Área do associado

Área do associado

Solenidade de 21 de abril 2005 – MENSAGEM CMT GERAL

28.4.2016








Solenidade de 21 de abril
Florianópolis, 26-04-2005





Senhoras e Senhores


         Inicio minhas palavras, citando uma frase de Winston Churchill, grande líder militar e político britânico, que teve a oportunidade de participar das duas grandes Guerras Mundiais, um grande estrategista, que disse o seguinte:


        “Basta o homem cumprir somente com a sua tarefa para acabar com o  seu país”.


      O que churchill quis dizer com esta frase?


      Ele disse ao seu povo, que tinha que esforçar-se um  pouco mais, ir além de sua missão, inovar, criar, pois somente assim, estariam contribuindo para um país  mais desenvolvido e um mundo melhor de ser vivido.


     O desafio de Churchill é tão recente quanto àquela época da segunda guerra mundial.


     Podemos, portanto, concluir que, o momento atual exige um esforço a mais de cada um de nós, pois somente assim, teremos condições de melhorar nossos resultados e oferecer a sociedade catarinense, um serviço público mais eficiente e mais eficaz.


     O serviço, nosso trabalho do dia a dia, é fruto do conhecimento humano, portanto, quanto maior for o treinamento e o preparo do homem, melhor a qualidade de seu serviço e maior a satisfação do nosso cidadão.


     Na História da humanidade, iniciamos recentemente, o século XXI, já configurado pelos grandes intelectuais, como o século do conhecimento.


     O conhecimento, que há três séculos levava mais de cinco décadas para dobrar, atualmente estima-se que dobra, a cada dois anos, e, ainda há quem prevê, que até 2010, o conhecimento humano, dobrará, a cada 40 dias.

     Portanto, meus camaradas, devemos em muito, nos atentar para o início do século do conhecimento, o contrário, nos não alcançaremos mais os nossos concorrentes.


     Citei que o conhecimento gera bons serviços, que por sua vez, gera satisfação, e a satisfação do cidadão é um dos princípios mais importante da qualidade total no serviço público, princípio que, será permanentemente incentivado, com muito treinamento, doravante, nesta instituição.

     Nossa tropa de militar estadual possui talentos invejáveis a muitas organizações, pois aqui em nossas fileiras, estão todos os voluntários que se prontificaram a servir a comunidade, mesmo com o risco da própria vida.
 
      A vida, uma dádiva divina, ninguém tem o direito de tirá-la, nem mesmo uma vida de uma árvore ou de um animal indefeso, a não ser, em situação de extrema necessidade de sobrevivência da raça humana e assim mesmo, na condição de recriá-la imediatamente.

      A Polícia Militar de Santa Catarina tem um compromisso permanente à proteção da vida e do patrimônio de nossa gente.


      Este compromisso constitucional nos obriga a preparar a cada curso de formação e treinamento, um Policial Militar, mais capacitado a enfrentar a escalada da violência e da criminalidade, com novas estratégias, técnicas e táticas, utilizando-se de modernas ferramentas e tecnologias avançadas, aplicadas ao serviço de inteligência policial.


      O sucesso no enfrentamento e controle da violência e da criminalidade depende diretamente de nossos investimentos na área da educação, saúde e segurança pública, ou seja, políticas públicas com ações firmes, no campo social, inteligência policial e repressão, o que graças a deus, este governo estadual está altamente comprometido e vem cumprindo rigorosamente, com o seu plano 15, até mesmo,  em algumas áreas, têm superado as expectativas do planejamento.


     A Polícia Militar completará no próximo dia 05 de maio, 170 anos de criação e como previsto em ações do plano 15, o Sr Governador, através do Sr Secretário de Segurança Pública e Defesa do Cidadão, permitiu que fizéssemos novas inclusões de efetivo, o que somará até o fim deste governo, no mínimo, mais de 2120 PPMM, o que certamente, com mais este contingente policial e a nova lei de organização básica da PMSC, que em breve o Sr Secretário da SSPDC apresentará ao Sr Governador do Estado para ser enviada a assembléia legislativa para votação, haveremos, sem sombras de dúvidas, de obter o sucesso desejado no enfrentamento e controle da violência e criminalidade em nosso estado.
 
     Os projetos ora citados são somente dois, de um total de dez que a Polícia Militar elaborou no seu planejamento estratégico e encaminhou ao sr secretário da SSPDC, e, tenho informação de que o Sr Secretário da SSPDC, está somente aguardando o agendamento da apresentação plano, ao Sr Governador do Estado, para dar prosseguimento junto com este novo Comandante Geral, a todos os projetos que tratam de investimentos, crescimentos e desenvolvimentos em todas as áreas da administração, ou seja, de recursos humanos, financeira e materiais da Polícia Militar de Santa Catarina.


      Deixo claro que todos os projetos são de profundo conhecimento e tiveram a participação ativa do chefe do estado maior geral e de todas as seções que compõe o EMG da PMSC e muitos outros oficiais superiores, o que permitirá, uma aceleração mais acentuada nas decisões de todos os trabalhos programados.
 
     Quero, neste momento, tirar este espaço de meu discurso, para efetuar alguns agradecimentos:


     – Aos meus pais, Hilda e Júlio Ricardo Knihs, pela minha vida e pela minha educação, a eles, in memorian, minha eterna admiração e amor;


    – Aos meus sogros, ali Odete e Wilton Pereira, pelo apoio e incentivo que deram na segunda etapa de minha vida, a eles, in memorian, também minha eterna admiração e amor;


    – A minha querida esposa, Vera Lúcia, que nos momentos de fraqueza, tristeza e dor, que juntos compartilhamos, principalmente nos últimos anos, quando soube, com muito carinho, amor e sabedoria, me fortalecer e animar, pois com certeza, se não fosse sua participação firme e incentivadora, hoje eu não estaria aqui assumindo tão almejado cargo;


     – Aos meus amigos e companheiros, civis e militares, que em muito me incentivaram, pois todos também contribuíram para que eu estivesse aqui hoje, a vocês meus camaradas, meu muito obrigado de coração;


    – Um agradecimento todo especial ao Sr Secretário da SSPDC, Dr Ronaldo José Benedet, personalidade que, embora ocupando um cargo tão importante, se revelou ser uma pessoa simples e amiga, a qual passei a admirar e a respeitar; ao Senhor, Secretário, que em mim depositou sua confiança e indicou-me para este tão importante cargo, eu, além de meus efusivos agradecimentos, quero lhe dizer que o sr terá neste comandante geral, um profissional comprometido, leal, respeitador e acima de tudo, um amigo;


     – Agradecimento ainda mais especial aos Sr Governador Luiz Henrique da Silveira e ao Sr Vice-Governador, Sr Eduardo Pinho Moreira, aos senhores, que aprovaram o meu nome ao cargo de Cmt Geral da PMSC, além de meu muito obrigado, irei retribuir com muito trabalho e dedicação ao serviço público estadual;


     – Agradeço por fim, principalmente a Deus, por ter permitido que eu chegasse até aqui, a quem peço, com muita humildade, sua benção, que nos ilunime, para que juntos, com todos os oficias e praças, possamos construir na Polícia Militar de Santa Catarina, ambientes e caminhos, mais promissores, mais harmônicos e com muita paz e amor no coração.


     E encerrando minhas palavras, quero citar uma frase do maior peregrino de todos tempos, um homem que dedicou sua vida pela paz e justiça social entre todos os povos do mundo inteiro:


     “O bem-estar dos indivíduos e das comunidades depende do estado de saúde da família. à sociedade deve reafirmar energicamente o direito da criança de crescer numa família na qual estejam presentes o pai e a mãe”. (1995).


     “O projeto de deus para a família é o de uma comunidade baseada na união estável e fiel entre um homem e uma mulher, ligados por um vínculo reconhecido publicamente”. (2003)
(João Paulo II).



Muito Obrigado!


Quartel em Florianópolis, em 21 de abril de 2005.     


Bruno Knihs
    Cel PM Cmt Geral da PMSC.
             


 


Centro de Comunicação Social – CCS
(48) 229-6262