Área do associado

Área do associado

Clipping do dia 10 de maio

10.5.2011
CLIPPING
10    Maio 2011
 
MÍDIAS DE SANTA CATARINA
 
Veículo: Diário Catarinense
Editoria: Visor
Assuntos: Premiação Operação Veraneio
                   Atentados e presos mortos
 
PREMIAÇÃO
Servidores do sistema de Segurança Pública que se destacaram durante a Operação Veraneio serão premiados hoje. São 25 profissionais –14 policiais militares, cinco civis e seis bombeiros militares que vão ganhar como recompensa dois pernoites em apartamento duplo na rede hoteleira do Estado. E com direto a café da manhã. Porque eles merecem
 
TÁ DOMINADO
Onze presos mortos só complexo prisional de São Pedro de Alcântara no ano. Nove atentados contra postos e delegacias. Mas o Estado garante que está tudo sob controle. Ufa, que alívio!
____________________________________________________________________________
Veículo: Diário Catarinense
Editoria: Geral
Assunto: Metrô de superfície volta a ser discutido
 
Metrô de superfície volta a ser discutido na Capital
Governo assina contrato com a empresa Prosul para iniciar estudo sobre o transporte de massa
Uma ideia badalada quando Florianópolis era candidata a ser cidade-sede da Copa do Mundo de 2014 voltou à tona: o metrô de superfície. Ontem, o governo do Estado assinou um contrato com a Prosul, empresa que por R$ 6,44 milhões fará o estudo de viabilidade do projeto. Quanto vai custar a obra? Quais serão as linhas? Qual a capacidade de passageiros por dia? Tudo isso será respondido na análise, cujo prazo de conclusão é de um ano.
A ideia inicial é ligar as quatro principais cidades da Grande Florianópolis com um transporte de massa: Palhoça, São José, Biguaçu e Capital. A tecnologia a ser usada, assim como a travessia pelo mar estão entre os pontos mais importantes a serem analisados. São três as alternativas viáveis para o tipo de transporte: Veículo Leve Sobre Trilhos (VLT), o Veículo Leve Sobre Pneus (VLP) e o Bus Rapid Transit (BST).
Sem a quarta ligação entre Ilha e Continente definida, ainda é uma incógnita se o metrô passará por cima da Ponte Hercílio Luz, por um túnel submerso, por uma quarta ponte que ligaria Beira-Mar Norte e Continental ou por outra ponte que seria construída entre as duas já existentes: Colombo Salles e Pedro Ivo Campos. Ou seja, há ainda muito a ser estudado além, é claro, da eficiência, demanda e preço.
Rodrigo Brillinger, da Prosul, mostrou exemplos de Bilbao e Barcelona, na Espanha, além de outros países da Europa. Lá, os motoristas podem dirigir até os terminais, onde há bolsões de estacionamento, antes de pegar o metrô. Se preferir a bicicleta, há ciclovias. O pedestre também tem boas calçadas para andar.
– O sistema é inteligente. Se vai chegar em um minuto, chega em um minuto. E quem pagar uma passagem pode passar o dia no sistema – explicou Brillinger.
O projeto do metrô de superfície é de responsabilidade da Secretaria de Desenvolvimento Regional da Grande Florianópolis (SDR).
 
Marginais da BR-101 e contorno do anel viário
Enquanto a SDR debate metrô, o governo ainda não sabe como será a 4ª ligação Ilha-Continente. Ontem, o governador Raimundo Colombo recebeu Cassio Taniguchi, secretário do Planejamento do Paraná e especialista em urbanismo. Ele participa de um grupo que está estudando a 4ª ligação. O secretário Renato Hinnig disse que a SDR está envolvida em outros dois projetos para melhorar a mobilidade na região. Um é o contorno do anel viário da BR-101, que desafogaria o trânsito na Grande Florianópolis. O outro também tem relação com a mesma rodovia.
– Em 30 dias, a Agência Nacional de Transportes Terrestres (Antt) vai apresentar o projeto de ampliação das marginais da BR-101, entre Palhoça e Biguaçu. Assim, vai ficar mais fácil trafegar para quem mora na região – diz.
____________________________________________________________________________
Veículo: Diário Catarinense
Editoria: Geral
Assunto: Servidores públicos protestam em Joinville
 
Um protesto de parar o trânsito
Em busca de melhor reajuste salarial, 4,5 mil pessoas participaram da ação que passou pelas principais ruas da cidade ontem
A prometida greve dos servidores públicos de Joinville teve início ontem, com uma manifestação que parou o trânsito no Centro da cidade e teve os efeitos sentidos em muitos bairros.
A rotina de muitos cidadãos que dependem dos serviços públicos, como a saúde, foi alterada, no primeiro dia de paralisação, pela forte adesão ao movimento, que surpreendeu até as lideranças do sindicato.
Pela manhã, a Polícia Militar calculou que cerca 4,5 mil funcionários participaram de um ato público, em frente à prefeitura. Segundo o sindicato, pelo menos 4 mil pessoas participaram, o que representa uma adesão de 50% da categoria à greve, o maior índice já registrado entre as três paralisações já realizadas nos últimos 20 anos. Os outros 500 manifestantes seriam simpatizantes, de diversas organizações sociais, movimentos estudantis e sindicais.
A mobilização teve início por volta das 9h, com a realização de um minuto de silêncio, pelos servidores, em sinal de protesto contra a liminar judicial, solicitada pela prefeitura, para tentar proibir a adesão dos servidores da saúde ao movimento.
– A liminar foi uma tentativa desesperada da prefeitura para tentar nos calar – disse o presidente do Sindicato dos Servidores Públicos de Joinville (Sinsej), Ulrich Beathalter.
Segundo ele, o sindicato só foi informado oficialmente sobre a liminar, que determina uma multa de R$ 50 mil por dia, caso o sindicato desrespeite a decisão, ontem.
Ainda durante a manhã, uma comissão de representantes do sindicato foi recebida por membros da prefeitura. O clima da reunião foi de tensão, mas a prefeitura sinalizou que há uma possibilidade de reabrir as negociações com a categoria para por fim à greve.
O chefe de gabinete da prefeitura, Eduardo Dalbosco, reiterou a proposta de 8% de aumento a partir de janeiro. Ele reafirmou que o governo municipal não tem condições financeiras para atender à reivindicação do sindicato, de repor a inflação do período (6,5%) e conceder um aumento real de 5%. Mas afirmou está aberto à negociação, e aguarda uma contraproposta formal.
A paralisação teve efeitos em alguns postos de saúde e também na educação. Apesar de não haver dispensas, em algumas escolas, como a Karin Barkemeyer, onde 32 dos 48 funcionários da escola participaram da greve (66,7%), as atividades foram modificadas. Em outra escola, no Parque Guarani, a direção informou que parte dos alunos assistiria a um filme.
____________________________________________________________________________
Veículo: Diário Catarinense
Editoria: Cacau Menezes
Assunto: 11º assassinato na Penitenciária de São Pedro de Alcântara
 
É sério
Na manhã de ontem, segunda-feira, foi registrado o 11º assassinato na Penitenciária de São Pedro de Alcântara, a maior do Estado, com 1,2 mil homens encarcerados. Já é a mais grave matança registrada na história do sistema prisional catarinense. As autoridades informam que, mais uma vez, a morte foi resultado de uma briga isolada entre detentos. No entanto, uma fonte que atua no sistema prisional garante que, na verdade, o que vem acontecendo são execuções seletivas ordenadas pela facção criminosa que desafia a polícia desde o início do ano. E mais: segundo a fonte, a ameaça desse grupo é matar um detento por dia até que sejam atendidas suas reivindicações de regalias dentro do sistema.
Há quem defina a situação como fora de controle.
____________________________________________________________________________
Veículo: Diário Catarinense
Editoria: Política
Assunto: PSD quer outros partidos
 
PSD quer morder outros partidos
Sigla criada pelo prefeito de São Paulo, Gilberto Kassab, assedia políticos com mandato no Estado e tira o sono de lideranças
O avanço do PSD acendeu a luz amarela nos outros partidos. Embora o governador Raimundo Colombo tenha anunciado que não faria nenhum movimento de cooptação em outras siglas, já existem críticas sobre o apetite de ex-demistas sobre lideranças de outros partidos.
 
Quando tomou a decisão de sair do DEM e migrar para o PSD, uma das primeiras conversas de Colombo foi com o vice Eduardo Pinho Moreira (PMDB). O governador comunicou a escolha e ouviu dos peemedebistas apenas uma recomendação: não avançar sobre lideranças do PMDB. Até agora, não houve nenhuma grande “baixa” na legenda, mas as especulações de mudança já envolvem a bancada estadual da sigla.
O mesmo não pode ser dito do PSDB. O partido já perdeu o deputado estadual Maurício Eskudlark e a vereadora de Criciúma Tati Teixeira. Mas um dano maior foi evitado no final de semana, quando os tucanos reverteram a saída do deputado federal Jorginho Mello. Se perder um deputado federal já significa um estrago grande, a mudança de Jorginho poderia representar também a saída de um secretário de Estado, Filipe Mello (filho do parlamentar), 18 prefeitos e 64 vereadores.
O avanço do PSD sobre o partido fez com que, na sexta-feira, a cúpula do PSDB fosse conversar com Colombo. Os tucanos ouviram do governador que ele não fez contato ou tentativa de cooptação. As lideranças elogiaram a postura de Colombo, mas não pouparam outros ex-demistas. As críticas envolvem o presidente da Assembleia, Gelson Merisio; e os secretários Paulo Bornhausen (Desenvolvimento Econômico) e João Rodrigues (Agricultura).
– No caso da Tati, não foi cooptação, foi uma questão local e pontual. Com relação ao Eskudlark, preferimos acreditar que foi uma decisão de foro íntimo. Se houver alguma saída alicerçada em cima de ganhos com cargos, o PSDB irá reagir. Ainda não definimos como, porque a leitura é que não está havendo isso, mas o partido não aceitará calado – afirma o primeiro vice-presidente, Beto Martins.
Outro que acompanha atentamente os movimentos do PSD é o PP. O partido já perdeu um deputado estadual, Kennedy Nunes, e também pode ver o deputado Reno Caramori e o prefeito de Herval D’Oeste, Nelson Guindani, mudarem de lado. O presidente da sigla, Joares Ponticelli, diz que não vê o PSD como uma ameaça, mas o assunto foi tema de uma reunião ontem à noite entre as bancadas estadual e federal. A ideia era fazer uma análise de cenário e da situação em cada região do estado.
– No caso do DEM, em crise nacional, se compreende a necessidade de mudança, mas no nosso caso não faz sentido. O PP voltou a crescer nacionalmente, aumentou a bancada federal, tem um bom espaço no governo federal e está bem na base de apoio do governo estadual. Temos um partido seguro e consolidado, com fundo partidário e tempo de televisão – destaca Ponticelli.
O PPS também pode sofrer baixas. Há especulações de que o ex-deputado Fernando Coruja, uma das principais lideranças do partido, iniciaria o movimento de migração, podendo entrar no PSD ou no PSB. Outro que estaria com um pé no PSD é o ex-deputado estadual Dagomar Carneiro. As especulações envolvem, também, a deputada federal Carmem Zanotto.
____________________________________________________________________________
Veículo: Diário Catarinense
Editoria: Política
Assunto: Lei polêmica sobre aposentadoria volta a ser votada
 
Lei polêmica vai ser votada na CCJ
O projeto que prevê a revogação da polêmica lei que permite a servidores públicos que exerceram mandato de deputado estadual a se aposentar com salário parlamentar pode ser votado hoje na Comissão de Constituição e Justiça (CCJ). A expectativa é pelo teor do voto do relator, deputado José Nei Ascari. A reunião da CCJ está marcada para as 10h.
Inicialmente, Ascari se posicionou pela aprovação da proposta, mas sem efeito retroativo, preservando, assim, o direito de quem já pediu o benefício. No entanto, o líder da bancada do PT, Dirceu Dresch, autor da proposta, não concordou com o encaminhamento e apresentou parecer apontando a constitucionalidade do efeito retroativo da lei. O relatório do petista baseia-se em jurisprudência do Supremo Tribunal Federal (STF) sobre processos de casos semelhantes.
Diante da polêmica, o relator pediu que caso fosse analisado pela Procuradoria da Assembleia Legislativa. Ascari diz que tomou a decisão porque havia dúvidas sobre a possibilidade de retroagir a lei e tirar o benefício de quem já fez o pedido – no caso os ex-deputados Odete de Jesus, Jair Silveira e Simone Schramm.
Além do projeto que pede a revogação da lei, o Ministério Público Estadual entrou com uma ação direta de inconstitucionalidade (Adin) contra a iniciativa. E o Ministério Público do Tribunal de Contas apresentou, há cerca de dez dias, a uma representação contra a lei, aprovada em 2009 na Assembleia.
____________________________________________________________________________
Veículo: Diário Catarinense
Editoria: Informe Político
Assunto: Sistema de monitoramento de fronteiras
 
FRONTEIRA CONTRA O CRIME
Investidores norte-americanos da American Science Engineering Inc (AS&E) apresentaram um sistema de monitoramento de fronteiras na sede da Secretaria de Articulação Nacional, em Brasília. E receberam a informação do representante da Secretaria Nacional de Segurança Pública, Evandro Brum, de que a meta do governo brasileiro no combate ao tráfico de drogas, armas, pessoas e contrabando é investir R$ 1,9 bilhão. Os Estados Unidos contribuiriam com quatro vans, equipadas com scanners para detectar o transporte ilegal de drogas ou de mercadorias em veículos em movimento. O secretário Acélio Casagrande, anfitrião dos empresários, entregou livros em inglês sobre Santa Catarina. Da esquerda para a direita, Robert Posttle, deputado Rogério Peninha Mendonça (PMDB), Brum, Acélio e Tim MacCabe.
____________________________________________________________________________
Veículo: Diário Catarinense
Editoria: Polícia
Assunto: Crimes em penitenciárias
 
11 mortes só neste ano
Sem fugas desde sua criação, cadeia São Pedro de Alcântara tem problemas internos de segurança
A prisão da morte. Basta ter inimigo, descumprir ordem ou se arriscar a desconfiar de alguém para que o preço seja pago com a vida. Local: penitenciária de São Pedro de Alcântara, na Grande Florianópolis. É lá que 11 detentos morreram desde o começo do ano, numa situação que decreta a falência do Estado em agir para evitar que isso se repita.
 
PMs e agentes que trabalham no complexo ouvidos pelo DC suspeitam que as mortes são a mando da facção criminosa que envia ordens de dentro das cadeias.
A reportagem apurou que as execuções podem ter caráter de ameaça do grupo para que reivindicações dos detentos sejam atendidas. A facçãoestaria exigindo o retorno ao Estado de 21 homens transferidos para o regime disciplinar diferenciado (RDD) em presídios federais.
Às 8h de ontem, o preso Luis Fernando de Souza, 34 anos, foi morto com com golpes de “espeto” (arma caseira) no pavilhão B. Agentes prisionais disseram que houve uma briga entre ele e um grupo de três presos.
À tarde, três presos foram levados pelos agentes à 1ª Delegacia no Bairro Forquilinhas, em São José. Nenhum deles assumiu o crime. Um inquérito vai apurar a morte.
 
Secretária afirma que câmeras têm pontos cegos
A penitenciária é considerada de segurança máxima. Após a 11ª morte, a secretária da Justiça e Cidadania, Ada De Luca, esteve na prisão. Andou nos pavilhões, ouviu presos e os agentes. Ada saiu descontente com vários aspectos, entre eles o sistema de câmeras.
Para a secretária, o monitoramento eletrônico existente é deficiente, pois apresenta pontos cegos, ou seja, em que não é possível filmar os presos. Isso pode dificultar a identificação dos autores dos crimes em brigas no pátio, por exemplo. Ela informou que uma equipe especializada em filmagens fará uma inspeção na prisão e prometeu novos equipamentos.
– A instalação de novas câmeras é uma medida urgente que temos que tomar – declarou Ada.
A secretária avaliou também que é preciso maior rigor e até comprometimento dos funcionários na vigilância dos detentos para evitar as brigas ou para agir quando elas ocorrem. Para isso, anunciou maior controle dos próprios funcionários e abertura de sindicâncias, se forem constatadas suspeitas de falhas ou irregularidades.
Outra medida que a secretária cobrou é a divisão por grupo de presos no banho de sol. Isso ajudaria a evitar que rivais se encontrem. A secretária ainda não decidiu sobre eventual mudança da direção, cujo cargo é ocupado por Carlos Antônio Gonçalves Alves.
____________________________________________________________________________
Veículo: Diário Catarinense
Editoria: Polícia
Assunto: Câmera flagra agressão a adolescente
 
Câmera flagra agressão a adolescente
Uma câmera de segurança filmou o momento em que o jovem Rafael Santana, 18 anos, foi agredido em frente a uma boate em Jaraguá do Sul, no Norte de SC. Rafael chegou a ser socorrido e levado com vida para o Hospital São José, mas não resistiu.
Por volta das 2 horas da manhã do último sábado, segundo a Polícia Militar, seguranças da boate ligaram ao serviço 190 e informaram que havia uma briga. Ao chegar no local, os policiais encontraram Rafael, que já estava sendo atendido por bombeiros voluntários, com várias perfurações pelo corpo. Segundo a PM, os próprios seguranças da boate detiveram os suspeitos. São dois rapazes de 17 anos. Os menores adolescentes foram apreendidos e encaminhados à delegacia de polícia.
Segundo familiares do jovem morto, o provável motivo da desavença foi o fato de a vítima estar no local com a ex-namorada de um dos agressores.
____________________________________________________________________________
Veículo: Diário Catarinense
Editoria: Polícia
Assunto: Detido suspeito de atirar na Delegacia em Itajaí
 
Detido suspeito de atirar
Agentes da Central de Operações Policiais (COP) de Itajaí prenderam, na manhã de ontem um homem de 41 anos. Ele é suspeito de ter participado do atentado contra a 2ª Delegacia de Polícia, no dia 30 de abril.
A informação foi levantada durante as investigações. O suspeito estava foragido do Presídio de Chapecó. De acordo com o delegado Osnei Valdir de Oliveira, o preso nega a atuação no tiroteio:
– Vamos colher indícios antes de afirmarmos que ele realmente tenha participado – disse o delegado.
O foragido cumpria pena por assaltos, praticados na região do Vale do Itajaí e Litoral. Ele foi detido na casa de uma amiga no Bairro Gravatá, em Navegantes, onde estava hospedado. Com o suspeito foi encontrado um revólver calibre 38.
Desde abril, foram 11 ataques a postos da polícia e delegacias em SC. O último foi no domingo, em São José. A polícia ainda não descobriu quem atirou a bomba contra a parede do posto policial.
____________________________________________________________________________
Veículo: Diário Catarinense
Editoria: Polícia
Assunto: Ladrão passeia com o carro que furtou
 
Ladrão dá voltas com o carro furtado
Um adolescente foi apreendido ao ser flagrado, no domingo, dirigindo um carro que roubou na noite anterior, na Capital.
O jovem de 17 anos foi flagrado pelos donos do veículo, que resolveram dar uma volta na cidade para ver se encontravam o carro abandonado. O adolescente foi encaminhado à 6ª Delegacia da Capital.
O roubo aconteceu na noite de sábado. O adolescente e mais um homem abordaram o casal quando estacionavam em casa. Eles aparentavam estar armados.
No dia seguinte, passando pela SC-401, o casal viu o bandido passeando com o carro em frente ao Bairro Monte Verde. Os dois filmaram o veículo e ligaram para a Polícia Militar Rodoviária (PMRv), que fez um bloqueio na praça do pedágio.
O adolescente conseguiu furar a barreira. O carro só parou em um congestionamento. O jovem responderá por receptação, já que não houve o flagrante do roubo.
____________________________________________________________________________
Veículo: Diário Catarinense
Editoria: Polícia
Assunto: Quatro presos em flagrante por roubo
 
Quatro presos em flagrante por roubo
Francis Alegrim de Souza, 19 anos, Josué Monteiro, 18, Moises Monteiro, 20, e Alósio Demetrio, 40, foram presos em flagrante por roubo na madrugada de ontem, em Guabirura. Eles são suspeitos de entrarem armados em uma lanchonete na noite de domingo. Todos foram levados para a Delegacia de Brusque. Nas três casas, foram encontrados produtos e dinheiro, que a polícia desconfia ser de outros roubos.
____________________________________________________________________________
Veículo: Notícias do Dia
Editoria: Hélio Costa
Assuntos: Secretária Ada De Luca garante que o governo vai reconstruir o São Lucas
                   Insegurança
                   Raimundo Colombo sobre os atentados às DPs
 
Secretária Ada De Luca garante que o governo vai reconstruir o São Lucas
Ela me deixou boa impressão, admitiu que o sistema prisional passa por um momento complicado e disse que o diretor do Deap só sai se quiser
São Lucas
A secretária da Justiça e Cidadania, Ada De Luca, garantiu que o governo do Estado vai fazer um novo São Lucas. Parte do atual prédio, interditado desde dezembro do ano passado, por causa de denúncias de maus-tratos, será demolido. A nova unidade será construída no mesmo terreno, onde por muitos anos funcionou o centro educacional para adolescentes infratores. Esta decisão já deveria ter sido adotada há muito tempo porque a polícia não tem mais local para deixar adolescentes envolvidos em crimes. O Plantão Interinstitucional de Atendimento está superlotado, e o “xadrezinho” da 6ª DP, de vez em quando, acomoda até seis garotos. A secretária me deixou uma boa impressão. Disse que veio para trabalhar e ressaltou que não foi à toa que fez 42 mil votos. Ela admitiu que o sistema prisional passa por um período complicado e disse que o diretor do Deap, Adércio José Velter, só sai do cargo se quiser.
 
Insegurança
O funcionário público Mariano foi na 1ª DP da Capital denunciar a insegurança no Centro. Ele ressaltou no boletim de ocorrência que seu filho de 14 anos e um coleguinha de 15 foram roubados quando saíam da aula, nas proximidades da Avenida Beira-Mar, por volta da 12h30. Um dos suspeitos, negro, usava camisa de time de futebol. O outro, loiro, que disse para os garotos estar armado, tinha os braços tatuados.
 
Frase:
“A polícia tem o controle da situação, é uma reação interna sob o exercício da autoridade da polícia e nós temos a situação sob controle. Estamos acompanhando a todo o instante a evolução deste quadro”, Raimundo Colombo, governador do Estado, sobre os atentados às DPs e às bases da PM.
____________________________________________________________________________
Veículo: Notícias do Dia
Editoria: São José
Assuntos: Serviço de Inteligência do BOPE descobre comércio de drogas
 
 
Serviço de Inteligência do BOPE descobre comércio de drogas em São José
Nesta segunda (9) foram encontrados 80 kg de maconha na casa de Willian Vagner Machado, de 20 anos
Foi preso na noite desta segunda-feira (9) Willian Vagner Machado, de 20 anos. Na casa do jovem foram apreendidos 80 kg de maconha, três balanças de precisão, um aparelho de CD para carro e dois capacetes. A droga foi encontrada na casa do rapaz, na rua Servidão Monteiro Lobato, no bairro Real Parque, em São José.
Segundo um dos soldados do BOPE (Batalhão de Operações Policiais Especiais), o serviço de inteligência já estava investigando o que poderia ser um futuro comércio de drogas e montaram um posto de investigação próximo a residência do suspeito para acompanhar o caso. Nesta segunda os investigadores entraram na casa de Machado e o encontraram separando a droga. No local estavam a mãe e a esposa do traficante. O BOPE o encaminhou até a 2ª DP da Polícia Militar, em Barreiros, São José onde o jovem irá prestar depoimento e ficar preso.
 
 
Aconteceu na ALESC
 
Saretta solicita câmeras de vigilância para Concórdia         
O deputado Neodi Saretta(PT) encaminhou indicação, ao Governo do Estado e ao Secretário de Segurança Pública, solicitando instalação de câmeras de vigilância para monitoramento nos três acessos do município.
As câmeras serão instaladas nos bairros da Cruz, São Cristóvão e Guilherme Reich, principais acessos da cidade. A exemplo de outras cidades, essa tecnologia tem se mostrando bastante eficaz no auxilio contra o crime.
As câmeras de segurança também foram solicitadas pela Câmara de Vereadores de Concórdia, através de indicação do vereador Evandro Pegoraro, aprovada por unanimidade. O pedido é de urgência tendo em vista a necessidade de garantir mais segurança aos moradores do município.
 
Paulo Alceu
 
Riso solto
Foi durante o aniversário dos 176 anos da Polícia Militar. O prefeito de Imbituba, Beto Martins, percebeu que os cadetes da PM, que estavam perfilados, tinha um chapéu especial com plumas da cor azul e amarelo, que são as cores do PSDB. Diante dos anúncios de desembarque do ninho tucano em direção ao PSD, Martins disse ao governador Raimundo Colombo e ao vice Eduardo Moreira que mesmo que saiam, o que não ocorreu, vários companheiros o partido ainda tem muita gente, referindo-se aos cadetes, devido as plumas.
 
Invasão
Os comentários de que o deputado Maurício Eskudlark deixou o PSDB porque o colega tucano Marcos Vieira invadiu a base eleitoral do suplente provocou uma reação. Vieira lamentou o argumento e explicou que são 37 anos de ligação com a Região Oeste onde atuou como agente do antigo Ipesc, na cidade de Concórdia. Além disso, Vieira destacou que fez mais votos em 11 das 16 microrregiões, mais da metade dos 38 mil votos obtidos na última eleição. Sublinhou que o deputado é eleito para defender os interesses do Estado e não de uma região.
 
MÍDIAS DO BRASIL
 
 
Veículo: Agência Estado
Editoria: Brasil
Assunto: 6 suspeito de atentados em SC são presos
 
Polícia prende 6 suspeitos de atentados em Santa Catarina
Desde o dia 31 de março, foram registrados oito ataques a prédios públicos no Estado
Seis pessoas foram detidas durante uma operação da Polícia Civil de Santa Catarina que visa coibir os atentados que estavam sendo feitos contra prédios da Segurança Pública. Desde o dia 31 de março, foram registrados oito ataques. Nenhum deles deixou feridos.
Nesta operação, que envolveu cerca de 60 policiais civis, foram cumpridos dez mandados de busca e apreensão nos bairros Rio Vermelho, Vila União, Coqueiros, Monte Cristo e Estreito, em Florianópolis, e na cidade de São José. As prisões foram realizadas na sexta-feira. Os suspeitos foram levados para a Diretoria Estadual de Investigações Criminais (DEIC).
Um dos detidos é suspeito de fabricar as bombas que foram lançadas nos prédios públicos. Mas, como não foi encontrado nenhum artefato, ele foi liberado. Ele responderá também por desacato, resistência e por porte de pequena quantidade de maconha. Entre as apreensões feitas na operação estão uma moto desmontada, um carro e objetos eletrônicos suspeitos de terem sido roubados.
____________________________________________________________________________
Veículo: Portal G1
Editoria: Brasil
Assunto: Código Florestal
 
Ainda estamos ajustando propostas, diz Maia sobre Código Florestal
Segundo presidente da Câmara, votação está marcada para esta terça.
Ele diz que deputados ainda buscam acordo para proposta única.
O presidente da Câmara dos Deputados, deputado Marco Maia (PT-RS), afirmou nesta segunda-feira (9) que a votação da reforma do Código Florestal está confirmada para esta terça-feira, mas que a Casa ainda está em busca de um acordo entre ruralistas e ambientalistas. “A princípio está marcado para amanhã”, disse Maia em São Paulo, onde participou da abertura da feira da Associação Paulista de Supermercados (Apas).
“Ainda estamos ajustando algumas propostas, alguns entendimentos. Mas a ideia é que se vote um texto fruto do relatório do deputado Aldo Rebelo e, depois, vamos ter emendas, acréscimos e destaques que serão discutidos.”
Segundo ele, a Câmara está trabalhando em busca de uma “proposta global”, que seja capaz de construir uma votação simples. “Para isso estamos apelando tanto aos radicais da agricultura, quanto do meio ambiente, para que possa se chegar a esse entendimento, acordo”, disse.
 
Mudanças tributárias no segundo semestre
Maia afirmou que o governo deve enviar ao Congresso no início do próximo semestre um conjunto de projetos tratando de temas de reforma tributária. Segundo ele, os projetos devem tratar de questões como o fim da guerra fiscal entre estados, a desoneração de setores exportadores, a simplificação de alguns impostos e também a desoneração de áreas específicas, como folha de pagamento.
Ele destacou que para entrar em vigor a partir de janeiro de 2012, projetos de caráter tributário precisam ser aprovadas até 31 de dezembro.
_________________________________________________________________________
Veículo: Agência Câmara
Editoria: Segurança
Assunto: Audiência contra ação de grupos de etermínio
 
Audiência discutirá medidas contra a ação de grupos de extermínio
A Comissão de Segurança Pública e Combate ao Crime Organizado realiza audiência pública nesta terça-feira (10) para discutir a ação de grupos de extermínio com o secretário nacional de Promoção e Defesa dos Direitos da Pessoa Humana, Ramaís de Castro. O debate foi proposto pelo deputado Delegado Waldir (PSDB-GO).
Um dos casos que deve ser discutido é o do grupo de extermínio desarticulado recentemente em Goiás. Investigações preliminares da Secretaria de Segurança Pública do estado apontam desaparecimentos após abordagens de policiais militares.
Em fevereiro, a Polícia Federal prendeu 19 policiais militares suspeitos de participação nesse grupo de extermínio. Entre as vítimas, de acordo com a PF, estão crianças, adolescentes e mulheres sem qualquer envolvimento com a prática de crimes.
Durante o debate, o deputado Delegado Waldir vai ressaltar a importância de o governo fortalecer as corregedorias para combater esse tipo de crime e adotar medidas para responsabilizar a direção das polícias civil e militar em casos de omissão em relação a ação de grupos de extermínio.
A audiência está marcada para as 14 horas no plenário 9.