Área do associado

Área do associado

Presidente da ACORS participa de gravação de programa da TVAL

24.8.2011
Na tarde desta quarta-feira (24) presidente da ACORS, Cel PM Fred Harry Schauffert, participou da gravação do programa “Parlamento Debate­­­­”, da TVAL. Apresentado pela jornalista Maria Helena, também estiveram presentes o presidente da Aprasc, Deputado Estadual Sargento Amauri Soares, o presidente do Sinpol, Inspetor aposentado Pedro Joaquim Cardoso, e o Deputado Estadual delegado Maurício Eskudlark. Durante 40 minutos, os participantes apresentaram suas considerações sobre os conflitos que estão acontecendo entre a Polícia Militar e Civil do Estado.
 
Iniciando as manifestações, o presidente da ACORS afirmou que a relação entre as duas corporações sempre foi amistosa e que tem a convicção de que essas desavenças ocorridas nos últimos meses são episódios pontuais. Ele também explicou sobre o Decreto Estadual 660/07, que prevê a integração entre os sistemas, esclarecendo que a Polícia Militar já lavra Termos Circunstanciados desde 1998, por intermédio da Polícia de Proteção Ambiental, e desde 2007 nas demais Unidades Operacionais.
 
Para o Sargento Soares, a disputa de competência é o principal motivador da atual crise. Todos concordaram que o trabalho dos policiais de ambas as instituições no combate à violência está sendo feito de modo eficaz, mas o que falta é resolver as questões internas, originadas muitas vezes por vaidade.
 
O Presidente do Sinpol destacou que não há intenção em confrontar a PM, mas sim, definir exatamente o trabalho de cada uma. Na opinião dele e do Deputado Maurício Eskudlark, cada instituição deve atuar no seu foco original de atribuição legal e constitucional, comentando estar ocorrendo uma usurpação de funções praticadas pela Polícia Militar.
 
O Cel Schauffert rebateu a afirmação comentando que, da mesma forma, pode ser considerado usurpação de funções a atuação de policiais civis em atividades como o rádio-patrulhamento aéreo, o policiamento ostensivo com as viaturas caracterizadas, as atividades fardadas da Central de Operações Policiais (COP) e o exercício de Polícia Administrativa do Departamento Estadual de Trânsito. Ele defendeu que a gestão da segurança pública deve ser ampla para agradar as instituições e, principalmente, à sociedade.
 
O programa Parlamento Debate será transmitido na TVAL no sábado, dia 27, às 20h30.