Joinville Curiosidades

– Em 19 de abril, comemora-se o Dia do Exército Brasileiro. A data é marcada pela primeira luta do Brasil contra a dominação holandesa, em 1648. Mas a criação do exército brasileiro só é oficializada em 1976, com a chegada do Regimento de Moura, de Portugal.

– Em 1774, veio para o Sul, fazendo parte das tropas do General João Eduardo Von Bohm, a fim de expulsar os espanhóis do território do Rio Grande de São Pedro, hoje RS.

– No período de 1808 até 1967, o responsável pelas ações do Exército era o Ministério da Guerra; entre 1967 e 1999, o controle passou a ser feito pelo Ministério do Exército. A partir de 1999, criou-se o Ministério da Defesa, responsável pela defesa nacional, unindo as três forças armadas do país: o Exército, a Marinha e a Aeronáutica _________________________________________________________________________ Veículo: Diário Catarinense

Editoria: Geral

Assunto: Cachorros policiais

 

Policial bom pra cachorro

Marley, recém-chegado ao canil da Polícia Civil do Estado, tem usado sua vasta experiência para ajudar em investigações

Os primeiros fios brancos já despontam no “policial” mais experiente do Canil Central da Polícia Civil do Estado, que fica na Academia de Polícia de Canasvieiras, em Florianópolis, onde chegou no ano passado.

Ganhou visibilidade nos últimos meses graças a sua atuação eficiente no cumprimento de mandados de busca e apreensão na Grande Florianópolis e em outras cidades. De seus oito anos caninos (cerca de 75 em idade humana), seis foram dedicados à carreira de investigador, desde que deixou o Canadá para viver no calor tropical. O motivo dessa mudança drástica é um mistério para seus colegas de trabalho, pois o policial não costuma “falar” do passado.

Foi batizado Marley, sem imaginar que o nome seria uma referência irônica para a carreira de um agente que trabalha na apreensão de tóxicos. O talento despontou desde cedo, graças a uma herança genética perpetuada há gerações. Golden Retriever puro, Marley é concentrado em concluir suas tarefas, que executa com uma inteligência apontada como a quarta maior na sua espécie. É um investigador com faro e energia para trabalhar.

Atuou por muitos anos na polícia do Rio de Janeiro, onde participou de operações que marcaram sua carreira. Recebeu a honra de integrar a equipe que atuou no Pan-Americano, em 2007, na capital carioca, numa divisão formada pela elite da polícia canina brasileira.

– Ele é muito concentrado. Quando começa a buscar, não existe mais nada do mundo que ele queira – elogia o policial Júlio César Saldanha Gonçalves, que atua com cães.

 

Como se cria o cão

SELEÇÃO

– Na ninhada, se identificam os que têm perseverança e dominância.

– Os selecionados vão para o canil da polícia com três meses e passam por um ano de treinamento. Aqueles que não atendem às expectativas são doados, muitas vezes para policiais.

TREINAMENTO

– Faro – São treinados para associar o cheiro de diversas drogas ao seu brinquedo favorito, sem nunca entrar em contato direto com o material. A droga é depositada dentro do brinquedo – geralmente um tubo de PVC fechado – e o cão é estimulado a encontrá-lo em situações de dificuldade. São premiados com o próprio brinquedo.

– Caça e defesa – Os cães que atuam no policiamento ostensivo são treinados para agir sob comando, seja para buscar um foragido na mata ou para atacar. O treinador estimula o cão a morder o brinquedo na mão de outro policial e o recompensa. Aos poucos, o objeto é substituído até que alvo seja o corpo, protegido por roupas especiais. São premiados com carinho, brinquedos e petiscos.

ATUAÇÃO

– K9 – São cães que saem às ruas para policiamento ostensivo, sempre acompanhados por dois policiais na viatura. Atuam em revistas a presídios, rebeliões e controle de distúrbio civil, necessário em manifestações ou confusões em jogos de futebol.

– Faro – Atuam em flagrantes de tráfico de drogas e execução de mandados de busca e apreensão, entrando em cena para procurar por drogas.

– Busca na mata – Procura por foragidos ou pessoas desaparecidas.

– Defesa – São utilizados como armas de menor impacto e atacam sob comando para proteger o policial.

Outros membros da equipe

FLASH

– Idade: 4 anos

– Raça: labrador

– Naturalidade: Florianópolis

– Função: faro

– Corporação: Polícia Militar

NIKKI

– Idade: 6 anos

– Raça: pastor alemão

– Naturalidade: São Paulo

– Função: busca em mata

– Corporação: Polícia Militar

NICO

– Idade: 6 anos

– Raça: pastor alemão

– Naturalidade: São Paulo

– Função: K9

– Corporação: Polícia Militar

____________________________________________________________________________Veículo: Diário Catarinense

Editoria: Geral

Assunto: Gerais

             

Cigarro contrabandeado

Durante uma blitz no Bairro Aventureiro, em Joinville, ontem pela manhã, a Polícia Militar apreendeu 2.897 pacotes com 10 carteiras de cigarro cada. O veículo suspeito era uma Montana com placas de Paranaguá (PR). A carroceria estava cheia de pacotes de cigarro. A encomenda vinha do Paraguai para ser entregue em Joinville. O condutor do veículo, um homem de 31 anos e costureiro, mora em Maringá (PR). Ele contou à polícia que foi contratado por um homem de Salto del Guairá, no Paraguai, para transportar os cigarros até Joinville. Ele receberia R$ 600 pelo serviço.

O homem contou que o ponto de encontro para deixar a encomenda seria um posto de combustível. O dono do carro era o paraguaio. Ele será autuado por contrabando. A pena é de um a quatro anos de prisão.

 

Propostas entregues ao governo

Agricultores do MST ocuparam ontem a entrada do Centro Administrativo do Governo de Santa Catarina, na SC-401, em Florianópolis. Representantes dos grupos foram recebidos pelo vice-governador, Eduardo Pinho Moreira, e pelo secretário de Estado da Agricultura, João Rodrigues.

No encontro, eles entregaram a pauta de reivindicações ao governo catarinense.

– Pedimos uma assistência em razão dos prejuízos com a estiagem. Queremos que essas questões emergenciais sejam atendidas com prioridade – explicou Altair Lavratti, que faz parte da direção estadual do MST.

Lavratti disse que o governo ficou de dar uma resposta em duas semanas, pois a pauta é bem extensa.

– Pedimos medidas para irrigação, compensação por causa das perdas, renovação de convênios, e o governo nesse primeiro momento recebeu bem essa pauta – concluiu.

Os cerca de 800 agricultores que participaram do ato de ontem estão acampados desde a última segunda-feira no pátio da Escola da Sul da CUT, que fica em Ponta das Canas. Além dos agricultores, cerca de 450 militantes do MST também compareceram na manifestação

____________________________________________________________________________ Veículo: Diário Catarinense

Editoria: Cacau Menezes

Assuntos: Apreensão

                   Ação penal

 

Plantação caseira

Trecho de matéria postada no clicrbs e que també saiu aqui no DC: No último dia 12, o Pelotão de Patrulhamento Tático do 21º BPM prendeu em flagrante um pizzaiolo de 25 anos que cultivava 11 pés de Cannabis sativa no quintal de casa, na Praia do Santinho, Norte da Ilha. O rapaz disse que a planta era para uso próprio: Para não colaborar com o financiamento de armas nem dar dinheiro para traficante. E também porque a qualidade da maconha plantada em casa é melhor, não tem agrotóxicos e o gosto é docinho e suave, observou o pizzaiolo.

Apesar de todas as explicações, não teve jeito, o rapaz foi indiciado por tráfico de drogas.

 

Marcha lenta

Em tramitação na Justiça desde 2006, pode terminar nos próximos dias um capítulo rumoroso da novela em que se transformou o Inquérito 2.563, acolhido pelo Supremo Tribunal Federal contra Gervásio Silva, deputado federal à época (PSDB-SC), réu por estupro. A ação penal transitou em segredo de justiça enquanto o acusado gozava de foro privilegiado por ser deputado, em seu terceiro mandato. Concluída para despacho, desde o último dia 11 aguarda deliberação do juiz Emerson Bertemes, da 1ª Vara Criminal da comarca da Capital.

Os ministros do Supremo aceitaram a denúncia oferecida pelo Ministério Público Federal, segundo a qual Gervásio violentou, em um quarto de hotel em Florianópolis, uma funcionária pública de Curitibanos. O crime teria ocorrido depois de o acusado ter dado carona à mulher.

____________________________________________________________________________ Veículo: Diário Catarinense

Editoria: Informe Político

Assunto: Comando da Academia da PM

 

Comemoração

O major PM Oscar Vasques Filho assume hoje o comando da Academia da Polícia Militar, em Florianópolis, com uma homenagem aos seus antigos oficiais superiores.

 

Convidou todos os ex-comandantes da instituição, responsável pela formação de oficiais militares, como forma de reconhecer a influência positiva que tiveram na sua carreira.

____________________________________________________________________________ Veículo: Diário Catarinense

Editoria: Polícia

Assunto: Mudanças em dois cargos

 

Dois cargos estratégicos têm mudanças discretas

Ada de Luca substituiu a secretária adjunta e o gerente do Plantão de Atendimento Inicial, o PAISem solenidades ou grandes divulgações, a secretária da Justiça e Cidadania, Ada de Luca, fez duas trocas de cargos considerados importantes na gestão administrativa da área que comanda. Foram substituídos a secretária adjunta e o gerente do Plantão de Atendimento Inicial (PAI), o lugar onde ficam os adolescentes em conflito com a lei em Florianópolis.

As mudanças ocorreram nos últimos meses. A socióloga e economista Maria Elisa De Caro assumiu como secretária adjunta no lugar da delegada Mônica Manganelli Coimbra Forcellini, que ficou apenas oito meses no cargo. Conforme a secretaria, a delegada Mônica pediu para retornar à Polícia Civil.

– Foi uma decisão pessoal. A Ada é uma pessoa maravilhosa, mas eu estava sentindo falta de atuar na área operacional – comentou a delegada Mônica, que foi para a Central de Plantão Policial, no Centro.

Maria Elisa é a terceira a assumir a função de secretária adjunta desde a posse de Ada de Luca, em maio do ano passado. A primeira foi a promotora Marcia Arend. Ela ficou apenas três meses na Justiça e Cidadania. Depois, deu lugar à delegada Mônica, que ficou menos de um ano no cargo.

O DC tentou ouvir a secretária Ada sobre as trocas, mas ela afirmou que estava com a agenda cheia e não poderia dar entrevista. Pela assessoria, Ada disse que a escolha de Maria Elisa reafirma a sua meta de investir na ressocialização dos adolescentes e dos detentos para a reinserção na sociedade e mercado de trabalho.

Nesta semana, saiu o ato de nomeação do agente socioeducativo Nelson Fonseca na gerência do Plantão de Atendimento Inicial (PAI), o antigo Pliat, no Bairro Agronômica. Nelson vinha atuando no cargo há alguns meses. Ele entra no lugar do ex-gerente, o coronel da reserva da Polícia Militar Júlio Olegário dos Anjos. O motivo da troca, conforme Ada de Luca, foi procedimento administrativo de gestão.

O antigo Pliat foi palco de interdição, fugas e divergências internas entre agentes e o ex-gerente Júlio nos últimos anos. Houve uma reforma geral, e a situação atual é considerada tranquila. Ontem, havia apenas nove adolescentes apreendidos, quando a capacidade máxima é de 16. O gerente afirmou que a ala masculina está passando por uma pequena obra. Ainda neste semestre, deverá começar a reforma da ala feminina.

____________________________________________________________________________ Veículo: Diário Catarinense

Editoria: Polícia

Assunto: Delegado pede ajuda à comunidade

 

Delegado pede ajuda à comunidade

Passados 12 dias do assalto ao supermercado Zoni, no Bairro Progresso, em Blumenau, que resultou na morte de André Luiz Bianchi, 20 anos, a Polícia Civil continua as buscas pelo suspeito de atirar contra o jovem durante o roubo.

Jean Paulo Marcos, 18 anos, suspeito de participar da ação, foi preso na última semana e continuava detido no Presídio Regional de Blumenau até ontem.

O delegado responsável pelas divisões de Furtos e Roubos e Investigações Criminais da Central de Polícia, João da Cunha Neto, garantiu que a unidade já tem suspeitos para o crime, mas não divulgou mais detalhes.

– Não vamos descansar até finalizarmos esse caso – prometeu.

Para o delegado, uma das dificuldades encontradas até o momento é o fato de que faltam informações da comunidade que possam ajudar. Qualquer dado que auxilie na captura do suspeito pode ser repassado por denúncia anônima ao 181.

– A comunidade sabem quem foi, mas não quer passar para a polícia – destacou o delegado.

Como é responsável também pelas investigações de furtos, roubos e estelionatos ocorridos na cidade, o delegado ainda precisa dividir a equipe para apurar as últimas ocorrências registradas no últimos dias.

O advogado da família de Bianchi, Pedro Cascaes Neto, acompanha a investigação e deve ser assistente da promotoria num eventual julgamento.

____________________________________________________________________________ Veículo: Diário Catarinense

Editoria: Polícia

Assunto: Crimes e ocorrências

 

 

130 quilos de drogas

Após três meses de investigação, a Polícia Federal apreendeu, ontem, 130 quilos de maconha em Joinville e Araquari. Três homens foram presos em flagrante. A primeira apreensão foi na manhã de ontem, na rodoviária de Joinville. O homem de 34 anos, profissional da construção civil, trouxe 20 quilos de maconha de Foz do Iguaçu. Em Araquari, na mesma hora, dois homens, de 35 e 54 anos, foram flagrados com 110 quilos da droga. Segundo a PF, a droga vinda de Foz do Iguaçu seria entregue à dupla.

 

PM apreende duas plantas

Novos pés de maconha foram apreendidos pela Polícia Militar em Florianópolis. Desta vez, na badalada Praia de Jurerê Internacional, Norte da Ilha.

Funcionários da Companhia Melhoramentos da Capital (Comcap) estavam limpando a Rua das Piraúnas, ontem, por volta das 8h, quando viram dois vasos com as plantas encostados no muro de um terreno baldio cheio de mato.

O Copom foi avisado e acionou o 21o Batalhão da PM, no Norte da Ilha. Os soldados Renato Passos e Murilo Napaleão foram checar. Não havia ninguém por perto, apenas os pés, de aproximadamente 40 centímetros de altura cada.

De acordo com os soldados, a princípio, a droga não tem relação com os donos das duas residências ao lado, porque estas ficam fechadas e seriam habitadas apenas no verão. O responsável pelo cultivo não foi identificado. Os pés apreendidos ontem em Jurerê Internacional seriam encaminhados ao Instituto Geral de Perícias (IGP). A ocorrência foi registrada na 7a DP da Capital, em Canasvieiras.

 

Uma semana atrás, 11 pés no Santinho

A apreensão em Jurerê Internacional ocorreu menos de uma semana após a PM ter flagrado pés de maconha numa casa da Praia do Santinho, também no Norte da Ilha. No último dia 12, o Pelotão de Patrulhamento Tático do 21o BPM prendeu em flagrante um pizzaiolo de 25 anos que cultivava 11 pés de Cannabis sativa no quintal de casa. O rapaz disse que a planta era para uso próprio. Ele foi indiciado por tráfico de drogas.

 

 

 

 

ACONTECEU NA ALESC

 

 

Em relação à nova ameaça de paralisação dos servidores da rede pública estadual de ensino, é preciso considerar:

 

1. Os esforços empreendidos pelo Governo do Estado, em 2011, que dobraram o valor do piso salarial aos professores;

2. O fato de o Governo de Santa Catarina cumprir integralmente a nova lei do piso nacional da educação, ao contrário de diversos outros estados do país;

3. Os avanços e ganhos previstos na nova proposta feia pela Secretaria de Educação à categoria – um diálogo que foi, abruptamente, interrompido pela ameaça de nova paralisação;

4. A nova realidade financeira imposta pelo governo federal ao nosso estado, através da mudança nas regras do ICMS, fato que pode significar queda de até R$ 1 bilhão por ano na receita de Santa Catarina.

 

Sendo assim, os líderes de todos os partidos que compõem a base aliada do Governo na Assembleia Legislativa comunicam que apoiam toda e qualquer negociação entre as partes envolvidas, desde que as atividades escolares não sejam interrompidas, neste momento, em nenhuma hipótese.

Consideramos a greve como inoportuna e precipitada, prejudicando injusta e desnecessariamente os milhares de estudantes e suas respectivas famílias. Todo processo que resulte na melhoria da educação terá nosso apoio, desde que seja feito com bom senso e responsabilidade e em sintonia com o que pensa a sociedade catarinense.

 

ASSINAM:

Aldo Schneider PMDB

Antonio Aguiar PMDB

Carlos Chiodini PMDB

Ciro Roza PSD

Dado Cherem PSDB

Darci de Matos PSD

Dieter Janssen PP

Dirce Heiderscheidt PMDB

Dóia Guglielmi PSDB

Edison Andrino PMDB

Elizeu Mattos PMDB

Gelson Merisio PSD

Gilmar Knaesel PSDB

Ismael dos Santos PSD

Jean Kuhlmann PSD

José Milton Scheffer PP

José Nei A. Ascari PSD

Kennedy Nunes PSD

Manoel Mota PMDB

Marcos Vieira PSDB

Maurício Eskudlark PSD

Mauro de Nadal PMDB

Moacir Sopelsa PMDB

Narcizo Parisotto PTB

Nilson Gonçalves PSDB

Reno Caramori PP

Romildo Titon PMDB

Serafim Venzon PSDB

Silvio Dreveck PP

Valmir Comin PP 

 

BLOGS

 

Moacir Pereira

 

O inquérito do desvio de peças18 de abril de 2012

 Prevista para amanhã ou no inicio da próxima semana o depoimento do coronel Fernando Rodrigues de Menezes, secretário adjunto da Segurança Pública no inquérito que investiga desvio de motores e peças de veículos do Complexo Administrativo da SSP em São José para um desmanche em Joinville.  

O secretário Cesar Grubba revelou a assessores que lavou a alma no depoimento prestado terça-feira. Foi a primeira vez em que, com tempo, pode esclarecer todos os pormenores do processo.

 

 

MÍDIAS DO BRASIL

 

 

Veículo: Folha Online

Editoria: Geral

Assunto: Ônibus é incendiado no Rio após operação da polícia em favela

 

 

Ônibus é incendiado no Rio após operação da polícia em favela

Um ônibus foi incendiado na noite desta quarta-feira no viaduto José Alves de Morais, no bairro do Jacaré, zona norte do Rio.

Briga entre motorista de ônibus e passageiro deixa 3 baleados

De acordo com a Polícia Militar, após uma operação do 3º BPM (Méier) à tarde, na comunidade do Rato Molhado, no Engenho Novo, também na zona norte, um grupo de pessoas teria ateado fogo ao ônibus.

A PM informou que durante a operação houve breve troca de tiros entre policiais e criminosos. Um homem ainda não identificado foi ferido e socorrido no Hospital Salgado Filho, no Méier. A polícia encontrou, com ele, uma pistola e drogas.

O túnel Noel Rosa, próximo ao local do incêndio, teve o trânsito interrompido no sentido Jacaré, assim como o acesso ao Viaduto José Alves de Morais, em direção Vila Isabel.

O tráfego no local foi liberado por volta das 20h.