Área do associado

Área do associado

Carta do Cel PM R/R AMAURY, publicada na p. 22 da Edição do dia 30 de janeiro do Jornal Notícias do Dia.

31.1.2012

 

INJUSTIÇA SALARIAL
 
Carta ao Governador
 
 
Excelentíssimo Senhor Governador Raimundo Colombo.
 
 
 
Permita Vossa Excelência que clareie de início a minha qualidade de Militar. Sou Coronel da Polícia Militar do Estado de Santa Catarina. Após completar 28 anos de efetivo serviço, encontro-me na reserva remunerada desde 1979. Fora da Corporação, exerci as funções de delegado especial de polícia do Estreito, Braço do Norte, São Joaquim, Seara e Laguna. Como assessor do Prefeito Aloysio Piazza, implantei em 1985 a Comissão Municipal de Defesa Civil da Capital, onde servi por mais de 18 anos. Foi também por iniciativa minha a criação da Guarda Municipal, no Governo Sérgio Grando.
 
 
 
 Após ter prestado todos esses serviços ao Estado, e por muitas vezes arriscado a própria vida, fico decepcionado ao saber que mesmo com o aumento de 8% concedido pelo Governo aos funcionários públicos do Estado, irei receber no mês atual menos do que recebi de vencimentos no mês de dezembro. O senhor sabe por quê? Por causa da famigerada lei do teto criada no Governo Vilson Keinübing.
 
 
 
Cabe a Vossa Excelência determinar as providências necessárias para que essa situação seja corrigida definitivamente e que não só os Oficiais da Polícia Militar do Estado, bem como outros funcionários que tenham os seus vencimentos reduzidos, criando sérios embaraços para si e seus familiares.
 
 
 
Qual a solução senhor governador? A solução legal seria o aumento do teto salarial do Estado. Espero que reflita sobre o assunto e se coloque entre os melhores governadores que foram para a Polícia Militar do Estado.
 
 
 
Queira receber, Senhor Governador, a expressão do mais caloroso entusiasmo no Governo de Vossa Excelência, respeito e consideração de quem atenciosamente se subscreve.
 
 
 
Amaury Norberto Silva
 
     Coronel PM R/R