Área do associado

Área do associado

PUBLICAÇÃO ARTIGO: CHOQUE DE ORDEM

28.1.2009

Publicação de artigo do Presidente da ACORS e FENEME

Diário Catarinense link: http://www.clicrbs.com.br/diariocatarinense/jsp/default2.jsp?uf=2&local=18&source=a2384215.xml&template=3898.dwt&edition=11593&section=1320

Estadão – SP link: http://www.estadao.com.br/opiniao/opi_forumleitores,0.htm

Artigo
Choque de ordem







Nestes primeiros dias de janeiro de 2009, na cidade do Rio de Janeiro, o seu prefeito, logo após a posse, desencadeou algo que há muito se fazia necessário: a chamada operação choque de ordem. O objetivo principal deste projeto não é prender pessoas como geralmente ocorre em planos mirabolantes que vendem a panaceia, elaborados que são pelos especialistas de plantão em segurança pública. O plano consiste em reunir vários órgãos em todos os níveis: federal; estadual e municipal para juntos atuarem de forma preventiva e repressiva, quando necessário, com o fito de melhorar o ambiente urbano. Na verdade, visa instar os cidadãos a cumprirem a lei integralmente. Veículos em locais proibidos, pichações, construções irregulares, transporte e camelôs clandestinos, poluição sonora e visual, dentre outros, são os primeiros alvos desta interessante iniciativa.

Estas ações influenciam diretamente na segurança pública, pois ao se criar um ambiente de ordem a organização urbana, ditada pelo administrador público, acaba por atingir diretamente a criminalidade, diminuindo seu campo de atuação e causando o decréscimo de seus índices. O ambiente adequado que está sendo criado ensejará a melhoria da qualidade de vida das pessoas, que acabarão colaborando com a administração pública, posto que este será o caminho mais inteligente e também o mais barato a ser seguido pelas novos prefeitos de cidades espalhadas por todo o Brasil.

Fica a esperança de que muitos outros administradores públicos de núcleos urbanos de vários portes sejam contaminados, no bom sentido, ocasionando uma revolução na ordem pública das cidades, criando assim o ambiente ideal para que todos os cidadãos tenham uma convivência muito mais pacífica, e com a qualidade de vida tão sonhada pela maioria.

MARLON JORGE TEZA
Coronel PM/SC, presidente da Federação Nacional de Entidades de Oficiais Militares Estaduais – FENEME  e da Associação de Oficiais PM e BM de Santa Catarina – ACORS