Área do associado

Área do associado

Clipping do dia 27 de setembro

27.9.2011
CLIPPING
27 de setembro 2011
 
MÍDIAS DE SANTA CATARINA
 
Veículo: Diário Catarinense
Editoria: Geral
Assunto: Trânsito na Capital
 
Prefeitura da Capital lança edital para o Via Rápida
Empresas poderão entregar propostas no dia 13 de outubro e a vencedora terá seis meses para fazer um estudo conceitual
Quanto vai custar o projeto Via Rápida, sistema de corredores exclusivos de ônibus, em Florianópolis? Onde será implantado? Que obras serão realizadas na Avenida Beira-Mar Norte, via que receberá o primeiro trecho? Perguntas como estas devem ser respondidas dentro de seis meses, se os prazos do edital do projeto básico, lançado pela prefeitura na semana passada, forem cumpridos.
As empresas interessadas poderão entregar suas propostas, no valor máximo de R$ 1,2 milhão, no dia 13 de outubro.
A vencedora terá seis meses para realizar um estudo conceitual da implementação de um sistema BRT (Trânsito Rápido de Ônibus), que pode ser definido como corredores exclusivos de ônibus, com veículos grandes (de até 200 passageiros) e estações de pré-embarque (veja ilustração ao lado).
Além do estudo conceitual, a empresa fará o projeto executivo, um passo anterior à obra, do trecho entre o Centro e a Universidade Federal de Santa Catarina (UFSC) passando pela Avenida Beira-Mar Norte.
– Com o estudo do sistema e o projeto do trecho Centro-UFSC teremos uma noção exata dos aspectos técnicos e financeiros da implementação do Via Rápida. Assim, poderemos buscar os recursos necessários para a obra – explicou o vice-prefeito e secretário de Transportes, João Batista Nunes, idealizador da ideia.
Segundo o secretário, o recurso pode vir de fontes como Ministério das Cidades, Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social (BNDES) e até do Banco Interamericano de Desenvolvimento (Bid).
 
Estado vê projetos desconectados
O lançamento do edital foi criticado pelo secretário da Secretaria do Desenvolvimento Regional da Grande Florianópolis (SDR), Renato Hinnig. Isso porque a secretaria contratou, junto à Prosul, um estudo para a implementação de um metrô de superfície na região.
Até maio do ano que vem, a empresa vencedora especificará como serão as obras e qual será o sistema que poderá ser usado: o VLT (Veículo Leves sobre Trilhos) ou o próprio BRT.
– Não posso avaliar este projeto porque não conheço. Mas é uma pena que as duas propostas sejam tratadas de forma desconectada, separada. Foi tomada uma decisão sem consultar o governo do Estado, que já faz um estudo na mesma área – afirmou.
 
 
SC-405 testa sentido único à noite
Por três dias a partir de hoje, PMRv vai analisar impacto de reservar as duas faixas para o Sul da Ilha das 18h40min às 19h
A volta para casa promete ser um pouco menos tumultuada para os moradores do Sul da Ilha de Santa Catarina a partir de hoje. O que deve possibilitar melhor fluxo no trânsito para a região é a liberação das duas pistas da SC-405 no sentido Centro-Sul da Ilha durante 20 minutos – entre 18h40min e 19h – até o trevo do Campeche. Por três dias, serão feitos testes para decidir sobre a implantação permanente da mudança.
A medida repete o que ocorre todas as manhãs, só que no sentido contrário. Há um ano e quatro meses, as pistas são liberadas exclusivamente do Sul para o Centro das 7h13min às 7h33min.
Na mudança noturna, a Polícia Militar Rodoviária (PMRv) irá trabalhar em parceria com o Departamento Estadual de Infraestrutura (Deinfra), que contará com 10 policiais para garantir a segurança. Um painel eletrônico acoplado a uma viatura reforçará a sinalização.
Um estudo apurou a viabilidade da medida. O major Marcio Antunes, da PMRv, realizou a pesquisa para chegar ao horário ideal.
– Muitos usuários pediam o horário de liberação noturno. Calculamos com base no escoamento de estudantes para o Centro, o fechamento do comércio local e o tempo gasto pelos usuários que estão no Centro levam para chegar ao local – explica.
A estimativa retratada na pesquisa do major é de que, durante o período, cinco ônibus e 136 veículos fiquem parados, à espera da liberação da pista. Deste número, 20% são motos.
– É um número relativamente pequeno, se comparado à média de carros que deverão ser liberados neste período. Durante a manhã, são 3,5 mil veículos – afirma.
A medida irá possibilitar a mobilidade através de outras vias próximas para garantir alternativas a quem precisar, por exemplo, chegar à Policlínica e ao Terminal Integrado do Rio Tavares, entre outros locais.
 
Faixa muda às 6h e às 15h
O presidente do Deinfra, Paulo Meller, detalhou ontem informações sobre a rodovia que leva ao Sul da Ilha após a finalização da obra da terceira faixa, prevista para ser entregue no dia 15 de dezembro, abertura da temporada de verão.
A pista pronta terá três faixas, sendo que a do meio será reversível, ou seja, mudará de sentido conforme a necessidade no momento.
Deverão ser adotados dois períodos padrões para liberação da faixa extra: entre 6h e 15h, o sentido será Sul da Ilha-Centro, e das 15h às 6h, o Centro-Sul da Ilha contará com duas faixas de rolamento.
A PMRv alerta para a necessidade de atenção redobrada. Para garantir que os motoristas serão bem alertados sobre qual o sentido adotado no momento, cinco semáforos indicarão o sentido das pistas, semelhantes aos que estão nas entradas dos túneis. Eles estarão nos trechos mais perigosos da rodovia: Trevo do Rio Tavares, Morro do Corte, curva próxima ao açougue Ubirajara, Curva do Zaire e Trevo da Seta.
Para manter o motorista sempre na mesma faixa e dificultar ultrapassagens perigosas, serão usados tachões. Cancelas também poderão ser utilizadas como medida emergencial de divisão das faixas, que terão 3,5 m de largura. As novas calçadas da via terão 1,20 m de largura.
Outra modificação para quem vem do Sul da Ilha é no acesso ao Aeroporto Internacional Hercílio Luz. O semáforo de retorno para o aeroporto está liberado continuamente. Antes, só ônibus podiam passar das 17h30min às 20h.
____________________________________________________________________________ Veículo: Diário Catarinense
Editoria: Geral
Assunto: Enchentes
 
Prejuízo com estradas foi de R$ 419 mi
Governador Raimundo Colombo apresenta, em Brasília, relatório sobre os estragos no Estado
O governador Raimundo Colombo apresenta hoje, em Brasília, o relatório com os prejuízos na infraestrutura causados pelas enchentes. Os técnicos da Secretaria de Infraestrutura e Departamento Estadual de Infraestrutura (Deinfra) apontam um valor de R$ 419 milhões.
Os municípios de Blumenau, Rio do Sul e Ilhota registraram os maiores danos. As ocorrências mais comuns – 80% dos prejuízos – são deslizamentos, pontes destruídas e perda do pavimento.
O secretário de Infraestrutura, Valdir Cobalchini, viaja com o governador. Além da reunião no Ministério da Integração Nacional, eles têm audiência no Departamento Nacional de Infraestrutura Terrestre (Dnit) e na Secretaria de Portos, para tratar da a renovação da concessão do Porto de São Francisco.
A equipe responsável pelo estudo, formada por engenheiros e geólogos, fez levantamentos em 51 municípios, vistoriando rodovias estaduais pavimentadas, não-pavimentadas, rodovias municipais e pontes.
O relatório com documentos e fotos registra 784 ocorrências – 258 em rodovias estaduais e 616 em rodovias e estradas municipais.
 
Faltam recursos para a reconstrução
Município dependerá de parcerias com a União e o Estado para se reerguer
Os montes de entulhos espalhados pelas ruas dos bairros afastados do Centro dão a sensação que Rio do Sul viveu uma enchente no dia anterior. Após 18 dias da cheia do Rio Itajaí-Açu – que registrou o pico de 12,98 metros às 20h do dia 9 –, a recuperação é lenta e desafia o poder público.
O prejuízo, segundo a prefeitura de Rio do Sul, chega a R$ 400 milhões. No levantamento feito pelo governo estadual, a cidade teve uma perda de R$ 64, 3 milhões apenas em infraestrutura (leia pg. 31).
Nos bairros mais distantes, como o Barragem, montes de lixo reúnem desde roupas, alimentos e móveis a eletrodomésticos encharcados pela lama. O secretário de Obras André Marcon acredita que 75% do entulho já tenha sido recolhido. Sete frentes de trabalho estão distribuídas nas ruas para a limpeza e a previsão é que tudo esteja em ordem em 30 dias.
Quem passa pela Rua XV de Novembro, no Bairro Laranjeiras, uma montanha de cerca de 10 metros de entulho contrasta com as casas. O lugar exala um cheiro forte. A mesma cena se repete às margens da BR-470, na entrada da cidade, onde curiosos buscam algo que tenha utilidade.
 
 
R$ 32 mi para os rios
Um levantamento feito pela Defesa Civil aponta que Rio do Sul precisa de mais de R$ 32 milhões para desassorear rios e ribeirões. O diretor do órgão na cidade, André Gustavo Wormsbecher, diz que um dos projetos, orçado em R$ 450 mil, prevê a limpeza de quatro ribeirões: Matadouro, Taboão, do Tigre e do Fundo Canoas. Juntos, que totalizam 5,5 quilômetros de extensão. Os recursos serão buscados nos ministérios da Integração Nacional e das Cidades. A intenção é incluí-lo no PAC Drenagem.
Outro projeto, que prevê o desassoreamento de 18 quilômetros do Ribeirão Rio Grande, que recebe águas dos rios Itajaí-Açu, Itajaí do Sul e Itajaí do Oeste, está orçado em R$ 32 milhões. O valor equivale a um quinto do orçamento anual de Rio do Sul, estimado em R$ 163 milhões. Wormsbecher aposta na possibilidade de tentar viabilizar as obras por meio de parcerias com órgãos estaduais, com a Companhia Integrada de Desenvolvimento Agrícola de Santa Catarina (Cidasc).
 
Rotary monta barracas
Domingo, o Rotary Club Internacional disponibilizou barracas, estilo Shelter Box, para os desabrigados. A estrutura é resistente ao vento e ao calor. As primeiras unidades foram destinadas a 25 famílias do alojamento do Bairro Barragem.
Zilda Stupin recebeu uma delas. A barraca, que comporta até 10 pessoas, é ocupada por ela, o marido e o filho. Ela morava numa casa em local de risco, e não tem outro local para ir.
– Minha esperança é que a prefeitura me ajude com a compra de materiais para eu reconstruir o que foi perdido. Não quero ficar aqui por muito tempo – planeja.
O Fundo de Garantia por Tempo de Serviço (FGTS) aos atingidos pela enchente não foi liberado. Segundo o gerente da Caixa Econômica Federal de Rio do Sul, Olmir Schoeler, a liberação depende da publicação da portaria pelo Ministério da Integração Nacional ou do decreto da presidente, que pode liberar o saque.
– Ainda não temos nenhum posicionamento quanto à esta liberação – diz Schoeler.
____________________________________________________________________________ Veículo: Diário Catarinense
Editoria: Diário do Leitor
Assunto: Blitz na Daniela
 
Blitz na Daniela
Na última quinta feira, fui até a Praia da Daniela, em Florianópolis, e fiquei surpreso ao passar por uma blitz policial na entrada do balneário. Parabenizo o empenho da Polícia Militar, embora não tenha sido abordado, mas de forma que venha a coibir a ação dos bandidos que agem na região. Porém, foi uma pena que, ao retornar ao Centro, estava tudo vazio novamente, com o posto policial fechado e um cidadão dando voltas nele procurando por ajuda.
Marcos G. Rocha
Florianópolis
 
Blitz na Daniela
Um policial presente e atuante no posto policial da Praia da Daniela, em Florianópolis, fez a diferença, pois acabaram os assaltos. Agradecemos, também, a toda a corporação que dá apoio ao mesmo. Esperamos que tal exemplo se multiplique em tantas outras comunidades carentes de segurança.
Eduardo Valle
Por e-mail
____________________________________________________________________________ Veículo: Diário Catarinense
Editoria: Cacau Menezes
Assunto: Falta de segurança
 
Falta de segurança
Não faz muito tempo, Cacau apresentou números que não foram desmentidos: a Capital tem 400 policiais para proporcionar segurança para 400 mil contribuintes, enquanto algumas repartições contam com muitos policiais para proteger autoridades e o patrimônio público. É evidente que isso não está correto. A cidade é hoje reduto de uma bandidagem criada por aqui e vinda dos mais variados pontos do planeta. Abordar quem deve ser abordado; prender quem tem de ser preso; circular de maneira ostensiva pelas ruas em regime integral, com efetivo que precisa ser adaptado ao tamanho da criminalidade. Iluminar melhor as vias públicas também é providência indispensável e solicitada pelos munícipes. A população tem que se sentir segura.
____________________________________________________________________________ Veículo: Diário Catarinense
Editoria: Política
Assunto: Registro do PSD
.
Dia “D” para PSD ganhar o registro
Enquanto o DEM se reestrutura, o PSD aguarda o julgamento do registro nacional para ter condições de concorrer às eleições do ano que vem. Se o partido do prefeito de São Paulo, Gilberto Kassab, conseguir convencer o Tribunal Superior Eleitoral (TSE) a registrá-lo, enfrentará dificuldades típicas de siglas nanicas.
Recém criado, terá pouquíssimo tempo assegurado na propaganda eleitoral obrigatória.
O TSE retoma hoje o julgamento para decidir se o partido terá ou não registro. Até agora a relatora, Nancy Andrighi, votou a favor da legenda e o ministro Teori Zavascki concluiu que o processo deveria ser convertido em diligência.
Se for criado, o PSD deverá ter cerca de 50 deputados federais, mas pode ficar com um espaço restrito no horário eleitoral obrigatório de rádio e TV porque a divisão do tempo é feita com base na eleição. Antevendo o risco, a legenda já discute internamente a possibilidade de ir à Justiça para garantir mais tempo na propaganda e recursos do fundo partidário.
– Nossa prioridade agora é obter o registro, mas é lógico que o partido tem o direito de buscar estas questões. Acho que deveremos analisar todas essas hipóteses no futuro – afirmou o deputado federal licenciado e secretário de Desenvolvimento Econômico de Santa Catarina, Paulo Bornhausen.
Independentemente da eventual iniciativa do PSD, o TSE deverá se posicionar em breve sobre o assunto. Os ministros terão de decidir uma consulta feita em 2008 pelo deputado federal Miro Teixeira (PDT-RJ). Na consulta, o parlamentar indaga se um partido criado com participação de deputados federais tem os mesmos direitos de uma nova legenda resultante da fusão de siglas.
A expectativa é de que o TSE conclua que são casos distintos. Se esse for realmente o entendimento do tribunal, o PSD terá direito a pouquíssimo tempo, semelhante ao garantido em 2008 aos partidos PCB, PRTB e PCO, que tiveram 54 segundos de propaganda no rádio e na televisão.
Em 2009 o Ministério Público Eleitoral encaminhou um parecer ao Tribunal Superiror Eleitoral. De acordo com a Procuradoria, o tribunal deve concluir que um partido criado não tem os mesmos direitos de uma legenda resultante de fusão.
____________________________________________________________________________ Veículo: Diário Catarinense
Editoria: Informe Político
Assunto: Julgamento de prefeito itinerante contra Dário
 
Ainda não
O julgamento de prefeito itinerante contra Dário Berger (PMDB), de Florianópolis, só deve sair depois de amanhã. A presença do PSD na pauta empurrou a decisão para mais tarde.
O advogado Alessandro Abreu, do PP, que patrocina a causa contra Dário, estará em Brasília, hoje, para acompanhar os desdobramentos. Sabe-se que a ministra Cármen Lúcia, relatora da ação, costuma colocar as matérias que foram analisadas por ela só às 15h30min do dia julgamento.
____________________________________________________________________________ Veículo: Diário Catarinense
Editoria: Polícia
Assunto: Denúncias à polícia também no Facebook
 
 
Denúncias à polícia também no Facebook
Um novo sistema será lançado em breve pela Polícia Civil e promete facilitar a divulgação de desaparecidos e procurados no Estado. Segundo a Diretoria de Inteligência da Polícia Civil, a ferramenta na internet permite que a população participe do processo. O sistema também tem uma página na rede social Facebook. Para participar, é preciso fazer a busca por Disque Denúncia SC. Os anúncios migrarão automaticamente para o Facebook.
____________________________________________________________________________ Veículo: Diário Catarinense
Editoria: Polícia
Assunto: Golpe no Dpvat
 
Oito acusados por fraude
Oito pessoas suspeitas de fraudar documentos para resgatar dinheiro do Seguro Obrigatório em acidentes (Dpvat) foram indiciadas no Sul de SC.
Três dos acusados, entre eles um médico do Instituto Médico Legal (IML), já haviam sido presos temporariamente no início do mês de agosto. A força-tarefa do composta pelo Grupo de Atuação Especial de Combate às Organizações Criminosas (Gaeco) Ministério Público, Polícia Civil e Polícia Militar apurou que os acusados procuravam pessoas que realmente haviam sofrido acidentes de trânsito. Os membros da quadrilha.
 
Integrantes da quadrilha convenciam as vítimas
Segundo o Gaeco, integrantes da quadrilha convenciam os acidentados a participar da fraude, que lhes renderia mais dinheiro do que teriam direito. Em alguns casos as vítimas recebiam até R$ 13,5 mil da seguradora que pagava o seguro Dpvat. Por causa disso, pessoas que sofreram acidentes e participaram do esquema também estão sendo investigadas.
O inquérito de mais de 4 mil páginas divididas em 19 volumes aponta 37 fraudes através da inserção de laudos radiológicos falsificados que viabilizavam os valores indevidos. O dinheiro era depositado na conta das vítimas e depois repassado às quadrilhas.
____________________________________________________________________________ Veículo: Diário Catarinense
Editoria: Polícia
Assunto: Confusão com PM em festa
 
Confusão com PM em festa
Uma família de Jaraguá do Sul vai denunciar a Polícia Militar na promotoria criminal do Ministério Público por abuso de autoridade e agressões com balas de borracha e choque elétricos em seis pessoas. A ação foi na madrugada de domingo, durante uma festa de aniversário. A polícia diz que a ação foi correta.
O caso ocorreu logo depois da meia-noite de sábado. Segundo os moradores, durante o dia tarde foi feita uma festa para comemorar o aniversário de uma jovem de 13 anos, que mora no local. A festa teria seguido durante a noite para a celebração dos 40 anos de outra moradora. No local havia cerca de 20 pessoas. A maioria estava no lado de fora da casa ouvindo música.
Por volta da meia-noite, duas viaturas, com quatro policiais, teriam pedido para que o volume o aparelho de som fosse baixado devido à reclamação da vizinhança.
Minutos depois, os participantes da festa disseram que chegaram mais viaturas. Segundo eles, eram cinco carros com mais de 10 policiais.
– Eles chegaram e começaram a nos agredir. Queriam nos algemar e usaram balas de borracha e choques elétricos – contou outro morador.
A Polícia Militar avalia a operação policial nessa ocorrência como correta. A ação é interpretada pela corporação como legítima defesa.
De acordo com o capitação da PM, Aires Volnei Pilonetto, os policiais agiram para se defender e tiveram de usar a força para conter os moradores que estavam revoltados e foram agressivos.
– Eles (moradores) se revoltaram contra os policiais e tentaram tomar uma pistola. Houve luta corporal e a guarnição teve de usar armas não-letais para acalmar os ânimos. Se houvesse a cooperação dos moradores no momento em que foi solicitado, isso certamente não teria ocorrido – justificou o capitão.
____________________________________________________________________________ Veículo: Diário Catarinense
Editoria: Polícia
Assunto: Crimes e ocorrências
 
Tiroteio e medo em point da Ilha
Um homem está no hospital após ser atingido por pelo menos três disparos. O outro envolvido na briga segue foragido
A badalada Lagoa da Conceição teve uma madrugada de tiros e preocupação no sábado. Em um posto de gasolina ,que costuma ser o destino de muitos que querem se divertir, um homem atirou contra o outro, que está em estado grave.
Um deles, segundo a polícia, tem 26 anos, é morador do Bairro Trindade e já tem passagens pela polícia por roubo. Ele chegou ao posto de carona em um Hyundai i-30 com duas moças. A parada foi para comprar comida na loja de conveniência.
Por volta das 4h30min, os dois homens começaram a discutir, não se sabe ainda o motivo. Um deles estava dentro do carro e o outro, durante a briga, tentou entrar no veículo, onde ainda estava uma das moças. Durante a briga, o que estava no carro, agora aparentemente no banco do motorista, atirou contra o outro. A cena foi de correria e deixou em choque quem estava no local.
Três tiros atingiram braço, perna e abdômen do homem de 44 anos. Antes de cair ferido, o atingido reagiu e conseguiu pegar a pistola calibre 765 e disparar contra o carro, que só tinha o rapaz de 26 anos. O autor dos primeiros disparos fugiu com o i-30. A possibilidade é que ele tenha sido atingido apenas de raspão.
O baleado está internado no Hospital Governador Celso Ramos. O quadro de saúde dele, ontem, era regular.
O caso continua sendo investigado pela 10ª Delegacia de Polícia da Capital. Segundo o delegado Anselmo Cruz, o carro foi encontrado já no sábado, em uma rua do Bairro Trindade, e está sendo submetido à perícia. O primeiro atirador ainda não foi localizado. Caso ele não seja encontrado até hoje, a polícia pode pedir um mandado de prisão.
As moças que chegaram no posto com o mesmo rapaz não tinham envolvimento com ele e mal o conheciam pelo apelido. Mesmo assim, elas teriam sofrido hostilidades e quase foram agredidas pelas testemunhas do episódio, que as culparam pelo homem baleado no chão.
 
Para polícia, é um caso isolado
Para o delegado da 10ª DP, Anselmo Cruz, os tiros ocorreram por uma briga “de fim de noite”, por motivo fútil, e não por uma ação criminal recorrente.
– Se considerarmos que é um local movimentado de terça a domingo, nos bares e restaurantes, há poucos crimes. O último homicídio foi em 2008, por tráfico de drogas.
Na visão do delegado, as ações da polícia na região tem baixado a quantidade de roubos e assaltos. Por isso, a população não deve se assustar e julgar a segurança só pelo episódio de sábado.
Mas as palavras do delegado não conseguiram acalmar as mãos trêmulas de uma das mulheres que estavam no carro. Ontem, ao conversar com a reportagem, ela e disse que ainda está muito assustada
 
Pai confessa o estupro da filha
Um homem de 37 anos foi preso preventivamente por estupro, depois de engravidar a filha de 15 anos em Calmon, no Meio-Oeste catarinense. Ele confessou o crime.
Ele foi detido na manhã de sábado. Conforme a polícia, os professores da adolescente acionaram o Conselho Tutelar, após perceberem mudanças no comportamento da vítima.
Na semana passada, um exame confirmou a gravidez. A garota acabou contando às conselheiras que sofria abusos do pai desde o ano passado. Ela e outros três irmãos foram encaminhados para um abrigo na cidade de Caçador, também no Meio-Oeste. Conforme a delegada Patrícia Cristina Fronza, da Delegacia de Proteção a Criança Adolescente, Mulher e Idoso, a família morava em um local isolado, no interior do município. A mãe da vítima é falecida.
Ainda não se sabe se os outros filhos do suspeito, todos mais novos que a adolescente, também sofriam abusos. O suspeito foi encaminhado ao Presídio Regional de Caçador.
 
Homem é morto com três tiros
O corpo de um homem de 58 anos foi encontrado em um matagal em Pinheiro Preto, no Meio-Oeste. João Rodolfo Fragoso havia sido visto pela última vez por volta das 18h de quinta-feira, quando saiu do trabalho.
Ele foi executado com três tiros de revólver calibre 32. A polícia descarta latrocínio (roubo seguido de morte) porque dinheiro e outros objetos não foram roubados. Apenas o celular da vítima teria sumido.
O delegado Gustavo da Silveira não revelou detalhes da investigação, que já teria suspeitos. Uma das hipóteses é de que o crime tenha sido passional. A família da vítima registrou o desaparecimento na manhã de sexta-feira. Ele era gerente mecânico em uma empresa que fica em Tangará, também no Meio-Oeste. Conforme o delegado, a vítima tinha costume de ir à cidade de Pinheiro Preto para nadar e jogar bocha. A polícia já colheu 10 depoimentos na tentativa de desvendar o crime.
 
Dois ficam feridos na frente da escola
Dois adolescentes de 14 e 16 anos foram baleados no fim da noite de domingo em Criciúma. As vítimas estavam em frente a uma escola, quando dois homens chegaram numa moto e efetuaram os disparos. O jovem de 16 foi ferido na cabeça e morreu no hospital. Dois tiros acertaram a região da nuca do adolescente de 14 anos. Até ontem à noite ele estava internado em estado grave. A polícia acredita que o caso seja um acerto de contas.
 
Foragido de SC é localizado no Paraná
Após cinco meses de investigação, a Polícia Civil de Canoinhas, no Norte de SC, conseguiu prender um dos suspeitos de assaltar uma distribuidora de combustíveis. O homem foi encontrado em Curitiba e encaminhado à Unidade Prisional Avançada (Upa) de Canoinhas. Dois bandidos assaltaram a empresa em abril e levaram, além de dinheiro, dois celulares. Um dos assaltantes foi identificado. Na sexta-feira, a Justiça autorizou a prisão do suspeito.
 
Homem é baleado em briga de bar
Um homem de 40 anos foi baleado em Joinville após uma briga de bar. Foram disparados quatro tiros que acertaram a vítima na região do peito, coluna e na altura do pescoço. Até ontem, ele ainda estava internado no Hospital Municipal São José e seu estado de saúde era delicado. A briga ocorreu por volta de 21h30min, no loteamento Jardim Edilene. A vítima discutiu com outros três homens, que falaram que retornariam com uma arma. Nenhum suspeito foi preso.
____________________________________________________________________________ Veículo: Notícias do Dia
Editoria: Hélio Costa
Assunto: Secretário da Segurança Pública reúne gestores e faz um raio-x da pasta
 
 
Secretário da Segurança Pública reúne gestores e faz um raio-x da pasta
Foi uma choradeira geral, uma lavação de roupas sujas, onde ele pode conhecer problemas que herdou de um político que ficou no cargo 8 anos
Grubba faz raio-x da SSP
O secretário da Segurança Pública César Grubba reuniu toda a diretoria da SSP no auditório do Tribunal de Conta do Estado e após ouvir as lamúrias, dificuldades e reclamações traçou um raio-x da pasta que recebeu como herança de um político que ficou no cargo há quase oito anos. Em determinados setores houve até reclamações sobre a falta de manutenção em computadores. Dizem que foi uma choradeira geral, uma verdadeira lavação de roupas sujas. Se Grubba não tinha noção detalhada da Segurança Pública no Estado passou a conhecer as dificuldades apresentadas. Quem mais reclamou foi o DETRAN. Desde a falta de diária até a de efetivo. Corretíssima a postura do secretário em ouvir todos os diretores. Resta agora esperar que atitude Grubba vai adotar   às vésperas do planejamento da Operação Verão. A Santur estima que a temporada seja uma das mais movimentas dos últimos tempos. Por isso a segurança terá que ser consolidada.
 
 
BLOGS
 
Paulo Alceu
 
Guerra judicial
A Procuradoria da Assembleia tentará cassar as liminares concedidas pelo Tribunal de Justiça a 14 aposentados por invalidez, que vão continuar recebendo sem precisar trabalhar, mesmo que o Iprev depois de avaliação da perícia médica constatou que estão aptos a atividade laborativa. Mas porque esse privilégio abominável agora garantido pelo Judiciário? Não se trata de privilégio. Ocorre que legalmente eles têm esse direito já que não foi concluído o inquérito administrativo que dá condições a plena defesa. Trata-se de uma garantia para qualquer cidadão. O erro começou pelo Iprev quando anunciou publicamente parte da perícia médica e listou 16 servidores sem problemas de invalidez. A Presidência da Assembleia ao tomar conhecimento não tinha outro caminho a não ser convocá-los ao trabalho e cortar os benefícios. Só que existe uma legislação que foi utilizada pelo advogado que representa parte dos ex-inválidos e o TJ interpretou a lei. O que deveria ser feito para evitar falsas expectativas? O Iprev ao constatar as irregularidades deveria comunicar à Presidência da AL e imediatamente abrir o inquérito administrativo, com duração de 60 dias. Não convocar primeiro a imprensa. Só depois de concluído o inquérito, que permite defesa, anunciar o resultado não dando direito a manobras judiciais e frustrações de quem leva anos e anos sendo agredido no contracheque com descontos e para depois receber uma aposentadoria irrisória.
 
 
Importante
O que ficou claro nesse episódio das aposentadorias por invalidez é de que a determinação legal não era cumprida. Ou seja, de dois em dois anos deve ser realizado um exame para constatar a condição do beneficiado. Isso porque várias doenças por invalidez podem ser revertidas. Não são doenças definitivas que geram aposentadorias por invalidez. A esperança é de que agora , além da rigidez na concessão da aposentadoria, haja também um acompanhamento em defesa do dinheiro público.
 
 
#Os delegados da Polícia Civil reclamam que há 13 anos não recebem aumento salarial. O governo respondeu que está semana inicia um estudo visando reposição por parte das Secretarias da Fazenda e Administração. Aumento pelo visto só em 2012.
 
 
Moacir Pereira
 
PMDB de São José rejeita filiação de Djalma Berger
Reunida ontem com os vereadores a Executiva Municipal do PMDB de São José decidiu, por unanimidade, rejeitar outra vez a tentativa de filiação do prefeito Djalma Berger no partido. Deve lançar nota oficial posicionando-se contra a manobra que está sendo conduzida pelo Diretório Regional.
Segundo revelações feitas durante o encontro, o presidente estadual Eduardo Pinho Moreira esteve reunido com o ex-governador Paulo Afonso Vieira, com os irmãos Dario e Djalma Berger, com o ex-secretário regional Valter Galina e o deputado Renato Hinnig.
A cúpula mandou um recado, através de Galina, ao Diretório do PMDB de São José: ou aceita a filiação de Djalma Berger ou haverá intervenção estadual.
Os dirigentes josefenses examinaram a situação e manifestaram-se dispostos até a enfrentar processo na Justiça.
Djalma Berger é filiado ao PSD e presidia o partido no Estado. Com a nomeação de Geraldo Althoff, perdeu o comando e espaço politico entre os socialistas.
É candidato à reeleição em 2012. Tinha projeto de se inscrever no PR, mas os escandalos nacionais e a prisão do ex-presidente Nelson Goetten de Lima implodiram esta alternativa. Há informações de que Djalma e Dário Berger negociam com o presidente Manoel Dias ingresso no PDT.
 
Segurança pública tem debate na Assembleia
A Segurança Pública na Região da Grande Florianópolis é tema de audiência pública na Assembléia Legislativa nesta terça-feira, a partir das 18h. A reunião foi proposta pela deputada Angela Albino, no âmbito da Comissão de Legislação Participativa, e acontece no Plenarinho. O objetivo do encontro é debater a violência, formas de prevenção e repressão, assim como o sistema de atendimento às vítimas e também aos jovens autores de atos infracionais.
De acordo com a deputada, o debate é necessário por conta da elevação dos índices de violência nos últimos anos, da insuficiência de efetivo das Polícias Militar, Civil e Guarda Municipal para atender as crescentes demandas na região metropolitana e a “necessidade de construção de propostas voltadas ao enfrentamento dos problemas referentes à Segurança Pública”.
 
 
MÍDIAS DO BRASIL
 
 
Veículo: Último Segundo
Editoria: Brasil
Assunto: Justiça decreta prisão de ex-comandante por morte de juíza
 
 
Justiça decreta prisão de ex-comandante por morte de juíza
Oficial é acusado de ser o mandante do assassinato da juíza Patrícia Acioli
A Justiça decretou na noite desta segunda-feira, a prisão do tenente-coronel Cláudio Luiz de Oliveira, ex-comandante do 7° Batalhão da PM de São Gonçalo. O policial é apontado como o mandante do assassinato da juíza Patrícia Acioli, no dia 11 de agosto em Niterói, Rio de Janeiro.
Além do ex-tenente, outros cinco policiais que trabalhavam com Cláudio Luiz também tiveram prisão decretada pela 3ª vara criminal de Niterói. Os oficiais são acusados de forjar um auto de resistência durante uma operação que acabou na morte de Diego Belini de 18 anos.
 
Caso
A juíza Patrícia Acioli, da 4ª Vara Criminal de São Gonçalo (RJ), foi morta com vários tiros no final da noite de quinta-feira (11) em Piratininga, no município de Niterói, Região Metropolitana do Rio de Janeiro. O crime aconteceu quando ela se aproximava da entrada do condomínio onde morava, no bairro Timbau.
No momento em que foi assassinada, a juíza, de 47 anos, estava sem seguranças. Patrícia dirigia seu Fiat Idea quando foi surpreendida por homens utilizando toucas ninja que estavam em duas motos e dois carros. Foram feitos pelo menos 15 disparos de pistolas calibres 40 e 45 contra a vítima, que morreu no local.